bateria eletrônica

Não deixe que as suas condições de vida influenciem na escolha dos instrumentos que você irá tocar. Quantos músicos com vocação se veem condenados ao piano porque é o instrumento que já possuem em sua casa? Ou outros que escolheram a guitarra pela moda? E quantos potenciais percussionistas tiveram que renunciar sua paixão porque uma bateria eletrônica incomodaria os vizinhos do seu prédio?

Se você quer tocar bateria, você pode. O amplo leque de baterias eletrônicas que o mercado oferece é a solução para que a bateria se adapte às suas condições e não o contrário. Com quase nenhum ruído e de tamanho reduzido, estes instrumentos minimizam os danos de uma bateria tradicional e também são ideais para aprender a utilizar o instrumento.

O mais importante

  • Você deve considerar o preço como um investimento. As baterias eletrônicas não são um produto para usar e se desfazer, então pense bem seu objetivo com ela e que uso dará, escolha cuidadosamente seu modelo e invista sem medo. Você acabará gastando mais dinheiro se escolher uma bateria barata e no futuro resolver comprar uma com mais qualidade.
  • Alguns formatos de venda podem ser enganosos, então, preste atenção em quais extras incluem cada bateria e verifique se você não precisará gastar com acessórios (como baquetas, módulo e pedais) quando adquirir sua bateria. Falaremos mais deste item nos critérios de compra.
  • O módulo de som de cada bateria pode ser o ponto chave entre a qualidade de um modelo e outro. Suas possibilidades darão lugar a uma melhora mais ou menos rápida da técnica do usuário, por exemplo. Mas, acima de tudo, marcarão a sensibilidade da percussão e a precisão dos sons alcançados.

As melhores baterias eletrônicas do mercado: Nossas favoritas

Escolher umas das melhores baterias eletrônicas pode ser complicado. Para que você não se desespere e a busca do modelo adequado seja frustrante, iniciamos esse guia de compra com os modelos que, na nossa opinião, são as melhores baterias eletrônicas do mercado atualmente.

A favorita dos usuários

Essa opção é uma das mais famosas do mercado, graças ao seu som poderoso, a excelente sensibilidade e durabilidade enorme. Com um kit compacto e fácil de transportar, os pads possuem duas camadas de malha para um rebote realista. Utilizando o fone de ouvido, você pode tocar tranquilamente sem atrapalhar os vizinhos.

Para tocar em qualquer lugar

Essa bateria possui 10 presets de fábrica e mais 5 programáveis pelo usuário. É muito fácil de montar e transportar. Entrada de áudio para tocar junto com seus dispositivos eletrônicos. Possui uma resposta natural e dinâmica.

Ótima opção em custo benefício

Essa bateria é pequena, compacta, com design moderno e fácil de transportar. Possui painel digital e de fácil utilização que auxilia o baterista, tanto iniciante quanto profissional. Vem com o kit completo, incluindo módulo, pedais e baquetas. Autoexplicativa nas suas configurações, o que é ideal para quem está começando.

Guia de compras: O que você precisa saber sobre a bateria eletrônica

Você já percebeu. Este é um universo variado, com grandes especificações que variam de acordo com o poder aquisitivo do usuário, seu nível como músico e suas ambições neste âmbito artístico tão exigente. Por isso, aqui listaremos algumas das questões mais comuns entre as pessoas que querem comprar uma bateria eletrônica e esperamos que seja do seu interesse.

baterista na rua

A distribuição dos componentes da bateria eletrônica é parecido com o da bateria acústica. Então, ocupará o mesmo espaço físico dentro de um cômodo. (Fonte: Jiroe: XAG-tDlV4-8 / Unsplash.com)

O que é uma bateria eletrônica?

A resposta é mais difícil do que parece. Em termos musicais, desempenha funcionalidades parecidas com uma bateria tradicional, já que também é um instrumento de percussão. Porém, a geração do som é mais complexa e não depende exclusivamente de um processo físico, mas sim de um software muito particular, capaz de atingir diferentes nuances.

Assim, suas possibilidades serão muito maiores e irão incorporar, de acordo com as características do seu módulo – mais adiante veremos o que é -, até centenas de sons para cada um dos seus pads. Conta com dezenas de kits de som para poder tocar. Tudo isso, com a vantagem de canalizar todo o som através de fones de ouvido, sem incomodar ninguém em sua volta.

Quais as vantagens e desvantagens de uma bateria acústica?

Como dissemos, a vantagem para muitos usuários é permitir que um instrumento tão barulhento como a bateria possa ser utilizado em um contexto doméstico, sem quebrar o silêncio. As baquetas sobre os pads produzem um som quase imperceptível, que gera de maneira eletrônica o som pré-determinado, que você pode ouvir com fones de ouvido.

