Ultima atualização: 6 de junho de 2020

Como escolhemos

12Produtos analisados

16Horas investidas

4Estudos avaliados

47Comentários coletados

Nos dias de inverno, não há nada melhor do que estar em casa. Mesmo para quem gosta do clima da estação, passar frio na hora de dormir ou relaxar, não é nada agradável. Para evitar esse incômodo, há diversas opções de sistemas de aquecimento. A maioria deles, no entanto, pode ser substituída por um prático e econômico aquecedor a óleo.

Este aparelho é projetado para aquecer um cômodo pequeno. Por isso, é ideal para o uso doméstico. Se você não conhece bem o equipamento e tem dúvidas sobre a eficácia de um aquecedor a óleo, este artigo vai esclarecer tudo a respeito deste aparelho. Assim, você vai saber tudo o que precisa para escolher o melhor produto para te aquecer neste inverno!




O mais importante

  • O aquecedor a óleo é um equipamento de médio a baixo consumo energético. No entanto, se usado por muitas horas todos os dias, a sua conta de energia vai ficar mais alta.
  • Uma das principais vantagens deste equipamento é que o ambiente se mantém aquecido por bastante tempo, mesmo depois que o aparelho é desligado. A desvantagem é que, após ligado, o aparelho demora um tempo considerável para conseguir aquecer todo o cômodo.
  • Um dos fatores que devem ser levados em conta na hora da decisão é a área que você pretende aquecer. Quanto maior for o cômodo, mais potente deverá ser o aparelho. Logo mais vamos falar em detalhes sobre este e outros critérios de compra.

Os melhores aquecedores a óleo do mercado: nossas recomendações

Mesmo em países mais quentes como o Brasil, o mercado oferece uma grande variedade de modelos de aquecedor a óleo. Há opções com design e funcionalidades para todos os gostos e bolso. Diante de tanta oferta, decidimos simplificar a sua busca, apresentando alguns dos aparelhos mais vendidos em 2020. Veja o que encontramos:

O aquecedor a óleo com termostato inteligente

O aquecedor a óleo da Ventisol é dotado de termostato inteligente. Dessa forma, assim que atinge a temperatura previamente programada, o aparelho desliga automaticamente, e volta a ligar caso o ambiente fique frio novamente.

Pensando na segurança de toda a família, ele conta com um sistema de segurança que desliga o aquecedor em caso de queda. E, para saber se o produto está em funcionamento, basta conferir o LED indicador.

O aquecedor a óleo com design compacto e elegante

Com 1500 W de potência, este aquecedor é o modelo ideal para deixar o ambiente mais quentinho sem riscos à saúde. Isso porque o sistema de aquecimento a óleo não permite a queima de oxigênio, o que pode ser muito perigoso.

Para aumentar o conforto, ele conta com ajuste dos níveis de potência, design compacto e rodinhas que facilitam transportá-lo de um cômodo para outro. Assim, dá para manter-se sempre aquecido!

O aquecedor a óleo com três níveis de aquecimento

A marca que já é tradicional em eletroportáteis assina esse aparelho que vai fazer a diferença mesmo nos dias mais frios do inverno.

Este aquecedor a óleo da Mondial possui ajuste em três níveis de aquecimento, para que você possa contar com um aquecedor eficiente em qualquer momento da estação.

Com o controle de temperatura por termostato, ele permite que você mantenha o ambiente com a temperatura exata para o seu bem estar e conforto.

Guia de compras: O que você precisa saber sobre o aquecedor a óleo

O aquecedor a óleo é um eletroportátil prático e eficaz para manter sua casa mais quente nos dias frios do inverno. Muitas pessoas podem ter dúvidas sobre a segurança no uso, as vantagens e a real necessidade de contar com este tipo de aparelho em casa. Por esse motivo, esta seção vai responder às principais perguntas a respeito do aquecedor a óleo e seu funcionamento. Vamos lá?

man adjusting temperature

O aquecedor a óleo não costuma ser um equipamento de baixo consumo energético. (Fonte: Animaflorapicsstock: 131092388/ 123rf.com)

O que é um aquecedor a óleo e quais suas principais características?

