Ultima atualização: 5 de agosto de 2021

Como escolhemos

20Produtos analisados

16Horas investidas

5Estudos avaliados

75Comentários coletados

O mel é um alimento que pode acrescentar riqueza aos nossos pratos. Ela está cheia de propriedades e oferece benefícios para o nosso corpo. É um adoçante, portanto tem o açúcar necessário e indispensável para nossa ingestão diária de calorias.

Há uma grande diversidade de tipos de mel e uma grande variedade de sabores. Portanto, podemos apreciá-lo sem nos cansarmos de seu sabor e sempre descobrir novos aromas. O mel é um daqueles produtos naturais que podem ser adquiridos de uma forma simples, embora nem todos sejam 100% puros. Nós o convidamos a ler para saber tudo o que você precisa saber sobre o assunto.




O mais importante a saber

  • A versatilidade e variedade do mel faz dele um alimento indispensável em nossa despensa.
  • O processo de cristalização do mel é um indicador de que ele é natural ou não. Entretanto, para reconhecer se o produto é adulterado, podemos realizar alguns experimentos simples.
  • O mel traz uma variedade de benefícios para o nosso corpo. Ela contribui para sua manutenção e sustentação e ajuda a aliviar doenças.

Mel: nossas recomendações

Nesta seção, você encontrará uma seleção variada dos melhores méis do mercado, de acordo com a qualidade, tipos e outras características específicas. Nossas recomendações visam facilitar a escolha dos melhores méis do mercado e também levar esses produtos excepcionais à ponta dos dedos.

Guia de compras: O que você deve saber sobre o mel

Mel é um alimento com propriedades benéficas para o nosso organismo, assim como é consumido há milênios. Por outro lado, ele traz um toque doce ao nosso paladar. Neste guia, você encontrará os segredos do mel e algumas dicas simples para que você possa tirar proveito de suas propriedades. Descubra aqui os tipos de mel, seus benefícios e qualidades.

miel

Os açúcares em mel fornecem energia e contribuem para uma infinidade de funções essenciais em nosso organismo. Você também estará interessado em saber que o mel contém frutose e glicose. (Fonte: Dolgachov: 65754331/ 123rf)

O que devo saber sobre as informações nutricionais sobre o mel?

O mel é um alimento altamente energizante que nos proporciona uma série de benefícios. Uma colher cheia de mel contribui com 64 calorias para a nossa dieta. É composto principalmente de carboidratos com traços de proteínas e aminoácidos. Ele também é rico em vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo.

Em quantidades menores, o mel contém proteínas que ajudam nos processos metabólicos. Essas enzimas servem como catalisadores de elementos, sendo a chave para que nosso organismo tire proveito dos nutrientes. Por outro lado, ela é rica em vitaminas C, K e B. Ele também contém minerais como potássio, cálcio, ferro e fósforo. Para maiores informações, incluímos uma lista com as vantagens e desvantagens a nível nutricional:

Vantagens
  • Contribuição de vitaminas essenciais
  • Contribuição para a manutenção do corpo
  • Grande poder adoçante
  • Contém açúcares naturais
  • Rico em minerais
  • Ajuda a reduzir o colesterol ruim
Desvantagens
  • Excesso de açúcares
  • Aparência de cavidades
  • Hipercalórico

Quais são os benefícios do mel?

Conhecer os benefícios do mel nos ajudará a entender sua importância em nossa dieta. O corpo usa o conteúdo de energia de diferentes maneiras. É por isso que o mel é bom para nos fortalecer, nos preparar para ameaças ou para aliviar doenças. Aqui estão quatro de seus benefícios mais importantes:

  • Um remédio natural para a tosse: o mel é um anti-inflamatório natural, graças ao seu poder antibacteriano. Uma colher de chá de mel pode acalmar e prevenir a irritação da garganta. Além disso, junto com seu fator antioxidante, ele estimula as defesas do corpo e fortalece o sistema imunológico.
  • Ajuda na digestão: Ao tomar mel, nosso sistema digestivo reage de forma positiva. Ele ajuda a metabolizar os alimentos, evitando assim a sensação de peso e refluxo estomacal. Esta característica alivia e previne a constipação, já que seus açúcares são o alimento preferido da nossa flora intestinal.
  • Estimula nosso cérebro: O cérebro precisa de alimento. A composição do mel ajuda na absorção e fixação do cálcio, que participa ativamente na transmissão de mensagens neuronais. Tomar mel, neste sentido, promove a função cerebral.
  • Promove o sono: Os componentes do mel estão envolvidos na secreção de um hormônio, a melatonina, que está envolvida na regulação do sono. Uma colher de chá de mel antes da hora de dormir pode nos ajudar a relaxar e ter uma boa noite de sono.

