Furadeira de bancada.

A furadeira de bancada é uma evolução da furadeira manual e da furadeira elétrica. Portanto, é uma adaptação das máquinas utilizadas para perfurar madeira e outros materiais, como o berbequim. Esses equipamentos estão presentes em todas as oficinas profissionais e nas casas de qualquer apaixonado pela bricolagem devido sua potência e versatilidade.

A furadeira de bancada é um equipamento muito preciso, fabricada para desempenhar tarefas muito exigentes e profissionais. Pouco a pouco, esse item foi saindo de dentro das oficinas e passou a ocupar também os ambientes domésticos devido seu preço razoavelmente acessível. Nesse artigo você irá conhecer melhor sobre a furadeira de bancada e também conhecerá alguns dos melhores modelos que existem no mercado.

O mais importante

  • A furadeira de bancada (também conhecida como de coluna, dependendo dos casos) é um equipamento muito exato. Ela pode perfurar um orifício perfeitamente alinhado com o ângulo que necessita. Usar uma furadeira elétrica manual para esse mesmo tipo de trabalho poderia facilmente levar a erros.
  • Ela também é muito mais eficiente e veloz. Para tarefas que precisa muita repetição, a furadeira de bancada pode perfurar uma tábua de madeira ou uma peça de ferro com mais facilidade, terminando o trabalho em muito menos tempo.
  • Uma furadeira elétrica manual, principalmente as alimentadas por bateria, possui uma potência muito limitada, enquanto que uma furadeira de bancada dispõe de muita potência e velocidades variáveis que permitem um melhor controle para o usuário.

As melhores furadeiras de bancada: Nossas sugestões

A furadeira de bancada possibilita alcançar praticamente a perfeição nos trabalhos de perfuração. Comprar uma máquina como essa transformará sua pequena oficina em um ambiente mais profissional, pois, ela é capaz de enfrentar qualquer tipo de trabalho, por mais difícil que seja. Para ajudar você nessa escolha, foram selecionadas as melhores furadeiras de bancada que existem no mercado:

A melhor opção para os profissionais

Esse modelo de furadeira de bancada da Vonder é ideal para profissionais que trabalham com serviços de marcenaria, serralheria, metalúrgica e muito mais. Com ajuste de velocidade em 5 níveis e profundidade de perfuração de até 60 mm, essa máquina demonstra toda sua robustez e justifica o alto investimento necessário para adquiri-la.

A furadeira de bancada mais eclética

Com uma boa potência de 350 W e velocidade ajustável em 580, 850, 1220, 1650 e 2650 rpm, esse modelo é ideal para trabalhos domésticos e profissionais que desejam trabalhar com serviços menores, mas sem perder a capacidade de atuar em objetos de madeira, plástico, metal e outros. Além disso, ela possui um preço bastante acessível e é um item portátil.

Máxima potência

Esse modelo da Tander possui incríveis 700 W de potência e uma gama de velocidade que varia entre 220 e 3320 rpm, prometendo ser uma máquina extremamente eficiente nas perfurações dos mais diferentes tipos de materiais. Além disso, quando comparada a outras máquinas do mercado, seu preço é mais acessível, se tornando um ótimo custo-benefício para os profissionais.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre uma furadeira de bancada

Graças aos avanços tecnológicos, atualmente uma furadeira de bancada é acessível para quase todo mundo. Há alguns poucos anos, essas ferramentas eram exclusivas para profissionais, mas hoje em dia é possível ter uma dessas em casa. Então, siga lendo esse Guia de Compras para entender ainda mais sobre esse equipamento tão especial.

Mulher utilizando furadeira.

É preciso limpar corretamente a furadeira de bancada depois de cada uso. (Fonte: Konstantin Pelikh: 85540606 / 123rf.com)

Quais as vantagens de se ter uma furadeira de bancada?

Antigamente essas furadeiras só estavam presentes nas oficinas. Eram máquinas muito grandes, com motores potentes e fora do alcance do orçamento da maioria das pessoas. Além disso, eram fabricadas para trabalhos bastante exigentes, profissionais ou trabalhos de perfuração em série, por exemplo, na produção de peças mecânicas.

