decibel meter blue

Alguma vez você já tentou tirar uma soneca durante o dia só para ser impedido de pegar no sono pelo barulho de obras no andar de cima? Já recebeu queixas de barulho durante o trabalho? Barulho pode ser algo muito incômodo e controlar o nível de emissões acústicas pode ser vital em alguns casos. Para ajudar com isso não existe instrumento melhor do que o decibelímetro!

Esse equipamento foi feito para medir as emissões de ruído de uma determinada fonte, assim você pode saber se está dentro dos limites legais ou não. O decibelímetro permite que  você faça essas medições com precisão, registrando todas as frequências e níveis de pressão sonora em decibéis. Venha saber mais no artigo.

O mais importante

  • O decibelímetro registra o ruído e as emissões acústicas em decibéis (dB). Zero dB é o som mais silencioso que um humano é capaz de notar. A partir daí, cada 3 dB representam uma duplicação da intensidade.
  • Existem normas legais sobre a emissão de ruído. Cada país tem as suas próprios, embora todas estejam estabelecidas a partir de considerações sobre o que é saudável para a audição humana.
  • O nível de variação das medições é um dos principais fatores a se considerar na hora de comprar um decibelímetro. Ele costuma ser amplo, de 1 a 200 dB, mas também varia dependendo da qualidade ou do tipo de decibelímetro.

Os melhores decibelímetros no mercado

O decibelímetro é um equipamento simples de se usar e usado na medição da pressão acústica e dos níveis de som em um ambiente. Esses equipamentos devem ser homologados e contar com certas certificações específicas.  Para te ajudar na hora de escolher o modelo ideal para você, trouxemos aqui algumas ótimas opções para servir de pontapé inicial na sua busca.

Um decibelímetro digital de ótimo custo-benefício

O decibelímetro digital RZ GM1352 é um modelo capaz de realizar medições de 30 a 140 dB que serve para controle de som em fábricas, escritórios, escolas, hospitais, boates ou na sua própria casa. Ele tem uma precisão de até 1.5 dB e conta com um design compacto para que seja fácil de você levá-lo de um lugar para o outro.

O decibelímetro para quem quer portabilidade

O decibelímetro digital portátil CBRN08872, da Commerce Brasil, serve para medir os decibéis de ruído em um determinado local, seja ele qual for. As suas medições são capazes de captar sons que variam de 30 a 130 dB. Ele é ainda menor e mais portátil que a maioria dos outros modelos que você vai encontrar no mercado e funciona com uma bateria de 9 Volts que já vem com o produto e que dura aproximadamente 30 horas sem necessidade de recarga.

Um decibelímetro de muitas funcionalidades

Este terceiro item da nossa seleção é o mais caro dentre eles, embora o RS-232 IP-170L também realize medições na frequência de 30 a 130 dB, ele é capz de fazer isso de diversas maneiras com diferentes faixas de medição. Além disso, ele conta com memória interna e é alimentado por pilhas, tornando ele muito prático.

Guia de compras: O que você precisa saber sobre um decibelímetro

O decibelímetro é um equipamento muito utilizado pela polícia para a medição de ruídos. Ele é um elemento indispensável para manter a ordem e a tranquilidade, porém ele também tem outros usos na indústria, na prospecção de minérios e até no ramo da construção. No guia a seguir você vai poder tirar suas principais dúvidas sobre esse instrumento, vem com a gente!

decibelímetro

O decibelímetro é capaz de medir os níveis de pressão sonora em um determinado espaço. (Fonte: Choksawatdikorn: 83667001/ 123rf.com)

O que é um decibelímetro?

Um decibelímetro é um dispositivo que serve para medir o ruído em um ambiente. De um ponto de vista legal, o decibelímetro costuma ser usado para medir os níveis de ruído e garantir que eles estão dentro das normas da lei. Esse equipamento faz isso através da medição das ondas que nossos ouvidos percebem e enviam para o nosso cérebro, que é justamente o que configura o som.

O ruído tem vários efeitos sobre a nossa saúde.