Que tipos de mel existem?

As abelhas coletam o pólen necessário para a produção de mel a partir de diferentes flores. Portanto, dependendo de onde o pólen vem, o mel assume características diferentes. Por esta razão, existe uma grande variedade de méis para atender a uma variedade de gostos.

O mel também pode ser classificado em dois tipos, dependendo da planta de onde vem: multifloral ou monofloral. Para ser considerado de uma única origem, ele deve ter um mínimo de 40 % de pólen de uma única flor.

Cor Textura Sabor e aroma
Floresta Âmbar escuro Espessa Forte e intenso, maltado e com notas salgadas
Milflores Âmbar translúcido Uniforme e delicado Suave e floral
Romero Âmbar claro Espessa Doce com notas ácidas, tons florais ligeiramente intensos
Tomilho Do âmbar claro ao âmbar escuro Cremosa Delicado. Doce, mas intenso, com uma leve pitada de tomilho.
Alfazema De claro transparente a escuro Líquido e cremoso Toque frutado e persistente
Flor de laranjeira Claro Sólido e denso Ligeiramente ácido, lembrar que a flor de laranjeira


Quais são os usos do mel?

Nós sabemos que o mel é um alimento usado na culinária, especialmente como um acréscimo ao preparo dos alimentos. É fácil de manusear e adiciona um sabor rico e característico aos nossos pratos. Mas também pode ser usado para outros fins, como cuidados com a pele e o cabelo.

Adicionar mel diminui a quantidade de açúcares. Devido à sua doçura, nós podemos usar menos mel

  • Mel na cozinha: É um adoçante natural que proporciona textura e sabor em confeitaria e é amplamente utilizado em sorvetes. Ele também é usado para adoçar café e outras bebidas.
  • Mel nos cuidados com a pele: Ele serve como esfoliante e hidratante, assim ele amacia nossa pele. Ele pode ajudar na cura de cicatrizes.
  • Mel no cabelo: Algumas pessoas o usam como amaciador de cabelo. O mel pode suavizar e nutrir nosso couro cabeludo, deixando o cabelo macio e fácil de manejar. Ela também promove o crescimento do cabelo estimulando e ativando os folículos que formam o cabelo.

Quando eu devo tomar mel?

Você pode tomar mel para melhorar sua saúde ou para ajudar nos cuidados com a pele. Na verdade, nós podemos consumir mel regularmente. Além disso, ele ajuda a manter nosso organismo e, até mesmo, a aliviar alguns problemas, tais como irritação na garganta. Entretanto, como contém uma grande quantidade de açúcares, ele deve ser consumido em pequenas quantidades.

Beber mel diariamente é uma fonte de energia natural que ajuda nosso cérebro a funcionar corretamente e ajuda na digestão. É comum adicionar mel a outros alimentos para melhorar sua eficácia. Você também pode usá-lo para ajudar a curar feridas na pele. Neste caso, ele é usado como máscara, espalhando uma leve camada de mel em nossa pele.

fruta con miel

O mel é um alimento que enriquece nossos pratos. (Fonte: Ajale: 1709704/ pixabay)

Por que o mel se cristaliza?

Todos nós vimos que o mel se solidifica com o tempo. Este processo é o que nós chamamos de cristalização do mel. É um fenômeno natural que ocorre devido à perda de água e glicose. Como resultado, são formados pequenos cristais que, a olho nu, tornam o produto sólido e duro.

