Pessoa jogando xadrez.

No fim de 2018, uma empresa de tecnologia desenvolveu um programa de computador que é capaz de aprender o jogo de xadrez a partir apenas das regras básicas do jogo. Pouco tempo depois, essa inteligência artificial foi capaz de melhorar seu próprio jogo até chegar a derrotar alguns dos melhores programas de jogo de xadrez do mundo. Obviamente, um jogador humano também não é mais um rival a altura dessa mente eletrônica.

Deixando um pouco de lado esse tipo de experimento e seguindo pelo tradicional tabuleiro, o jogo de xadrez continua sendo um dos jogos mais comercializados do planeta. Além disso, ele é um excelente passatempo e vários estudos já demonstraram que o jogo de xadrez é capaz de melhorar a capacidade de aprendizado das crianças e também suas habilidades sociais. Portanto, aqueles que acreditam que o jogo de xadrez está fora de moda, estão extremamente enganados.

O mais importante

  • As origens do jogo de xadrez não são totalmente claras, embora se acredite que surgiu na Índia por volta do século III A. C. Suas regras simples e de fácil aprendizagem convertem o xadrez em um jogo ideal para pessoas de qualquer idade. Além disso, seus inegáveis benefícios para o desenvolvimento intelectual o coloca como uma atividade especialmente recomendada para as crianças.
  • Existem muitas variações do jogo de xadrez: de três jogadores, o tridimensional, o aleatório de Fischer e muito mais. O jogo de xadrez, versão considerada como esporte, é também um objeto muito valioso para os colecionadores. Alguns dos mais valiosos chegam até a ser comercializados por milhões de reais. Além disso, o jogo de xadrez já serviu como inspiração para grandes cineastas, como Stanley Kubrick.
  • Tanto faz se você já é um jogador experiente ou se ainda está começando na modalidade, é necessário que tenha em mente algumas recomendações antes de realizar a compra de seu jogo de xadrez. Os benefícios de sua escolha, se pretende utilizá-lo para competir em torneios ou se também é adequado para crianças, tudo deverá ser um fator a ser considerado.

Ranking: Os melhores modelos de  jogo de xadrez do mercado

Não se engane: os jogos virtuais e os programas de computador deixaram para trás muitos jogos clássicos da história da humanidade. Entretanto, o jogo de xadrez parece ser um dos que melhor sobrevive a essa tendência de querer transformá-lo em ultrapassado.

De fato, ele segue sendo uma das atividades mais praticadas e não só como um artigo de colecionadores, mas também por jogadores de qualquer faixa etária.

1º – Jogo de Xadrez Tabuleiro Gaveteiro

Nada melhor do que abrir o ranking com um modelo tradicional lindíssimo de madeira. Essa peça comercializada pela Total Luxo tem seu tabuleiro e suas peças todas fabricadas em madeira maciça e envernizadas. Além disso, duas gavetas se abrem na lateral do tabuleiro, facilitando o armazenamento das peças após o uso.

As peças ainda são chumbadas e possuem um feltro em suas bases para não riscar o tabuleiro, melhorando a jogabilidade. Esse produto é tão bonito que ele pode e deve ser usado para além dos benefícios do jogo, se transformando em um belo item de decoração para sua casa.

2º – Jogo de Xadrez Buddy Umbra

Esse produto é sem dúvidas um dos mais bonitos que existem no mercado. Desenvolvido pela renomada Umbra, esse jogo de xadrez é totalmente repaginado. Recebe um belo toque de sofisticação e modernismo com seus tons mais escuros e pequenos bonecos no lugar das habituais peças do jogo.

O tabuleiro e as peças são totalmente feitos em madeira e metal, fornecendo uma grande durabilidade além de beleza. Portanto, quem deseja uma ótima obra em sua casa e que ainda conta com todos os benefícios do jogo, mesmo tendo que desembolsar uma significativa quantia, esse é o produto ideal.

