Cavalete
Ultima atualização: 1 de novembro de 2020

Como escolhemos

12Produtos analisados

16Horas investidas

3Estudos avaliados

82Comentários coletados

Para alguns, trabalho. Para outros, vocação ou o hobby favorito. Não importa qual é o motivo que te faz pintar, o importante é que você faz e com certeza gosta muito. Mas, claro, chegou o momento de dar um passo à frente e comprar um cavalete, que vai te ajudar muito no dia a dia.

Mas, não se preocupe, é por isso que estamos aqui. Com o guia que preparamos para você vamos te ajudar a escolher o melhor cavalete, para que você aproveite ao máximo o artista que está dentro de você. O que acha? Acompanhe este artigo e descubra tudo que você precisa saber sobre estes produtos tão práticos!




O mais importante

  • Um cavalete é um acessório fundamental para todos aqueles que se dedicam a pintura ou que passam muito tempo pintando. Além de ser muito mais confortável, oferecem uma boa perspectiva para suas obras de arte.
  • Felizmente, na atualidade é possível encontrar cavaletes de muitas formas e tamanhos, mas é importante escolher o que mais se adapte às suas necessidades.
  • Para tomar a decisão adequada, é fundamental ter em conta alguns critérios de compra como os materiais de fabricação, o tipo de encaixe, o uso que será feito e outras características.

Os melhores cavaletes do mercado: Nossas recomendações

Sabemos que a grande variedade de cavaletes que o mercado atual oferece pode dificultar na escolha do seu aliado na pintura. Por isso, estudamos e preparamos uma lista com os melhores cavaletes do mercado. Tem opções para todos os gostos!

O cavalete favorito dos usuários

O cavalete da Souza & Cia é fabricado em madeira de pinus natural, tem 75 cm de altura e é indicado para pinturas menores. Tem um visual moderno e pode ser ajustado. É muito prático e fácil para montar.

O melhor cavalete com estojo para pintura

Este cavalete no modelo estojo é fabricado em MDF natural, tem divisórias na parte interna que facilitam a organização. Também acompanha uma paleta para as tintas. É muito leve e compacto, cabe em qualquer lugar. As medidas são: 43 x 33 x 9,5 cm.

Um cavalete muito prático

Este cavalete de mesa é muito prático, possui regulagem de inclinação e altura, com apoio antideslizante na base. É fabricado em pinus, com tom amadeirado e envernizado. É muito fácil de montar, com um tamanho ideal para telas de até 50 cm.

Guia de compras: Tudo que você precisa saber sobre o cavalete

À primeira vista, o cavalete pode parecer um item muito simples, mas quando você vai pesquisar mais, vê que não é bem assim. Por isso, é muito provável que surjam algumas dúvidas quando você quiser comprar um pela primeira vez. Nesta seção, vamos tentar resolver as principais.

Cavalete

Um cavalete é um acessório fundamental para quem se dedica à pintura ou que passa muito tempo pintando. (Fonte: Shironosov: 57068027 / 123rf.com)

Quais tipos de cavalete existem?

Vamos começar pelo começo. E a primeira coisa a fazer é diferenciar os tipos de cavalete que existem. Então, mesmo que exista muitos modelos dentro de cada tipo, podemos diferenciar entre:

  • Cavalete de mesa: tem um tamanho compacto e, como o nome indica, são colocados sobre uma mesa. Uma das suas principais vantagens é que são fáceis para armazenar. Porém, geralmente não são muito estáveis.
  • Cavalete tripé: é o modelo mais comum. São muito leves e estáveis. Em geral, permitem regular a altura e contam com pés antiderrapantes. Existem opções na vertical e horizontal.
  • Cavalete de caixa: com certeza são os mais práticos. Ocupam pouco espaço e dentro do cavalete é possível guardar todo tipo de material que você precisará para pintar.
  • Cavalete de caixa pochade: muito parecido com os anteriores, mas sua estrutura parece um púlpito. Ao abrir a caixa, a parte superior serve como apoio para a tela.
  • Cavalete de estudo: o mais sofisticado. São aqueles utilizados pelos profissionais ou as escolas de artes. São muito maiores e a qualidade geralmente é melhor do que os demais, já que são preparados para suportar obras maiores e mais pesadas.

Qual manutenção um cavalete precisa?

Uma coisa que deve ser considerada ao utilizar um cavalete é sua manutenção. Apesar de ser um item de uso diário, é fundamental cuidar dele adequadamente para garantir seu bom funcionamento e uma maior durabilidade.

