Se você é pai, sabe que seus filhos prestam mais atenção naquilo que veem do que naquilo que escutam. Por isso, quando você passa muito tempo com seu celular é normal que eles também queiram utilizar. Entretanto, por questões de higiene, saúde física e mental, para eles, o melhor é brincar com seus próprios brinquedos. E o celular para crianças é seguro e apropriado!

A variedade de celulares para crianças que há no mercado é muito ampla, são muitos os modelos e as marcas! Por isso, você deve ter claro que tipo de celular você quer dar para o seu filho. Observe se é indicado para sua idade e que estimule suas habilidades motoras e comunicativas. Aqui você vai ver dicas e recomendações sobre os celulares lúdicos e didáticos para crianças.

O mais importante

  • O celular para crianças é uma boa alternativa se você quer evitar que seu pequeno esteja o tempo todo pegando seu celular. Mas é importante saber escolher o celular de brinquedo mais apropriado de acordo com a idade.
  • Se são pequenos, é melhor escolher celulares com teclas grandes que as crianças possam pressionar, assim ele vai exercitar a coordenação e o tônus muscular.
  • Os celulares de brinquedo que são parecidos com os smartphones reais são mais indicados para crianças maiores. De qualquer forma, é recomendável adiar a aquisição de um celular de brinquedo ao máximo para as crianças. Assim, vamos evitar uma dependência precoce das crianças a estes e outros dispositivos eletrônicos.
  • Quando você for escolher um celular para uma criança, lembre que é muito importante escolher um que, além de ser lúdico, seja didático. Então ele poderá se divertir com o celular, mas também vai desenvolver várias habilidades e vai aprender algumas noções básicas.

Os melhores celulares para crianças do mercado: Nossos favoritos

Existe uma grande variedade de celular para crianças no mercado. Alguns simulam modelos antigos de celulares para adultos, com teclas e capa, estes são ideais para os menores, pois exigem um pouco mais de esforço na hora de brincar. Também há celulares com “tecnologia de ponta” para os maiores. Abaixo vamos mostrar uma lista com os melhores.

O celular que também ensina

Este celular para crianças da Chicco tem jogos em Português e Inglês. Ensina números, letras, direções, dias da semana, sons de animais e outros efeitos sonoros. Possui 6 botões com luzes de LED e 1 botão central de ligação. Indicado para crianças a partir de 6 meses.

Opção de celular para crianças muito divertida

Winfun Celular Luminoso Falante

Promoção

#AffiliateLink*

Winfun Celular Luminoso Falante

Este divertido celular para crianças da WinFun tem dois modos de jogo: modo musical e modo aprendizagem. Possui botões que piscam, toque de chamada real, com efeitos sonoros e frases divertidas. Indicado para crianças a partir de 1 ano.

Uma opção didática e divertida

Esta outra opção de celular da WinFun é similar a um smartphone, possui um teclado com 9 teclas, efeitos sonoros divertidos e alegre. Possui função de gravação e reprodução. Indicado para crianças a partir de 6 meses.

Guia de compras: Tudo que você precisa saber sobre o celular para crianças

É possível encontrar celular para crianças com recursos inovadores e uma variedade grande de design. Há opções em diferentes materiais, ainda que a maioria seja de plástico. Preparamos este guia de compras para tentar resolver suas principais dúvidas a respeito destes brinquedos tão queridos pelas crianças e tornar mais simples a tarefa de escolher a opção mais adequada para seu filho (a), sobrinho (a), etc.

little boy using a phone

É melhor ter que pagar um pouco mais, mas garantir que aquele que você vai comprar vai durar mais tempo. (Fonte: Rido: 103854705 / 123rf.com)

Para qual idade é indicado o celular para crianças?

Definitivamente, os bebês não devem brincar com celulares. Eles necessitam de outros tipos de brinquedos que ajudem a desenvolver sua coordenação, exercitar seu senso de visão (e não estragar) e a estimular suas habilidades motoras.

Os celulares são indicados a partir dos três anos.

Os celulares para crianças geralmente são brinquedos muito fáceis de brincar, já que exigem pouco esforço. A partir dos três anos de idade, os celulares podem ser apropriados para as crianças.

Mas, de acordo com o modelo, os materiais de fabricação, a forma de uso e as opções de jogos, será indicado para crianças maiores ou menores. É recomendado que apenas as crianças maiores brinquem com celulares parecidos com smartphones, para evitar a dependência ao celular nos mais pequenos.

Quais são as vantagens do meu filho brincar com um celular para crianças?

A primeira grande vantagem do seu filho brincar com um celular indicado para ele é que, provavelmente, não ficará o tempo todo tentando pegar o seu celular.

Isso é bom para sua saúde física (os materiais que os celulares para adultos são fabricados não são seguros para crianças), mental (evitará dependência futura) e para o seu bolso (evitará danos).