O aquecedor a óleo é um aparelho elétrico confeccionado em metal, que se utiliza para aumentar a temperatura de um ambiente. Ele é ideal para o ambiente doméstico, proporcionando a distribuição do calor por áreas limitadas. Diferente dos grandes aquecedores, ele poder ser transportado de um cômodo para outro da residência.

De modo geral, o aquecedor a óleo tem um baixo consumo de energia e pode aquecer espaços de até 25 metros quadrados, de acordo com a potência do aparelho, que costuma variar entre 1500 e 3000 W. No seu interior, lâminas de metal são dotadas de circuitos preenchidos com um óleo especialmente formulado para este fim.

Como funciona um aquecedor a óleo?

O aquecedor a óleo funciona com alimentação na corrente elétrica. É essa energia que aquece os circuitos e faz com que o óleo flua pelos dutos internos no aparelho. Ao circular pelo equipamento a alta temperatura, o óleo transfere calor às placas metálicas do aquecedor.

É a partir destas placas que o aparelho aquece o cômodo. Do metal, o calor é transferido para o ambiente e, assim, a temperatura local fica mais alta. Este processo pode ser mais ou menos demorado dependendo do tamanho do cômodo a ser aquecido e da temperatura ambiente.

Isso quer dizer que, quanto mais frio o dia, mais lento será o aquecimento. Por este motivo, os fabricantes têm se dedicado a criar modelos com novos designs e tecnologia que permita melhorar a geração e retenção de calor, para modelos com mais eficiência e menor consumo.

cat over a oil radiator

Uma das principais vantagens deste equipamento é que ele pode manter o calor por horas mesmo depois de ter sido desligado. (Fonte: Tashka2000: 113996328/ 123rf.com)

Qual a diferença entre um aquecedor a óleo e um emissor térmico?

À primeira vista, o aquecedor a óleo e o emissor térmico podem parecer iguais.No entanto, há muita diferença entre os dois equipamentos, a começar pela forma de atuação. Isso porque, como mostramos, o aquecedor a óleo promove o aumento da temperatura pela transferência de calor das placas metálicas para o ambiente.

Já o emissor térmico atua pela liberação de ar quente por meio de grades de circulação de ar, como ocorre também nos aparelhos de ar condicionado. O emissor térmico aspira o ar frio pela parte inferior do aparelho e o devolve aquecido para o ambiente por meio das aberturas superiores.

Outra diferença é que, com o emissor térmico, o calor é percebido imediatamente. Já no aquecedor, este processo é mais demorado, pois depende do aquecimento do óleo. Em contrapartida, ao desligar o aparelho, o calor ainda se mantém por muito tempo. O mesmo não ocorre no caso do emissor térmico.

Qual o consumo de energia do aquecedor a óleo?

Esta é uma pergunta importante a ser feita antes da sua decisão de compra. Como ocorre com todo equipamento elétrico, sobretudo os que contam com sistema de aquecimento, o consumo de eletricidade da sua casa vai aumentar com o uso do aquecedor a óleo.

A boa notícia é que, no entanto, não se trata de um grande aumento. Normalmente, esses aparelhos são desenvolvidos com uma tecnologia de baixo a médio consumo energético. Assim, se usado com moderação, o calor do aquecedor não vai pesar no bolso.

Usar o aquecedor 8 horas diárias pode consumir 180Kw/h ao mês.

Já para quem gosta de abusar do calorzinho, o impacto poderá ser maior. Para se ter ideia, a tarifa de energia pode variar de R$0,35 a R$0,90 por Kw/h, dependendo da sua região e da bandeira tarifária de cada período. Além disso, pode ser cobrada uma taxa extra quando o consumo mensal ultrapassa os 100 Kw/h.

Em resumo, assim como todos os demais equipamentos que você tem em casa, o consumo vai depender da constância do uso. Se utilizado com racionalidade, o aquecedor a óleo vai ter o mesmo impacto mensal que a sua geladeira, por exemplo. Nada para se assustar no fim do mês!

an empty house

A principal observação na hora de comprar de um aquecedor a óleo é sobre a área do ambiente a aquecer. (Fonte: Bilanol: 96084136/ 123rf.com)

Existem aquecedores a óleo de baixo consumo?

Basicamente, um aquecedor a óleo convencional gera o consumo energético que descrevemos há pouco. No entanto, as empresas têm investido em pesquisas para encontrar alternativas que aumentem a eficiência energética dos aquecedores.

Com isso, começam a chegar ao mercado alguns equipamentos que utilizam outros tipos de fluídos como géis ou outros líquidos termodinâmicos. Alguns deles, mostram excelente resultado na propagação do calor, ainda que não sejam tão eficientes quanto o óleo. De forma geral, esses são os diferenciais deste tipo de aparelho:

  • Utiliza gel termodinâmico para atingir altas temperaturas com mais rapidez;
  • Dispõe de sensores que permitem o desligamento automática ao atingir a temperatura desejada;
  • Conta com termostato para controlar a temperatura ambiente;
  • É leve e compacto.

Quais as vantagens de um aquecedor a óleo?

O aquecedor a óleo funciona conectado à rede elétrica e aumentam a temperatura ambiente por meio da transferência de calor do óleo que corre nos dutos internos às placas de metal que ficam em contato com o ar. Mas, além do aquecimento local, quais outras vantagens — e desvantagens — o aquecedor pode trazer? É isso que mostramos no quadro abaixo:

Vantagens
  • O óleo mantém o calor com mais eficiência do que as resistências
  • É mais econômico que outros sistemas de aquecimento
  • É muito silencioso
  • É cômodo e simples de utilizar
  • É portátil
  • Dispõe de termostato
  • Não gera resíduo ambiental
  • O óleo fica em circuito protegido, por isso não há queima ou necessidade de substituição
Desvantagens
  • Aquecimento mais lento do que outros métodos de aquecimento
  • Alguns modelos podem ter alto consumo energético
  • Podem ser volumosos
  • Não são adequados como único sistema de calefação da casa em regiões muito frias.

Qual o melhor forma de utilizar o aquecedor a óleo?

Para que o seu aquecedor a óleo desempenhe a função com a máxima eficiência, é importante estar atento a este ponto. O melhor é mantê-lo em um ambiente fechado, com a área máxima determinada de acordo com o modelo do aparelho. Normalmente, esse tipo de informação estará detalhada no manual de instruções.

Além disso, é fundamental que o aquecedor esteja sobre uma superfície plana e fora do alcance de crianças e animais. Como não gera ruídos, ele pode ser usado nos quartos durante a noite ou no escritório, enquanto você trabalha, sem causar incômodo.

Quais os cuidados de manutenção de um aquecedor?

Comentamos há pouco que o aquecedor a óleo requer pouca manutenção. E esta é a realidade. A única recomendação é para que mantenha o aparelho sempre limpo externamente. Como ele não gera qualquer tipo de resíduo, essa será uma tarefa bem simples.

Periodicamente, passe um pano úmido pro todo o aparelho para remover, sobretudo, o pó que tenha se acumulado. Mas atenção! Antes da limpeza, tenha certeza de que o equipamento está fora da tomada e, especialmente, que não esteja quente, para evitar possíveis choques elétricos ou queimaduras.

family on a house

Os aquecedores a óleo inovaram com o tempo e contam com modelos de design sofisticado e tecnologia de ponta.
(Fonte: Oliver: 68981205/ 123rf.com)

É correto utilizar o aquecedor para secar roupas?

Esta é uma prática comum, mas a resposta à sua pergunta é “não”. Nos dias mais frios e úmidos, quando fica mais difícil secar as pequenas peças de roupa, as pessoas costumam utilizar o calor do aparelho para acelerar a secagem de roupas íntimas, meias e até toalhas. Mas isso não está correto.

O motivo é simples. Lembra que o aquecedor é produzido em metal? Em contato com a água ou a umidade intensa, a estrutura do aparelho pode sofrer oxidação e ferrugem. Esse desgaste pode gerar a perda de óleo, queimar a resistência e inutilizar o aquecedor.

Além disso, o contato da água em circuitos elétricos é uma das principais causas de curto circuito. Por isso, caso você precise de uma “ajudinha” do calor para secar alguma peça, opte por colocar a roupa pendurada próxima ao aquecedor, mas nunca use o aparelho como varal.

