Lixa elétrica para pés
Ultima atualização: 27 de julho de 2020

Como escolhemos

7Produtos analisados

14Horas investidas

3Estudos avaliados

54Comentários coletados

O verão já está aí e com ele vem a pressa para colocar em ordem todas as tarefas que acabamos por adiar durante os meses mais frios. Há quanto tempo você não faz uma pausa para ir à pedicure? Se você está adiando o momento de usar aquela sandália nova porque está com vergonha de deixar à mostra os pés que andam precisando de um cuidado especial, saiba que você não é a única! Por isso falaremos sobre a lixa elétrica para pés no Guia de hoje.

Quando não tratada, a pele dos pés fica áspera e ressecada, além de formar os doloridos calos, e isso pode causar muita insegurança naqueles que os sofrem. Seria uma pena se você tivesse que desistir de um plano neste verão apenas para não mostrar os pés, não acha? Mas, pode respirar aliviada, porque você ainda dá tempo de resolver esse problema.




O mais importante

  • As rachaduras e asperezas nos pés não são apenas uma questão estética, mas também de saúde, considerando que, se não tratadas, podem causar bolhas, dores, pisada incorreta ao caminhar e até mesmo deformidades nos dedos.
  • Uma lixa elétrica para pés vai te ajudar a acabar com as calosidades e suavizar a pele dos seus pés, para que fiquem saudáveis e lindos, assim você poderá usar suas sandálias sem medo de mostrar os pés.
  • Para um tratamento eficaz de calos e rachaduras nos pés, o mais importante é a constância. Não adianta nada fazer a pedicure uma vez e esquecer dos cuidados pelo resto do ano.

Os melhores modelos de lixa elétrica para pés do mercado

No mercado há uma infinidade de modelos de lixas elétricas para pés e compra uma pode ser bem complicado quando não se sabe exatamente o que esperamos do aparelho: cada modelo oferece benefícios e utilidades que variam entre si, como mais ou menos ergonomia, resistência ou não à água, ou, ainda, diferentes formas de alimentação de energia.

Na lista que preparamos a seguir, você poderá conferir os produtos mais vendidos no país atualmente, com destaque para suas características principais.

Lixa Elétrica para Pés Supermedy

Esta lixa elétrica para pés acaba com a pele áspera, calos e calosidades, tanto dos pés quanto de qualquer outra parte de seu corpo. Ele deixa a pele mais suave, eliminando a pele morta, ressecada, calos e calosidades através de sua lixa rotativa. É mais seguro e mais eficaz que os raspadores de pés comuns e ainda garante uma massagem nos pés durante o processo de esfoliação.

O esfoliador Supermedy possui um design que facilita a manipulação do aparelho com conforto. Funciona a base de pilhas, o que torna o movimento mais livre, sem um fio conectado à energia. Ele vem de fábrica com um refil de lixa para que você não precise se preocupar com essa questão imediatamente. Quando necessitar reposição, os refis são facilmente encontrados, inclusive em lojas online.

Lixa Elétrica para Pés Step Pedi

Para quem não sabe mais o que fazer em busca de renovar a pele ressecada e calejada dos pés, o Step Pedi é uma alternativa prática e inovadora. A principal característica que o coloca à frente de outros produtos no mercado é o fato de deixar as mãos livres durante a utilização. Isso porque o aparelho tem o design de uma plataforma: basta colocar o pé na base e acionar o botão para começar a esfoliação.

Uma grande vantagem dessa lixa elétrica para os pés é a limpeza. Ele tem uma espécie de reservatório que coleta toda a pele morta removida no processo de esfoliação. Assim quando terminar o processo, basta esvaziá-lo no lixo. Além disso, o Step Pedi é resistente à água e potente o suficiente para remover calosidades em segundos. O aparelho funciona à pilhas e tem ventosas que o mantém firme no chão durante o uso.

Lixa Elétrica para pés Pedi Vac

Um equipamento projetado para garantir conforto durante o uso, com formato que facilita o encaixe das mãos no aparelho. O Pedi Vac remove os calos devido à ação de um cabeçote de microabrasão com alto poder esfoliante que gira a mais de duas mil rotações por minuto.

O Ped Vac é motorizado e recarregável. E tem um diferencial que faz toda a diferença na hora do uso. Enquanto promove a esfoliação, o equipamento aciona um sistema à vácuo, que suga os resíduos e mantém a limpeza do local da aplicação. Essa lixa possui 2 velocidades e vem com cabo de carregamento USB, mais um conforto na hora de recarregar a bateria do aparelho.

