Ultima atualização: 5 de agosto de 2021

Como escolhemos

20Produtos analisados

16Horas investidas

5Estudos avaliados

80Comentários coletados

A furadeira elétrica se tornou um item essencial na oficina, em casa ou na indústria. Em geral, eles têm o mesmo princípio operacional: uma fonte de energia (cabo ou bateria) alimenta um motor que gira as engrenagens e transmite o movimento para a broca. Como resultado, algumas furadeiras têm mais potência, mas menos precisão. Outros têm sistemas avançados de amortecimento ou pistões para apoiar o trabalho do operador.

Este artigo será um must para aqueles que estão pensando em comprar uma furadeira elétrica pela primeira vez. É também para aqueles usuários de furadeiras elétricas que estão interessados em atualizar sua perfuratriz, seja por motivos de obsolescência ou para adquirir uma mais avançada.




A coisa mais importante a saber

  • É muito importante saber quais atributos as furadeiras elétricas oferecem de acordo com a operação que vamos dar a elas.
  • O poder de uma furadeira elétrica é um aspecto relevante para uma decisão de compra. Para trabalhos pesados, uma chave de fenda de baixa potência (500 ou 600 W) funcionará no seu limite e aumentará o desgaste de suas peças. Por outro lado, um de alta potência reduzirá o estresse sobre os componentes.
  • Os espaços de trabalho determinam o grau de autonomia que precisamos para a nossa furadeira elétrica. Portanto, nós recomendamos que você analise se você precisa de uma furadeira grande e potente com um cabo de energia ou uma furadeira compacta, leve e alimentada por bateria.

Furadeira elétrica: nossas recomendações

A furadeira elétrica é uma dessas ferramentas que foi aperfeiçoada juntamente com a tecnologia e as necessidades de nossas casas e oficinas. Aqui está uma seleção das melhores chaves de fenda sem fio e com fio para facilitar sua decisão de compra.

Guia de compra: O que você precisa saber sobre furadeiras elétricas

O tempo que passamos em nossas casas tem crescido e queremos mais confortável, mais seguro e mais agradável aos olhos. Trabalhos como carpintaria se tornaram nosso trabalho. Por esta razão, trazemos a você um relato dos principais aspectos que você deve conhecer sobre a furadeira elétrica, uma ferramenta essencial para qualquer tipo de trabalho em casa.

hombre taladrando

A furadeira elétrica funciona com energia motora e pode ser de dois tipos: elétrica ou pneumática. (Fonte: Simone Impei: eZaKj3xAzTE/ unsplash)

Que tipos de brocas existem?

Nós sabemos que a função principal de uma broca é perfurar um material. Mas dependendo do tipo de material ou das necessidades que surgem na realização de um projeto, as brocas mudaram em seu design, mecânica e componentes. Existem também diferentes maneiras de classificar uma chave de fenda ou chave de fenda, dependendo de sua fonte de energia ou da função que desempenham.

Perfura de acordo com sua fonte de energia

  • Brocas hidráulicas ou pneumáticas: A rotação é feita por água ou ar comprimido. Geralmente, são máquinas robustas usadas para cavar ou quebrar superfícies duras como o concreto. Eles são usados para trabalhos de resgate ou na indústria da construção civil.
  • Furadeiras manuais: Também conhecidas como Berbiquí, o torneamento é feito manualmente. Sendo muito arcaicos, eles são bastante baratos, mas não muito eficientes. Eles ainda são usados para perfurar materiais macios, já que não são muito ergonômicos.
  • Brocas elétricas: A rotação da broca é produzida por um motor elétrico. É a mais popular e usada para diferentes tarefas. Existem furadeiras portáteis alimentadas por bateria com conexão a cabo e maior potência.

Perfura de acordo com seu uso

  • Eletrônico: Eles usam reguladores de velocidade para diferentes propósitos, tais como polimento, perfuração ou aparafusamento/aparafusamento.
  • Martelo: Eles têm dois tipos de movimento, rotativo e recíproco, e é por isso que são usados para perfurar superfícies duras como tijolos ou telhas. As furadeiras elétricas de martelo podem ser travadas para uma perfuração mais precisa. E se for necessário para usos industriais ou para materiais mais duros, como concreto, é recomendável usá-lo no modo martelo.
  • Reversível: Uma furadeira elétrica também pode ser reversível e girar em duas direções, usada para afrouxar ou parafusar.
  • Furadeira de coluna ou bancada: Esta é uma furadeira fixa presa a uma coluna. Eles são normalmente mais poderosos e precisos, então são usados em oficinas mecânicas ou de carpintaria.

Para que é usada uma furadeira elétrica?