Por isso, é necessário diferenciar a manutenção do produto de acordo com o material de fabricação:

Cavalete de madeira Cavalete metálico
Será necessário hidratar a madeira com certa frequência para evitar o aparecimento de rachaduras. É possível utilizar o óleo de linhaça cru (para acabamentos naturais ou em óleo) ou cera de abelha (para envernizados). O normal é que sejam protegidos por uma camada de pintura bem resistente, porque este tipo de cavalete não precisa de uma manutenção especial além de uma limpeza comum.

Também é importante, principalmente para os cavaletes de madeira, verificar e ajustar todos os parafusos e porcas para garantir que estão em bom estado. Lembre-se que a madeira dilata e contrai com a umidade ou a temperatura, por isso é importante prestar atenção.

Os artistas recomendam pintar sobre um cavalete?

Quando se trata de arte, nada como os conselhos ou opiniões dos especialistas no assunto. Por isso, é normal se perguntar porque eles preferem os cavaletes a pintar sobre uma mesa. Em relação à este assunto, a pintora e professora de pintura Núria Duran entende bem.

Ela afirma que, principalmente para quem tá começando, é muito mais fácil pintar na vertical (sobre um cavalete), já que você ficará olhando diretamente para a realidade da tela.

Núria DuránArtista e professora de pintura

"Desenhar e pintar a vida exige observação, reflexão e também despertar a intuição. O suporte em posição vertical ajuda a não perder a conexão entre o que estamos olhando e o que representamos, já que o olhar não deve mudar de plano ao passar da terceira dimensão para o papel de duas dimensões."

Por que é prático utilizar um cavalete de pintura?

Além do que a especialista Núria afirmou, existem muitos motivos que afirmam porque é tão útil e prático utilizar o cavalete para realizar as pinturas. Observe a seguinte tabela de vantagens e desvantagens e descubra:

Vantagens
  • É um produto duradouro e resistente
  • É fácil de utilizar e oferece conforto no trabalho
  • Contribui para a manutenção da postura correta enquanto pinta, o que evita problemas de coluna
  • Alguns modelos (inclinados) evitam que o pó caia sobre a pintura antes que seque
  • Existem modelos muito econômicos
Desvantagens
  • Ocupam espaço
  • É necessário observar a manutenção necessária
  • Nem todas as obras que você pintar darão certo no cavalete (dependendo do tamanho ou orientação da tela)

Como você pode ver, as vantagens superam em grande parte as desvantagens, que não são nada de outro mundo. Por isso, o uso do cavalete é cada vez mais comum, inclusive entre os pintores iniciantes e aqueles que pintam apenas no tempo livre.

Imagem de tinta óleo.

13 de setembro de 2020

30 de julho de 2020

Qual é o cavalete mais adequado para você?

Existem muitas situações onde é possível utilizar o cavalete, que é difícil de descobrir qual o melhor em cada caso. Além disso, não tem como ter um cavalete para cada situação, né?

E, mesmo existindo tantos gostos diferentes, vamos mostrar uma classificação geral que pode te ajudar:

  • Se você se dedica profissionalmente à pintura e o tamanho das telas que você vai utilizar é muito variado, o melhor é escolher um cavalete de estúdio ou tripé, o maior possível.
  • Se, pelo contrário, pitar é o seu hobby favorito, um cavalete de mesa será o suficiente.
  • Para pintar com aquarela, o mais recomendado é utilizar um cavalete horizontal e reto, que evite que a pintura manche.
  • Para pintar com tinta acrílica ou a base de óleo, o melhor é um cavalete que seja ligeiramente inclinado para frente, para evitar que a tinta caia na tela.
Cavalete

Felizmente, na atualidade, é possível encontrar cavaletes de muitas formas e tamanhos, assim você encontrará um que se adapta às suas necessidades. (Fonte: Deklofenak: 103438358 / 123rf.com)

Critérios de compra

Chegamos ao momento mais importante: a escolha do melhor cavalete para você. E, com certeza, também é o momento mais difícil, porque, com a quantidade de modelos que existem, é difícil escolher. Leve em consideração os seguintes critérios de compra que vamos propor. Assim ficará muito mais fácil!

Material

Em produtos como o cavalete, que influenciam em grande parte nos resultados das pinturas, os materiais são fundamentais. Em geral, existem opções de madeira ou metal.