Por exemplo, níveis de som muito elevados podem causar hipertensão, perda de audição, doenças cardíacas, transtornos de sono e estresse. Como você pode ver, os efeitos do ruído podem ser suficientemente graves para que as autoridades tenham criado legislações específicas para regular esse assunto.

Por que comprar um decibelímetro?

Para poder medir com eficácia e precisão a pressão sonora em diferentes espaços, seja porque você é um aficionado da acústica ou um profissional que trabalha com isso. O decibelímetro é um instrumento muito fácil de usar, além de prático e leve, o te permite levá-lo com você a qualquer lugar. Existem diferentes tipos de decibelímetro dependendo daquilo que você quer fazer.

Se você está se perguntando para que pode servir um decibelímetro e o que você poderia fazer com ele, veja aqui:

  • Medições de ruído em locais de trabalho.
  • Medição profissional de som para auditórios e salas de música.
  • Avaliação do ruído ambiental.
  • Captura e análise opcional de eventos sonoros.
  • Análise estatística com cálculo de três níveis e completo.
  • Medição do ruído em automóveis e máquinas durante reparos e revisões.
decibelimetro

Um decibelímetro é um dispositivo que serve para medir o ruído em um ambiente.
(Fonte: Choksawatdikorn: 83667127/ 123rf.com)

Como funciona um decibelímetro?

Os decibelímetros digitais modernos são muito simples. Geralmente consistem em um microfone, circuitos eletrônicos e uma tela LCD que mostra as medidas. O microfone está instalado sobre uma haste que o mantém separado do corpo do instrumento, assim ele é capaz de obter uma medição mais precisa do ruído ambiental.

O microfone do decibelímetro contém uma membrana flexível que se move conforme as ondas sonoras o atingem. Devido a esse movimento, a membrana cria correntes elétricas. Quanto mais a membrana se move, mais corrente é criada. O decibelímetro mede a intensidade da corrente elétrica produzida pela membrana e a transforma em um indicador numérico.

Que tipos de decibelímetro existem no mercado?

Ao contrário de outras ferramentas, os decibelímetros são divididos em diferentes tipos segundo as normas CEI 60651 e CEI 60804, emitidas pela Comissão Eletrotécnica Internacional. Essas normativas estabelecem os padrões que os fabricantes de decibelímetros devem seguir para que todas as marcas e equipamentos proporcionem uma mesma medição em relação a um som específico.

  • Decibelímetro tipo 0: são usados em laboratórios para obter níveis de referência.
  • Decibelímetro tipo 1: são usados para trabalhos precisão em campo.
  • Decibelímetro tipo 2: permitem que você realize medições mais gerais em trabalhos de campo.
  • Decibelímetro tipo 3: são os menos precisos, feitos para uso doméstico, e permitem medições aproximadas.

Quais são os níveis de ruído adequados?

Cada país e cada região tem a sua própria regulação sobre a emissão de ruídos. No entanto, todas elas se ajustam a alguns padrões de ruído que poderíamos chamar de seguros. A seguir trazemos para você uma tabela com níveis de emissão de ruídos permitidos e de ruído ambiental em função de diferentes setores e zonas:

Setor Subsetor Padrões máximos permitidos de níveis de ruído ambiental em dB
Setor A. Tranquilidade e silêncio Hospitais, bibliotecas, creches, sanatórios e casas de repouso para idosos Dia: 55, Noite: 45
Setor B. Tranquilidade e silêncio moderado Zonas residenciais ou destinadas exclusivamente ao desenvolvimento habitacional, hotéis e hospedagens Dia: 65, Noite: 50
Setor B. Tranquilidade e ruído moderado Universidades, colégios, escolas, centros de estudo e pesquisa Dia: 65, Noite: 50
Setor B. Tranquilidade e ruído moderado Parques em zonas urbanas Dia: 65, Noite: 50
Setor C. Ruído intermediário restringido Zonas comerciais, armazéns, locais ou instalações comerciais, oficinas mecânicas, centros desportivos, ginásios, restaurantes, bares, discotecas, bingos e cassinos. Dia: 70, Noite: 65
Setor C. Ruído intermediário restringido Zonas com uso permitido de oficinas Dia: 65, Noite: 60
Setor C. Ruído intermediário restringido Zonas com usos institucionais Dia: 65, Noite: 60
Setor C. Ruído intermediário restringido Zonas de parques mecânicos ao ar livre, áreas destinadas a espetáculos públicos ao ar livre, vias troncais, rodovias e artérias principais Dia: 80, Noite: 70
Setor D. Zona suburbana e rural de tranquilidade Residencial suburbana Dia: 55, Noite: 45
Setor D. Zona suburbana e rural de tranquilidade Rural habitada e com exploração agropecuária Dia: 55, Noite: 45
Setor D. Zona suburbana e rural de tranquilidade Zonas de recreação e descanso, como parques naturais Dia: 55, Noite: 45