Mas não devemos nos assustar. Na verdade, este processo ajuda a amadurecer o sabor e a qualidade do produto. Você também pode usar o "banho-maria", uma técnica simples para restaurar a textura do mel. Simplesmente coloque o recipiente de mel em um pote de água fervente. Em poucos minutos, o mel recuperará a textura desejada. Tenha cuidado com o vidro, que não deve entrar em contato com o pote.

O processo de cristalização não altera as características e composição do mel.

Como você pode saber se o mel é puro?

Se você quiser verificar o grau de pureza do mel, abaixo você encontrará alguns truques caseiros que podem lhe ajudar. Além disso, a rotulagem na embalagem descreve o conteúdo. Se ele contém aditivos, como xarope de frutose ou outros açúcares, água ou xarope, este mel não é puro.

Você também pode olhar para a fonte. Desta forma, você saberá se o mel é natural de um determinado lugar ou de uma mistura de vários tipos. Escolher um mel de qualidade garante que ele nos proporcione todos os benefícios que este alimento tem a oferecer.

  • Esfregar os dedos: O mel natural tem pouca água, por isso deve parecer espesso. Se parecer muito escorrido, ele é altamente processado.
  • O truque do papel de cozinha: Se, quando o mel é colocado em um pedaço de papel, ele não impregna o papel e não deixa traços quando é removido, é um mel de qualidade.
  • Teste de gosto: Este consiste em degustar uma colher cheia de mel. Se ele cai lentamente da colher, ou não cai de todo, é mel natural que tem sido pouco ou nada processado.

O que eu deveria saber sobre mel e diabetes?

A composição do mel tem altos níveis de açúcar. Por esta razão, não é recomendado para pessoas que sofrem de diabetes. Além disso, há vários graus de diabetes e algumas pessoas toleram este adoçante em pequenas quantidades.

Se você sofre de diabetes, recomendamos que você consulte seu médico para saber se você pode ou não consumir mel.

Se você pode consumir mel em pequenas doses, é recomendado que uma pessoa com diabetes o tome com fibra. A fibra é digerida mais lentamente, então ela ajuda os açúcares a entrar na corrente sanguínea de forma mais lenta e controlada. Entretanto, sugere-se deixar algum tempo para consumir outros produtos com açúcares.

Critérios de compra

A fim de obter o mel que melhor se adapte aos seus gostos e preferências, é importante considerar uma série de características. Com estes critérios, você terá referências úteis para fazer uma boa compra.

Mel de acordo com seu processamento

O mel é um produto natural, mas o processo de produção industrial pode alterar suas características. Como resultado, o processamento irá influenciar o sabor, a textura e a perda de nutrientes. O mel industrial também pode ser interessante. É mais líquido, manejável e não solidifica. Aqui estão os procedimentos a serem considerados:

  • Uso de produtos de controle de pragas: O mel natural usa produtos naturais, enquanto o mel fabricado usa agentes químicos.
  • Alimentação das abelhas: No mel natural, as abelhas se alimentam do mel e do pólen da própria colheita. Em mel mais industrial, o objetivo é obter o máximo rendimento dos favos, para que as abelhas sejam alimentadas com elementos externos.
  • Extração: O mel industrial é pasteurizado, por isso perde nutrientes e é mais líquido. O mel mais natural é coletado do pente e embalado diretamente.

miel de abeja

O mel natural, dependendo do tipo, tem uma textura espessa. (Fonte: ExplorerBob: 3434774/ pixabay)

Embalagens e quantidades

Quando vamos a uma loja ou supermercado, podemos ver que o mel é oferecido em diferentes embalagens. O formato varia de acordo com a quantidade de produto e o material da embalagem. Em geral, os formatos mais comuns são 250, 350, 500 e 1.000 gramas. Também podemos comprar mel por peso, se o comprarmos diretamente do produtor ou em estabelecimentos especializados.