Lixa Elétrica para pés Vivitar

Esfoliador eletrônico sem fio da Vivitar garante que você tenha a pele dos pés ainda mais macia e bonita. O formato anatômico deste modelo proporciona um manuseio delicado e eficiente. Com isso, em poucos minutos é possível remover a pele dura e seca dos calcanhares, deixando-a mais suave.

Um diferencial deste modelo é que o rolo esfoliador rotaciona 360° no contorno do solado dos pés, ajudando a lixa elétrica para os pés a deslizar melhor por toda a superfície da pele. O tamanho compacto permite que você guarde o esfoliador em qualquer cantinho do seu banheiro. Além disso, tem as dimensões ideais para ser levado em viagens, já que ocupa muito pouco espaço na mala.

Lixa elétrica para pés PediSpa Sabrina Sato

O PediSpa é um esfoliador elétrico completo e prático, feito para um cuidado diário e contínuo. O mais interessante é que, com ele, você vai poder esfoliar os pés durante o banho, sem atrapalhar a sua rotina. A proposta dessa lixa elétrica é proporcionar a sensação de que você acaba de sair de um Spa para os pés, sem ter precisado marcar horário, enfrentar trânsito… Tudo no conforto do seu banheiro.

O uso diário do PediSpa faz com que você gaste cada vez menos tempo com a esfoliação e mantenha os pés suaves e macios por mais tempo. Ele possui dois discos de lixas de pé rotativas de diferentes espessuras, com isso, remove completamente a pele áspera e endurecida dos seus pés. O PediSpa vem ainda com uma escova dérmica garante a limpeza da sua pele após o uso e carregador bivolt, para você nunca ficar sem bateria.

Guia de Compras: O que você precisa saber sobre a lixa elétrica para pés

As lixas elétricas para os pés não são novidades nem recém-chegadas ao mercado, no entanto o uso deste equipamento ainda não está totalmente popularizado. Mas, considerando todas as inúmeras vantagens que as lixas elétricas oferecem ― e que, aliás, são muito econômicas ―, podemos supor que o uso ainda não está difundido em boa parte dos casos por desconhecimento do produto e não por suas características. A seguir, vamos responder às dúvidas mais comuns sobre as lixas elétricas.

Lembre-se de umedecer a região que será lixada. (Fonte: Aleksandar Tomic: 81306743 / 123rf.com)

Por que você precisa de uma lixa elétrica para pés?

Vamos partir da ideia de que você nunca sequer pensou em usar uma lixa elétrica para pés, mas também precisamos considerar que, se você está lendo esse artigo, deve ser porque tem, pelo menos, um certo interesse ou curiosidade sobre elas, certo? Para começar, uma lixa elétrica será muito útil para eliminar as células mortas da pele de seus pés de forma mais prática e homogênea.

Você pode estar pensando que, para essa finalidade, as lixas tradicionais também são úteis e cumprem seu papel. Isso é verdade, mas as lixas as elétricas são muito mais cômodas que as tradicionais.

Elas são projetadas de forma que você poderá usá-las na tranquilidade da sua casa, sem cansaço e sem aquele conhecido esforço para esfoliar a pele com as lixas comuns. Além disso, oferecem um resultado muito maio profissional. E, ao contrário do que grande parte das pessoas pode pensar, elas são uma escolha muito econômica!

É melhor uma lixa elétrica ou a tradicional?

Não podemos dizer que as lixas manuais são ruins, porque efetivamente não são. São resistentes, e oferecem um bom resultado na esfoliação mesmo após bastante tempo de uso. Agora veja, tudo está evoluindo, o futuro já está nas nossas casas e pode ser que tenha chegado a hora de experimentar a comodidade de uma lixa elétrica.

O uso de uma não invalida completamente o uso da outra, você pode combiná-las se desejar, mas é importante que conheça todas as vantagens e desvantagens de cada uma.

Lixa Prós Contras
Tradicional São muito baratas

É mais simples controlá-las

São muito eficientes contra calosidades, especialmente as persistentes

Cada uma é projetada para uma área específica do corpo, como os pés, por exemplo

É preciso manusear com cuidado para não se machucar

Seu uso requer um certo esforço físico

Elétrica São muito fáceis de usar

São delicadas com a pele, incluindo as peles mais sensíveis

Podem ser usadas em qualquer parte do corpo

Seu uso produz pó e resíduos que podem fazer alguma sujeira no ambiente

As lixas de reposição, às vezes não são fáceis de encontrar

Como se usa uma lixa elétrica para pés?