Cada um deles tem suas características diferentes, que serão úteis em alguns casos:

Características Cavaletes de madeira Cavaletes metálicos
Material principal Haya, bambu ou "lyptus" Alumínio
Resistência e durabilidade Alta Alta 
Estética Clássica e sofisticada Mais moderna
Portabilidade Menor, são menos compactos Maior, geralmente dobra 
Manutenção Cuidados da madeira Precaução com o óxido
Uso comum Profissionais ou amantes da pintura Escolas de arte ou cursos de pintura
Custo Mais caros Mais baratos

Regulagem

Um dos principais motivos dos cavaletes serem tão práticos é porque permitem trabalhar com mais conforto, graças ao ajuste de altura ou posição da tela.

Desta forma, é possível diferenciar os tipos de ou formas que é possível regular a altura da tela para um maior conforto:

  • Catraca ou trava metálica: levanta a tela de forma escalonada. É um sistema muito básico e funcional, que evita que a madeira se deteriore. É recomendado acioná-lo quando a tela não estiver sobre o cavalete, para evitar que o peso estrague o mecanismo.
  • Com controle remoto (elétrico): geralmente são encontrados nos cavaletes profissionais mais robustos, destinados a suportar obras grandes. Desta forma, não é necessário fazer esforço para levantar a tela. Pode ser com um pedal ou interruptor.
  • Manivela: o sistema mais clássico e que é encontrado apenas nos modelos top de linha. É o que tem o design mais tradicional, é mais prático e fácil de utilizar.

Esta referência é relacionada, principalmente, aos cavaletes de tripé ou estúdio, embora nos últimos tempos também seja possível encontrar estes sistemas em modelos de mesa.

Porém, nestes últimos e em alguns de caixa, também existe regulagem de pressão, que fixam a tela para que ela não se mova durante o trabalho.

Cavalete

Um dos principais motivos pelos quais os cavaletes são tão práticos é que permitem trabalhar com mais conforto, graças ao ajuste na posição da tela. (Fonte: Shironosov: 57068023 / 123rf.com)

Uso e portabilidade

Se falamos em conforto, também é necessário fazer referência à portabilidade. Porque, exceto se você vai utilizar o cavalete sempre no mesmo lugar, é importante considerar a facilidade ou complexidade de transportá-lo.

Mesmo utilizando no mesmo lugar sempre, pode ser que você precise, em algum momento, mudar o cavalete de lugar.

Mesmo que seja utilizado sempre no mesmo lugar, é muito provável que você preciso movê-lo, mesmo que seja alguns metros. Por isso, muitos modelos contam com rodas nos pés para facilitar o movimento.

Certifique-se que as rodas tenham uma trava segura para garantir a estabilidade enquanto você estiver pintando. Também preste atenção na possibilidade de dobra oferecida por cada uma delas.

Além disso, se você gosta de pintar em áreas externas, um cavalete tipo caixa também pode ser muito útil. Eles são os mais portáteis. Muitas artistas tem um para casa e outro de caixa para quando saem para pintar.

Outras funcionalidades

Você sabia que existem cavaletes adaptados para pessoas com mobilidade reduzida? Este tipo de cavalete é parecido com o cavalete de mesa, que já vem com uma superfície para colocar a tela. É como um escritório com rodas, para você ter à disposição tudo o que precisa no momento de pintar.

Daniel MirandaCo-diretor de Arte

"Os cavaletes metálicos geralmente apresentam menos problemas frente aos agentes atmosféricos, sendo ideais para faculdades, escolas de arte e outros lugares onde o cavalete será utilizado de maneira intensiva e despreocupada. Por outro lado, são menos estéticos que os de madeira e, como em muitos lugares o cavalete é como um móvel da casa, os de madeira são os favoritos."

Resumo

Existem muitos estudos que afirmam que pintar é uma das atividades mais relaxantes e que mais clareiam a mente. Os pintores é que podem afirmar isso! Seja como for, cada vez mais os amantes da pintura querem aperfeiçoar suas técnicas e a melhor forma para isso é utilizando um cavalete.

Além dos benefícios mais óbvios que um cavalete oferece, principalmente o conforto e postura correta, este tipo de produto melhora a qualidade das pinturas. Graças a eles, é possível ter uma perspectiva muito melhor do que você está pintando. E com a quantidade de modelos que existem, como encontrar o cavalete ideal?

Se você gostou do nosso guia sobre os cavaletes, compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!

(Fonte da imagem destacada: Lightfieldstudios: 120052456 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?