Livros empilhados sobre mesa.

Embora sempre se tenha dito que a literatura não faz diferenciação de sexos, existe, no entanto, uma série de livros para mulheres, ou seja, obras destinadas especialmente ao público feminino. Geralmente, são livros escritos por e para mulheres, cobrindo os mais variados gêneros e estilos, e que conseguiram deixar para trás muitas das tradições e complexos do passado.

De acordo com a quarta edição da pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, as mulheres leem mais do que os homens. Dados da pesquisa afirmam que 55% dos leitores brasileiros são mulheres, sendo que elas consomem, em média, 5,3 livros por ano contra 4,7 anuais lidos pelos homens.

O mais importante

  • Sempre houve uma literatura voltada para o público feminino. Novelas românticas, obras de autoajuda ou livros sobre hobbie e artesanato são alguns dos gêneros e temas tradicionalmente relacionados às mulheres leitoras. No entanto, a literatura não faz divisão de sexos, como evidenciado pelos hábitos de leitura das mulheres de hoje.
  • Deixando de lado a polêmica sobre se existe ou não uma literatura feminina, há assuntos e gêneros muito apreciados pelas leitoras. Bons exemplos são títulos sobre empoderamento feminino, empreendedorismo, aqueles que abordam a gravidez ou processo da menopausa.
  • Escolher seu próximo livro de temática feminina não é um processo muito diferente de ao de escolher qualquer outra obra. Tenha como foco suas autoras e tópicos favoritos, leia a opinião de outras leitoras e saiba escolher sem se deixar levar apenas por uma capa atraente.

Os melhores livros para mulheres: Nossos favoritos

A seguir, confira uma sugestão de três de alguns dos melhores livros para mulheres do mercado, de acordo com as avaliações das leitoras que compram pela Amazon Brasil. O site possui livros de todas as temáticas, entre elas, alimentação saudável, biografias, ensaios sobre o feminismo, novelas, ficção histórica…

Um livro para mulheres interessadas em arquétipos

“Mulheres que correm com os lobos”, da analista junguiana Clarissa Pinkola Estés, traça uma relação entre o lobo e as mulheres. Segundo ela, as mulheres têm sido tratadas de forma semelhante a esses animais, conhecidos por sua indomabilidade. Por meio de 19 mitos, lendas e contos de fada, ela traz à luz a natureza instintiva das mulheres, evidenciando o condicionamento cultural vivido por elas ao longo dos séculos.

Um livro para fãs da ficção científica

“O Conto de Aia”, escrito por Margaret Atwood, é um romance distópico que se passa num estado teocrático e totalitário, onde os cidadãos não têm direito à defesa, tampouco acesso a jornais, revistas, livros ou filmes. A história é contada sob a ótica feminina e, como boa parte das distopias, assusta aos leitores por ser fácil de comparar certos acontecimentos com fatos históricos contemporâneos.

Um livro para mulheres que curtem finanças

Nathalia Arcuri, criadora do canal de finanças “Me Poupe!”, transferiu de maneira prática e didática todo o seu conhecimento sobre o assunto do YouTube para as páginas de um e-book. Nesta obra, ela responde as dúvidas mais comuns, de homens e mulheres, sobre como economizar no dia a dia, como poupar para o futuro e muito mais.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre os livros para mulheres

Existe uma literatura feminina? Se sim, quais são suas características? Essas e outras perguntas sempre surgem quando se fala de livros para mulheres. Este guia busca abordar essas questões e recomendar trabalhos escritos especialmente para mulheres que certamente podem ser de seu interesse.

Mulher lendo livro na beira de lago.

A primeira vez que o termo empoderamento feminino foi usado foi na Conferência Mundial das Mulheres em Pequim, em 1995. (Fonte: Priscilla Du Preez: jjMvkdunYt8 / Unsplash.com)

Existe literatura feminina?