Pode ser que usar uma lixa elétrica não seja tão simples e cômodo quanto ir a um salão de beleza e fazer uma pedicure completa, mas podemos afirmar que é um processo muito mais barato e também bastante fácil de executar. Quando usadas com uma certa regularidade ― sobre isso falaremos mais à frente ― as lixas elétricas ajudam a cuidar de seus pés e mantê-los cada vez mais suaves.

Antes de estrear o uso de sua lixa elétrica, é recomendável que você leia atentamente todas as instruções de uso. Normalmente, elas têm o funcionamento muito intuitivo, mas nem todas podem ter o mesmo número de velocidades, de discos ou a mesma resistência à água. Uma vez que você tenha tenha compreendido como funciona o aparelho, já estará pronta para colocar as mãos à obra:

  1. Umedeça a região que deseja lixar ou mantenha por alguns minutos de molho. Preferivelmente com água quente, para acalmar a pele.
  2. Comece a passar o aparelho no local sem fazer muita pressão.
  3. Perceba que passar a lixa apenas uma vez em cada local não será o suficiente para obter os melhores resultados, assim você terá que passar o aparelho repetidas vezes na área que queira tratar.
  4. Tenha paciência, porque possivelmente você não conseguirá acabar com todas as rachaduras e calosidade em um único dia. Os resultados virão com o tempo.
  5. Lave os pés para eliminar o pó resultante da esfoliação e seque muito bem.

É necessário aplicar creme hidratante depois de usar a lixa elétrica para pés?

Depois de usar uma lixa para os pés é natural que a região tratada fique seca e desidratada. Isso é normal e você não precisa se preocupar, mas é importante que, na sequência, aplique um bom creme hidratante.

Há marcas que oferecem produtos especiais, que podem ser vendidos até em conjunto com as lixas elétricas, em alguns casos, que são desenvolvidos especialmente para uso após a esfoliação.

De qualquer forma, em vias gerais, você não precisa de nenhum produto em particular. O que melhor funciona para restabelecer a pele depois de uma sessão de pedicure é mesmo um creme hidratante altamente umectante, um óleo o manteiga natural ou, ainda, um creme que contenha ureia na composição ― isso porque a ureia tem um efeito peeling quando usada regularmente.

Use a lixa nas regiões onde a pele esteja dura e áspera. (Fonte: Alena Ozerova: 54741224 / 123rf.com)

Com que frequência devo usar a lixa elétrica para pés?

Essa questão sobre frequência de uso da lixa é sempre muito relativa, pois depende de muitos fatores. Para começar, depende muito do estado da pele dos seus pés antes de começar o uso do aparelho.

Alguns pés com calosidades e rachaduras, que não são tratados há muito tempo, vão necessitar de mais sessões até que a pele fique em melhores condições e os calos comecem a desaparecer. Também depende, com certeza, da sensibilidade da tua pele.

Normalmente, no início do uso, o recomendável é que os pés sejam lixados de duas a três vezes por semana.

Assim que as calosidades comecem a suavizar, você apenas vai precisar manter a pele em bom estado. Para tanto, poderá espaçar mais as sessões de esfoliação até fazer isso apenas uma vez por semana ou até a cada quinze dias. Em caso de irritação, a orientação é que você aumente o tempo entre uma sessão e outra.

Usar a lixa elétrica para pés dói?

Não, nenhum um pouco sequer. As lixas tradicionais, de metal ou de pedra pomes, podem causar incômodo por sua característica altamente abrasiva, principalmente em peles sensíveis, mas as lixas elétricas foram desenvolvidas para serem especialmente suaves com a pele, sem deixar de lado a esfoliação profunda.

Além disso, os equipamentos geralmente têm diferentes espessuras de lixa e velocidades que se ajustam a necessidade e à sensibilidade de cada pele.

No entanto, é importante destacar que também não seria de se estranhar que a lixa elétrica provoque alguma irritação caso seja usada com uma frequência acima do normal ou em sessões muito longas. Além disso, você deve ficar atenta e interromper as esfoliações caso sofra algo como queimadura solar, bolhas pelo uso de algum sapato inadequado, feridas ou qualquer outra lesão nos pés.

E claro, se você sentir muita dor ou agressão na pele pelo uso do aparelho, recomendamos que suspenda o uso imediatamente.

foco

Você sabia que a planta dos pés têm muito mais terminações nervosas sensoriais do que outras partes do corpo?

A lixa elétrica para pés é eficaz contra calosidades persistentes nos pés?

