Imagem mostra caixa de ferramentas grande.

Tanto se você for um profissional como se for um fã de colocar a mão na massa, a caixa de ferramentas com rodas é um elemento de mobilidade indispensável. Graças a elas as profissões manuais têm como continuar fora da oficina. É fato que uma caixa de ferramentas com rodas pode se transformar em uma verdadeira oficina portátil.

Os trabalhos de instalação e reparos em domicílio são dos que mais se beneficiam deste tipo de utensílio, que pode até ser considerado como uma ferramenta extra, ou, de fato, uma ferramenta para ferramentas. Agora, para além da área profissional e do DIY (“Do It Yourself”, faça você mesmo, termo comum hoje em dia), a caixa de ferramentas com rodas tem algumas outras utilidades nas quais você talvez ainda não tenha pensado.

O mais importante

  • Escolha uma caixa de ferramentas com rodas que tenha um tamanho adequado ao uso que você fará dela.
  • O exterior da caixa deve ser resistente e dispor de compartimentos que te permitam pegar rapidamente as ferramentas que você mais vai usar, sem ter que ficar abrindo e fechando a caixa toda vez.
  • O interior dela deve contar com um sistema de organização eficiente, adaptado às suas necessidades.
  • As caixas de ferramentas com rodas servem para muitas coisas, como, por exemplo, para trabalhos de bijuteria e venda ambulante de peças de pequeno porte.

Ranking: Os melhores modelos de caixa de ferramentas com rodas do mercado

Quando você pesquisa por “caixa de ferramentas com rodas” na internet irá se deparar com diferentes caixas de diversas marcas.

No Ranking a seguir, ajudamos a separar algumas das melhores que você pode encontrar para compra, seguindo aquelas mais bem avaliadas na Amazon. Aqui vai a nossa lista para você.

1º – Caixa Plástica Com Rodas Crv 0300 Vonder

Esse modelo da marca Vonder, companhia Brasileira estabelecida em 1997, tem capacidade de até 25 kg, divididas entre os seus dois módulos: o superior pode carregar até 10 e o inferior até 15. Ela tem comprimento de 460 mm, largura de 260 mm e altura de 625 mm, e conta com uma alça retrátil para que você possa levá-la de um lado ao outro.

Indicada para organizar, armazenar e transportar ferramentas, peças e acessórios em geral, ela é prática e simples de usar, com várias divisórias para guardar todos os tipos de itens de que você precisar.

2º – Caixa Contractor 53 litros e Caixa de Ferramentas 13″ Stanley

Da famosa marca Stanley, esta caixa de ferramentas com rodas é composta por dois elementos principais: um grande baú, com rodas para te ajudar a levá-la de um lugar ao outro, com volume de 53 litros e, armazenável dentro deste mesmo baú, um outro módulo que é uma caixa de ferramentas convencional com fechos metálicos de 13″.

Essa caixa conta com uma bandeja portátil que permite o armazenamento de ferramentas grandes, tem uma tampa com canal chanfrado, facilitando o corte de perfis de madeira quando apoiados neles.

3º – Mala Para Ferramentas Tipo Trolley

Para o profissional que quer investir mais em sua caixa de ferramentos portátil, a mala para ferramentas tipo trolley pode ser a escolha ideal. Essa mala para ferramentas do tipo gaveteiro, em plástico de alta resistência, tem uma tampa de proteção frontal que acomoda quatro gavetas removíveis, uma com 30 mm de altura, duas com 60 mm e a última com 90 mm.

Tem também uma fechadura centralizada que permite o fechamento das tampas superior e frontal simultaneamente, duas alças laterais, quatro rodas traseiras resistentes, painel de ferramentas embutido na tampa, três tabuleiros, placa de identificação e fechadura TSA.

4º – Kit caixa de ferramentas Sanfonada com Rodas

Modelo da linha profissional da empresa brasileira Tramontina, esse kit segue um modelo tradicional de caixas de ferramentas sanfonadas feitas de metal, porém com a adição das rodas e uma alça para ficar mais fácil de mover as suas ferramentas no trabalho ou para outros locais.