  • Boiões de vidro: Este é o recipiente mais comum e prático. Ele pode ser usado para descascamento, mergulhando-o diretamente em água quente. Como desvantagem, é um pouco incômodo remover o mel. Além disso, esses recipientes podem ser usados para outros fins.
  • Boiões de cerâmica: Esta é uma forma de apresentar o produto como natural, pois é o recipiente tradicional usado em muitas áreas. É prático, devido ao seu revestimento de esmalte, o que permite uma limpeza mais fácil. Também é bastante decorativo. Normalmente é associado com mel de alta qualidade, portanto seu preço é mais alto.
  • Difusor: Esta é uma tampa que permite que o mel seja servido de uma maneira simples e prática. Ao apertar o frasco, um fluxo de mel sai. A desvantagem deles é que eles são recipientes descartáveis. Eles são amplamente utilizados para mais mel processado.
Tenha em mente que o mel não expira.

Intensidade do sabor

A intensidade do sabor varia de acordo com o tipo de flor de onde o pólen vem. As mais intensas tendem a ser mais escuras, enquanto as mais claras são mais suaves. Também é importante saber para que você vai usar o mel, a fim de comprar o mel que você precisa. Por esta razão, nós selecionamos algumas dicas de como usá-lo:

  • Adoçar bebidas: De preferência, use um mel suave e aromático.
  • Espalhamento: Dependendo do seu gosto, você pode usar um mel mais brando ou mais intenso.
  • Saladas: Méis suaves diluídos em um pouco de água são recomendados.
  • Carne: Use méis de sabor intenso, como o tomilho ou os méis da floresta.
  • Peixe: Méis suaves são usados para serem adicionados uma vez que o peixe é cozido. Para marinadas, sabores mais intensos são recomendados.
  • Produtos lácteos: Produtos lácteos que são menos gordurosos são adequados para méis suaves, de baixa acidez, como a flor de laranjeira. Os produtos lácteos mais gordurosos combinam bem com sabores mais fortes, como o mel de floresta ou tomilho.
  • Confeitaria: Para doces leves, são usados méis suaves, enquanto para sobremesas com alto teor de gordura, são recomendados sabores mais fortes, como tomilho ou mile-flor.

Origem

Dependendo do pólen utilizado para sua produção, podemos encontrar uma grande diversidade de origens de mel. O mel também pode vir de diferentes regiões. Só na Espanha, existem méis com denominações de origem como Alcarria, Granada, Tenerife e Galiza.

As certificações a nível europeu indicam a origem e a qualidade do mel. Além disso, eles lhe conferem legitimidade em termos das características específicas de cada região. Se você quiser comprar um produto certificado, verifique se o rótulo tem um dos seguintes selos:

  • Denominação de Origem Protegida (DOP.)
  • Indicação de origem protegida (IGP.)
  • Especialidade Tradicional Garantida (TSG.)

Mel com suplementos

Nos estabelecimentos, nós podemos encontrar alguns tipos de mel com certos suplementos. Os suplementos são elementos diretamente relacionados ao mel. A adição deles não altera a cor e a textura, então você deve olhar para o rótulo para descobrir se eles são adicionados e em que grau. Estes aditivos acrescentam seus próprios benefícios ao mel:

  • Pólen: Contém uma grande quantidade de vitaminas, minerais e enzimas. Ele tem efeitos benéficos no funcionamento do sistema imunológico.
  • Geleia real: Ela se destaca pelo seu conteúdo protéico, por isso pode ser um bom complemento para cobrir esse déficit de mel.
  • Própolis ou própolis: Esta é a resina usada pelas abelhas para construir favos de mel. É um bom antibacteriano para aliviar os sintomas de constipações.

Resumo

O mel é um alimento com uma grande variedade de propriedades que ajudam o nosso organismo a permanecer saudável. O tipo de flor ou flores utilizadas em sua produção, nos oferece uma grande diversidade de méis no mercado. Para saber qual escolher, vamos pensar sobre nosso gosto e o uso que vamos fazer dele.

Lembre-se de que o mel cristaliza. Este é um processo que indica que ele é natural e que está no seu auge. Com um simples tratamento caseiro, você pode torná-lo líquido novamente.

Aguardamos seus comentários. Se você encontrou a informação relevante, por favor, compartilhe este artigo. Então seus amigos, família e outros contatos também podem se beneficiar de tudo o que o mel tem a oferecer.

(Fonte de imagem em destaque: Tamara Bellis: 49997721/ 123rf)

Por que você pode confiar em nós?

Resenhas