Embora seu efeito possa ser mais lento do que o das lixas tradicionais, os esfoliadores elétricos são eficazes no combate aos calos mais rebeldes. Sabemos que o verão está chegando e, com ele, vem a pressa de ter pés impecáveis. Mas insistir com a lixa elétrica, esperando resolver aquele calo ou aspereza em uma única sessão não vai lhe dar melhores resultados. Ao contrário, possivelmente você vai ficar com os pés irritados e doloridos.

A melhor coisa que você pode fazer é usar a lixa elétrica para pés constantemente. No início do tratamento, esfolie duas ou três vezes por semana e combine com o uso de um creme  hidratante, de preferência à base de ureia. Com paciência e dedicação, em apenas algumas semanas você terá a pele suave e os pés prontos para usar aquelas sandálias que te aguardam no armário.

Como limpar uma lixa elétrica para pés?

Com este tipo de equipamento, é essencial não negligenciar a higiene. Tenha em mente que os pés, mesmo que sejam saudáveis, estão cheios de bactérias e que é normal que pequenas porções de pele morta fiquem presas ao equipamento. Como você pode imaginar, guardar o equipamento sem limpá-lo antes, pode não ser uma boa ideia.

Em todos os modelos de lixa elétrica para pés é possível desmontar os rolos, por isso não hesite em retirá-los e colocá-los sob a torneira para remover todos os resíduos. Existem alguns aparelhos que são totalmente resistentes à água e podem ser limpos sem remover o cabeçote e outros que têm uma especie de reservatório para essas sujidades, o que facilita o processo de higienização.

Mas, mesmo nestes casos, é importante proceder com a limpeza da superfície da lixa. Depois da limpeza, deixe as peças secarem em um local bem ventilado antes de guardá-las.

As lixas elétricas são muito fáceis de usar. (Fonte: Kaspars Grinvalds: 38859022 / 123rf.com)

A lixa elétrica para pés tem alguma contraindicação?

Se for utilizada conforme o recomendado, a lixa elétrica para pés não tem qualquer contraindicação. Lembre-se que ela só deve ser utilizada em regiões que tenhas aspereza ou calosidades e não em áreas sensíveis, com pele delicada, para não machucar nem irritar a região.

As pessoas que têm a pele muito sensível devem ser especialmente cuidadosas para evitar o excesso de uso deste tipo de aparelho.

Em qualquer caso, as opções disponíveis no mercado são inúmeras, então você só tem que procurar o produto perfeito para você. Há opções com velocidades muito baixas e rolos macios que, embora demorem mais para eliminar a dureza dos pés, também são muito delicados com toda a pele ao redor.

Pessoas diabéticas podem usar lixa elétrica para pés?

Se você tem diabetes, a pessoa indicada para responder a esta pergunta deve ser o seu médico. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, "a pele dos pés diabéticos pode ficar muito seca e favorecer o aparecimento de feridas (rachaduras). Isso acontece porque os nervos que controlam a produção de óleo e umidade estão danificados".

Talvez, em vez de usar uma lixa elétrica para sua dureza — que é quase sempre o primeiro passo antes de desenvolver uma úlcera em casos de pé diabético —, você deve receber tratamento regular por um podólogo.

As diretrizes do Consenso Internacional sobre Pé Diabético, firmado em 2001, mostram que os cuidados com o lixamento, retirada das calosidades e tratamento de fissuras devem ser avaliados e executados por profissionais especializados em pés diabéticos.

foco

Você sabia que caminhar é um dos melhores exercícios para seus pés? A atividade ajuda a melhorar a circulação e sua saúde em geral.

Critérios de Compra

Sabemos que, quando você pesquisar para comprar uma lixa elétrica para pés, elas poderão, à primeira vista, parecer mais ou menos parecidas entre si. Quase todas têm um design semelhante e oferecem como argumento de venda basicamente os mesmos resultados.

Não se deixe levar só pela publicidade: é importante que você observe certos critérios e tenha claro tudo o que você deve levar em conta para escolher um dispositivo que agrade e cumpra o que você espera durante o uso. Descrevemos, a seguir, o que é importante considerar na escolha.

Potência

Podemos dizer que o potência da lixa é um dos fatores mais determinantes para que você decida comprar um dispositivo desse tipo. Quanto mais poderosa a lixa elétrica, menos tempo você precisará para usá-la em seus pés para prepará-los. A potência é medida em revoluções por minuto e pode variar muito de um modelo para outro, então tenha isso em mente.

O que recomendamos é que você adquira uma lixa elétrica que ofereça a opção de variar a velocidade de rotação da lixa. No mercado existem produtos com uma, duas ou até três velocidades. Os modos mais poderosos são perfeitos quando você inicia o tratamento — desde que você não tenha uma pele muito sensível — e os mais suaves, para manutenção.