Critérios de compra

Agora que respondemos as principais dúvidas sobre a utilização do aquecedor a óleo, falta pouco para que você possa finalizar sua compra. No entanto, antes de optar por um modelo específico, avalie alguns critérios técnicos que podem ser decisivos para o melhor desempenho do aparelho. Confira:

Potência

Este é, sem dúvida, o ponto mais importante. Antes de comprar, você precisa ter clareza sobre o espaço que pretende climatizar. Desta forma, será possível escolher o modelo com a potência mais adequada para manter o cômodo em temperatura agradável. De forma geral, você pode calcular assim:

Potência (em watts) Área do cômodo (em metros quadrados)
1000 20
1500 40
2000 45
2300 50

Consumo

Esse ponto está, de certa forma, relacionado com o item anterior. Se escolher um aquecedor com a potência ideal para a área a ser aquecida, o consumo elétrico tende a ser menor, já que o aparelho vai trabalhar de forma mais otimizada, promovendo o aquecimento mais rapidamente.

Neste sentido, o termostato é um grande diferencial, pois é ele quem determina o desligamento automático do equipamento quando o cômodo atingir a temperatura ideal.

little teddy bear

Aquecedor a óleo é um aparelho metálico usado para aquecer os cômodos pequenos da casa. (Fonte: Trushkova: 69537294/ 123rf.com)

Portabilidade

Se você pretende utilizar o aparelho em ambientes distintos, procure por modelos com rodas para facilitar o transporte entre os cômodos da casa. Pode ser que ele ainda esteja quente no momento em que você decida trocar de cômodo. Por isso, ter a facilidade de transportar o aquecedor pode ser um grande diferencial.

living room

O aquecedor a óleo é um equipamento elétrico. A eletricidade aquece os circuitos e faz com que o óleo flua pelos dutos do aparelho. (Fonte: Skdesign: 54596045/ 123rf.com)

Ajuste de temperatura

Boa parte dos modelos de aquecedor a óleo podem trazer a opção de ajuste da temperatura desejada. Os mais tradicionais, costumam apresentar essa função de forma analógica. Já os aparelhos mais modernos têm chegado ao mercado com sistema digital, até mesmo com display em LED.

Independentemente da forma como o termostato se apresenta, é muito importante contar com essa opção. Como dissemos há pouco, esta é uma forma de garantir que o aparelho atinja a temperatura desejada e use a energia de forma racional, diminuindo o consumo do aparelho.

Resumo

Por mais que você considere agradável o clima do inverno, provavelmente concorda que passar frio dentro de casa é uma sensação muito desconfortável, não é? Então, para manter a atmosfera da estação nos seus momentos de descanso, pode contar com um aquecedor a óleo. Assim, os cômodos ficam mais aconchegantes, com economia e comodidade.

Para esclarecer todas as dúvidas sobre o funcionamento deste aparelho, criamos este guia com informações sobre os benefícios, o modo de uso e os cuidados na conservação do aquecedor a óleo. Mostramos alguns dos produtos com as melhores avaliações do mercado e os pontos para se ter em mente antes de uma compra bem sucedida.

Esperamos que este artigo tenha ajudado a saber mais sobre o aparelho que promete dias e noites mais acolhedoras. Fique à vontade para nos deixar um comentário e compartilhar este conteúdo. Obrigado e até mais!

(Fonte da imagem destacada: Daniel Jdzura: 51852445/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Marcela Campos Personal Organizer
Marcela sempre gostou de ter a casa organizada. E funcional. Tudo em sua casa precisa estar no lugar certo, limpo e, principalmente, funcionando. Daí surgiu seu interesse pela profissão que descobriu há 3 anos: a de Personal Organizer. Hoje, além de ajudar pessoas a a deixarem suas casa em equilíbrio perfeito, ela escreve artigos online sobre produtos que podem ajudar nesta tarefa.
Vera Pereira Redatora/Editora
Jornalista, especialista em produção de conteúdo digital, tem na escrita a sua maior paixão. Adora investigar, apurar fatos e reconstruir histórias. Por isso, atua na pesquisa e adaptação dos conteúdos internacionais à realidade e legislação brasileiras.