As HQs (histórias em quadrinhos), também conhecidas como arte sequencial, surgiram nos Estados Unidos entre o final do século XIX e início do século XX. No entanto, muitos estudiosos apontam que elas se originaram na antiguidade, e consideram que certas expressões pictóricas egípcias, romanas e medievais são os verdadeiros antecedentes dos quadrinhos modernos.

Desde sua popularização no início do século XX, as HQs estão ainda hoje entre mídias impressas mais populares não somente entre o público mais mais jovem, mas também entre pessoas de qualquer idade. Sua grande variedade de estilos e formatos transformou os quadrinhos em um fenômeno de massa, principalmente devido ao fenômeno de sucesso das adaptações a outras mídias, como cinema ou televisão.

O mais importante

  • Apesar dos primeiros registros de quadrinhos serem do final do século XIX, a popularidade das HQs veio somente nos anos 40 do século passado. Se no início o público alvo eram jovens e crianças, logo o público adulto começou a ser alcançado por conta de uma grande variedade de estilos e formatos.
  • O quadrinho é um meio de comunicação de massa com características próprias. A graphic novel, embora faça parte das histórias em quadrinhos, difere das HQs devido às suas características únicas. No entanto, existem pessoas que confundem os dois formatos. Colecionar HQs é outro fenômeno bastante comum neste universo fascinante das ilustrações.
  • Começar uma coleção de HQs do zero é algo bastante simples, mas você precisa seguir uma série de recomendações especiais. Pesquisar na internet ou apenas seguir as sugestões dos seus amigos pode ser um bom ponto de partida. O formato, os autores ou a temática são fatores determinantes para a escolha de uma boa história em quadrinhos.

As melhores HQs: As favoritas da redação

Os títulos que você verá abaixo são apenas uma pequena amostra da enorme variedade de gêneros no mundo das HQs. Quadrinhos de super-heróis, novelas gráficas para leitores adultos ou mangás são algumas das vertentes mais populares.

A melhor HQ do universo de super-heróis

Uma boa história jamais envelhece e Batman parece ser unanimidade quando o assunto é HQ de super-heróis. Criada em 1986 por Frank Miller e David Mazzucchelli, Ano Um é uma revolucionária reinterpretação da origem do Batman – sobre quem ele é e como se tornou o que é. Esta edição especial de capa dura inclui a história na íntegra, uma introdução pelo próprio escritor Frank Miller e um posfácio ilustrado pelo artista David Mazzucchelli.

O preferido das crianças de todas as idades

Os gibis do Tio Patinhas e do Pato Donald marcaram a infância de inúmeros amantes das histórias em quadrinhos. Este exemplar é o terceiro volume da coleção Biblioteca de Don Rosa, série que compila todas as histórias do renomado artista com mais de 20 anos de carreira na Disney. Roteiros fantásticos, bastidores e ilustrações que encantam crianças de todas as idades, com destaque para O Tesouro na Bolha de Vidro, que dá nome a este volume.

A opção favorita dos amantes de mangá

Otomo Katsuhiro é o autor e ilustrador da aclamada série Akira, que é talvez a principal responsável pela influência e abertura no Ocidente dos mangás e animes, consagrados na cultura japonesa e oriental. Além de muito bem ilustrada, a história é completamente envolvente e repleta de ação, e traz profundas discussões sobre poder, corrupção e reflexões sociais. Um fato bastante curioso é que, apesar de ter sido escrita na década de 80, a trama é bastante atual e se passa em 2019.

Guia de Compras: O que você precisa saber sobre as HQs

As HQs ou histórias em quadrinhos têm pouco mais de um século de vida e se tornaram uma das manifestações culturais mais importantes da atualidade. Apesar de ocuparem culturalmente o mesmo nível da literatura ou do cinema, ainda há alguma ignorância sobre isso. A seguir, você vai conhecer alguns aspectos bastante interessantes sobre as HQs.

Imagem de homem sentado em sofá lendo.

Os HQs se tornaram uma das manifestações culturais mais importantes da atualidade.
(Fonte: Luis Molinero Martnez: 115131430 / 123rf.com)

O que são as HQs?

Uma história em quadrinhos é composta por uma sucessão de desenhos que podem ou não ser acompanhados por textos de apoio. A unidade narrativa das HQs é a vinheta, uma moldura de diferentes formas e tamanhos que separa e delimita os desenhos uns dos outros.

O meio usual é o papel, embora nos últimos anos os quadrinhos digitais tenham se proliferado cada vez mais. As características de definição das HQs são:

  • Narrativa sequencial. A linha do tempo da narrativa é marcada pelas vinhetas, que normalmente são lidas da esquerda para a direita e de cima para baixo. Seguindo esta linha, a vinheta que estamos lendo representa o presente, a anterior é o passado e a seguinte é o futuro.
  • Interação texto e imagem. Os textos surgem nos quadrinhos para apoiar e explicar a narrativa, e podem ser de dois tipos. As legendas, geralmente em formato retangular, é a voz do narrador e pode trazer mudança de cenário ou momento da narrativa. Já os balões, em formatos variados, expressam a fala ou pensamento do personagem.
  • Meio de comunicação de massa. Geralmente, as HQs contam com uma ampla distribuição e estão disponíveis para a grande maioria das pessoas. No início, o objetivo dos quadrinhos era somente o entretenimento, mas com o passar do tempo eles também adquiriram caráter educacional. Portanto, as HQs se tornaram, nos últimos tempos, uma importante ferramenta de ensino.
Stan LeeEditor e escritor de HQs

“Se Shakespeare e Michelangelo estivessem vivos hoje, e decidissem fazer uma história em quadrinhos, Shakespeare poderia escrever o roteiro e Michelangelo faria os desenhos. Alguém duvidaria que isso não seria uma maneira de fazer arte?

Qual é a diferença entre HQs e graphic novel?

É comum haver certa confusão sobre os conceitos HQ e graphic novel. Apesar de os dois formatos compartilharem inúmeras características e elementos, trata-se de duas manifestações diferentes do mesmo meio. Abaixo, você poderá entender melhor em quais pontos elas diferem.

HQ Graphic Novel
Publicações periódicas que contam uma história em vários números Costumam ser publicações independentes, no seriadas
Costumam ter poucas páginas, entre 24 e 36 São obras extensas, normalmente com mais de 100 páginas
Sua encadernação geralmente é grampeada ou brochura Normalmente são encadernados em capa dura
São focados em crianças e jovens, embora também tenham leitores adultos Geralmente são direcionados a um público adulto
Suas temáticas habituais são fantasia, ficção científica, terror ou super-heróis Cobrem temáticas mais realistas, embora também tenham temáticas de fantasia
Os preços são mais acessíveis graças às grandes tiragens Preço mais alto devido à qualidade da edição e menor circulação
A importância do protagonista é geralmente maior que a do autor O peso do autor é maior do que nos quadrinhos
É comum que por trás dessas publicações existam grandes editoras São publicados tanto por grandes como por pequenas editoras

HQs digitais ou de papel?

A popularidade das HQs digitais tem crescido consideravelmente nos últimos anos. A facilidade de leitura em qualquer dispositivo fez com que muitos fãs simplesmente substituíssem as edições em papel.

Apesar disso, há – e sempre haverá – quem opte pelo formato tradicional. Na tabela a seguir, você vai entender melhor as vantagens e desvantagens de cada formato.

HQ em papel HQ digital
Ampla variedade de preços, mas não são itens baratos Embora alguns sejam gratuitos, a maioria não é muito mais barata que o papel
Nem sempre haverá por perto uma livraria especializada em quadrinhos Estão disponíveis a um único clique
A grande maioria dos quadrinhos é produzida para o mercado tradicional Nem tudo o que é lançado no mercado tradicional está disponível em formato digital
Podem ser de qualquer estilo narrativo e visual Muitos títulos não estão pensados para serem lidos em uma tela
Você pode doá-los, emprestá-los ou revendê-los Não podem ser vendidos nem emprestados
Uma vez que você compra, são sua propriedade Você não compra a HQ de fato, mas sim o direito de uso
São muito duráveis ​​se você souber como cuidar deles Dependem da vida útil do seu dispositivo ou da loja online onde você os compra
Ocupam muito espaço Você pode comprar quantos quiser, porque eles não ocupam espaço
Você pode criar uma coleção bonita e valiosa que pode ser, inclusive, passada de pai para filho Não podem ser colecionados de maneira tradicional
A edição em si (papel, capa, formato) é, muitas vezes, um valor agregado O conteúdo é mais importante do que a forma ou a embalagem

Como você já viu anteriormente, muitos apaixonados pelas HQs consideram o papel igual ou melhor do que o formato digital. Alguns leitores usam o formato eletrônico para ver quais são seus quadrinhos favoritos antes de comprá-los em papel.

Outros encontram versões de histórias em quadrinhos antigas ou números em formato digital que complementam aqueles que já possuem no papel. A verdade é que as HQs no formato digital chegaram para ficar, então seria um erro ignorar completamente a sua existência.

Por que é benéfico para as crianças lerem HQs?

Você já viu em uma seção anterior que, no início, as histórias em quadrinhos foram projetadas para o público mais jovem. No entanto, o nicho de leitores se expandiu rapidamente para pessoas de qualquer idade.

Hoje, coexistem publicações para adultos com HQs para crianças, muitas delas com um considerável valor pedagógico. Mas você quer saber quais vantagens os quadrinhos trazem para os pequenos?

  • Despertam nas crianças o amor pela leitura. Não importa de qual maneira se consegue despertar em uma criança o gosto pela leitura. As HQs são tão boas quanto qualquer outro tipo de publicação infantil. Portanto, você não deve ignorar ou negligenciar o seu potencial educacional.
  • Ajudam a criança a desenvolver sua capacidade de compreensão. Compreender o que acontece de quadrinho em quadrinho faz com que a criança se esforce para entender a história. Além disso, eles aprendem a conectar imagens e texto, algo essencial em seu desenvolvimento cognitivo.
  • Enriquecem seu vocabulário. As histórias em quadrinhos são uma excelente maneira de enriquecer o vocabulário das crianças. A integração de imagem e texto permite que as crianças aprendam novas palavras apenas por causa de seu contexto.
  • Incentivam a criança a ler mais e mais. Por serem leituras leves e curtas, as HQs infantis incentivam as crianças a lerem mais e mais: quanto mais elas leem, mais elas querem ler.
  • Permitem compartilhar o tempo em família. Apreciar um quadrinho com seu filho pode ser uma das melhores maneiras de despertar nele o amor pela leitura, especialmente se for um meio tão divertido quanto o desenho animado.
Imagem de homem lendo HQ e tomando café.

As HQs são compostas por uma sucessão de desenhos que podem ou não ser acompanhados por textos de apoio.
(Fonte: Daria Minaeva: 37672164 / 123rf.com)

Critérios de Compra

Escolher uma boa HQ não é uma tarefa simples, nem mesmo para os leitores mais veteranos. A enorme variedade de títulos publicados todos os anos complica ainda mais a escolha de um que satisfaça os seus gostos e preocupações. O objetivo desta seção é oferecer algumas diretrizes para facilitar um pouco a escolha de suas próximas leituras.

  • Super-heróis e anti-heróis
  • Texto versus narrativa gráfica
  • O formato é importante
  • Inspire-se com as memórias da infância

Super-heróis e anti-heróis

Grande parte das HQs publicadas atualmente são sobre universos super-heróis, como Marvel ou DC. No entanto, há um grande número de coleções e graphic novels que tratam de outros temas e exploram outros gêneros, como ficção histórica, romance, horror, costumes ou humor, entre muitos outros.

Se você decidir se aproximar do mundo dos super-heróis, comece pelo mais popular. Haverá tempo para descobrir o resto. Escolha uma HQ cujas ilustrações atraiam sua atenção, pois são parte essencial da história. Depois de aberta, descubra sobre o que é e decida se é o que você está procurando em uma história em quadrinhos de super-heróis.

Texto versus narrativa gráfica

Para avaliar um HQ visualmente, você deve considerar o estilo do autor das vinhetas e a coordenação com o pintor e colorista.

Há pessoas que escolhem suas HQs simplesmente por seus desenhos e deixam a história em segundo plano. Outros, por outro lado, valorizam mais o texto do que as imagens. Se você se considera no primeiro grupo, lembre-se de que quadrinhos bem desenhados não são necessariamente sinônimos de uma excelente história. Da mesma forma, nem toda boa história tem um bom desenho.

As capas geralmente não refletem o que você encontrará dentro das HQs, pois geralmente são desenhadas por um artista que não seja o mesmo da história. Para avaliar uma história em quadrinhos do ponto de vista visual, você deve levar em consideração o estilo do autor das vinhetas e seu grau de coordenação com o pintor e colorista, os outros dois pilares básicos de sua narrativa gráfica.

O formato é importante

Uma das vantagens das HQs é sua grande variedade de formatos. Livreto básico (gibi), álbum, brochura ou capa dura são apenas alguns deles. Normalmente, os quadrinhos de super-heróis são publicados em livretos semanais ou quinzenais e algumas coleções são compiladas em volumes.

Se você quiser exibir uma bela coleção de quadrinhos em sua estante, é melhor optar por volumes de papel ou brochura. Se você optar pelos livretos básicos ou gibis, precisará armazená-los em caixas ou bolsas apropriados e eles não parecerão tanto quanto os volumes. Há fãs que até compram o mesmo quadrinho nas duas edições, em livretos e em volumes.

Inspire-se com as memórias da infância

Muitos adultos guardam com carinho alguma lembrança de nossa infância em que um super-herói aparece. Aquele gibi que seu pai lhe deu quando você era criança pode ser um bom começo para retomar o amor pelas histórias em quadrinhos.

Pesquise o que foi publicado sobre o personagem desde então, quais são suas melhores histórias e escolha uma delas como ponto de partida para sua coleção.

As listas das melhores HQs são um ótimo recurso se você não souber por onde começar a ler uma coleção. Felizmente, na Internet, você pode encontrar milhares destas listas, feitas por tanto por fãs como por especialistas do meio. Os prêmios recebidos também são um bom critério para a escolha de suas leituras, principalmente no que se refere à graphic novel.

Resumo

Aqueles anos nos quais as histórias em quadrinhos foram consideradas um subproduto cultural ficaram distantes lá no passado. Hoje, as HQs são reconhecidas como uma forma de arte popular capaz de atingir leitores de qualquer idade. Desde o mangá até a graphic novel, passando pelos quadrinhos de super-heróis, existem muitas manifestações desta arte que também é conhecida como arte sequencial.

O objetivo deste artigo é tentar esclarecer algumas questões relacionadas ao universo das HQs, como os recursos que definem a graphic novel ou as vantagens e desvantagens das publicações digitais. Você também pode encontrar alguns motivos para iniciar sua própria coleção, bem como algumas orientações simples sobre como fazê-lo.

Se você considerou este artigo interessante, útil e divertido, não se esqueça de compartilhar em suas redes sociais! E se, além disso, você acha que pode contribuir com alguma dica ou informação, deixe suas opiniões e sugestões abaixo.

(Fonte da imagem destacada: Josef Kubeš : 104797845 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

GUIA55 Redação
GUIA55
Os redatores do GUIA55 realizam pesquisas aprofundadas e escrevem artigos altamente informativos e de qualidade sobre os mais variados temas do seu interesse.