Embora muitos estudiosos e críticos literários de ambos os sexos acreditem que a literatura não faz divisão de gêneros, há outros que pensam o contrário. Estes últimos baseiam sua posição na existência de estilos e temas eminentemente femininos, como novela romântica. Existem homens que também leem novelas, mas são uma minoria.

A divisão entre literatura feminina e masculina é imposta, em parte, pelas tradições e a cultura predominantes na sociedade em que vivemos. Há questões consideradas tradicionalmente femininas, um preconceito que se tornou fortemente arraigado em nossa sociedade graças, em parte, à indústria editorial.

Clarissa PinkolaAutora do livro Mulheres que correm com os lobos

“Porque a Mulher é aquela que ousa, a que cria e a que destrói, deixando viver o que possa viver e deixando morrer o que tiver de morrer, e essa é de longe a tarefa mais árdua que há, mas também a mais importante.”

Quais são os livros para mulheres empoderadas?

A primeira vez que o termo empoderamento feminino foi usado aconteceu na Conferência Mundial das Mulheres em Pequim, em 1995. A expressão fazia referência ao aumento no número de mulheres nas esferas de poder, bem como o aumento de seu poder de decisão.

Hoje, no entanto, o termo também se refere à conscientização do poder das mulheres, individual e coletivo. Existem muitas obras sobre o empoderamento das mulheres, um bom exemplo do gênero é o “Clube da luta feminista: Um manual de sobrevivência (para um ambiente de trabalho machista)”, de Jessica Bennett.

Apesar de ser dedicado ao público feminino, os homens também deveriam lê-lo, para que seja possível erradicar de uma vez por todas os comportamentos sexistas no ambiente de trabalho. Ao contrário do filme “Clube da Luta”, de David Fincher, aqui a primeira regra é falar sobre o clube feminista da luta!

Mulher lendo livro em parque.

Escolha um livro e descubra mais sobre seu autor e as obras que ele escreveu. Leia sua sinopse, seu prólogo e não se deixe levar por um título engenhoso. (Fonte: Artem Beliaikin: UljU9w4LddY / Unsplash.com)

Quais são os livros para mulheres empreendedoras?

O empoderamento feminino passa pelo empreendedorismo, graças ao seu poder de quebrar as barreiras que impedem o desenvolvimento pessoal e laboral das mulheres. Se você tem o espírito empreendedor, os livros de autoaperfeiçoamento são uma excelente opção para aprimorar as suas qualidades essenciais, como visão de negócios ou capacidade estratégica e de multitarefa.

“Faça Acontecer”, de Sheryl Sandberg, diretora de operações do Facebook, analisa porque as mulheres enfrentam tantas dificuldades para alcançar cargos de responsabilidades nas empresas. Além disso, ela dá muitas dicas práticas para superar esses desafios que tantas mulheres encontram em sua carreira profissional.

Mulher sentada em tronco de árvore em parque lendo um livro.

Desde o início do gênero, as mulheres sempre tiveram um grande papel na literatura de ficção científica. (Fonte: Yassine Laaroussi: 1Fop-Hj2mmA / Unsplash.com)

Quais são os livros para mulheres grávidas?

Os livros sobre gravidez já formam seu próprio subgênero dentro das obra de autoajuda. Isto é algo lógico, já que é um período da vida da mulher que gera muitas incógnitas que precisam ser esclarecidas.

E o que é melhor do que ocupar o tempo de descanso, tão necessário quando você espera um filho, do que com um bom livro sobre maternidade em suas mãos?

“A maternidade e o encontro com a própria sombra”, da psicoterapeuta Laura Gutman, pode ser um excelente livro de cabeceira para as mães de primeira viagem. A obra traz orientações sobre as etapas pré e pós-parto, além de compartilhar situações cotidianas vivenciadas por diferentes parturientes, contribuindo para que essa fase tão especial da vida de uma mulher possa ser experimentada com empatia e respeito às variadas sensações desencadeadas por ela.

Mulher lendo livro com café ao lado.

