pular cordas com fundo laranja
Ultima atualização: 22 de agosto de 2020

Como escolhemos

13Produtos analisados

16Horas investidas

3Estudos avaliados

61Comentários coletados

A corda de pular é um elemento muito comum na infância e com certeza você deve estar se lembrando agora de momentos de brincadeiras com ela, mas ainda não está entendendo onde queremos chegar. A corda de pular se tornou uma ferramenta de treinamento simples, fácil de transportar e muito econômica.

Desde que o boxe, o HIIT e o crossfit revolucionaram o mundo dos esportes utilizando as cordas de pular, elas voltaram com tudo. De fato, elas se tornaram item essencial para qualquer treino esportivo. Inclua a corda na sua rotina de exercícios para ficar em forma. Trate bem a criança que vive dentro de você!




O mais importante

  • A corda de pular é uma das atividades mais seguras em relação às lesões.
  • Os materiais de fabricação e o sistema de rotação diferenciam os modelos.
  • Antes de comprar uma corda de pular, preste atenção em alguns critérios de compra como o peso e a grossura do cabo, bem como as empunhaduras e o comprimento.

As melhores cordas de pular do mercado: Nossas recomendações

Se você é iniciante, deve saber que as cordas de velocidade são as mais recomendadas. Por serem mais leves, dificilmente causam tensão nos ombros e pulsos, o que favorece um treino mais longo. As cordas de pular mais pesadas agregam peso adicional durante o exercício e exigem um esforço maior. Estas são as nossas recomendações:

Esta corda de pular da Muvin é muito recomendada pelos seus usuários. Feita em PVC e prolipropileno, é ajustável e leve. Possui boa rotação, é recomendada para velocidade e tem um tamanho de 270cm. Está disponível em diferentes cores.

A corda de pular para quem quer agilidade

Esta corda de pular de aço com alumínio é ideal para quem pratica crossfit. É de alta velocidade, com 2 rolamentos, 1 em cada ponta, para maior agilidade. Possui pegadores com textura que garante uma maior aderência. É possível ajustar o tamanho com as travas que ficam fixadas no final da corda.

A corda perfeita para melhorar a resistência

Esta corda de pular de plástico PVC possui 275cm de comprimento. É ideal para agilidade, força e resistência. É muito leve e fácil de utilizar. Ideal para melhorar o condicionamento físico como um todo.

Guia de compras: Tudo que você precisa saber sobre a corda de pular

À primeira vista, as cordas de pular são muito parecidas entre si, mas quem as utiliza para treinar sabe que não é bem assim. Os materiais de fabricação e o design giratório, entre outros fatores, fazem a diferença. Descubra qual corda é a melhor para você e combine com qualquer outro esporte.

man springtouw

A corda de pular é uma ótima escolha quando você quer eliminar gordura corporal. (Fonte: Dolgachov: 51225192 / 123rf.com)

Quais tipos de corda de pular existem?

Existem muitos tipos de corda de pular no mercado, mas dependendo dos exercícios que você pratica, é necessário um modelo específico.

Nenhum tipo de corda exige um grande investimento financeiro, mas sim, é necessário estudar os diferentes tipos para ver qual o mais adequado de acordo com as suas necessidades. Abaixo, vamos explicar mais detalhadamente:

Tipo de corda Recomendação Especificações Diâmetro do cabo Exercícios
De algodão ou nylon Iniciantes, geralmente são usadas em escolas
Recomendadas para uso interno
São leves, flexíveis e fáceis de utilizar
Materiais de baixa intensidade
Velocidade de rotação muito lenta
+/- 8 mm Para saltos duplos
Estilo livre de 3 ou 4 pessoas
Competições
De vinil ou PVC Para treinos intensos
Recomendado para uso interno
Superfície lisa e densidade maior que o modelo anterior
Maior velocidade de rotação
5/6 mm Exercícios com alta velocidade de rotação (saltos duplos)
De aço ou de velocidade Atletas que procuram um alto rendimento, muito utilizadas no crossfit
Uso recomendado interno e externo
Velocidade de rotação superior a qualquer outro tipo
O ponto de união do cabo com a empunhadura é através de um rolamento que permite uma alta rotação
2,5/4 mm Ideais para saltos duplos
De couro Atletas de todos os níveis, são as que, tradicionalmente, os boxeadores utilizavam
Recomendada para uso interno
Densidade menor do que as cordas de PVC e aço
Empunhaduras de madeira, geralmente são cordas muito leves
Por ser de couro, exige uma certa manutenção para evitar que rachem
6 mm Permite trabalhar ao máximo a velocidade e coordenação
 Com rolamentos Para todos os níveis Com rolamentos que facilitam os movimentos
Aceleram a rotação com máxima fluidez
Não enrolam sobre si mesmas
Saltos de boa qualidade
Com alças pesadas São muito utilizadas no crossfit
Oferecem um treino pela variedade de pesos e exercícios que podem ser realizados com esta corda
Com peso nas duas alças para garantir uma maior carga muscular
Permitem conectar cabos de diferentes grossuras
Rotinas para adquirir força nos músculos implicados nos saltos

Como posso ajustar a corda para a minha altura?

