Ultima atualização: 4 de agosto de 2021

Como escolhemos

4Produtos analisados

45Horas investidas

13Estudos avaliados

215Comentários coletados

Cada vez mais pessoas estão motivadas a levar uma vida mais ambientalmente responsável. Produzir seus próprios vegetais costumava ocupar muito espaço e tempo. Hoje em dia, não é mais necessário ter um terreno para ter uma horta. A horta vertical é a solução! Tornou-se uma alternativa popular por causa de seus muitos benefícios.

Um jardim vertical nos dá a oportunidade de produzir parte dos alimentos que comemos todos os dias. Embora esta proporção não represente todos os insumos que consumimos, ela garante produtos saudáveis e de boa qualidade. No próximo artigo nós lhe diremos um pouco mais sobre tudo que você precisa saber sobre essas estruturas verticais.




O mais importante a saber

  • Uma horta vertical não é a mesma coisa que uma horta vertical. A diferença entre eles é o uso que lhes é dado. O objetivo principal de um jardim vertical é decorar o interior ou o exterior de uma casa. Embora a horta também sirva como decoração, seu principal objetivo é a produção de hortaliças para seu próprio consumo.
  • Você deve colocá-lo em uma área onde ele receba a quantidade necessária de luz solar. Este é um fator essencial para que seus vegetais cresçam adequadamente.
  • O substrato é uma parte fundamental do crescimento de seus vegetais. Para isso, é melhor usar composto orgânico. Desta forma, você fornece o solo com os nutrientes necessários e faz uso dos resíduos de sua cozinha.

Jardim vertical: nossas recomendações

Há algum tempo, existe uma crescente consciência da importância de cuidar do meio ambiente e de consumir produtos orgânicos. Uma opção para ter certeza de que o que você está consumindo é realmente orgânico é produzir parte da sua própria comida. Aqui está nossa seleção dos melhores jardins verticais que você pode encontrar no mercado:

Guia de compras: O que você deve saber sobre jardins verticais

Colocar uma horta em casa é uma tendência que tem crescido nos últimos anos. No entanto, se você é novo nele, este projeto lhe apresentará uma série de desafios. Para tornar o processo mais fácil para você, nós reunimos uma série de perguntas para considerar ao comprar um jardim vertical.

Mujer cosechando de huerto

O jardim vertical é uma boa opção para muitas famílias, pois incentiva o auto-consumo e é adequado para pequenos espaços. (Fonte: Gary Barnes: 6231688/ Pexels)

O que é um jardim vertical?

Um jardim vertical é um sistema de jardinagem para o cultivo de uma variedade de vegetais em um espaço menor. Como seu nome sugere, ele é orientado verticalmente. Esta é uma grande vantagem em termos de economia de espaço nos apartamentos ou casas da cidade de hoje.

Jardins urbanos, e em particular jardins verticais, têm crescido em popularidade nos últimos anos. Eles têm tido muitas razões para se tornarem uma tendência. Mas uma das principais razões tem sido um aumento do interesse ecológico e da "consciência verde" na sociedade.

Como funciona um jardim vertical?

Tendo explicado o que é um jardim vertical, é importante saber como começar. Para fazer isso, a primeira coisa a fazer é encontrar um espaço ou uma superfície vertical onde instalar a base do jardim. É aconselhável instalá-la em um local voltado para o sul.

Uma vez escolhido o espaço, a horta vertical funciona com módulos ou divisões instaladas na superfície vertical do muro ou da cerca. É aqui que entra o componente ecológico. Porque nós podemos usar materiais reciclados para eles. Por exemplo, garrafas plásticas, paletes de madeira e muito mais. Se você não estiver à mão, também é aceitável comprar uma.

Caso contrário, a operação é quase igual a uma horta normal: plantar, regar e prestar atenção especial aos primeiros dias para garantir a hidratação. Você também deve evitar a exposição excessiva ao sol e observar o crescimento da cultura. Muitas hortas reutilizam a água que cai das plantas acima para regar as plantas abaixo.

Como manter uma horta vertical?

Em relação à manutenção da própria cultura, ela é similar à de uma horta normal. Embora os cuidados possam variar, dependendo de como cada vegetal é plantado: em vasos individuais ou todos os vegetais dividem espaço? Aqui estão algumas dicas de cuidados gerais para um jardim vertical:

  • Mantenha seus vegetais hidratados. Cada planta requer quantidades diferentes de água.
  • Escolha o vaso do tamanho certo para cada vegetal. Cada planta pode variar em tamanho, volume e profundidade necessários para que suas raízes cresçam adequadamente.
  • Também é importante o equilíbrio do sol que a horta deve ter. É aconselhável colocá-lo em um local voltado para o sul.
  • Use o melhor substrato para cada caso. É melhor usar adubo para suas sementes.
  • Tente planejar e escolher os vegetais de acordo com a estação do ano.
  • É importante manter o jardim limpo e trocar os recipientes ou vasos quando necessário.
  • Assegure-se de que os animais permaneçam longe. Para isso você pode colocar instrumentos para mantê-los afastados (moedores, por exemplo).

Quais são as vantagens e desvantagens de se ter um jardim vertical?

A jardinagem vertical se tornou uma tendência nos últimos anos. Em grande parte por causa da consciência verde. Portanto, para começar a listar as vantagens, pode-se dizer que a principal delas é incentivar o autoconsumo. Ao produzir e valorizar o esforço, você consome o que produz e evita o desperdício de alimentos.

Este é um importante foco de conscientização verde. Porque o desperdício tem aumentado nas últimas décadas devido a uma falta de apreciação de muitos produtos. Em outras palavras, é um retorno ao básico. Há vantagens para a saúde, economia e ecologia. Aqui está uma lista das vantagens e desvantagens de instalar um em sua casa:

Vantagens
  • Incentiva o auto-consumo
  • Garante o acesso a alimentos orgânicos por um custo mais acessível
  • Incentiva um uso mais eficiente da água
  • Reduz as emissões de carbono nas grandes cidades
  • Reduz a temperatura ambiente
  • É uma grande adição decorativa a um espaço vazio
  • Pode ser uma atividade que reduz o stress
  • Maior uso do espaço
  • Incentiva a criatividade, seja ao escolher a estrutura, os materiais ou o plantio
Desvantagens
  • Alguns vegetais são muito difíceis de manter neste tipo de estrutura vertical
  • Requer manutenção constante de limpeza
  • Requer muito investimento de tempo
  • A instalação pode ser um pouco complicada
  • Se você é uma pessoa que viaja muito, terá que investir em um sistema de irrigação automatizado, que pode ser muito caro

O que você pode cultivar em um jardim vertical?

Bem, agora vem um tópico importante: O que você quer cultivar em um jardim vertical? Dependendo da área, da estação do ano e das condições climáticas em que você se encontra, estes vegetais podem variar. Abaixo está uma tabela com algumas das culturas que são mais adequadas para estas estruturas verticais que colocaremos em casa:

  • Frutas: Morangos, pepinos e tomates.
  • Legumes: alface, rabanetes, cebolinhas, espinafres, acelgas, cenouras, couves, brócolis, beringelas, pimentas.
  • Ervas aromáticas e medicinais: manjericão, orégano, salsa, alecrim, hortelã, hortelã-pimenta, mostarda, coentro, erva-cidreira, arruda, sálvia, valeriana e lavanda.

O que é um jardim hidropônico vertical?

Hidropônica é uma técnica antiga. Para lhe dar uma idéia, os jardins suspensos da Babilônia eram jardins hidropônicos. Esta técnica envolve o cultivo de culturas sem o uso do solo. Em hidropônicos, os vegetais são colocados em um meio inerte, como serragem, areia grossa e vermiculita, entre outros.

Uma solução nutritiva contendo elementos essenciais para os vegetais crescerem é adicionada a este meio. Em resumo, um jardim hidropônico vertical é uma estrutura vertical para o plantio de vegetais que não precisa de solo para sobreviver.

Esta técnica tem muitos benefícios, incluindo a produção de culturas fora da estação e a economia de água. Graças à demanda que tem sido gerada em locais urbanos, muitos kits de jardim vertical hidropônico pré-fabricados podem ser encontrados.

Herramientas de jardin

Ao montar seu jardim vertical, é muito importante ter em mente que o tamanho dos vasos para cada vegetal varia de acordo com o tamanho de suas raízes.
(Fonte: Michael Dziedzic: 0TPT2B2VxU/ Unsplash)

Critérios de compra

O jardim vertical pode vir em muitos materiais e formas. Você pode até mesmo fazer o seu próprio a partir de materiais reciclados. Mas se você tiver decidido comprar uma, você encontrará várias opções. Aqui estão algumas recomendações a serem consideradas ao comprar o melhor jardim vertical para sua casa:

Material

Para planejar um jardim vertical, é importante selecionar o material certo para que ele dure por um longo tempo. Você pode encontrá-los em diferentes materiais. Por exemplo, plástico, madeira, feltro e até mesmo materiais reciclados. Aqui está um guia de recomendações:

  • Plástico: Esta é possivelmente a opção mais utilizada comercialmente. Você pode encontrar muitas opções de jardins verticais de plástico no mercado. É fácil de limpar e durável para o ar livre. Apenas certifique-se de que seja um plástico de boa qualidade, resistente aos raios UV.
  • Madeira: Como o plástico, a madeira é um material muito utilizado. É aconselhável usar este material em seu jardim quando você planeja colocá-lo em um lugar fixo, pois ele normalmente é pesado. Ele pode ser muito durável, se o cuidado e a consideração necessários forem tomados.
  • Feltro: Este é um material leve, adaptável e, ao mesmo tempo, resistente. Se você não quiser fazer furos em suas paredes para instalar uma estrutura, esta pode ser uma opção viável. Eles estão disponíveis com velcro integrado para que você possa prendê-lo à sua parede. Mas não pode ser apenas um feltro qualquer. Certifique-se de que seja feltro de poliéster não-tecido.
  • Materiais reciclados: Você pode deixar sua imaginação correr solta, pois para esta seção você tem infinitas opções. Basicamente, você pode fazer uma horta com materiais de uma velha peça de mobiliário que você tem em sua casa. Por exemplo, um porta sapatos. Os mais utilizados são paletes de madeira e garrafas plásticas.

Tamanho

Você tem que levar em conta duas coisas muito importantes: Qual é o tamanho do espaço onde vou colocá-lo, e que vegetais são adequados para esse espaço? Lembre-se de que nem todos os vegetais crescerão no mesmo tamanho. Alguns podem ser bastante abundantes. Portanto, você precisa considerar o tamanho e a profundidade necessários para que a cultura cresça adequadamente.

Portanto, é importante planejar antes de escolher o tamanho do seu jardim vertical. Você pode encontrar jardins com espaços individuais para cada planta ou espaços compartilhados. Em pequenas panelas você pode colocar ervas, alface, rabanetes e foguetes, entre outros. Para legumes maiores você precisará de panelas com um volume de 10 a 40 litros.

Huerto en invernadero

Os tomates são uma das opções mais comuns que você encontrará em um jardim vertical. Lembre-se de que à medida que crescem, eles devem ser amarrados para que os galhos não se quebrem sob o peso da fruta. (Fonte: Lyn Ong: 5005518/ Pexels)

Colour

Você provavelmente está pensando que ao mencionar a cor como critério de compra, isto está focado no design, bem, não está. Embora a cor escolhida para seu jardim vertical também seja importante como elemento decorativo, você tem que levar em conta o seguinte: superaquecimento das raízes.

Se seu jardim vertical está em uma área onde recebe luz solar o dia todo e você vive em um clima quente, a cor pode ajudar ou prejudicar seus vegetais. Assim, uma cor quente reflete a luz do sol, impedindo o aquecimento posterior. Por outro lado, uma cor escura pode prejudicar as raízes ao absorver mais calor.

Sistema de irrigação

Existem muitas opções diferentes no mercado atualmente. Alguns incluirão um sistema de irrigação automática integrado ao seu jardim. É claro que estes poderiam ser jardins de alta qualidade. Um sistema de irrigação instalado ajudará você a otimizar o consumo de água. Também ajudará você a aumentar a eficiência, permitindo que você acompanhe a irrigação de cada legume.

Há dois tipos de irrigação: manual e automática. A irrigação manual é aquela que todos nós conhecemos: você rega diretamente com um regador. Na irrigação automática há dois métodos utilizados para este tipo de estrutura: o sistema de irrigação por gotejamento e o sistema de irrigação por exsudação. Qualquer uma das opções é válida. Verifique qual se adapta às suas necessidades.

Resumo

Em conclusão, ter uma horta em casa pode trazer grandes benefícios para a sua vida. Ele oferece a oportunidade de diversificar os hábitos alimentares e o autoconsumo. Além disso, você aprende a observar os processos naturais, o que o ajuda a aumentar a consciência sobre o bom uso dos recursos.

Além de ter um propósito produtivo, ele tem um propósito reconstrutivo. Ajuda as pessoas a serem mais pacientes. É uma boa atividade para fazer com a família e se conectar com a natureza. Quando você começar a cultivar seus próprios vegetais, você não vai querer ou precisar ir ao mercado com tanta freqüência.

(Fonte da imagem em destaque: Emile Victor: 9slFL1alEh0/ Unsplash)destaque: Emile Victor: 9slFL1alEh0/ Unsplash)

Por que você pode confiar em nós?

Resenhas