Além de sua função principal de perfuração, a furadeira elétrica evoluiu para uma ampla gama de tarefas. Isto é graças aos desenvolvimentos tecnológicos em sua montagem e, é claro, aos add-ons que foram projetados para uma ampla gama de aplicações. Entre as funções mais importantes estão as seguintes

  • Perfuração: Sinônimo de perfuração, a perfuração de um furo é sua função principal. Para perfuração de metais como ferro, são necessárias brocas de HSS de alta velocidade, ou brocas de aço carbono em liga com nitreto de titânio.
  • Lixamento: A furadeira elétrica é caracterizada pelo seu movimento rotativo. Para lixar com esta ferramenta, é necessário apenas comprar um disco de lixa de perfuração. Os discos são feitos de plástico e são equipados com almofadas de lixa para metal ou madeira.
  • Moagem: Da mesma forma que uma furadeira elétrica se torna uma lixadeira, ela também pode ser uma trituradora. Para fazer isto, um adaptador deve ser adquirido para esta função. Tudo depende da cabeça, que, dependendo da sua forma, pode gravar ou esculpir metal, madeira ou vidro.
  • Afiação: Como o movimento básico de uma furadeira elétrica é girar, adaptando uma cabeça tipo pedra circular, podemos colocar o raspador em um objeto, geralmente um objeto metálico como uma faca, e afiar seu perfil.
  • Martelo: A função de martelar é executada por um martelo interno, que vem como um complemento em muitas furadeiras elétricas e que fura materiais difíceis por meio de golpes poderosos.
  • Parafuso/desparafusamento: Ao calibrar a velocidade de uma furadeira elétrica e ativar seu modo reversível, nós podemos facilmente desatarraxar um objeto.

chico taladrando

Um berbequim elétrico reversível pode girar em ambas as direções. Eles são muito úteis quando usados como chaves de fenda para apertar e afrouxar. (Fonte: Ono Kosuki: 5974058/ pexels.com)

Como usar uma furadeira elétrica

Nós já explicamos os componentes de uma furadeira, como ela funciona e os aspectos mais importantes. Agora é hora de começar a trabalhar e perfurar na superfície. Nos passos seguintes você aplicará o que aprendeu para usar sua nova furadeira elétrica profissionalmente ou pelo menos como um amador experiente

  1. Se a sua furadeira elétrica estiver com fio, certifique-se de que ela esteja desligada e conecte-a a uma tomada elétrica. Uma vez conectado, você pode ligá-lo sem risco de danos. Se, por outro lado, for alimentado por bateria, certifique-se de que a bateria esteja totalmente carregada. É recomendado o uso de baterias quando se trabalha ao ar livre por longos períodos de tempo.
  2. Lembre-se que a grande maioria das furadeiras elétricas tem duas velocidades mecânicas, marcadas na parte de trás da broca com o número 1 ou 2 em letras grandes. O modo 2 ou modo rápido é usado em superfícies mais macias. Enquanto o modo 1 sacrifica a velocidade pela potência de torque, isto é para trabalhar em superfícies mais duras.
  3. Em seguida, verifique se o botão giratório está ativado na direção que você precisa, seja para frente como uma chave de fenda ou reversível para desatarraxar.
  4. Se a sua furadeira elétrica tem uma função de martelo, ative-a para trabalhar em superfícies duras como tijolo ou concreto.
  5. Abra ou feche o mandril para substituir o diâmetro da broca, dependendo do tamanho do furo. Insira o adaptador para lixa, moedor ou parafuso no mandril.
  6. Calibre a embreagem de velocidade de acordo com a tarefa a ser realizada. Quanto maior a velocidade, mais precisamente você pode trabalhar, por exemplo, acionar um parafuso fino na madeira ou fazer um pequeno furo no metal. Tenha cuidado com altas velocidades, pois elas podem empurrar a peça para dentro mais do que o necessário.
  7. Perfure com pressão constante e esteja ciente de quando deve parar.

Critérios de compra

Para concluir, propomos que você reveja estes aspectos que consideramos essenciais para ajudá-lo a tomar a melhor decisão. Podemos encontrá-los em diferentes valores, dependendo da qualidade de seus componentes, das características e, é claro, do suporte da empresa produtora em termos de garantia e peças de reposição.

Motor power

Lembre-se que quanto mais potência, melhor a perfuração em materiais duros. Para materiais macios e alvos de precisão, recomenda-se alta velocidade com menor potência.

Tendo isto em mente, devemos também avaliar o local onde o berbequim elétrico será usado: se é uma casa onde são realizados trabalhos básicos de manutenção, uma oficina de bricolagem, carpintaria ou oficina de jardinagem.

