Ultima atualização: 31 de agosto de 2020

Como escolhemos

11Produtos analisados

18Horas investidas

3Estudos avaliados

88Comentários coletados

Sem dúvida alguma, a impressora de etiquetas é um dispositivo extremamente útil para um negócio, seja um pequeno mercado ou um escritório e até mesmo para organizar a casa. Com essas impressoras, é possível imprimir etiquetas, códigos de barras e cartões de visita. Além disso, elas permitem a impressão tanto em papel quanto em plástico. E tudo isso de uma maneira muito simples e econômica.

Por isso, não é de se estranhar que o uso dessas impressoras de etiquetas esteja cada vez mais generalizado. No entanto, escolher qual a mais adequada de acordo com a sua necessidade, nem sempre é uma tarefa fácil. É importante levar em conta uma série de fatores como a resolução, a capacidade de impressão, o preço dos suprimentos e, sobretudo, para qual fim pretende utilizar sua impressora.




O mais importante

  • Existe uma ampla variedade de modelos de impressora de etiquetas, desde pequenos dispositivos portáteis até grandes equipamentos profissionais projetados para operar 24 horas por dia sem descanso, ideais para uso em locais fixos, em lojas de departamento ou um centro de logística, por exemplo.
  • A impressora de etiquetas pode imprimir em papel, em plástico ou nos dois formatos. Além disso, muitos modelos incluem a opção pré-corte, que permite o uso imediato, tão logo a etiqueta seja impressa.
  • Você pode utilizar a impressora de etiquetas para uma grande variedade de aplicações, sejam profissionais ou domésticas. Com elas, é possível imprimir códigos de barras, etiquetas para laboratórios, para bibliotecas e depósitos, além de produzir etiquetas de preços de venda para pequenos comércios e, até mesmo, marcar a data de validade dos alimentos congelados para que não estraguem no freezer.

Ranking: As melhores impressoras de etiquetas do mercado

Abaixo, apresentamos uma classificação que preparamos com as cinco melhores impressoras de etiquetas atualmente disponíveis no mercado. A lista foi preparada tentando incluir itens tão variados quanto possível, mas sempre com a prioridade de apresentar os produtos que oferecem o melhor custo-benefício.

1º - Impressora de Etiquetas Zebra GK888T

Essa é uma das impressoras de etiquetas mais vendidas no mundo. E, entre os principais benefícios deste equipamento, um chama a atenção: de acordo com o fabricante, ela pode aumentar em 300% a produtividade na impressão de etiquetas, se comparado a impressora de etiquetas com folhas soltas. Esse modelo pode ser usado com ou sem fita de transferência.

A conectividade e compatibilidade deste modelo surpreende, pois pode ser ligada ao computador por meio de porta serial ou USB. Rodam em todas as versões do Windows, no MAC OSX, com drivers inclusos, e combina a escolha entre três interfaces de conectividade e 10/100 Ethernet opcional, linguagens de programação EPL2 e ZPL II, e Unicode, para garantir integração rápida e eficiente.

2º - Rotulador Eletrônico P-Touch

Diferente de tudo que você já viu, esse rotulador permite criar etiquetas instalando, em seu smartphone o aplicativo PT-Design& Print, da Brother. A modernidade desta impressora de etiquetas também está no design único e inovador, se adapta a qualquer ambiente e desperta a curiosidade e encantamento em qualquer pessoa.

Os templates pré-embarcados no aplicativo sugerem o tipo de uso da etiqueta, mas também tem a opção de criação a partir da sua necessidade de uso. Com 23 fontes disponíveis, o aplicativo proporciona uma experiência única de personalização, juntamente com os 1.070 símbolos e emojis, 51 molduras padrão e 10 molduras decorativas que dão ainda mais beleza na etiqueta.

3º - Impressora de Etiquetas Térmica Elgin

Marca consagrada quando o assunto é impressora, esse modelo da Elgin permite a impressão de etiquetas adesivas ou não por meio da tecnologia de transferência térmica. Por isso, pode imprimir etiquetas de papel comum, utilizando uma fita entintada ou etiquetas em papel termossensível, sem uso da fita entintada.

A Elgin L42 acompanha um programa gratuito para criação dos layouts de etiquetas, que facilita a impressão de textos, imagens, logotipos e código de barras, como o EAN-13, QR Code etc. Esse equipamento também pode ser utilizado em sistemas, pois ela é compatível com diversos modelos de impressoras do mercado e com a balança Elgin, uma das mais utilizadas no país.

Todas essas características colocam a impressora de etiquetas L42 como ideal para Supermercados e todo o tipo de comércio, além de indústrias de pequeno e médio porte e até empresas de Mala-Direta.

4º - Rotulador Eletrônico Label Manage

Prática e funcional, ela é considerada a mais a poderosa etiquetadora e rotuladora térmica do mercado. Ela funciona de modo portátil, mas também permite a criação de etiquetas diretamente do seu computador, usando uma conexão USB.

Se você é um profissional que não abre mão de qualidade e eficiência no seu dia a dia, este é a impressora de etiquetas ideal. Esse rotulador tem características especiais como impressão de códigos de barra, símbolos elétricos, efeitos do fundo, um teclado do ABC e imprime em até 4 linhas horizontal usando fitas de 19 mm, e também na vertical, em sete tamanhos diferentes de letras.

5º - Impressora de Etiquetas Térmica Brother

Uma das mais vendidas atualmente, essa impressora de etiquetas usa tecnologia térmica direta e oferece as funções de corte automático e impressão a preto e vermelho, com o uso de rolo específico, conforme recomendado pela fabricante.

Ela consegue imprimir quase 100 etiquetas por minuto, sem desperdício de etiquetas. Uma função que faz a diferença neste modelo e que a torna ideal para o uso diário do escritório, é a impressão de etiquetas de identificação de pastas por meio da ligação da impressora de etiquetas a base de dados da empresa.

Além de imprimir com alta velocidade e eficiência, a impressora de etiquetas da Brother permite imprimir, ainda, códigos de barras e logotipos em etiquetas de até 62 mm de largura, com resolução de 300 x 300 ou 300 x 600 ppp., o que confere agilidade e qualidade aos trabalhos do dia a dia da sua empresa.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre a impressora de etiquetas

Ao comprar uma impressora de etiquetas, é essencial que você considere algumas questões fundamentais. Não se esqueça que existem muitos modelos diferentes e que cada um oferece características distintas. Portanto, recomendamos que você leia atentamente esta seção, na qual respondemos algumas das questões fundamentais sobre esses dispositivos.

Imagem de impressora de etiquetas.

As impressoras de etiquetas têm uma grande variedade de usos, você pode escolher a que mais atenda às suas necessidades.
(Fonte: Kittichai Boonpong: 87098859 / 123rf.com)

O que é exatamente a impressora de etiquetas?

As impressoras de etiquetas são dispositivos eletrônicos projetados especificamente para imprimir etiquetas, de forma contínua ou não, em diferentes formatos.

Existem equipamentos de diferentes tamanhos, dependendo do uso a que se destinam. Desta forma, é possível encontrar desde dispositivos portáteis até grandes impressoras prontas para operar por 24 horas sem descanso.

Quais as vantagens e desvantagens da impressora de etiquetas?

Vantagens:

  • Ajudam a organizar, encontras e identificar arquivos de forma fácil e com agilidade. Desta forma, você ganhará eficiência, já que vai economizar tempo na hora de pesquisar e localizar os artigos que procura.
  • Permitem imprimir grandes de etiquetas em muito pouco tempo.
  • Permitem que você imprima diversos tipos de etiquetas. Assim, é possível variar os tamanhos, desenhos e formatos.
  • Graças às impressoras, você pode utilizar as etiquetas no mesmo momento em que acabar de imprimir.
  • Melhora positivamente a logística da empresa. Também é recomendado para um pequeno comércio, pois ajuda a reduzir custos e melhorar os processos de venda e entrega de produtos.