Além disso, ele não se trata apenas da caixa, mas vem também com todo um jogo de ferramentas para você renovar as suas ou começar a montar agora a sua coleção.

5º – Caixa de ferramentas com rodas Vonder

Da mesma linha e marca do nosso primeiro colocado, essa é uma outra caixa da empresa nacional Vonder, que segue o mesmo estilo da outra, porém tendo um tamanho um pouco menos e podendo carregar um pouco menos de ferramentas. Esta caixa plástica tem capacidade de até 22 kg, dividido entre os seus dois módulos, ambos capazes de carregar 11 kg.

Ela tem comprimento de 460 mm, largura de 260 mm e altura de 620 mm, e conta com uma alça retrátil para que você possa levá-la de um lado ao outro.

Guia de Compras: O que você precisa saber sobre a caixa de ferramentas com rodas

Cada vez é mais tênue a fronteira entre o mundo dos trabalhos manuais profissionais e os bicos de faz-tudo durante fins de semana, e, no fim das contas, todos querem contar com o melhor produto do mercado para auxiliar em suas atividades.

A caixa de ferramentas com rodas é o novo objeto de desejo para quem gosta de colocar a mão na massa. Não deixe de consultar o nosso Guia antes de partir para comprar a sua.

Imagem de homem trabalhando em carro com caixa de ferramentas com rodas ao lado.

As caixas de ferramentas com rodas são úteis quando temos que carregar ferramentas pesadas. (Fonte: Antonio Diaz: 20408411 / 123rf.com)

Quem são os típicos utilizadores da caixa de ferramentas com rodas?

De maneira geral, as caixas de ferramentas com rodas foram pensadas para um público composto por profissionais. Os primeiros que logo nos vêm a mente são mecânicos, trabalhadores da construção civil, instaladores de móveis e eletrodomésticos e os variados técnicos prestadores de serviço, que costumam se deslocar de um lugar ao outro no exercício de suas profissões.

Porém também existe um outro tipo de cliente que é fã do assunto ou que é quase um profissional da área, mas não em tempo integral: são os típicos faz-tudo dos serviços manuais.

Quando uma caixa de ferramentas normal já não for mais o suficiente, quer dizer que chegou a hora de comprar uma maior. Agora, ao aumentar o peso da caixa, o mais lógico é que se incorpore rodas a ela, mesmo que só para movê-la dentro de casa.

Por que é recomendável sempre ter uma caixa de ferramentas com rodas à mão?

Posto de maneira simples, as vantagens de se ter uma caixa de ferramentas com rodas são três: comodidade, segurança e organização dos materiais.

E ainda vale a pena acrescentar uma quarta: saúde. O uso das rodas ajuda a evitar o desgaste físico e aquelas lesões musculares típicas de ficar fazendo exercícios repetitivos.

Por outro lado, se você se acostuma a usar a nossa caixa de ferramentas com rodas dentro da oficina, por exemplo, já estará com tudo arrumado na hora que tiver de sair para fazer um trabalho externo. Saberá onde exatamente está cada uma de suas ferramentas e acessórios, te ajudando a evitar que perca peças.

foco

Você sabia que em 2013 uma equipe de arqueólogos encontrou o que provavelmente deve ter sido a caixa de ferramentas mais antiga do mundo?

A caixa tem aproximadamente 2,58 milhões de anos e foi encontrada em Bokol Dora, no sul da Etiópia. Ela continha mais de trezentas ferramentas de uma mesma família, todas usadas para a caça de animais e para a sobrevivência.

Quais são os diferentes usos para uma caixa de ferramentas com rodas?

No mundo profissional, a capacidade das caixas de ferramentas com rodas para transportar material pesado é o que mais se valoriza. Por outro lado, algumas profissões levam em conta o seu grande potencial organizacional unido à portabilidade.