3º – Western Jogo de Xadrez Imantado 3 em 1

Esse item é ideal para as crianças e para os adultos que buscam a prática do jogo de xadrez, mas sem perder a praticidade e flexibilidade de levá-lo a outros cantos também fora da própria casa. Com o tabuleiro e as peças totalmente imantadas, esse produto garante uma ótima jogabilidade e segurança no armazenamento das peças.

O tabuleiro também é dobrável, facilitando o transporte do produto. Além disso, também é possível ser usado para a prática de mais duas modalidades de mesa: gamão e damas, sendo um excelente trunfo para a diversão de todos os gostos da família.

 4º – Jogo de Xadrez Carlu Brinquedos

Esse tabuleiro comercializado pela Carlu Brinquedos é realmente diferenciado, pois, além de atender ao público mais comum dos jogos de tabuleiro, também se preocupa em atender aqueles que possuem problema de visão (principalmente) e outros tipos de deficiência.

Com as casas claras em alto-relevo e as escuras em baixo-relevo, além de orifícios para encaixe nas casas e cavilhas laterais para diferenciação das peças claras e escuras, esse produto constitui um sistema perfeito para deficientes visuais também se divertirem.

5º – Xalingo Jogo de Xadrez de Couro

Esse produto desenvolvido pela Xalingo é mais uma das muitas variações na fabricação do jogo de xadrez atualmente. Todo feito em couro, esse modelo é dobrável e muito prático para o transporte.

Embora seja um produto diferenciado, seu preço final não é caro e se torna uma excelente opção para quem está no começo da modalidade e também para aqueles que desejam praticar quando estão fora de casa.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre o jogo de xadrez

Sem dúvidas, o jogo de xadrez é o rei dos jogos tradicionais de mesa. Sua origem exata segue sendo um grande mistério apesar de ser um dos jogos mais populares do mundo e um dos que mais leva benefícios, não só para as crianças, como também para pessoas de qualquer idade. A seguir, alguns dos questionamentos mais comuns sobre essa atividade serão listados.

Pessoa jogando xadrez.

O jogo de xadrez é considerado o rei dos jogos de mesa.
(Fonte: Olegdudko : 48638402 / 123rf.com)

Qual é a origem do jogo de xadrez?

Embora as origens desse jogo tenham se perdido através da história, os historiadores acreditam que ele pode ter sido inventado na Índia por volta do século III a.C.. De lá, acabou se expandindo para o restante da Ásia. No século VI d.C. aparece na antiga Pérsia (atual Irã, Iraque e mais regiões) o primeiro registro escrito do jogo de xadrez. Nessa região também foram encontradas as primeiras peças do jogo.

Depois da conquista da Pérsia pelos árabes, o jogo de xadrez é levado para o norte da África, Península Ibérica e por último, para o resto da Europa. Entretanto, só por volta do século XV que o jogo de xadrez se expande absurdamente pela Europa e começam a surgir os primeiros conjuntos de regras sobre o jogo e, além disso, são acrescentados o bispo e a dama, peças que até aquela época eram inexistentes na atividade.

Jorge Luis BorgesEscritor

“O jogo de xadrez é um dos meios que se tem para salvar a cultura, como o latim, o estudo das humanidades, a leitura dos clássicos, as métricas das poesias e a ética. O jogo de xadrez foi substituído pelo futebol, o boxe ou o tênis, que são jogos para pessoas insensatas, não de intelectuais.”

Só por volta do século XVIII que o status e a popularidade do jogo de xadrez atingem altos níveis, surgindo em seguida os primeiros clubes de jogadores de xadrez ou xadrezistas. Porém, apenas em meados do século XIX, em Londres, na Inglaterra, acontece o primeiro torneio internacional de jogo de xadrez.

Em 1924 é fundada em Paris, França, a Federação Internacional de Xadrez. A antiga União Soviética foi uma das maiores potências do esporte e detentora de grandes mentes do xadrez, mas só entrou na Federação Internacional no ano de 1946.