É muito importante que a corda esteja bem ajustada. Para conseguir o tamanho ideal da corda, você vai precisar pisar na corda com um pé e levantar as alças em posição horizontal até a metade do peito.

Esta extensão de corda vai garantir a máxima eficiência. Para os iniciantes, é recomendado alongar de 2 a 5 cm no comprimento da corda. Se o seu nível for avançado, você vai poder diminuir o tamanho da corda entre 2 e 5 cm.

A maioria das cordas tem uma tamanho de 250 e 300 cm. Se você tem menos de 1,75m, o recomendado é uma corda de pelo menos 270cm e se a sua altura for maior que 1,75m, é aconselhado uma corda com mais de 270cm.

meisje klaar voor haar training

Existem muitos tipos de corda de pular no mercado, mas dependendo dos exercícios que você quer fazer, vai precisar de um modelo específico. (Fonte: Sidelnikov: 80083714 / 123rf.com)

Qual técnica seguir para pular corda?

Se você já tem uma corda, é o momento de começar a pular. Para isso, mantenha os cotovelos flexionados e próximos ao corpo de forma que o movimento comece nos pulsos e não nos ombros.

Tenha cuidado para não exigir muito das articulações.

Realize saltos suaves, quase sem tirar os pés do chão e mantenha os joelhos levemente flexionados. Se você pular muito alto, suas articulação poderão sofrer além do adequado. Além disso, você precisará manter a coluna ereta, os olhos para frente e o peitoral alto.

Lembre-se que você pode realizar uma infinidade de exercícios com sua corda de pular (saltos simples, duplos, cruzando a corda, com um pé só e alternando os joelhos, são alguns exemplos). Tonifique e fortaleça seus músculos com este treino, ideal para quem não tem muito tempo livre.

Qual corda de pular escolher se você quer perder peso?

A corda de pular é uma ótima opção para quem quer eliminar gordura corporal. É uma atividade que, dependendo da sessão, pode ajudar a eliminar uma grande quantidade de calorias. É normal que apareçam dúvidas sobre qual corda escolher para queimar esta gordura.

A corda de aço ou de velocidade garante a melhor eficiência em todos os tipos de saltos. Por ser muito leve, esta corda permite adquirir uma grande velocidade de salto e, portanto, favorece o esforço cardiovascular e a queima de calorias.

As cordas mais pesadas dificultam o treino durante longos períodos de tempo, porque a intensidade deste tipo de treinamento não é a mesma.

homem treinando com cordas de pular

A corda de pular é um dos esportes mais seguros em relação às lesões. (Fonte: Grkic: 81217684 / 123rf.com)

Como posso começar a pular corda?

Para os iniciantes, é recomendado fazer poucas repetições, de modo que seja adquirido um ritmo de forma prolongada.

Após um alongamento, você pode começar fazendo 3 séries com 15 repetições e descanso de 1 a 2 minutos. Para finalizar o circuito, faça 3 séries com 1 minuto e 15 segundos cada. O descanso deve ser de 1 a 2 minutos.

Se você é um atleta avançado, pode optar por um treino funcional com a corda durante 10 minutos sem descanso. Você pode começar com 2 séries com 10 repetições de saltos e descansos de 1 a 2 minutos.

Depois, você pode dividir o tempo utilizando os mesmos minutos com movimentos básicos e diferentes tipos de saltos. A queima de gordura é garantida!

Quais erros evitar ao pular com a corda?

Pular corda exige certa técnica, por isso é importante que você tente evitar uma série de erros que podem acabar enrolando a corda sobre si mesma e não passar por baixo dos seus pés.

O saltador precisa coordenar o tempo e a altura do salto com a velocidade e a posição da corda. Preste atenção nos seguintes pontos. Você não deve:

  • Pular muito alto, com flexão excessiva nos joelhos ou com os pés separados;
  • Cair diretamente sobre os calcanhares;
  • Usar uma corda muito curta ou muito comprida;
  • Baixar a cabeça e inclinar o tronco;
  • Esticar muito as mãos e pegar a empunhadura da corda no limite das pontas;
  • Movimentos excessivos das mãos e pulsos.
menina pulando corda

É muito importante que a corda esteja bem ajustada. Para conseguir a corda com tamanho ideal você deve pisar com um pé e levantar as alças na posição horizontal até a metade do peito. (Fonte: Simons: 33046073/ 123rf.com)

Quais as vantagens e desvantagens em pular corda?

O treino com a corda é muito confortável. Não é preciso ir para a academia em um horário específico e muito menos perder muito tempo, já que 30 minutos ao dia é o suficiente.