Além disso, são mais fáceis de transportar e, em geral, são feitas para ajudar, com sua programação, a melhorar o domínio do usuário neste instrumento. Da mesma forma, a edição do áudio gerado é muito mais eficiente, visto que a gravação e canalização do som a dispositivos eletrônicos é simples, via USB ou cabo. Vejamos na tabela:

Vantagens
  • Mais registros de som
  • Ritmos integrados
  • Programas de treinamentos integrados
  • Canalizam o som através de fones de ouvido, podendo praticar sem incomodar ninguém
  • Facilita a edição da música graças a sua conexão com dispositivos como notebooks ou tablets
  • São facilmente transportadas
Desvantagens
  • Os modelos mais antigos podem ter certa latência do som
  • Perda da sensibilidade relativa a intensidade da percussão
  • Sons pouco naturais nos modelos com módulos antigos

Do que é composta uma bateria eletrônica?

Existem três elementos principais. Primeiro, se destacam os pads, onde se encontram os chamados captadores piezoelétricos. Estes recebem um estímulo, que um conversor transforma em sinal MIDI. O módulo é a parte que produz o som determinado através do sinal MIDI recebido. Este inclui a função de conversor em modelos modernos.

Os pads são distribuídos de forma similar a uma bateria tradicional. Um modelo básico seria composto, então, dos elementos típicos das baterias comuns: surdo, tom-tons, caixa, pratos, bumbo, chimbau e pedal. Ainda que pareça piada, a qualidade das baquetas, que geralmente são vendidas a parte, podem fazer diferença.

tambor eletrônico

Preste atenção aos detalhes. Algumas baterias são vendidas sem alguns dos complementos mais básicos e necessários, como o módulo, as baquetas e os pedais. (Fonte: Monpaneevong: 43455878 / 123rf.com)

Quais são as inovações das baterias eletrônicas mais modernas?

É destacada a profissionalização dos modelos que estão chegando ao mercado, focadas em músicos de carreira e não apenas nos principiantes. Assim, atualmente encontramos um som de grande qualidade digital (com pads de 24 bits e centenas de sons a serem escolhidos), com sensores de dinâmica e posição (que modulam o som de acordo com a intensidade).

Além disso, as baterias eletrônicas podem incorporar múltiplas funções (identificando em que parte do aro é tocada), chimbau mais realista (distinguir um chimbau aberto ou fechado por meio de um pedal), múltiplas saídas (até o mixer ou USB) e a possibilidade de atualizar os elementos por um software.

Como escolher um bom módulo de som para minha bateria eletrônica?

O módulo de som irá lhe permitir brincar com os kits concretos e específicos para cada tipo diferente de música, de modo que você não apenas esteja adaptado ao seu estilo, como também aos timbres dos gêneros estabelecidos, como jazz, rock, pop ou rap, por exemplo.
O melhor é que um bom módulo lhe permite personalizar estes sons e gravá-los de acordo com cada gênero.

Assim, você poderá configurar sua biblioteca, tanto com seus sons favoritos como com seus ritmos e músicas já gravadas.

Mas não só isso, como também um módulo de qualidade lhe permitirá atualizá-lo regularmente com softwares gratuitos, download de sons ou novos ritmos. Vejamos as condições ideais e principais de um módulo de som:

Sons

Uma maior variedade de sons implica em mais do que uma grande capacidade de memória, que acaba refletindo em um maior preço devido as exigências técnicas requeridas. Os módulos simples, de gama baixa, possuem o som da bateria analógica e outros efeitos de diversos instrumentos musicais.

No entanto, um módulo mais desenvolvido permitirá ao usuário que brinque com esses sons. Poderá editar, criar sons próprios e baixar outros que possam ser incorporados ao seu repertório, mais amplo que o normal. A qualidade dos mesmos, também, será maior, quanto melhor for o módulo, graças a sensibilidade dos pads.

Ritmos preestabelecidos

São ideais para ensaiar e ser guiado pelos amplos estilos musicais e destacar suas habilidades com as baquetas. Isso lhe permitirá melhorar técnicas concretas de cada gênero e realizar exercícios específicos para desenvolver sua capacidade.

Mas não descarte a fonte de inspiração que pode tornar seu conhecimento musical mais eclético, com referências cruzadas das bases fundamentais de cada gênero. Lembre que é fácil editá-los, tanto na sua bateria quanto pelo computador, por meio de uma simples conexão.

Sensação e sons naturais

Este é o aspecto que mais marca a diferença entre um módulo mediano e um excelente, os de alta gama poderão replicar os sons naturais da bateria. Para melhorá-lo, é possível oferecer um bom sistema de equalização, facilmente regulável. Também podem ser incluídos efeitos de ambiente para melhorar a música.