“As deusas e a mulher madura” é um livro indispensável para abordar com sucesso a chegada da maturidade. (Fonte: Priscilla Du Preez: WWD93Icc30Y / Unsplash.com)

Quais são os livros para mulheres com mais de cinquenta anos?

A chegada da maturidade traz uma série de novos desafios na vida das mulheres. A abordagem da velhice e as mudanças decorrentes da menopausa levantam questões que precisam ser respondidas. “As Deusas E A Mulher Madura”, de Jean Shinoda Bolen, é um livro indispensável para abordar com sucesso a chegada da maturidade.

Com sua obra “A Sabedoria da Menopausa”, a Dra. Christiane Northrup queria se distanciar de outros ensaios sobre o assunto. Neste trabalho, a autora não oferece fórmulas mágicas para lidar com as adversidades inerentes a esse período, mas sim conselhos para aproveitar as oportunidades oferecidas pela chegada dessa nova etapa da vida das mulheres.

Mulher grávida em meio a natureza lendo livro.

Os livros sobre gravidez já formam seu próprio subgênero dentro das obras de auto-ajuda. (Fonte: Priscilla Du Preez: BxF9C89CkyY / Unsplash.com)

Existem livros feministas de ficção científica?

A ficção científica feminista é tão antiga quanto o gênero.

Desde o início do gênero, as mulheres sempre tiveram um grande papel na literatura de ficção científica. De Mary Shelley a Margaret Atwood, passando por Leigh Brackett ou Connie Willis, muitas escritoras contribuíram para moldar um gênero considerado tradicionalmente como masculino.

“Os despossuídos”, de Ursula K. Le Guin, é um trabalho com um grande fardo político e social. Duas sociedades, uma utópica e uma distópica, formam o cenário em que o protagonista habita, um homem descrito sob o prisma magistral da autora feminista americana.

Nnedi Okorafor é uma das últimas escritoras a ganhar o cobiçado Prêmio Hugo, o mais importante da ficção científica. Em “Binti”, ela conta as aventuras de uma garota de uma tribo do Namíbia que sai de casa para ingressar na universidade de maior prestígio da galáxia. A rejeição ao que é diferente é um dos temas centrais do trabalho de Okorafor.

Mulher lendo livro.

O empoderamento feminino passa pelo empreendedorismo por quebrar as barreiras que impedem o desenvolvimento pessoal e laboral das mulheres. (Fonte: Mariana Vusiatytska: 8AY57w-wXkU / Unsplash.com)

Critérios de Compra

Como já mencionado acima, há quem diga que não existe realmente uma literatura feminina, apesar questões e gêneros que se conectam melhor com a sensibilidade das mulheres. Seguir determinadas diretrizes e recomendações será, em qualquer caso, essencial para acertar em cheio na sua próxima leitura.

  • Escolha com cuidado
  • Tópicos favoritos
  • Autores preferidos
  • Não julgue o livro pela capa
  • Deixe-se levar pela sua intuição

Escolha com cuidado

Escolher a sua próxima leitura raramente tem a ver com o acaso. Pelo contrário, trata-se de um processo no qual você precisa analisar o que deseja ler naquele momento. Tendo decidido isso, escolha um livro e descubra mais sobre seu autor e as obras que ele escreveu. Leia sua sinopse, seu prólogo e não se deixe levar por um título engenhoso.

Sugestões de amigos e familiares também são uma ótima maneira de acertar na mosca na hora de escolher seu próximo livro. Explore fóruns online sobre literatura e leia algumas resenhas sobre o livro escolhido, pois estas serão muito úteis para confirmar se você vai gostar ou não daquela obra.

De qualquer forma, o único método 100% confiável para saber se você fez a escolha certa é começar a ler o livro.

Mulher na natureza lendo um livro.

Se você está pensando em criar sua própria empresa ou negócio, “O Livro Vermelho das Mulheres Empreendedoras” será, a partir de agora, o seu livro de cabeceira. (Fonte: Ben White: 7BiMECHFgFY / Unsplash.com)

Tópicos favoritos

Concentre-se nos livros de gêneros e assuntos que você gostaI.