O que significa calibrar um decibelímetro?

Ao falarmos de calibrar um instrumento de medição sonora, existem dois tipos de calibração. Uma delas é a calibração de campo, que é aquela realizada antes de cada medição, usando as fontes acústicas de referência como calibrador acústico. A outra seria a calibração periódica, que é realizada quando o equipamento é devolvido a um laboratório acústico.

Você deve calibrar o seu decibelímetro sempre que for medir de acordo com alguma norma, regra ou guia. Se você não o fizer, a precisão das suas medições pode acabar sendo questionada. Um decibelímetro profissional é um equipamento caro, por isso você não deve arriscar a confiabilidade de uma medição só por não tê-lo calibrado. A calibração te oferece:

  • Tranquilidade ao saber que o seu decibelímetro está medindo consistentemente durante um dado período de tempo.
  • Prova do fabricante de que o decibelímetro e o calibrador acústico funcionam normalmente.
  • Maior rendimento e vida útil. Se você cuidar dele, durará mais tempo.
  • Se o seu decibelímetro está na garantia, ele pode acabar perdendo-a caso você não realize uma calibração periódica.
Small decibel meter

A tela LCD é um elemento importante, já que nela serão mostrados os registros de medição. (Fonte: Lertanapunyaporn: 85424673/ 123rf.com)

Qual é a diferença entre a calibragem de campo e a verificação periódica?

A calibração de campo de um decibelímetro é uma comprovação simples do seu funcionamento. Você a compara com um nível conhecido, normalmente ou 94 ou 114 dB ou outra frequência conhecido ao usar um calibrador acústico. Essa calibração é um tanto limitada, já que só serve para checar o equipamento em nível e frequência, servindo para confirmar que o equipamento funciona nesse determinado ponto de referência.

A calibração periódica já é bem diferente, ela requer uma gama muito mais ampla de testes e comprovações de rendimento e só pode ser realizada em um laboratório acústico. Ela deve ser realizada retirando a cápsula do microfone e testando o equipamento eletricamente. A capsula deve ser testada usando um calibrador multifrequências.

Critérios de Compra

Estar em um lugar sem muito barulho é algo muito importante para manter a saúde em ordem, seja na sua casa ou em um local de trabalho. Para determinar os níveis de ruído no ambiente é que se desenvolveu o decibelímetro. A seguir vamos te explicar alguns dos principais fatores que você deve considerar para fazer uma compra consciente e adequada às suas necessidades.

Tipo

Como já vimos anteriormente neste guia, o tipo de decibelímetro é definido por alguns padrões pré-estabelecidos. Esses padrões são muito importantes, por isso recomendamos a você que os estude e conheça, já que vão determinar as funcionalidades e a precisão do equipamento que você vai comprar. Os mais comuns são os do tipo 3, manuais e programáveis.

Os do tipo 3 são os mais adequados para trabalhos domésticos e fãs de acústica, como já explicamos, o resto são equipamento de maior precisão. Por exemplo, os decibelímetros dos tipos 1 e 2 são usados em trabalhos de medição de ruídos e também em trabalhos relacionados ao som. Os do tipo 1 são adequados para laboratórios acústicos e trabalhos muito especializados.