Desvantagens:

  • São projetadas para um único objetivo: Imprimir etiquetas.
  • As impressoras de etiquetas portáteis geralmente conseguem imprimir em uma única cor.

Quais são os principais usos da impressora de etiquetas?

A impressora de etiquetas possui uma ampla variedade de aplicações, sejam profissionais ou domésticas. Com elas, você pode imprimir códigos de barras, etiquetas para laboratórios, para bibliotecas, etiquetas com os preços das lojas e pode até mesmo rotular os alimentos com a data para que você não estrague nada na geladeira.

Você também pode utilizá-las para imprimir etiquetas com endereços em suas cartas, descrições de itens em uma prateleira ou o conteúdo de uma pasta ou arquivo. Elas também podem ser usados ​​para imprimir recibos de compra e venda no dia a dia do seu comércio.

foco

Com algumas impressoras, também é possível produzir cartões de visita. Sem dúvidas, elas oferecem um mundo de possibilidades.

Para quem é recomendado comprar uma impressora de etiquetas?

As impressoras de etiquetas são recomendadas para qualquer empresa, seja ela pequena, média ou grande. São equipamentos igualmente necessários em mercados, lojas ou em empresas de entregas e transporte. Da mesma forma, elas podem ser de grande ajuda para indivíduos que precisam organizar um grande número de documentos, objetos ou materiais.

Hoje, organizar a logística é uma das grandes batalhas tanto para comerciantes como para outros ramos de negócios. E isso se acentuou com o grande boom do comércio na Internet. Neste sentido, a organização e administração adequadas dos materiais e produtos é essencial para o bom andamento da rotina na empresa. E não tenha dúvida: a impressora de etiquetas favorece consideravelmente uma boa organização.

Jovem trabalhando em caixa de loja.

As impressoras de etiquetas variam em tamanho, você pode encontrar desde as portáteis até as grandes impressoras industriais.
(Fonte: Rido: 59968264 / 123rf.com)

Quais tipos de impressora de etiquetas existem?

É possível diferenciar dois tipos de impressoras de etiquetas, dependendo da tecnologia de impressão utilizada. Por um lado, a impressão térmica direta, que se baseia em um sistema de transferência de calor diretamente para a etiqueta. E, por outro, impressoras de transferência térmica, nas quais o calor faz com que a tinta seja transferida de uma fita para a etiqueta.

Outra maneira de diferenciar o tipo de impressoras de etiquetas é a finalidade para a qual elas serão usadas. Nesse sentido, elas podem ser classificadas em rotuladoras desktop ou de mesa, impressoras comerciais, industriais e portáteis. Para saber um pouco mais sobre suas características, você pode consultar a seguinte tabela comparativa.

Tipo Características Usos
Etiquetadoras de escritório São parecidas com uma impressora multifuncional, costumam ser muito econômicas Permitem imprimir etiquetas em grande variedade de tamanhos, mas com baixa velocidade. Por isso, seu uso é mais apropriado para escritórios
Etiquetadoras comerciais Costumam ser fabricadas para operar com rolos de etiquetas de até 12 milímetros de diâmetro e projetadas para imprimir uma grande quantidade de etiquetas por dia São adequadas para grandes lojas ou distribuidoras, por exemplo
Etiquetadoras industriais Oferecem uma grande velocidade de impressão. São indicadas para imprimir grandes quantidades de etiquetas de forma contínua São muito utilizadas em fábricas, centros de distribuição e grandes supermercados
Etiquetadoras portáteis São muito econômicas e, pequenas, por isso muito versáteis. Operam com bateria e a maioria tem teclado próprio. Em geral, costumam imprimir em apenas uma cor São ideais para pequenos comércios, para organizar a própria casa ou para os funcionários de supermercados

Quais os melhores conselhos para utilizar uma impressora de etiquetas?

Em primeiro lugar, orientamos para que não instale sua impressora de etiquetas em locais onde haja incidência direta do sol. Além disso, é importante evitar temperaturas extremas: muito elevadas ou muito baixas.