Hoje em dia, a furadeira de bancada está ao alcance de grande parte dos orçamentos e oferece uma série de vantagem perante a furadeira manual tradicional:

Características Vantagens
Precisão São muito mais precisas que as manuais

Permitem perfurar em ângulo sem erros de entrada

Velocidade O movimento do mandril e do eixo possibilitam realizar trabalhos em série de forma rápida

A alavanca da alça e o pinhão oferecem uma ótima vantagem mecânica

Potência A furadeira manual possui uma potência limitada

A furadeira de bancada possui ajustes de velocidade e potência

Precisão O eixo possibilita definir a profundidade da perfuração

É possível ajustar a profundidade e o ângulo de perfuração

Segurança A furadeira manual pode escorregar

A furadeira de bancada é mais estável

Através das morsas é possível fixar a peça a ser trabalhada na mesa

Como funciona uma furadeira de bancada?

A furadeira de bancada pertence ao grupo de furadeiras verticais, também conhecidas como de coluna. Esse é o modelo mais simples e economicamente acessível da família das furadeiras profissionais. Ela é caracterizada pela rotação de um eixo vertical em uma mesma posição fixa sustentada por uma estrutura em formato de “C”.

O manuseio de uma furadeira de bancada é muito simples, pois, é preciso fazer apenas dois movimentos principais:

  • Movimento de rotação da ferramenta de corte (broca): Proporcionado pelo motor elétrico da máquina através de uma transmissão feita por polias e engrenagens.
  • Movimento de penetração da broca na peça de trabalho: Pode ser realizado manualmente ou automaticamente. É exatamente a natureza desse movimento que diferencia os dois tipos básicos de furadeira de coluna.
Furando madeira.

A lubrificação de uma furadeira de bancada é importante devido ao calor e a fricção gerada por suas partes móveis. (Fonte: Mackoflower: 112360813 / 123rf.com)

Quais os tipos de furadeira de bancada que existem?

Existem dois tipos básicos de furadeira de bancada, também conhecidas como de coluna. São as sensitivas e as não sensitivas. As sensitivas são chamadas assim porque a inserção da broca no material a ser perfurado é realizada manualmente, portanto, o usuário “sente” que a ferramenta atravessou a peça de trabalho, enquanto que as não sensitivas são as automáticas.

A seguir, serão explicadas as principais diferenças entre esses dois tipos de furadeira de bancada:

Tipo de furadeira de bancada Movimento Trabalhos recomendados Características Brocas
Sensitivos Movimento de perfuração manual Para trabalhos leves

Metal, plásticos e materiais macios

De coluna curta, com bancada

De coluna grande, sem bancada

Brocas de até 15,5 mm de diâmetro
Não sensitivas Movimento de perfuração automático

Perfuração motorizada

Fazer furos grandes

Operações de usinagem pesadas em peças de tamanho médio

Orifícios de até 50 mm de diâmetro

De maior tamanho e peso

Equipados com perfuração automatizada da broca

De coluna grande e são parafusadas ao solo

Brocas de até 50 mm de diâmetro

Quais são os componentes de uma furadeira de bancada?

Todas as furadeiras de bancada apresentam uma série de componentes básicos comuns: uma coluna, uma base, uma cabeça perfuradora com motor e acessórios, uma mesa de trabalho e uma manivela. Dependendo do tipo de máquina e de sua complexidade, também podem ser adicionados novos componentes.