Agora, quando se trata de brincar e ensinar, abaixo vamos resumir as principais vantagens de brincar com o celular para crianças.

  • Desenvolvimento da fala: Uma criança que brinca de falar no telefone (fixo ou móvel) exercita sua fala, pode melhorar (com a prática) a pronunciação das palavras e aprender um novo vocabulário, com a orientação de um adulto ou uma criança maior.
  • Estímulo da criatividade e imaginação: Um celular para crianças é um brinquedo ideal para brincadeiras simbólicas. Fazendo “chamadas telefônicas” ele poderá ir para outros lugares imaginários e criar uma série de histórias.
  • Exercício de socialização: Este tipo de brinquedo motiva a brincadeira em grupos. De modo que a criança ficará entusiasmada para interagir com outras crianças ou até mesmo com adultos. Também é uma estratégia para ensinar normas sociais e de comportamento através da brincadeira.
  • Familiarização com números e vocabulário básico: De acordo com o tipo de celular e as funções que tenha, a criança terá seu primeiro contato com os números e, inclusive, vai conhecer algumas operações básicas que podem ser realizadas.
  • Aprendizagem de diferentes conceitos e de múltiplas frases: Com um celular de brinquedo, a criança pode ampliar o vocabulário em seu próprio idioma, mas também em outras línguas. Também é possível que aprenda noções básicas de ciências naturais ou de línguas (frases frequentes, palavras de cortesia, entre outros).
  • Desenvolvimento dos cinco sentidos: Pelas características gerais deste tipo de brinquedo, as crianças podem exercitar a visão, tato e, especialmente, a audição.
kid using a smartphone

Se for uma criança pequena, é melhor escolher um celular com teclas grandes para que eles pressionem, assim exercitará a coordenação e o tônus muscular. (Fonte: Belugin: 36880136 / 123rf.com)

O que acontece se meu filho brinca com o celular de um adulto ao invés de um celular para crianças?

São muitas as razões que você não deveria deixar seu filho brincar com o celular de um adulto. Os principais motivos tem relação com os riscos que podem trazer para sua saúde.

Muitos estudos mostram, por exemplo, que os celulares estão com a gente em todos os lugares (como o dinheiro) e, por isso, podem abrigar infecções e bactérias (1).

Por outro lado, a nível visual, o dano que as telas dos smartphones podem causar aos olhos de uma criança é alto. Ainda que você mantenha a distância apropriada entre a tela do celular e os olhos da criança, para desenvolver bem o sentido da visão, as crianças precisam olhar mais para o horizonte e ficar em espaços abertos.

Critérios de compra

Entendemos que pode ser difícil escolher um celular para crianças. Há muitos aspectos que você precisar considerar. Por isso, a pesquisa para comprar o melhor celular para crianças pode ficar complicada. Para que sua escolha seja mais simples, abaixo vamos mostrar alguns critérios que vão facilitar as coisas.

Idade

Dependendo da idade da criança, certos tipos de celular serão mais adequados que outros. Por exemplo, os celulares maiores, com bordas arredondadas, materiais menos rígidos, teclas maiores e menos funções, são ideais para crianças pequenas (de 3 anos em diante).

Contudo, não é recomendado que os bebê brinquem com celulares. Os celulares infantis que imitam os smartphones devem ser usados exclusivamente por crianças maiores, de 6 ou 7 anos.

Essa recomendação é feita devido a dependência que as crianças podem desenvolver por este tipo de dispositivo (mesmo que seja de brinquedo). Nesse sentido, alguns especialistas recomendam que as crianças não utilizem smartphones antes dos 13 anos de idade (2).

Girl looking a phone

Os celulares maiores, com bordas arredondadas, materiais menos rígidos, teclas maiores e menos funções, são ideais para crianças pequenas (de 3 anos em diante). (Fonte: Ponapatimet: 81606702 / 123rf.com)

Materiais

É indispensável que os celulares para crianças sejam fabricados com materiais e pinturas que são sejam tóxicas nem inflamáveis.

Geralmente os celulares de brinquedo são de plástico. No entanto, verifique se são resistentes e fáceis de limpar, como o PP (polipropileno), PS (poliestireno) ou ABS (acrilonitrila butadieno estireno).

Também é importante que os celulares para crianças sejam livres de bisfenol A (BPA) e que possam ser desinfectados facilmente. Em resumo, escolha um brinquedo seguro, que não prejudique a saúde da criança e que o risco de se machucar seja mínimo.

Qualidade

Qualidade é sinônimo de resistência e durabilidade. Por isso, não deixe de procurar um celular para crianças que seja de melhor qualidade. É melhor ter que pagar um pouco mais, mas garantir que o produto que você for comprar vai durar mais tempo.