Decibelimetro

O decibelímetro é um equipamento muito utilizado pela polícia para a medição de ruídos.
(Fonte: Choksawatdikorn: 83667065/ 123rf.com)

Variação da medição

A nível de variação da medição é outro dos principais fatores que você deve analisar na hora de comprar o seu decibelímetro. Cada modelo e cada tipo oferecem níveis diferentes. De maneira geral, essa variação costuma ser ampla e comportar medidas que vão desde 1 ou 2 dB até 200, ajustando-se a cada tipo de trabalho.

Para que você tenha ideia, os modelos mais tradicionais e mais vendidos oferecem uma variação que vai dos 30 dB até os 130 dB. Essa variação é suficiente para medições caseiras ou de campo. Agora, se o que você está querendo é um decibelímetro para uso laboratorial ou para tarefas de maior precisão, então você vai precisar de um modelo superior, com uma variação de medição ainda mais ampla.

Bateria

O sistema que os decibelímetros usam para poder funcional costumam as baterías, geralmente uma só. O melhor é que você procure por modelos que contem com baterias de íons de lítio, já que elas duram mais. Além disso, elas oferecem um melhor rendimento de uso e a sua vida útil é muito mais longa. O melhor das baterias de íons de lítio é que elas não produzem o “efeito memória” nem se descarregam.

Na maioria dos modelos, essas baterias são de 9 volts e oferecem uma margem de trabalho de aproximadamente 50 horas de uso contínuo. As baterias já devem vir inclusas na compra, embora, é claro, isso possa depender da marca e do modelo. Alguns decibelímetros contam com sistemas de economia de energia.

Red decibel meter

Memória

A memória é outro fator importante a se considerar na hora da compra. Quando você realiza medições é preciso compilar a informação, para isso é preciso que o seu decibelímetro disponha de espaço de armazenamento interno. Esse espaço permitirá que você realize diversas medições em campo e guarde a informação em diferentes formatos para análises posteriores.

No entanto muitos decibelímetros não dispõe de memória interna, usando cartões de memória. Já alguns tem memória interna, geralmente de 4 GB, embora eles não sejam os mais comuns. É importante que você escolha um modelo que aceite cartões de memória SD, já que são uma das formas mais simples de lidar com essa questão.

Peso e design

Embora pareça que o design é um fator secundário, ele sempre acaba sendo importante pois será determinante em relação à praticidade do seu decibelímetro. Na maioria dos modelos o microfone integrado fica na parte superior, separado do resto do corpo do objeto. Assim você pode colocá-lo em posição sem distorcer a gravação.

A tela LCD é um elemento de design importante, já que é nela que são mostrados os registros das medições. O peso é outro ponto a se considerar, já que esse equipamento costuma ser usado por longos períodos de tempo e manualmente, portanto é importante que ele seja leve. Vale a pena considerar comprar um equipamento que pese 150 gramas ou menos.

Resumo

O decibelímetro tem a capacidade de medir os níveis de pressão sonora em um determinado espaço. Ele é um instrumento adequado para avaliar e comparar o ruído e os sons e é muito apreciado pelos profissionais do ramo acústico, além de ser ideal para ajudar a manter a nossa saúde auditiva e reconhecer quando existe ruído demais em um local.

Esse é um produto que requer certos conhecimentos e certa precisão técnica na hora de fazer a compra certa. Embora ele seja muito fácil de usar, se trata de um item preciso e com uma grande variedade de opções de compra. Nós tentamos te passar todo o básico que você precisa saber sobre ele, inclusive aquilo que faz de um decibelímetro uma ótima opção. Agora é com você, é só escolher o modelo certo para as suas necessidades.

Se você gostou desse artigo, deixe pra gente um comentário por aqui ou compartilhe o texto nas suas redes sociais. Muito obrigado!

(Fonte da imagem destacada: Sintapanon: 82343002/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Luiz Felipe Andrade Manutentor profissional
Luiz Felipe herdou do pai, mestre de obras, a paixão pelas ferramentas. Tanto é que desde cedo decidiu seguir uma carreira que poucas pessoas sabem que existe: a de manutentor profissional, ou seja, a pessoa que é especialista em manutenções. Com tanto conhecimento na área, resolveu compartilhar o que sabe com o público que, como ele, ama criar e consertar.