Quais são os benefícios fornecidos pelo jogo de xadrez?

Qualquer jogo de mesa exerce uma grande influência positiva na mente. Entretanto, o jogo de xadrez supera todos os outros devido seus enormes benefícios fornecidos aos seus jogadores de qualquer faixa etária.

Em primeiro lugar, ele ajuda na melhora da memória e da concentração, pois, para se ganhar é preciso simular no cérebro centenas de possibilidades de jogadas e movimentos (prevendo seu oponente).

No caso das crianças, já se descobriu que praticar habitualmente o jogo propicia um aumento do quociente intelectual. Graças a esse jogo, os pequenos são capazes de responder mais rápido a resolução de problemas e realizam cálculos matemáticos em mais velocidade, além de se tornarem mais capazes de tomar difíceis decisões em momentos de conflito.

Imagem de homem sentado observando jogo grande de xadrez.

Uma partida de jogo de xadrez pode ajudar a relaxar.
(Fonte: 36clicks : 41411270 / 123rf.com)

Praticar o jogo de xadrez ajuda a relaxar, diminuindo a ansiedade e o estresse. Entrar em uma partida de xadrez, quer seja contra um sistema de computador, quer seja com um oponente humano, ajuda a mente a esquecer as preocupações durante algum tempo.

Ao terminar a partida, mesmo que tenha perdido, certamente será mais capaz de enfrentar as dificuldades diárias com energias renovadas.

Estudos científicos recentes afirmam que o jogo de xadrez é capaz de prevenir doenças mentais como o Alzheimer.

Por que o jogo de xadrez é tão benéfico para as crianças?

Apesar do Brasil não colocar o jogo do xadrez como matéria obrigatória no currículo escolar do ensino primário e secundário, muitas escolas promovem seu ensino durante as atividades extracurriculares. Porém, a UNESCO recomenda a seus países membros que vão mais além e que também coloquem esse jogo como uma atividade obrigatória do currículo escolar.

Uma das causas do fracasso escolar é a falta de atenção e concentração, qualidades que o jogo de xadrez ajuda a desenvolver nas crianças.

Por outro lado, a memória a curto e longo prazo das crianças melhora consideravelmente, pois, elas precisam recordar tanto dos movimentos já realizados na partida que está sendo jogada como também dos movimentos chaves já aprendidos em partidas anteriores.

Menino olhando para tabuleiro de xadrez.

O jogo de xadrez é um excelente exercício mental.
(Fonte: Aleksandr Sementinov : 46649954 / 123rf.com)

O jogo de xadrez exercita o pensamento matemático das crianças de forma muito parecida com o que faz os próprios cálculos e problemas dessa matéria. Em alguns colégios da Alemanha, os pedagogos dessas instituições chegaram a substituir um dos encontros semanais de matemática por uma partida de xadrez, considerando os enormes benefícios que o jogo de xadrez confere aos alunos.

Outro importante ganho para as crianças é a melhora de sua autoestima. A vontade de melhorar seu jogo e superar a si mesmo é capaz de elevar a autoestima da criança. Por sua vez, as derrotas também desenvolvem a capacidade de autocrítica.

Aprender a refletir e se antecipar às diversas circunstâncias são outras qualidades que uma criança pode otimizar ao praticar o jogo de xadrez.

Quantos tipos de jogos de xadrez existem?

Existem mais de 50 variações do jogo de xadrez, apesar de alguns estudiosos elevarem a cifra a mais de 2.000 tipos. É considerada uma variação do jogo de xadrez algo que apresente um tabuleiro distinto, possua peças diferentes ou conte com regras do jogo alteradas.

No jogo de xadrez de aleatório de Fischer, por exemplo, as peças das filas 1 e 8 são colocadas inicialmente em qualquer lugar de escolha dos jogadores.

Outra modalidade bastante curiosa é o jogo de xadrez Dunsany, onde um dos oponentes joga com as peças habituais do jogo enquanto o outro joga só com 32 peões.