A potência deste tipo de berbequim é medida em volts (V) e a potência mínima recomendada é de 12 V. Podemos encontrar classificações de potência de até 20 V, normalmente usadas em trabalhos mais profissionais. Quanto às brocas com fio, a potência é medida em watts (W) e elas variam de 500 W, usadas em trabalhos simples de bricolagem, a 1500 W, brocas muito mais potentes, necessárias para perfurar superfícies duras.

armando taladro

As parafusadeiras elétricas sem fio são recomendadas para tarefas domésticas ou para trabalhos de esforço médio ao ar livre.(Fonte: Anete Lusina: 4792512/pexels)

Ferramentas para mudar

Uma coisa é escolher uma furadeira elétrica potente e eficiente. É igualmente importante complementá-lo com um kit de acessórios e ferramentas que aumentam sua versatilidade.

Com os acessórios certos você pode tirar o máximo proveito do seu berbequim elétrico. Isto permitirá a você criar uma ampla gama de empregos em materiais como madeira, metal, concreto, cerâmica, plástico, entre outros.

Abaixo, criamos uma classificação prática para orientá-lo melhor no tipo de broca ou acessório de acordo com o projeto a ser realizado:

Acessoria Trabalho
Bocados de roteador biselado Bocados de madeira maciça
Serras e corona Brocas para componentes elétricos em paredes
Serras e corona Brocas Instalar luzes embutidas em tetos
Bocados de broca Perfurar paredes para instalar interruptores
Gouges furos e ranhuras em madeira
Brocas de parafuso Brocas de parafuso para montagem de móveis
Vareta de mistura Mixing tinta
Pincéis metálicos Ferrugem é metal
Bombas Extracção de água

Fonte de energia

Uma broca elétrica é uma máquina simples de operar. Entretanto, depende sempre de uma fonte de energia, seja bateria ou cabo. E sua decisão sobre isso deve ir de mãos dadas com o local de trabalho e a disponibilidade de uma tomada ou tomada elétrica próxima.

Em termos de ergonomia e peso, as brocas com fio são o caminho a seguir, pois não requerem uma bateria pesada para operar. No entanto, uma chave de fenda sem fio pode vir a um preço mais alto. Entretanto, a conveniência pode valer a pena.

Na realidade, um berbequim sem fio lhe dá melhor mobilidade, pois ele se encaixa em qualquer espaço ou local de trabalho.

Uma das vantagens de um berbequim com fio é que eles são valiosos e desejáveis em contextos mais profissionais. A razão é que eles são mais poderosos e têm maior autonomia porque não dependem da duração e do tempo de recarga de uma bateria. Se, no seu caso, você tem um trabalho difícil e estará usando-o constantemente, nós recomendamos que você opte por uma furadeira com fio.

taladro y guantes

A chave de fenda sem fio permite maior mobilidade, mesmo que você sacrifique um pouco de energia, elas são ideais para trabalhos domésticos. (Fonte: broca: 1038542_1920/ pexels)

Bateria

Existem três tipos de bateria para brocas elétricas: níquel-cádmio (Ni-Cd), lítio-íon (Li-ion) e níquel-hidreto metálico (Ni-MH). A principal diferença está na amperagem, pois quanto maior a amperagem, mais tempo a bateria vai durar. A amperagem é indicada como Ah e nas baterias de chaves de fenda sem fio encontramos entre 1,2 Ah e 2,5 Ah

  • Níquel-Cádmio (Ni-Cd): Estes são os mais antigos e mais baratos, mas têm baixa amperagem.
  • Lithium-ion (Li-ion): Estes são de última geração, então eles têm melhor desempenho e são mais poderosos e leves. Eles normalmente são mais caros.
  • Hidreto de níquel-metal (Ni-MH): Estes são os mais populares e estão na faixa de preço médio. Eles também não perdem sua capacidade de carga após muitas recargas.

Resumo

Poder, velocidade e autonomia são os três fatores de diferenciação na compra de uma furadeira elétrica. Da mesma forma, existem outras características que podem ser decisivas na escolha da sua chave de fenda: por exemplo, uma furadeira leve é recomendada para projetos de longo prazo. Ele também deve ter um cabo ergonômico para melhor manuseio em superfícies verticais e em locais difíceis.

Você também deve certificar-se de que ele tenha uma opção de segurança, tal como um interruptor de travamento. Desta forma, você pode evitar puxar o gatilho o tempo todo que você estiver perfurando.

Finalmente, uma furadeira é talvez o instrumento mais complexo de uma caixa de ferramentas e, é claro, o mais útil. Por esta razão, você deve avaliar suas necessidades e a carga de trabalho que você colocaria em sua nova perfuratriz. Desta forma, você não terá custos de ultrapassagem em furadeiras com muita energia e dezenas de aplicações. Ao mesmo tempo, você evitará sobrecarregar uma furadeira simples e compacta.

(Fonte da imagem em destaque: Luke Wilcox: 50920818/ 123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas