Hub usb

Existem cada vez mais dispositivos eletrônicos com um design compacto, leve e fácil de transportar. No entanto, esse modelos têm, ao mesmo tempo, uma tendência de se desfazer de várias de suas entradas. Também é possível que, mesmo que o dispositivo mantenha suas quatro portas de entradas, você precise de mais. Qualquer que seja o caso, um hub USB poderá ser muito útil para você.

O avanço da tecnologia nos oferece, cada vez mais, novos produtos para suprir as carências que, contraditoriamente, a evolução dos diferentes modelos de dispositivos geram. Neste guia te apresentaremos os melhores hub USB do mercado para que você possa conectar seus eletrônicos a todos os acessórios periféricos que você quiser.

O mais importante

  • O hub USB é um dispositivo que permite a conexão simultânea de vários periféricos, já que possui várias portas. A maioria inclui apenas portas USB, mas há vários modelos que possuem ainda outros tipos de entrada.
  • Há vários tipos de hub USB: no que diz respeito ao tipo de alimentação, temos o passivo e o ativo. De acordo com o número de portas, encontramos os simples e os múltiplos.
  • Na hora de comprar um hub USB, não se baseie somente no preço e no número de portas que ele possui. Há vários critérios que, dependendo do uso que você quiser fazer dele, deve levar em consideração. Estes são alguns critérios importantes: a variedade de portas, a velocidade de transmissão de dados, o tipo de alimentação e a facilidade de transporte.

Os melhores hub USB: Nossas recomendações

Nesta seção vamos te mostrar alguns dos melhores modelos de hub USB do mercado. Incluímos as principais características de cada modelo, o que vai te permitir compará-los e ter uma ideia do que está disponível atualmente para poder decidir que dispositivo vai se adaptar melhor às suas necessidades. Preparado? Vamos lá!

O melhor hub USB para quem precisa de muitas portas

Esse hub USB UH700 é uma ótima opção para expandir o número de portas USB do computador para quando você quiser conectar pen drives, mouse USB, impressoras ou outros dispositivos simultaneamente. Possui 7 portas USB 3.0, que alcançam velocidades de até 5 Gbps, 10 vezes mais rápidas que as portas normais USB 2.0.

O hub USB mais econômico

Essa segunda opção é para quem não quer gastar muito e não precisa de um produto com muitas funcionalidades. Esse hub USB possui 4 portas USB 2.0, com uma taxa de transferência de até 480 Mbps. Possui revestimento de PVC e alumínio, sendo uma peça muito bonita e que cumprirá com o objetivo de aumentar as portas do seu computador de forma econômica.

O hub USB com maior velocidade de transmissão de dados

Se você precisa de uma transmissão de dados ultrarrápida, esse modelo é a melhor opção Possui 4 portas USB 3.1, com uma velocidade de transferência de até 10 Gbps, o dobro do USB 3.0 e 20 vezes o USB 2.0.  Isso significa carregamento e transmissão de dados em uma velocidade incrível mesmo fora da tomada, já que possui uma bateria reserva interna.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre um hub USB

Ninguém sabe de tudo. Se seus conhecimentos tecnológicos não são muito amplos é normal que você se sinta um pouco perdido diante da grande quantidade de modelos que existem no mercado, cada um com diferentes preços e funcionalidades. Mas é para isso que estamos aqui, e nessa seção você poderá tirar as suas dúvidas sobre os hub USB.

conexão USB

Um hub USB é um dispositivo com conexão USB que possui várias entradas para poder aumentar o número de portas disponíveis em um eletrônico. (Fonte: Chainarong Chokrung: 80650397/ 123rf.com)

O que é hub USB e para que serve?

Um hub USB é um dispositivo com conexão USB que possui várias entradas para poder aumentar o número de portas disponíveis em um eletrônico e poder, assim, conectar vários acessório externos de maneira simultânea.

Esses dispositivos não possuem só entradas USB de diferentes velocidades de transmissão de dados, como podem também incluir entradas HDMI, USB-C e espaços para micro SD e outros dispositivos.

O que é o sistema Plug&Play?

A tradução em português seria conectar e usar. É um tipo de tecnologia que faz com que um sistema de informática qualquer se configure automaticamente. Ou seja, não há necessidade de instalar nada, nenhum software, nem se preocupar com os parâmetros de configuração, já que o próprio dispositivo se identifica e se configura automaticamente.

A maioria dos sistemas de hoje em dia funcionam desse modo. O que essa tecnologia faz é facilitar muito a vida daqueles que não têm muito conhecimento de informática.

Desse modo, você pode conectar os seus dispositivos e usá-lo imediatamente sem ter que descobrir como fazer a configuração. Para que o sistema Plug&Play funcione, é necessário que o computador também tenha esse sistema.

conexão múltipla

A transmissão de dados em dispositivos hub USB geralmente é medida em Mbps ou Gbps. (Fonte: Kudoh: 94649734/ 123rf.com)

Qual é a diferença entre um USB 2.0, um USB 3.0 e um USB 3.1?