Evidentemente, você nunca poderá abrir a impressora enquanto ela estiver em operação e deve estar sempre atento à correta colocação dos rolos de papel no equipamento. Fora isso, a manutenção de uma impressora é muito simples, você praticamente não terá com o que se preocupar, apenas precisará se lembrar de tirar o pó.

Critérios de Compra

Quando for adquirir uma impressora de etiquetas, há uma série de critérios que devem ser levados em conta. Para facilitar, na medida do possível, a sua escolha, selecionamos os itens mais importantes que devem ser observados em cada equipamento.

Deste modo, você poderá dispor de um Guia de Compra completo para encontrar a melhor relação entre os seus objetivos, a qualidade e o preço do equipamento.

  • Uso que vai fazer da impressora
  • Design
  • Capacidade de impressão
  • Resolução da impressão
  • Software
  • Preço dos suprimentos
  • Opções de conectividade
  • Marca

Uso que vai fazer da impressora

A primeira coisa que você deve se perguntar ao comprar uma impressora de etiquetas é o uso que fará dela. Você provavelmente não vai precisar do mesmo tipo de dispositivo usado em uma grande loja, que renova constantemente seus preços, se for utilizar a impressora par um uso específico ou para vender uma pequena quantidade de objetos, em horários específicos.

Para grandes empresas, o mais recomendado são as impressoras industriais, que imprimem um grande número de cópias em um curto espaço de tempo. O ideal é que incluam a opção de pré-corte do rótulo.

Também é importante ter ciência de qual tipo de material vai imprimir, se quer uma impressora que imprima apenas no plástico, em etiquetas de papel ou em ambos os formatos. É preciso, ainda, considerar se você for usá-la em um local fixo ou se moverá com a impressora ou rotuladora.

Design

Como as impressoras de etiquetas são dispositivos que você vai usar com frequência e certamente, muitas vezes vai precisar usá-la em locais diferentes, é importante analisar bem as dimensões e peso das impressoras disponíveis e tentar encontrar a opção que seja a menor possível.

Além disso, com a grande concorrência, os fabricantes apostam cada vez mais em modelos ergonômicos. Tenha isso em mente e procure o modelo mais confortável e prático no dia a dia.

Dependendo das funções, alguns equipamentos profissionais podem ser maiores e necessitar de um local fixo. Mesmo nessas situações, procure encontrar os modelos que sejam mais compactos e resistentes a choques, já que no dia a dia de um ambiente de trabalho dinâmico, as colisões e quedas são quase inevitáveis.

Por isso, como diz o ditado, é melhor prevenir do que remediar.

Capacidade de impressão

Para determinadas tarefas, especialmente para campos profissionais, a velocidade de impressão é um dos aspectos fundamentais na escolha de uma impressora de etiquetas. Todas as impressoras que selecionamos apresentam um alto desempenho nesse sentido, como é o caso da Brother QL, que imprime em média 93 etiquetas por minuto, e a impressora de etiquetas Elgin L42, que pode imprimir quase 8mm de papel por segundo.

Além disso, também é importante considerar a quantidade de cores que o equipamento é capaz de imprimir, e analisar se isso é relevante para o seu objetivo. A maioria impressoras só imprimem em preto, outras fazem uma pequena combinação de cores e, em outras, o alcance é muito maior.

Claro, você não deve esquecer de avaliar os tamanhos máximos de impressão suportados pelos modelos que estiver pesquisando.

Resolução de impressão

Analisar a resolução de uma impressora já nos dá, antes da compra, a ideia da qualidade de suas impressões. Geralmente, a resolução é medida em pontos por polegada (ppp) ou DPI, da sigla em inglês para "dots per inch".

Esse número indica a quantidade de pontos de tinta que serão depositados na etiqueta no espaço de uma polegada. Naturalmente, quanto maior esse valor, maior a qualidade de impressão.

Software

A maioria das impressoras de etiquetas já vêm de fábrica com um software para instalação em um computador ou em um dispositivo móvel. Usando o software específico de cada modelo de impressora, você poderá configurar os rótulos, modificando-os de acordo com a sua preferência e necessidade.

Assim, eles permitem que você ajuste o tipo de fonte, inclua imagens ou logotipos nas suas etiquetas. Alguns softwares mais avançados, em modelos de impressoras de alto desempenho, como a rotuladora Brother P-Touch, já usam o reconhecimento de voz para ditar rótulos.

Preço dos suprimentos

Um aspecto que é frequentemente ignorado quando se compra uma impressora de etiquetas é o preço dos suprimentos. Isso pode fazer muita diferença e até se tornar um problema no caso de muitas impressões, feitas com muita frequência.

Antes de comprar, vale pesquisar o rendimento e os preços de fitas e bobinas de papel, por exemplo. Você certamente encontrará esse tipo de informação facilmente na Internet em sites como o Amazon.

Às vezes pode ser mais interessante optar por um dispositivo mais caro se, no longo prazo, o investimento for compensado por um custo mais baixo em suprimentos. Portanto, é bom colocar na ponta do lápis o preço dos rolos de papel ou rótulos plásticos, o custo das baterias, no caso de serem necessárias, e o cabeçote de impressão.

foco

Você sabia que as primeiras etiquetas de papel eram feitas à mão, utilizando recortes de letras para formar as palavras?

Opções de conectividade

As impressoras de etiquetas mais modernas do mercado já incluem a opção de se conectar a outros dispositivos, como o computador, via Wi-Fi. No entanto, a grande maioria dos modelos ainda permitem apenas a conexão ao computador através de uma porta serial ou USB.

Existem, também, os equipamentos autônomos, como grande parte das rotuladoras, que não precisam de conexão com outros dispositivos. Outra nova opção muito interessante é a conexão Bluetooth para conectar a impressora a smartphones ou tablets. Dessa forma, você não precisa de uma conexão com a Internet para conectar sua impressora de etiquetas a outros dispositivos.

No momento, apesar de extremamente interessante, ainda é pouco comum encontrar impressoras de etiquetas com conectividade NFC. A sigla, que vem do inglês Near Field Communication, corresponde a uma nova forma de interação entre dispositivos, apenas pela proximidade dos equipamentos.

Imprimindo etiqueta.

Algumas impressoras de etiquetas trazem opções de conectividade como Bluetooth.
(Fonte: Kittichai Boonpong: 87163608 / 123rf.com)

Marca

Alguns dos melhores fabricantes de impressoras de etiquetas não são populares entre o público em geral. No entanto, é importante que a impressora escolhida seja de uma marca reconhecida, que garanta a você um produto de boa qualidade, rede de pós-venda e assistência qualificada. Uma das marcas mais conhecidas é a japonesa Brother, com muito prestígio no setor de impressoras.

Outros grandes fabricantes de impressoras e suprimentos são a brasileira Elgin e a americana Dymo. Ambos com uma longa história no setor, especialmente o último tem alguns dos modelos de impressora de etiquetas mais vendidos e mais populares. Você também pode encontrar impressoras de alta qualidade da fabricante americana Zebra, que conta com uma ampla rede de vendas e suporte técnico.

Resumo

Estamos cercados de rótulos por todos os lados. Eles não estão apenas nas lojas quando vamos fazer compras, também os encontramos em laboratórios, pequenos comércios, escritórios e, a cada dia mais, até mesmo em nossas casas. Assim, as impressoras de etiquetas são ferramentas cada vez mais indispensáveis em diferentes ambientes profissionais e pessoais.

Fazer a escolha certa requer, de um lado, ter clareza sobre o tipo de dispositivo que você precisa e, de outro, conhecer e avaliar algumas questões básicas sobre esses equipamentos e suas características. É importante ter em conta, particularmente, a capacidade de impressão que oferecem, o custo dos suprimentos, o design e a resolução da impressão.

Para finalizarmos, se você acha que este Guia foi útil no processo de escolha da sua impressora de etiquetas, deixe um comentário ou compartilhe esse conteúdo com seus amigos nas diferentes redes sociais.

(Fonte da imagem destacada: Kittichai Boonpong: 87163610 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?