Existem temas e gêneros literários tradicionalmente relacionados às mulheres. Obviamente, esse é um conceito ultrapassado. Ao entrar em uma livraria ou visitar uma loja online, não vá diretamente para a seção de livros femininos, concentre-se nos livros de gêneros e assuntos que você gosta, independentemente de quem ou para quem eles foram escritos.

Existem muitas leitoras que, por exemplo, gostam de ficção científica; outras costumam devorar romances e histórias de terror. Também existem aquelas que apreciam o chamado romance-cor-de-rosa, um gênero que, aliás, está conhecendo uma nova era de ouro. Esqueça os clichês e leia simplesmente o que você gosta.

Autores preferidos

Todo leitor habitual tem seus escritores favoritos. Portanto, se você está procurando um novo livro para ler, por que não escolher uma obra de um autor que você já conhece? Normalmente, se você gostou de um livro, outras obras desse autor também poderão ser de seu interesse. É, portanto, um método quase infalível para escolher seu próximo livro.

Uma boa maneira de se abrir para novos autores é investigar o trabalho daqueles que são similares aos que você já conhece. Com exceção de certos autores não classificáveis, a maioria dos escritores pertence a algum estilo ou movimento com elementos comuns.

Pesquise e descubra quais autores compartilham temas e estilos com seus escritores favoritos, expandindo assim seus horizontes literários.

Não julgue o livro pela capa

Você está entre as leitoras que se deixam convencem por uma bela capa? Nesse caso, tenha cuidado, pois, em muitos casos, elas servem apenas para atrair leitores que se empolgam à primeira vista. Os editores sabem disso e costumam ter livros medíocres com capas brilhantes e designs e imagens impactantes.

O mundo editorial passou por uma grande revolução como resultado da autopublicação. Milhares de e-books estão se aglomerando nas prateleiras das livrarias online, a maioria com capas sugestivas criadas para atrair novos leitores.

Leia a sinopse, os comentários de outros leitores e, se possível, algumas de suas páginas antes de se deixar seduzir por uma capa.

Deixe-se levar pela sua intuição

Ao escolher um livro, a intuição também desempenha um papel importante. Quantos livros você leu motivada pela sua curiosidade literária? Possivelmente mais títulos do que você pensava. Mesmo que você peça recomendações ou pesquise sobre a obra em questão, o aspecto subjetivo sempre será essencial ao selecionar a sua próxima leitura.

Quantas vezes você tirou, sem pensar, um livro das prateleiras de uma livraria? Não foi o título, nem a capa que te motivaram… você apenas sentiu um desejo incontrolável de abrir suas páginas!

Lembre-se de que há um ditado que afirma que não somos nós que escolhemos o livro, o livro é que nos escolhe.

Resumo

A literatura, como tal, não é artificialmente dividida em livros adequados para homens e mulheres. No entanto, existem temas, estilos e gêneros que causam grande impacto entre o público feminino. Obras de autoajuda, livros com abordagem feminista ou romances são alguns deles.

Este artigo teve por objetivo desmistificar certos conceitos tradicionais e recomendar alguns títulos que, embora projetados para mulheres, também podem ser apreciados por leitores do sexo masculino. Foi destaque no artigo a ficção científica, um gênero que está em meio a uma nova era de ouro, muito em parte por conta do surgimento de uma série de escritoras.

O que você achou do artigo? Se ele foi interessante para você, compartilhe com seus contatos nas redes sociais, como Facebook ou Twitter. Além disso, se você acha que tem algo a contribuir, como uma dúvida ou sugestão literária, sinta-se à vontade para deixar um comentário abaixo.

(Fonte da imagem destacada: Ekaterina Pokrovsky: 49212711 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

GUIA55
GUIA55
Redação
Os redatores do GUIA55 realizam pesquisas aprofundadas e escrevem artigos altamente informativos e de qualidade sobre os mais variados temas do seu interesse.

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
38 Voto(s), Média: 5,00 de 5
Loading...
5 38