USB significa Universal Serial Bus, em inglês. A diferença entre os tipos diz respeito à velocidade de transmissão dos dados.

Os USB do tipo 2.0 têm uma velocidade que pode chegar até os 480 Mbps (megabits por segundo), mas eles estão aos poucos sendo substituídos pelos USB do tipo 3.0, cuja velocidade é muito superior, podendo atingir até 4.8 Gbps. O 3.1, por sua vez, atinge até 10 Gbps.

O tipo 2.0 funciona bem para acessórios como teclados, mouses, caixas de som e até mesmo alguns pen drives. No entanto, se você quer usar dispositivos ou transferir arquivos que requerem uma velocidade de leitura de dados maior, como filmes em HD, pode ser uma boa ideia investir em um 3.0 ou 3.1. Esses são compatíveis com os tipo 2.0, mas a recíproca não é verdadeira.

Como configurar um hub USB?

Normalmente esses dispositivos contam com a tecnologia Plug&Play, mas alguns hub USB têm a opção de personalizar o funcionamento das suas portas. Mas, para isso, você terá que instalar alguns drivers e personalizar os parâmetros de configuração.

conexão múltipla

Atente para não sobrecarregar o hub USB de dispositivos. Desse modo ele não sofrerá aquecimento, o que pode prejudicar o funcionamento de algum componente. (Fonte: Jipen: 103548179/ 123rf.com)

Que tipos de hub USB existem?

Em primeiro lugar, é possível encontrar dois tipos segundo o número de portas que o hub USB possui. Os simples têm até quatro portas (normalmente todas USB), os múltiplos têm mais que quatro, em geral oito ou mais. Além disso, esses últimos podem ter também diferentes tipos de conexões, como por exemplo uma porta HDMI.

Múltiplos Simples
Portas Até quatro portasMuitas portas
Inconveniente Suas funções são muito mais limitadas Consome mais energia
Vantagem Geralmente mais fácil de transportar Serve para conectar muitos acessórios e, às vezes, de diferentes tipos

Segundo o tipo de alimentação, encontramos os hub USB passivos e ativos. O passivo age somente como uma ligação física. Não permite manipular o tráfego de dados e não consome energia.

O ativo requer uma fonte de alimentação, já que amplia o sinal ao passá-lo para os demais dispositivos conectados nas diferentes portas.

Quais são os melhores materiais de fabricação dos hub USB?

Levando em consideração que esses dispositivos usam energia elétrica, é óbvio que eles gerarão calor. Se acontecer um superaquecimento, pode acontecer que algum componente derreta. É por isso que os materiais com os quais eles são fabricados é uma questão tão importante. Se vamos investir, é melhor investir em qualidade porque, caso contrário, o barato pode sair caro.

Aconselhamos que você escolha um hub USB que facilite a refrigeração, ou seja, com materiais que dissipem o calor. Nesse caso, a melhor opção é escolher os modelos fabricados em alumínio em vez de os fabricados em plástico.

Preste atenção também se o produto possui uma estrutura sólida para que seja resistente a quedas, especialmente se você pretende transportá-lo conosco no dia a dia.

Conselhos para prolongar a vida útil do seu hub USB:

  • Não o sobrecarregue com muitos dispositivos. Desse modo ele não irá superaquecer, o que pode fazer com que algum componente pare de funcionar.
  • Escolha materiais de qualidade. Como diz o ditado: o barato pode sair caro.
  • Mantenha o produto livre de pó. Se o sistema de ventilação estiver obstruído, isso pode levar a um superaquecimento do dispositivo.
  • Escolha materiais que sejam resistentes a quedas. Especialmente se você for uma pessoa um pouco estabanada e for transportar seu hub USB constantemente.

Critérios de Compra

Quando compramos um produto não temos que olhar só para o preço. Não adianta nada comprar algo a um preço muito barato se no final ele não for capaz de suprir as suas necessidades. Por outro lado, também não é necessário gastar muito dinheiro em um dispositivo super completo com funcionalidades que você não vai usar nunca. Estes são os critérios que nós consideramos mais importantes:

Número de portas

Talvez a princípio você possa pensar que quanto mais portas um hub USB tiver melhor. Afinal, quanto mais portas, mais dispositivos você pode conectar ao mesmo tempo.

No entanto, você também deve ter em mente que, quanto mais portas tiver, maior será o gasto de energia, visto que a alimentação se dividirá de acordo com o número de conexões.

É por isso que recomendamos que você compre um modelo de hub USB de acordo com as suas necessidades, e não acima delas.