A seguir, algumas dessas partes e componentes serão mais detalhados para você entender seus funcionamentos:

  • Base: É o suporte da máquina. Oferece estabilidade e proporciona rigidez a coluna. Geralmente é construída em ferro fundido e pode suportar grandes vibrações. Possui orifícios para ser parafusada a um banco de trabalho ou ao solo. Também possui ranhuras para colocar um parafuso ou uma morsa para um melhor aperto.
  • Coluna: De aço fundido, é o componente principal da máquina e se ergue desde a base. Sobre ela estão montados a maioria dos componentes, como a mesa e a cabeça da furadeira. Pode ser parecida com uma caixa, redonda ou tubular, embora a última forma seja a mais comum. A altura da coluna é o fator determinante para que a furadeira seja de bancada ou de chão.
  • Mesa: Pode ser redonda ou retangular e é usada para sustentar as peças de trabalho. A superfície é retangular e perpendicular a coluna, e a partir de um conjunto de alavancas pode ser elevada, abaixada ou girar em torno da coluna. Em alguns modelos também pode ser inclinável.
  • Cabeçote da furadeira: Montado na parte superior da coluna, é onde está o mecanismo responsável por fazer girar a broca e fazê-la avançar até a peça de trabalho. Esse mecanismo consiste em um eixo e um motor de acionamento conectados por meio de uma correia trapezoidal e polias escalonadas que ficam na parte superior da máquina.
Trabalhando com furadeira de bancada.

Todas as furadeiras de bancada apresentam uma série de componentes básicos comuns: uma coluna, uma base, uma cabeça perfuradora com motor e acessórios, uma mesa de trabalho e uma manivela.(Fonte: Pramote Polyamate: 107650004 / 123rf.com)

Como fazer a manutenção de uma furadeira de bancada?

Como toda máquina de certa complexidade, tanto faz se for um modelo mais barato ou o mais sofisticado, qualquer furadeira de bancada precisa de uma boa manutenção, que no caso dela é sempre muito simples, embora não possa ser negligenciado. A seguir, você poderá ficar por dentro de mais algumas formas de manutenção:

  • A lubrificação de uma furadeira de bancada é importante devido ao calor e a fricção gerada por suas partes móveis. Portanto, é importante consultar quais são os métodos de lubrificação recomendados por cada fabricante.
  • É preciso sempre limpar a furadeira de bancada após o uso, permanecendo atento especialmente as ranhuras e orifícios da mesa base, assim como em relação aos componentes do mecanismo de transmissão e perfuração.
  • Retire bem os resíduos das correias, polias, do eixo e da alça, de forma que evite danos nas partes móveis.
  • Uma vez limpa, cubra de óleo todas as superfícies sem pintura para evitar a oxidação por corrosão. 
  • Se a máquina é usada em oficinas de carpintaria, que implica em situações de extrema poeira, é melhor utilizá-la em velocidades mais baixas para que se evite um desgaste maior das peças móveis e também lubrificá-la com uma maior frequência.
  • No frio, é melhor ligar a máquina em uma baixa velocidade e deixar que as peças e o lubrificante se aqueçam antes de aumentar a potência.
  • Por outro lado, no calor extremo, o motor pode sobreaquecer e até pegar fogo, portanto, é melhor usar a máquina em pequenos ciclos intermitentes de liga/desliga.
Furando ferro.

A furadeira de coluna é uma ferramenta de perfuração fixa de movimento vertical. (Fonte: Pramote Polymate: 107650005 / 123rf.com)

Quais as medidas de segurança para se usar uma furadeira de bancada?

Sempre que se trabalha com ferramentas potentes, como a furadeira de bancada, os riscos estão presentes. É fácil sofrer algum acidente por causa de algum pedaço de objeto que se descola e voa pelo espaço, batidas, quedas de materiais ou até choques elétricos. Portanto, veja a seguir mais alguns conselhos para que evite esses possíveis transtornos:

  • Use sempre óculos de segurança.
  • Utilize botas reforçadas para evitar se machucar caso caia algum material.
  • Se possui cabelo grande, prenda-o ou utilize um gorro.
  • Não perfure usando pulseira, colar, anel ou laços.
  • Nunca se deve segurar a peça com a mão durante a perfuração.
  • Nunca ligue a máquina com as tampas dos cabeçotes abertas.
  • Antes de ligar a furadeira, é preciso limpar a mesa.
Três pessoas furando com furadeira de bancada.