A revolta dos camponeses é uma variação que surgiu em 1947. Nesse jogo, as peças brancas possuem apenas o rei e oito peões, enquanto que as pretas jogam com o rei, um peão e quatro cavalos.

foco

Você sabia que a expressão Cheque Mate surgiu a partir da frase persa Shah Mat? E isso significa: O rei está morto.

Entretanto, as variações mais espetaculares do jogo de xadrez são aquelas que são jogadas nos tabuleiros mais diferentes do que comumente se conhece.

Dentre elas, é possível destacar o jogo de xadrez de Alice, variação que se joga com dois tabuleiros; o hexagonal, de três jogadores; o minixadrez ou o tridimensional, popularmente conhecido depois da série de televisão Star Trek.

Qual é o tabuleiro de jogo de xadrez mais caro do mundo?

Os jogos de xadrez sempre foram objetos de uma grande procura por parte dos colecionadores. Peças históricas e edições limitadas chegam a custar milhões de reais em leilões de arte e antiguidades.

Um dos mais caros é um tabuleiro de jogo de xadrez da época medieval todo feito em ônix e com peças de 18 cm de altura, fabricadas em bronze e banhadas em prata e ouro. Esse item foi vendido por mais de 28.000 euros (cerca de R$ 130 mil).

Ainda mais caro do que o item anterior, o jogo de xadrez a Arte da Guerra, baseado no livro de Sun Tzu, alcançou a quantia de 705.782 euros (cerca de R$ 3,2 milhões). Cada peça é feita de ouro maciço incrustadas de pedras preciosas e o tabuleiro é feito de ébano e ouro.

Mas, o jogo de xadrez mais caro do mundo é o Jewel Royale, um jogo fabricado apenas para aqueles que desejam desembolsar incríveis 1.249.000‬ euros (cerca de R$ 5,7 milhões).

Por que o jogo de xadrez é considerado um esporte?

O jogo de xadrez é considerado um esporte pelo Comitê Olímpico Internacional desde 2000 e, embora ele ainda não tenha conseguido entrar como uma modalidade olímpica, se espera que esteja presente no próximo Jogos Olímpicos que virá, Tóquio 2020.

Ao contrário do que possa parecer, são múltiplas e importantes as razões para que essa atividade seja considerada um esporte.

Em primeiro lugar, existe um caráter competitivo na sua prática e muitas vezes maior do que vários outros esportes, pois, a partir de um mínimo detalhe ou erro pode resultar em uma derrota.

Por outro lado, também se trata de uma modalidade que utiliza uma ampla estrutura organizacional ao nível mundial, com milhões de jogadores filiados a federações de diversas partes do planeta.

Imagem de peças de xadrez.

O jogo de xadrez é considerado como um esporte pelo comitê olímpico.
(Fonte: Paweł Szczuka: 50131131 / 123rf.com)

Um grande torneio supõe muitas horas de concentração, resultando em um desgaste físico e intelectual muito importante. O componente estratégico, inerente a qualquer modalidade esportiva, também se encontra presente de forma indissociável nos jogos de xadrez.

Por fim, existe um sistema de classificação sistematizado de jogadores que, inclusive, foi adotado por diversas outras modalidades esportivas.

É melhor praticar o jogo de xadrez com um computador ou com outra pessoa?

Atualmente, qualquer programa de computador supera e muito as primeiras máquinas simuladoras de um jogo de xadrez, como a construída pelo espanhol Leonardo Torres Quevedo no ano de 1912.

Entretanto, muitos xadrezistas famosos concordam com a afirmação que ao se jogar contra a máquina se perde o componente psicológico do jogo, pois, elas não podem pensar, apenas calculam e se baseiam no viés matemático da prática.

Embora ganhar uma partida contra o computador seja um ato difícil para a maioria dos jogadores, é preciso evitar o desânimo e procurar aprender com a máquina. Portanto, desafiar um oponente digital servirá como treinamento para futuras partidas contra oponentes humanos.