Ao lermos as opiniões de usuários é surpreendente ver a variedade de usos que essas caixas têm. Aqui estão alguns deles:

  • Trabalhos relacionados à construção: Trabalhos com encanamento ou carpintaria, dentre outros.
  • Todo tipo de conserto domiciliar.
  • Instalação de eletrodomésticos, como o de sistemas de ar condicionado, dentre outros.
  • Oficina mecânica móvel: Fazer consertos direto no local quando não é possível, ou é melhor que evite, levar um veículo com problemas até a oficina.
  • Venda ambulante: As gavetas organizadoras são ótimas para quem quer vender bijuterias e outros produtos pequenos.
  • Trabalhos relacionados ao mundo do espetáculo: Maquiagem, cabeleireiro, montagem de figurino para o teatro, cinema ou televisão, técnicos de som para espetáculos musicais, e mais outros.

Quantos tipos de caixa de ferramentas com rodas existem?

Não existem diferenças fundamentais entre os diferentes tipos de caixa de ferramentas com rodas, o que mudam são detalhes como tamanho, formato e materiais usados em sua fabricação.

Embora os detalhes possam algumas vezes parecer sutis, eles têm sua importância, como veremos a seguir. Por exemplo, a posição da caixa quando em repouso pode ser tanto vertical quanto horizontal.

  • A quantidade de módulos da caixa. O formato habitual das caixas de ferramentas com rodas tem apenas um módulo, mas também existem aquelas que apresentam dois ou três.
  • Formato de mala de ferramentas com rodas. Pode ter um formato de bolsa rígido, de diferentes materiais. Seja como for, este tipo de caixa de ferramentas é o mais parecido à típica mala de viagem trolley.
  • Diferentes tamanhos. As opções mais comuns são as com volume de 20, 40 ou 50 quilogramas.
  • Posição em repouso. Pode ser tanto na vertical quanto na horizontal.
  • O material do qual é feito. Geralmente plástico ou tecido rígido.
  • Produtos relacionados. Os carros de ferramentas de uma oficina, que costumam ser feitos de metal. Embora eles sejam tecnicamente caixas de ferramentas com rodas, não são feitos para ser levados para fora do local de trabalho.

Qual o tamanho e o peso de uma caixa de ferramentas com rodas?

Pode parecer uma pergunta boba, mas na verdade as dimensões exatas de uma caixa de ferramentas é uma informação importante de se ter, especialmente para profissionais.

Por um lado, é interessante saber se  todas as ferramentas vão caber dentro da caixa, por outro, também é importante saber se, por exemplo, a caixa vai caber no porta-malas. Vejamos aqui uma tabela explicativa.

Marca e modelo Dimensões Peso
Caixa Plástica Com Rodas Crv 0300 Vonder 26 x 46 x 62.5 cm 5,63 kg
Caixa 53 litros e Caixa de Ferramentas 13″ Stanley 63 x 37 x 42 cm 8,2 kg
Mala Para Ferramentas Tipo Trolley 60 x 40 x 48 cm 15,5 Kkg
Kit caixa de ferramentas Sanfonada com Rodas 60 x 40 x 20 cm 11,7 kg
Caixa de ferramentas com rodas Vonder 47 x 29 x 64 cm 8,1 kg

De que materiais são feitas as caixas de ferramentas com rodas?

A maioria das caixas de ferramentas, seja com ou sem rodas, é feita de algum tipo de plástico. Isso é assim por um motivo muito simples, as próprias ferramentas já são suficientemente pesadas e o plástico é um material leve, para que não deixe o conjunto todo pesado demais.

Por isso buscam fazê-las com materiais leves e resistentes, como você pode ver pelos produtos da nossa lista:

Marca e modelo Materiais
Caixa Plástica Com Rodas Crv 0300 Vonder Polipropileno
Caixa Contractor 53 litros e Caixa de Ferramentas 13″ Stanley Caixa plástica com fecho metálico
Mala Para Ferramentas Tipo Trolley Plástico de alta resistência
Kit caixa de ferramentas Sanfonada com Rodas Metal de composição automotiva
Caixa de ferramentas com rodas Vonder Polipropileno

Quais são as partes mais importantes de uma caixa de ferramentas com rodas?

As peças da parte externa costumam ser mais frágeis já que estão expostas a sofrer batidas e a outras intempéries. Já a configuração do interior deve ser sempre a que melhor cumpra a função de organizar as ferramentas e acessórios. Estas duas são as partes mais relevantes de uma caixa de ferramentas com rodas.