Se você só precisa de uma ou duas portas a mais porque, por exemplo, seu computador é do tipo portátil e compacto e não tem portas o suficiente, recomendamos escolher um modelo simples, de quatro portas. Se, caso contrário, você precisa de várias portas e de diferentes tipos, escolha um modelo múltiplo.

conexão múltipla

Para que o sistema Plug&Play funcione, é necessário que o computador também tenha esse sistema. (Fonte: Maturee Moonhirun: 108814846/ 123rf.com)

Variedade de portas

Há vários modelos de hub USB que possuem vários tipos de entrada, diferentes das USB. O básico é ter entradas USB 2.0 e 3.0, com algumas exceções USB 3.1, como já falamos anteriormente.

Mas, além disso, há modelos que incluem entradas USB-C, entradas que servem para carregar o celular, espaços para cartões de memória ou uma entrada HDMI, apenas para citar algumas opções.

foco

Dica: Normalmente os dispositivos hub USB que possuem diferentes tipos de entradas são mais caros, uma vez que existem menos modelos disponíveis e eles possuem mais funcionalidades.

No entanto, se isso é algo que você precisa e se for ser útil para você, será um investimento excelente, já que poderá simplificar a sua vida.

Design e facilidade de transporte

A facilidade de transporte está de mãos dadas com as dimensões e o peso do hub USB. Se você quiser usar seu hub USB só em casa, você pode optar por um modelo com várias portas e que se alimente diretamente de uma tomada elétrica. Esses modelos são, porém, mais pesados.

Se você precisa transportar seu dispositivo no dia a dia, de casa para o trabalho e do trabalho para casa, levá-lo quando você for sair de férias ou qualquer outro lugar, será uma boa ideia escolher um modelo que tenha uma facilidade de transporte maior. Ou seja, com dimensões reduzidas e leve. Veja a tabela a seguir:

Simples Múltiplo
Vantagens Muito mais econômico

Mais facilmente transportável

Fonte de alimentação passiva

Conta com muitas portas USB

Portas independentes

Cabo de alimentação geralmente longo

Desvantagens Conta com menos portas USB

Geralmente menor capacidade de transmissão de dados

Menos funcionalidades

Preço mais elevado

Mais pesado e, por isso, mais difícil de transportar

Necessidade de estar conectado à corrente elétrica

Fonte de alimentação

O dispositivo pode ter uma alimentação passiva ou ativa. Um hub USB de alimentação passiva não precisa ser conectado a uma tomada, seja por ter uma fonte de alimentação interna, seja por ser apenas um ponto de conexão físico que não usa eletricidade. Esse costuma ser o caso quando estamos falando de um hub USB que não possui um grande número de portas ou funcionalidades.

A alimentação ativa diz respeito a dispositivos que devem estar conectados a uma corrente elétrica, já que ampliam o sinal e o passam para as demais portas.

Alguns modelos contam com um cabo de alimentação para o caso das portas usadas precisarem de muita energia, mas há também modelos que só funcionam conectados à tomada.

Transmissão de dados

A transmissão de dados em dispositivos hub USB é normalmente medida em Mbps ou Gbps. Você deve escolher qual dispositivo comprar em função do que você vai querer conectar no produto.

O modelo mais básico costuma contar apenas com portas USB 2.0, mas se você não precisa de uma alta capacidade de transmissão isso já será o suficiente para você. Não há necessidade de gastar mais dinheiro por mais funções.

Agora, se você precisa de uma capacidade mais alta de transmissão de dados, vale a pena escolher um hub USB que inclua portas USB 3.0 ou USB 3.1 já que, como já mencionamos, essas portas também são compatíveis com acessórios USB 2.0. Desse modo, você não precisará se preocupar com uma capacidade insuficiente para leitura de dados. Lembre que as portas USB 3.0 e 3.1 são muito mais potentes que as USB 2.0.

Resumo

Como você pôde observar, escolher um hub USB pode ser mais difícil do que parece a princípio. Sim, existem modelos bastante simples que possuem poucas portas e não oferecem nenhuma outra funcionalidade. Não obstante, se quisermos um pouco mais de funções e precisarmos de algo um pouco mais complexo, há muitas opções no mercado.

Nem sempre é fácil escolher entre todas elas, é por isso que você deve analisar bem e ter claro quais são as suas necessidades. Assim, você conseguirá escolher a melhor opção para você. Não esqueça de levar em consideração os critérios que apresentamos neste artigo na hora de decidir. Te desejamos muita sorte em sua busca pelo hub USB perfeito para você!

Se este artigo foi útil para você, não se esqueça de deixar um comentário e compartilhá-lo com os seus amigos. Até logo!

(Fonte da imagem destacada: Vladdon: 117263687/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Daniele Padrão Gamer e Técnica de Celulares
Dificilmente você ficará sem respostas ao conversar com Daniele sobre celulares, games ou os gadgets mais tecnológicos. Ela prefere jogar no computador, mas não abre mão de seu PS4 (enquanto o 5 não é lançado). Além disso, todos smartphone que passa por sua mão sai com cara de novo, seja ele Xiaomi, Samsung ou Apple.