Além disso, nem sempre é possível encontrar uma outra pessoa disponível na hora que se quer jogar!

Bobby FischerCampeão mundial de jogo de xadrez

“O jogo de xadrez é uma guerra sobre um tabuleiro e o objetivo é acabar com a mente do adversário.”

Quais os filmes que já usaram o jogo de xadrez como protagonista de suas histórias?

Uma atividade tão popular como o jogo de xadrez não poderia deixar de servir como inspiração para o cinema. Uma das cenas mais famosas que utiliza o xadrez é aquela presente no filme O Sétimo Selo (1957), do aclamado diretor sueco Ingmar Bergman, onde o protagonista enfrenta a morte como sua oponente de tabuleiro.

Em 1963 estreou Da Rússia, com Amor, um filme da série 007 com James Bond onde foi representado um torneio mundial de xadrez como pano de fundo da história.

Um dos diretores mais influenciados por esse jogo foi Stanley Kubrick. Muitas de suas obras, como 2001: Uma Odisseia no Espaço (1968), Dr. Fantástico (1964) ou O Grande Golpe (1956) incluem cenas que aparecem o jogo de xadrez, como aquela de 2001 onde um dos protagonistas, o astronauta Frank Poole, joga contra um computador HAL 9000.

Critérios de Compra

Os programas de computador substituíram grande parte dos tabuleiros de xadrez que existiam nos lares. Entretanto, o ressurgimento dessa atividade de entretenimento e sua relevância para o desenvolvimento intelectual das crianças, resultou em um grande aumento das vendas dos jogos de xadrez.

Mas, como fazer para escolher o jogo de xadrez ideal? A seguir, algumas dicas essenciais serão disponibilizadas para sua melhor compreensão.

  • Quem irá utilizar o jogo de xadrez?
  • Considere comprar peças e tabuleiro separadamente
  • Dobrável ou tradicional?
  • Orçamento
  • Temática

Quem irá utilizar o jogo de xadrez?

Os inúmeros benefícios que esse jogo fornece para o desenvolvimento cognitivo das crianças deveria ser razão suficiente para que você considere comprar um jogo de xadrez para seus filhos ou parentes.

Entretanto, a recomendação mais valiosa é que não invista muito em um xadrez exclusivo para crianças. Lembre-se que é melhor que aprendam em um tabuleiro comum, sem medo de pegar ou quebrar alguma peça, mas sim livres para se concentrarem apenas na atividade.

Mas, se ao contrário do item anterior, o jogo de xadrez for ser utilizado por adultos, é melhor investir em um tabuleiro e peças de mais qualidade. O ideal? Tabuleiro e peças de madeira. Alguns jogadores preferem as peças chumbadas e com um pequeno peso interior para uma melhor estabilidade.

Considere comprar peças e tabuleiro separadamente

A maioria dos jogos de xadrez incluem as peças, porém, em determinados casos, o melhor é adquirir o tabuleiro e as peças separadamente.

Para um jogo ótimo, o ideal é que as dimensões da base do rei ocupe, aproximadamente, 75% da casa que está posto. Dessa forma, você evitará aquela feia sensação de que algumas peças estão sendo esmagadas por outras, algo que acontece em muitos tabuleiros.

Para escolher um tabuleiro que esteja de acordo com as peças, outro ótimo truque é comprovar que a altura do peão é a mesma que a largura da casa. Além disso, se certifique que o acabamento do tabuleiro seja fosco, pois, o reflexo da luz pode atrapalhar a jogabilidade.

Já as peças são itens que devem ser escolhas exclusivas da preferência de cada jogador. Por outro lado, os tabuleiros que possuem coordenadas são especialmente úteis para anotar as jogadas.

Dobrável ou tradicional?

Se você é daqueles que leva o jogo de xadrez para qualquer lugar onde vai, a opção dobrável é a mais indicada. Para esses viajantes, as opções imantadas são ótimas, pois, evitam que as peças se movimentem e caiam.