Por isso, o ideal é escolher uma marca confiável e ver os comentários sobre o produto. Geralmente, outros compradores deixam seus comentários sobre o produto que compraram. Também qualificam o item e respondem perguntas de outras pessoas.

Então, não temos desculpa para escolher uma boa opção antes de comprar um celular para crianças que seja de boa qualidade e que resista a quedas.

group of kids using phones

A primeira grande vantagem do seu filho brincar com celulares indicados para eles é que, provavelmente, não ficarão o tempo todo tentando pegar o seu. (Fonte: Yeulet: 42310122 / 123rf.com)

Didática

Seria ótimo se o seu filho, além de se entreter e divertir, possa aumentar seu vocabulário, aprender palavras em inglês ou outros idiomas, descobrir o mundo dos números e letras ou adquirir destreza manual.

Por isso, pense no potencial didático do celular de brinquedo que você irá comprar, para que ajude seu filho a exercitar suas habilidades. As opções são muitas.

Depois de determinar que tipo de celular de brinquedo você vai comprar, reserve um tempo para analisar as funções e versatilidade que possui. Às vezes, nos deixamos levar pela publicidade sem ler as especificações do produto. Portanto, lembre-se de prestar atenção na descrição do celular para crianças antes de escolher.

Tania TerpinsPsicoterapeuta e educadora infantil

“A superexposição a telas restringe as possibilidades interacionais das crianças pequenas. A experiência da tela na primeira infância é, em sua grande maioria, solitária, sedentária e passiva.”

Diversão

Relacionado com o critério anterior está a diversão. Consiste na possibilidade de diversão, na alegria que pode dar a criança a realização de uma ação.

Neste sentido, quando você for comprar um celular para crianças, pense se a criança realmente vai gostar e se vai se divertir ao máximo com este brinquedo. Às vezes, não nos colocamos no lugar dos nosso filhos, mas decidimos tudo por eles.

E, ainda que não seja recomendável fazer tudo que eles dizem, nem fazer todas as suas vontades, é sim importante considerar sua opinião e saber escutá-los (não somente o que dizem, mas também o que fazem espontaneamente). Por isso, não esqueça de considerar seus gostos.

Resumo

No mundo atual, quase todas as pessoas tem um celular. Crianças de todas as idades também querem ter um celular para conversar, se distrair ou se comunicar. Entretanto, devemos “deixar as crianças serem crianças” e, por isso, uma alternativa ideal para adiar a compra de um celular de verdade (para eles) é comprar um celular para crianças, de brinquedo.

A variedade de celulares para criança que podemos encontrar no mercado é muito ampla. Há diferentes tamanhos, materiais, design, cores e funções. Por isso, neste guia, te orientamos sobre os critérios mais importantes para considerar quando for escolher um celular de brinquedo para seu filho, sobrinho, etc. Também tentamos responder todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Esperamos que tenha gostado deste guia de compras sobre celular para crianças. Gostaríamos de saber sua opinião, por favor, qualifique este artigo e deixe um comentário logo abaixo! Ah, e não esqueça de compartilhar em suas redes sociais!

(Fonte da imagem destacada: Akz: 51234865 / 123rf.com)

Referências (2)

1. EUROPA PRESS, “El Defensor del Menor recomienda que los niños no tengan móvil antes de los 13 años”, La Vanguardia.com, Madrid.
Fonte

2. VV AA., “Determinación de bacterias patógenas en teléfonos celulares del personal de salud en un hospital de la ciudad de Manizales”, Grupo de investigación de enfermedades infecciosas (GINEI), Universidad Católica de Manizales, Colombia.
Fonte

Por que você pode confiar em nós?

Daniele Padrão Gamer e Técnica de Celulares
Dificilmente você ficará sem respostas ao conversar com Daniele sobre celulares, games ou os gadgets mais tecnológicos. Ela prefere jogar no computador, mas não abre mão de seu PS4 (enquanto o 5 não é lançado). Além disso, todos smartphone que passa por sua mão sai com cara de novo, seja ele Xiaomi, Samsung ou Apple.
Curiosa por natureza e apaixonada por viagens, ama estar por dentro das novidades que podem facilitar e tornar mais alegre o dia a dia das pessoas. No Guia55, escreve e adapta artigos para auxiliar suas decisões de compra.
Artigo
EUROPA PRESS, “El Defensor del Menor recomienda que los niños no tengan móvil antes de los 13 años”, La Vanguardia.com, Madrid.
Ir para a fonte
Livro científico
VV AA., “Determinación de bacterias patógenas en teléfonos celulares del personal de salud en un hospital de la ciudad de Manizales”, Grupo de investigación de enfermedades infecciosas (GINEI), Universidad Católica de Manizales, Colombia.
Ir para a fonte