Parte externa de uma caixa de ferramentas com rodas:

  • Fechos. Os mais recomendáveis são os fechos metálicos. Alguns modelos dispõe de um orifício para inserir um ferrolho no fecho, aumentando assim a segurança.
  • Alça normal ou telescópica. As alças normais permitem o transporte da caixa com as mãos. De qualquer maneira, as alças devem ser ou dobráveis ou destacáveis em relação ao resto da caixa de ferramentas.
  • Rodas. As maiores são evidentemente as mais resistentes. Um outro fator importante quanto às rodas é a sua manobrabilidade. Alguns modelos contam também com um freio de segurança, para que a caixa não saia andando sozinha.
  • Compartimentos externos. É sempre bom contar com espaços extras para as ferramentas de uso frequente, para evitar que tenhamos que ficar abrindo a caixa inteira a todo momento.

Parte interna de uma caixa de ferramentas com rodas:

  • Compartimentos. Eles devem estar adaptados às suas necessidades, tanto em seu tamanho quanto em sua quantidade.
  • Bolsas elásticas. É uma boa opção para guardar pequenas ferramentas como chaves de fenda e alicates, fora lápis e outros objetos similares.
  • Gavetas destacáveis. Alguns modelos de caixa de ferramentas com rodas contam com dois ou mais módulos, mas até as caixas de módulo único podem contar com pelo menos uma gaveta destacável para se ter sempre à mão as ferramentas de uso mais frequente.
  • Compartimento de armazenamento. Se trata de um espaço largo feito para guardar os objetos de maior porte, como por exemplo extensões elétricas.
  • Acolchoamento interno. Alguns modelos são forrados com espuma para amenizar os possíveis impactos produzidos por movimentos bruscos da caixa.

Quais são as melhores marcas de caixa de ferramentas com rodas?

A marca Stanley, dos Estados Unidos, é a líder indiscutível do mercado quando se trata de produtos relacionados à manutenção. Ela é desde 1843 uma marca especializada em ferramentas manuais feitas para profissionais, e em 2010 se fundiu com a também famosa Black & Decker.

Isso explica a sua grande presença e competitividade no mercado, fora a enorme variedade de modelos de caixas de ferramentas com rodas.

Por sua vez, a Tramontina e a Vonder são boas opções nacionais, com diferentes linhas de produtos. Existem também outras marcas que não aparecem no nosso Ranking de caixas de ferramentas com rodas, mas que merecem ser mencionadas na lista.

  • Stanley
  • Curver
  • Tramontina
  • Vonder
  • Wurth
  • Bauker
  • Dewalt
  • Truper
  • Easy

Critérios de Compra

Já conhecemos agora os diferentes tipos de caixa de ferramentas com rodas que existem no mercado. Cada um dos modelos cumpre em maior ou menor grau com todas as funções desejadas: volume, segurança, facilidade de transporte, resistência dos materiais, e outros.

Agora, tanto se você for um profissional quanto um fã desses assuntos e trabalhos, veja aqui os fatores mais importantes a se levar em conta na hora de comprar.

  • Função
  • Tipo de caixa
  • Tamanho
  • Resistência e segurança
  • Organização

Função

A primeira pergunta que você deve se fazer é sobre qual grau de exigência, se mais profissional ou não, irá exigir da sua caixa de ferramentas com rodas. Se você for um profissional, essa caixa passa a ser um investimento necessário, pelo qual você vai pagar com o seu trabalho.

Já se você está dando os seus primeiros passos com esse tipo de serviço, é possível que um modelo mais barato e simples já sirva para você.

Como foi explicado anteriormente, existem muitos usos diferentes que podem ser dados a uma caixa de ferramentas com rodas. Existem funções muito diferentes, como a da venda de bijuterias, que só precisa da característica mais básica: a capacidade de organizar peças de tamanho pequeno.

Pode até acabar acontecendo que na sua caixa de ferramentas tenha todo tipo de objetos menos ferramentas.

Caixa de ferramentas, mecânico.