Também muito práticos, existem os modelos de tabuleiros que são enroláveis e que em seus interiores são transportadas as peças. Para esses modelos enroláveis, se certifique que são de boa qualidade para que se evite dobras e rugas no tabuleiro aberto com o passar do tempo e o uso constante.

Muitos tabuleiros de viagem dobráveis são de uma qualidade comparável aos tradicionais. Dessa forma, existem modelos imantados com acabamento em madeira e de um ótimo preço.

Essas opções de jogos de xadrez normalmente cumprem com o padrão Staunton e geralmente incluem na parte interior da peça uma pequena estrutura acolchoada para melhor ajuste e proteção do item.

foco

Você sabia que muitos acreditam que a origem do jogo de xadrez foi na Índia, no século V e que no início era um jogo para quatro pessoas? Sua modificação definitiva, a prática mais jogada atualmente, aconteceu na Europa.

Orçamento

Felizmente, o jogo de xadrez é uma prática muito barata. Sempre terá um modelo que se ajustará ao seu orçamento. Você pode encontrar modelos de jogos de xadrez de plástico por cerca de R$ 20, e de madeira por volta de R$ 30.

Se você deseja algo de uma melhor qualidade, com peças Staunton chumbadas e tabuleiro profissional, deve se preparar para desembolsar algo em torno de R$ 100. Por cerca de R$ 120 ou R$ 150 você será capaz de comprar um jogo de xadrez de grande qualidade.

Entretanto, como tudo na vida, o limite só depende do poder aquisitivo do comprador. Dessa forma, os ainda mais exigentes podem encontrar peças e tabuleiros feitos em madeiras nobres, como o jacarandá ou a nogueira. Alguns jogadores preferem que seu jogo de xadrez seja feito em outros materiais, como o mármore, por exemplo, o que eleva ainda mais o preço do produto.

Temática

Se você é apaixonado pelo jogo de xadrez e, além disso, corre na sua veia o sangue de colecionador, essa seção é feita para você.

Hoje em dia, não é mais necessário desembolsar uma grande quantidade de dinheiro para conseguir constituir uma bonita coleção de jogos de xadrez temáticos. A partir de R$ 40 já é possível adquirir um jogo de xadrez com a temática da Roma Antiga ou com figuras medievais. Além desses, o de filmes, como Harry Potter ou Star Wars, aparecem como um dos itens mais vendidos do mercado.

Se você dispõe de um orçamento maior, um jogo de xadrez de modelo viking pode rondar o valor de R$ 400, enquanto que o baseado na saga O Senhor dos Anéis, ou o xadrez tridimensional do Star Trek, geralmente sai por volta de R$ 1.000.

Outros modelos, como o que possui peças em estanho e que recriam exércitos históricos, podem ser comprados a partir de R$ 2.000.

Resumo

Apesar da popularidade dos programas de jogo de xadrez, o atrativo de jogar contra um outro humano nunca será igualado por um computador. Nesse artigo foi sugerido os modelos mais vendidos de jogos de xadrez em 2019. Além disso, foram respondidos vários questionamentos sobre esse esporte milenar e que possivelmente existiam em sua mente.

Os mistérios da origem do jogo de xadrez, os benefícios que fornecem para as crianças e os adultos ou a influência do xadrez em alguns dos melhores filmes da história, são algumas das questões que foram aprofundadas. Além disso, foi proporcionado para você um Guia simples e detalhado para que não se perca na hora de realizar a compra de seu novo jogo de xadrez.

Você gostou desse artigo? Se sua resposta é sim e se ele também foi útil para suas questões, pode nos deixar um comentário. Compartilhe também esse conteúdo nas suas redes sociais, como o Twitter e o Facebook.

(Fonte da imagem destacada: Vitaliy Kytayko: 32565899 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

GUIA55 Redação
GUIA55
Os redatores do GUIA55 realizam pesquisas aprofundadas e escrevem artigos altamente informativos e de qualidade sobre os mais variados temas do seu interesse.