Pular corda tem inúmeros e indiscutíveis benefícios para o nosso corpo, mas também tem vantagens e desvantagens que vamos mostrar abaixo:

Vantagens
  • Melhora a resistência e coordenação
  • Queima calorias
  • Fortalece o tronco
  • É um treino econômico
  • É possível pular corda em qualquer lugar
  • Pode ser complemento a um treino ou um treino único
  • Exercício muito seguro em relação à lesões
Desvantagens
  • Os joelhos sofrem mais, por isso, é recomendado utilizar um calçado adequado

Critérios de compra

As cordas de pular se tornaram acessórios de tonificação muscular imprescindível em qualquer treino cardiovascular. No entanto, antes de comprar uma corda, é necessário considerar uma série de especificações para que os nossos saltos sejam mais eficientes. Abaixo, vamos falar de todos estes critérios de compra:

Peso

Tanto a velocidade dos saltos como a intensidade dos treinos estão diretamente relacionados com o peso da corda. Quanto maior o peso, maior a velocidade e menos controle sobre o movimento do cabo.

Se você é iniciante, o mais recomendado é que você utilize cordas com 4mm de aço. As de 2,5mm são para aqueles saltadores com uma técnica muito mais avançada.

garota na rua pulando corda

Os materiais de fabricação e o sistema de rotação diferenciam os modelos. (Fonte: Nd3000: 86271931 / 123rf.com)

Empunhadura e comprimento

Você deve prestar muita atenção nas empunhaduras da corda de pular, já que a última coisa que você quer na metade do treino é que a corda escape. As cordas de pular com empunhaduras de plástico e alguns metais geralmente são muito escorregadias.

As melhores opções são aquelas que apresentam rugosidades e são parecidas com as barras de levantamento de peso, já que garantem uma aderência ideal.

Além disso, as cordas devem incluir um bom sistema de giro, que proporcione um bom feedback com o movimento realizado pelos pulsos.

Certifique-se também que a empunhadura permita apoiar todos os dedos sobre ela e que se adapte perfeitamente a sua mão quando estiver em uma posição relaxada. O comprimento das alças de competição são cerca de 16 e 19cm.

Grossura

A grossura da corda também está relacionada com a velocidade e o salto. Quanto mais fina for a corda, será muito mais fácil fazê-la girar e, portanto, a velocidade alcançada também será maior.

Nestes casos, controlar o movimento pode ser muito mais difícil. As cordas de 2,5mm são ideais para realizar saltos rápidos. Os cabos mais grossos (4mm) são destinados para treinos de resistência. Geralmente são utilizados por boxeadores.

É importante também avaliar se a corda oferece a possibilidade de trocar ou não o tipo de corda. Por isso, escolha o tipo de corda de acordo com o tipo de saltador que você é agora, não que será no futuro. É sempre possível mudar!

Durabilidade

Os materiais de fabricação são muito importantes, já que a corda de pular sofre contínuos golpes contra o chão, que pode chegar a deteriorá-la de uma forma muito rápida.

Se falamos de qualidade e durabilidade, é recomendado optar pelas cordas de aço, embora uma maior densidade garante uma maior vida útil da corda.

Mecanismo de giro

As cordas de pular modernas incluem um sistema que permitem o giro sobre um eixo de 360º. Este mecanismo de rotação é o que facilita o movimento dos pulsos e permite saltar durante mais tempo.

Portanto, é importante que esta peça seja firme e o orifício onde a corda passa tenha um diâmetro adequado. Existem modelos com mobilidade extra com este sistema de giro.

Resumo

Pular corda é um dos treinos mais seguros em relação às lesões. Os benefícios para a saúde são inúmeros e é possível utilizar a corda como complemento a outro esporte ou como um treino único. A corda é uma ótima forma de queimar gordura, já que com trinta minutos por dia é possível perder aproximadamente quatrocentas calorias.

Mesmo que, à primeira vista, todas as cordas pareçam iguais, não é bem assim. O material de fabricação, o mecanismo de rotação e as empunhaduras fazem como que elas se diferenciem. Antes de escolher um modelo, analise o seu nível e o tipo de exercícios que você quer fazer. Reviva a criança que mora dentro de você pulando corda!

Se você gostou do nosso guia de compras sobre corda de pular, deixe um comentário para nós e compartilhe este artigo em suas redes sociais!

(Fonte da imagem destacada: Lightfieldstudios: 130309561 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Sofia Barbacil Jornalista
Jornalista com quinze anos de experiência em vários temas: moda, beleza, crianças, sociedade e universo fitness. É apaixonado pelo esporte e aproveita esse hobby como monitora de atividades coletivas.
Curiosa por natureza e apaixonada por viagens, ama estar por dentro das novidades que podem facilitar e tornar mais alegre o dia a dia das pessoas. No Guia55, escreve e adapta artigos para auxiliar suas decisões de compra.