A caixa de ferramentas com rodas é uma alternativa extra para você considerar na hora de levar as suas ferramentas de um lugar para o outro. (Fonte: Oleksandr Boiko: 47407380 / 123rf.com)

Um dos formatos mais simples é o de um módulo. Nele se trata basicamente de uma caixa de ferramentas que carregue um peso que justifique o uso de rodas. As diferenças estão no interior. Você pode precisar de vários módulos com compartimentos para tudo, ou pode preferir que a caixa de ferramentas inclua um só espaço.

A quantidade de módulos determina o tipo de caixa de ferramentas de que você precisa. A maioria delas é feita de plástico resistente, embora algumas também possam ser feitas de outros materiais rígidos, como no caso de malas e maletas de ferramentas com rodas.

E por último, é bom pensar em qual posição você vai querer deixar a caixa normalmente, se na horizontal ou na vertical.

Tamanho

Como explicado anteriormente, existem diferentes tamanhos justamente para satisfazer diferentes tipos de necessidade ao armazenar diferentes itens. As menores caixas de ferramentas com rodas devem contar com capacidade de transporte mínimo de 20 kg. As outras devem suportar de 40 a 50 kg, ou, às vezes, até mais.

Em alguns casos, o tamanho é variável devido ao sistema de módulos. O primeiro deste pode ser separado da parte superior para que o usemos como uma caixa de ferramentas convencional, embora pequena. Nestes casos, o módulo inferior é usado para guardar os objetos maiores e mais pesados.

Arthur MillerDramaturgo e roteirista estadounidense

“O homem deve configurar suas ferramentas da sua própria maneira”.

Resistência e segurança

A resistência das rodas é um dos pontos mais delicados neste tipo de caixa de ferramentas. Esse é um fato com o qual devemos nos preocupar ainda mais no caso de rodas pequenas, em caixas do tipo trolley, que tendem a se danificar com mais frequência devido às rodas com diâmetro maior.

A resistência dos materiais afeta diretamente a segurança do objeto. Por isso é importante que os fechos sejam metálicos, já que são peças que são mais usadas e que estão sujeitas a dano. Um fecho de plástico pode quebrar durante o transporte. Se quiser evitar roubo ou perda de itens, o melhor é ter um fecho com espaço para colocar um cadeado.

Organização

No que se refere às caixas de ferramentas, com ou sem rodas, a capacidade de organizar os materiais é a questão fundamental e ela começa já na parte externa. O mais comum é que você deseje dispor de compartimentos externos para, por exemplo, peças pequenas ou parafusos e outros itens do tipo. Assim evitará ter que ficar abrindo a caixa toda.

A organização interna da sua caixa de ferramentas com rodas é provavelmente a parte mais importante de todas. Ou, ao menos, é o aspecto mais personalizável, já que cada pessoa tem o seu próprio jeito de se organizar, é importante que você escolha uma caixa que tenha o tipo de divisórias, gavetas e outros itens do tipo que sejam mais apropriados à você e ao seu trabalho.

Resumo

As caixas de ferramentas com rodas constituem mais um passo na evolução das caixas convencionais. Seu surgimento não é algo novo, mas o número de pessoas envolvidas com reparos manuais cresce mais a cada dia, o que faz com que elas sejam mais procuradas. Às vezes pode ser difícil ver as diferenças entre a caixa de ferramentas de um profissional e a de um amador, já que em essências são o mesmo produto.

A chave para escolher bem uma caixa de ferramentas com rodas pode ser resumida em quatro pontos principais: a resistência, o tamanho, a capacidade para organizar os objetos e a segurança. Levando em conta estes fatores, será mais fácil para você encontrar o modelo que melhor se adapte às suas necessidades, seja você um profissional ou o faz-tudo da sua vizinhança.

Se você gostou deste artigo, deixe o seu comentário ou ao menos compartilhe esse Guia nas suas redes sociais, mas, é claro, você pode fazer as duas coisas!

(Fonte da imagem destacada: Vladimir Tarasov: 75543364 / 123rf.com) 

Por que você pode confiar em mim?

GUIA55 Redação
GUIA55
Os redatores do GUIA55 realizam pesquisas aprofundadas e escrevem artigos altamente informativos e de qualidade sobre os mais variados temas do seu interesse.