As lixas elétricas são muito delicadas com a pele dos pés. (Fonte: Sergejs Rahunoks: 77852010 / 123rf.com)

Rolinhos de lixa

Os rolos abrasivos são a parte mais importante de um aparelho de lixa elétrica para pés. Eles devem ter um grau de abrasão capaz de remover calos dos pés sem ferir a pele. Muitos modelos de lixas elétricas incluem vários rolos com diferentes espessuras, a fim de se adaptar tanto a diferentes tipos de pele quanto à severidade das calosidades.

Uma recomendação importante é que você opte por aparelho para o qual possa comprar rolos de substituição independentemente, sem ter que comprar um novo dispositivo quando a lixa estiver gasta.

Lembre-se que os cabeçotes abrasivos vão se desgastando com o tempo de uso. Passado algum tempo, você terá que trocá-los. Por isso, rolinhos de lixa universais representam ainda mais economia.

Design

A ergonomia da lixa elétrica para pés é um ponto fundamental. Acredite, se o aparelho for desconfortável ao usar, o momento da sua pedicure, que deve ser de relaxamento para você, pode se tornar uma tortura. Um bom design permitirá que você alcance todos os cantos de seus pés sem exercer muita pressão e sem ter que forçar a postura.

Recomendamos que você escolha um dispositivo de manuseio ergonômico que seja fácil de segurar e que não escorregue. Além disso, você pode considerar a opção de adquirir um modelo com uma cabeça flexível que permita acessar facilmente a área do dedo, por exemplo. Um equipamento de manipulação complicada e desconfortável será, quase certamente, esquecido na gaveta.

foco

Você sabia que a maioria das pessoas têm um pé ligeiramente maior que o outro?

Bateria ou pilhas

Atualmente são comercializadas algumas lixas elétricas que funcionam com pilhas e outras que funcionam com baterias recarregáveis. Recomendamos esta segunda opção, mas a verdade é que ambas as possibilidades têm vantagens e desvantagens. Cabe a você decidir que tipo de alimentação de energia atende melhor às suas necessidades e hábitos.

Lixa com pilhas Lixa com bateria recarregável
Não precisa esperar até que esteja com carga

É possível encontrar pilhas em qualquer loja

Não depende de encontrar uma tomada para recarregar, o que pode ser muito prático quando você vai viajar

Normalmente são modelos mais baratos

A médio prazo, podem resultar mais econômicas, porque não é preciso repor as pilhas

Geralmente são mais potentes do que as lixas à pilha

Você terá que levar sempre o cabo de alimentação contigo quando levar a lixa em suas viagens

Em geral são mais rápidas

Resistência à água

Neste artigo propusemos algumas opções completamente resistentes à água — adequadas para uso no chuveiro — outras resistentes a respingos e algumas cujo mecanismo não suporta diretamente o contato com a água. Embora possa parecer um critério sem importância, isso pode ser fundamental, dependendo do uso que você pretende dar ao seu aparelho.

A vida moderna reduz o tempo livre que temos no dia a dia, então mais e mais pessoas estão aproveitando o momento de tomar banho para fazer uma pedicure e esfoliar a pele, tornando-a mais suave. Se este também é o seu caso, recomendamos que escolha um equipamento que possa ser usado debaixo do chuveiro. Como diz o ditado: você vai "matar dois coelhos com uma cajadada só" e economizará muito tempo.

Resumo

Todos nos lembramos dos cuidados com os pés quando o calor chega e, às vezes, deixamos para a última hora aquele cuidado tão importante. Uma lixa elétrica para pés pode, entre outras coisas, mandar para longe a preguiça de todo o ano e incentivar a cuidar de seus pés, mesmo nos dias mais frios do inverno. Afinal, nunca é um mal momento para se mimar um pouco!

Esperamos que este artigo tenha servido para dar aquele "empurrãozinho" que você precisava para começar a dedicar aos seus pés, a atenção que eles merecem. Não é apenas uma questão de estética, mas também de saúde, uma vez que as rachaduras, calosidades ou hiperqueratose, quando crescem em excesso, podem causar dor ou afetar negativamente os seus pés e até o seu caminhar.

E então, pronta para deixar seus pés ainda mais lindos para este verão? Nos conte sua rotina de cuidados nos comentários. E não deixe de compartilhar nosso conteúdo em suas redes sociais!

(Fonte da imagem destacada: Tomic: 81306742 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?