A furadeira de bancada é um equipamento que oferece muita precisão na hora de fazer furos limpos e de muita profundidade.(Fonte: Auremar: 77731275 / 123rf.com)

Critérios de Compra

No mercado você pode encontrar uma grande variedade de furadeiras de bancada e para lhe ajudar nessa tarefa foi feita essa lista com os principais critérios de compra:

  • Potência
  • Ajuste de velocidade
  • Altura regulável
  • Tela e laser

Potência

A potência é uma característica muito importante para uma furadeira de bancada, pois, dela resultará o rendimento final do equipamento. Nesse tipo de máquina uma potência eficiente não deve ser inferior a 400 ou 500 W para trabalhos de carpintaria ou construção. Assim, você pode ter certeza que terá em mãos uma máquina que vai proporcionar uma perfuração com alta precisão e acabamento profissional.

Da mesma forma, uma potência elevada permitirá que você trabalhe com materiais de diferentes rigidez e ainda será capaz de aproveitar de sua versatilidade para fazer furos em madeira, aço ou plástico de forma mais eficaz. Entretanto, se seu caso for projetos domésticos de bricolagem, pode optar por uma potência de 200 W que já será suficiente para seu desejo.

Ajuste de velocidade

É importante que sua furadeira de bancada possua um sistema de ajuste de velocidade que lhe possibilite controlar a velocidade de giro e ajustá-la a cada material que irá trabalhar, já que se você coloca a velocidade certa da broca para o material que ela irá perfurar, pode lhe render bons frutos, mas se fizer errado, pode danificar a broca ou até mesmo o motor.

No mercado você pode encontrar modelos com até 12 ajustes de velocidade que te permitirão controlar a potência em cada trabalho.

Altura regulável

É essencial também que sua furadeira de bancada possua um sistema de altura regulável. A maioria dos modelos dispõe de uma mesa móvel que se pode ajustar a altura e, em alguns casos, o grau de inclinação. Isso permitirá que você trabalhe com uma maior comodidade, pois, poderá ajustar a profundidade do furo ou realizar um furo em diagonal ou angulado.

Além disso, ter um equipamento de altura regulável lhe permitirá aliviar a tensão nas costas e nos ombros, evitando que termine o trabalho cheio de dores. Logicamente, essa versatilidade também afeta o preço final da máquina.

Homem furando madeira.

A furadeira de bancada é caracterizada pela rotação de um eixo vertical em uma mesma posição fixa sustentada por uma estrutura em formato de “C”. (Fonte: Konstantin Pelikh: 85539144 / 123rf.com)

Tela e laser

A maioria das furadeiras de bancada encontradas no mercado possuem sistemas analógicos de polias para o ajuste de velocidades e são modelos bastante confiáveis. Porém, alguns modelos mais modernos possuem uma tela digital que se pode deixar configurado os ajustes de velocidade de forma bem precisa e com uma interface bem simples, melhorando a eficiência.

foco

Existem alguns modelos que possuem um laser que funciona como um auxiliar de perfuração que ajuda a fazer os furos em série e de forma mais rápida e simples.

Resumo

A furadeira de bancada é uma ferramenta muito potente. Ela é fabricada para trabalhos pesados ou contínuos, quer seja para uma oficina profissional ou para ambientes caseiros. Ao contrário das manuais, a furadeira de bancada é fixa e pode ser colocada sobre uma mesa ou parafusada diretamente no chão. Com ela, o usuário pode atingir a máxima precisão em qualquer tipo de trabalho de perfuração.

Esse artigo tratou de explicar todo os detalhes mais relevantes sobre uma furadeira de bancada, portanto, agora é sua vez de refletir sobre tudo o que foi apresentado e partir para realizar uma boa compra.

Se você gostou desse artigo, deixe um comentário ou compartilhe em suas redes sociais.

(Fonte da imagem destacada: Auremar: 107650005 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Luiz Felipe Andrade Manutentor profissional
Luiz Felipe herdou do pai, mestre de obras, a paixão pelas ferramentas. Tanto é que desde cedo decidiu seguir uma carreira que poucas pessoas sabem que existe: a de manutentor profissional, ou seja, a pessoa que é especialista em manutenções. Com tanto conhecimento na área, resolveu compartilhar o que sabe com o público que, como ele, ama criar e consertar.