Neste sentido, você também pode observar as saídas de som para saber até quantas combinações podem ser realizadas instantaneamente e tocar sobre canções já gravadas. Observe, por último, se possui um software próprio ou outro facilmente adaptável, podem existir aplicativos que lhe permitem adaptar novas canções com facilidade.

bateria elétrica

A latência é o período de tempo incluso entre a percussão do bumbo, caixa ou pratos até que se escute o som. (Fonte: Sjjerez: 3862668 / Pixabay.com)

É fácil transportar uma bateria eletrônica?

A distribuição dos componentes da bateria eletrônica é parecida com a de uma acústica. Então, ocupa o mesmo espaço físico em um cômodo. No entanto, visto que as baterias eletrônicas não necessitam das caixas de som típicas das baterias tradicionais, os componentes são menores. Menor volume é igual a menor peso.

Além disso, muitas marcas começaram a vender modelos dobráveis para facilitar o seu transporte. Leve em conta também que os pratos podem ser menores, assim você precisa ser mais preciso, mas também estarão mais próximos para que você possa tocar mais rapidamente. Vejamos as medidas de referência nesta tabela:

Modelo Alesis TurboDMK RolandBehringerOdery Carlsbro
Altura (cm) 9887 99,6 66
Largura (cm) 5351 58,662
Profundidade (cm)35 41 32,829
Peso (kg) 5 9,07 16,3 13,5

Critérios de compra

Chegando neste ponto, esperamos ter esclarecido suas possíveis dúvidas sobre as melhores baterias eletrônicas de 2019. Entretanto, ainda não terminamos. Agora que você conhece a fundo estes inovadores instrumentos, é importante focar nos critérios que você deve seguir para comprar a bateria que melhor se adapte as suas necessidades de trabalho e lazer.

Preço

Como viemos dizendo, uma bateria eletrônica não é um produto para usar e se desfazer. Você deve pensar bem quais características irá exigir e levar em conta que, se a sua intenção é usá-la a longo prazo, economizar em uma primeira bateria irá resultar em ter que investir em uma segunda e, consequentemente, gastar mais dinheiro. Não economize se encontrar a bateria ideal.

fone de ouvido e bateria

Dependendo do seu nível de experiência, você verá qual o melhor modelo para você. (Fonte: StockSnap: 2597045 / Pixabay.com)

Formas de venda

Preste atenção nos detalhes. Algumas baterias estão a venda sem alguns dos complementos mais básicos e necessários, como o módulo, as baquetas e os pedais. Em outros casos, estes acessórios estão inclusos, mas são de má qualidade e não permitirão que você alcance as possibilidades reais da sua nova bateria.

Módulo

O módulo foi muito citado neste artigo. E não é para menos, já que é o que faz a diferença na maior parte dos casos. Dependendo dele, você poderá ter mais ou menos sons a sua disposição, assim como diferentes tipos de ritmos. Também entra na conta a edição da música e a conexão a outros dispositivos eletrônicos.

Latência

A latência é o período de tempo compreendido entre a percussão do bumbo, caixa ou pratos até que você escute o som. Nas baterias acústicas é instantâneo, mas nas eletrônicas pode haver um pequeno atraso devido a geração digital do som. No entanto, a maior parte dos modelos atuais consegue solucionar este problema satisfatoriamente.

Bateria eletrica gif

Nível de experiência

É possível que, dependendo do seu nível de experiência, seja melhor para você um modelo ou outro. De fato, muitas são feitas para principiantes, com módulos que incluem um modo de treinamento e ritmos básicos para você repetir e, assim, treinar com diferentes estilos. Outras baterias, mais profissionais, permitirão aprofundar melhor nos estilos de cada gênero.

Resumo

A bateria é um dos instrumentos mais carismáticos dos gêneros musicais tradicionais. Seja fazendo a base da música ou indo além em solos impressionantes. Além disso, suas características são utilizadas cada vez mais nos gêneros musicais contemporâneos, onde a percussão tem papel fundamental.

Incluir este dinamismo que existe na música é mais simples com bateria eletrônica. Não apenas lhe guiará, marcando as diretrizes de cada estilo, mas também irá permitir adaptar os sons de cada gênero, além de experimentar novos timbres que te levem a uma constante inovação desta arte.

Esperamos ter lhe ajudado na sua decisão de comprar uma bateria eletrônica. Se sim, não esqueça de deixar um comentário ou compartilhar este artigo em suas redes sociais!

(Fonte da imagem destacada: Cheerasak Monpaneevong: 43455956 / Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Ricardo Amorim Músico e Viajante
A música e as viagens sempre foram as paixões de Ricardo. Seu violão o acompanha pelo mundo, desde que saiu de casa aos 17 anos. Desde então, já conheceu mais de 50 países e segue sua jornada rumo aos 100. Além de suas duas paixões, Ricardo também escreve sobre outras formas de lazer, especialmente sobre livros, aproveitando os dois anos investidos no curso de Jornalismo.