Foto mostra um gráfico de Candlestick
Ultima atualização: 25 de junho de 2021

Se você é um entusiasta da Análise Gráfica, com certeza já viu um Candlestick na vida. Ele é utilizado em larga escala para as decisões de compra e venda de ativos na Bolsa de Valores.

Agora se você nunca ouviu falar, mas está começando no mundo dos investimentos e tem interesse em partir para esse tipo de análise, seja muito bem-vindo! Nós preparamos um conteúdo exclusivo sobre os Candlesticks. Aqui você vai saber como eles surgiram, onde são utilizados, como entende-los e muito mais.

Prepare-se para muito conteúdo a partir de agora!




O mais importante

  • Um bom analista gráfico consegue prever, através da movimentação dos Candlesticks, os possíveis movimentos futuros do mercado.
  • O Candlestick representa de forma gráfica, o movimento de um ativo. Ele pode ser visto de acordo com um período específico. Por exemplo: um Candlestick de 5 minutos contém 5 Candlesticks de 1 minuto.
  • Abertura, fechamento, máxima e mínima. Esses são os quatro pontos principais de um Candlestick, também chamados de Candle.

Guia de compra: o que você precisa saber sobre Candlestick

O Candlestick representa o que aconteceu com o preço de um ativo ao longo de um período. Quem determina esse período? Você e a sua estratégia. Existem analistas gráficos que utilizam os mais variados tempos gráficos para se basear em entradas ou saídas de compra e venda.

Quem costuma operar ações, tende a observar o movimento gráfico dos Candlesticks nos tempos maiores. Ou seja: 60 minutos, diário, semanal e mensal. Esses tipos de análise geralmente são feitos para Swing Trade.

No entanto, existem várias pessoas que utilizam gráficos menores. É o caso dos traders de mercado futuro. É comum a utilização de Candlesticks de 1, 5 e 15 minutos.

Está um pouco confuso? Fique tranquilo que vamos tirar todas as suas dúvidas. Veja só!

Foto de um homem com um notebook aberto analisando um gráfico de Candlestick

Um bom analista gráfico consegue prever, através da movimentação dos Candlesticks, os possíveis movimentos futuros do mercado. (Fonte:MayoFi / Unsplash.com)

O que é Candlestick?

Como falamos no início do texto, o Candlestick é um instrumento de análise amplamente utilizado por simpatizantes da Análise Gráfica/Técnica.

Ele representa, através da sua abertura/fechamento/máxima/mínima, o movimento de um ativo em determinado período de tempo. Dessa forma, é possível saber se uma ação está em tendência de alta, ou tendência de baixa, por exemplo.

Os Candlesticks também podem ser chamados de Candles. Geralmente, eles possuem a coloração verde para Candles positivos e vermelhos, para Candles negativos.

Ou seja, se você olhar para um gráfico e olhar vários Candles verdes, é um sinal de que o ativo está em tendência de alta. O mesmo acontece para o contrário. Vários Candles vermelhos significam tendência de baixa.

Conheça a história dos Candlesticks

A história conta que a técnica dos Candlesticks surgiu no século XVIII, no Japão. Ele foi criado para entender a movimentação do preço do arroz, a commoditie mais importante do país na época.

Os Fazendeiros enviavam sacas de arroz para diferentes regiões do país. Em troca, recebiam uma espécie de documento que poderia ser trocada a qualquer momento nas Bolsas de Arroz do Japão.

Ou seja, o preço das sacas de arroz variava de acordo com a movimentação da Bolsa. Então, o Fazendeiro que vendesse seu título quando o preço estava no topo, obviamente que lucraria mais.

Para estudar essa movimentação, Munehisa Honma desenvolveu os Candlesticks. Ele considerado o pioneiro na utilização da análise gráfica. Existe um mito de que ele obteve 100 trades vitoriosos de forma consecutiva.

No entanto, foi apenas na década de 80 que essa forma de análise viralizou. Um investidor de Wall Street, chamado Steve Nilson, percebeu que era possível utilizar essa mesma técnica para analisar ações, moedas e contratos futuros.

Ele disseminou a técnica através do livro “Japanese Candlestick Charting Techniques”, junto com os padrões de Candles. Desde então, a Análise Gráfica é um verdadeiro sucesso.

Como um Candlestick é formado?

Existem quatro pontos essenciais na formação de um Candle: a sua abertura, o seu fechamento, o seu ponto máximo e seu ponto mínimo.

O que isso quer dizer?

  • Abertura – O nome já diz, é o nível de preço onde inicia a movimentação do Candle.
  • Fechamento – Depois de se movimentar durante o período determinado, o Candle “fecha”. O nível de preço que ele fechou é considerado o fechamento.
  • Máxima – É o nível de preço para cima que o preço se movimentou durante o período.
  • Mínima – É o nível de preço para baixo que o preço se movimentou durante o período.

Vamos te apresentar agora aos conceitos de Candle de Alta e Candle de Baixa

Candle de Alta

O Candle pode ser considerado de Alta quando ele fecha acima da abertura. Isso quer dizer que ele se movimentou e ganhou positivamente uma região de preço. Geralmente ele possuirá a cor verde.

Candle de Baixa

Representado geralmente na cor vermelha, o Candle de Baixa significa que o preço do seu fechamento foi menor do que a sua abertura. Ou seja, o ativo perdeu valor no período selecionado.

Padrões de Candlestick

Ao estudar a movimentação dos candles, você perceberá uma infinidade de Padrões. Eles geralmente são apresentados com um nível de aparição e um nível de confiabilidade.

É necessário muito estudo para dominá-los. Por isso, antes de realizar qualquer tipo de investimentos, nós recomendamos que você saiba o que está fazendo. Afinal, estamos falando de operações de alto risco.

Vamos citar a seguir alguns padrões bastante conhecidos:

  • Bandeira de Alta/de Baixa
  • OCO (Ombro-Cabeça-Ombro)
  • OCOI (Ombro-Cabeça-Ombro-Invertido)
  • Triângulo Simétrico ou assimétrico
  • Topo duplo/Fundo duplo
  • Engolfo de Alta/ de Baixa

Resumo

Conhecer o movimento do gráfico através dos Candles, pode te ajudar a ganhar dinheiro com a Bolsa de Valores. No entanto, é necessário muito cuidado! Principalmente se você está em busca de estudos para se tornar um day trader no mercado futuro da B3, a Bolsa de Valores aqui no Brasil.

Como você viu durante o texto, o Candlestick representa o movimento de um ativo em determinado período. Lembre-se: é sempre importante ficar atento aos pontos de abertura, fechamento, máxima e mínima de um Candle.

Esperamos que este artigo tenha lhe ajudado de alguma forma. Desejamos excelentes estudos e investimentos. Até mais!

(Fonte da imagem destacada: /123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas