Imagem mostra uma chave inglesa em destaque.
Ultima atualização: 13 de abril de 2021

Bem-vindo ao Guia55! O artigo de hoje é sobre uma das ferramentas mais famosas que existem, essencial tanto na sua maleta doméstica como para qualquer profissional de reparos que se preze: A chave inglesa.

Ferramenta manual de aperto e soltura, a chave inglesa é de fácil uso e pode ser empregada em variados contextos. Para saber mais sobre ela e entender qual modelo é o ideal para você, leia atentamente nosso artigo!




Primeiro, o mais importante

  • Ao lado de martelos, chaves de fenda e alicates, as chaves inglesas são as ferramentas mais importantes para se ter em qualquer residência.
  • O tamanho da chave inglesa é ligado ao torque necessário para um aperto ou desaperto, mas não se preocupe: Em casa, dificilmente fará sentido ter um modelo grande.
  • Existem recursos interessantes em chaves inglesas modernas que facilitam muito o seu uso. O cabo emborrachado, ergonômico e seguro, e a escala métrica, que assegura a precisão, são dois exemplos.

As melhores chaves inglesas: Nossas recomendações

Há chaves inglesas de tamanhos e faixas de preço variadas no mercado. Junto com alguns profissionais de reparos, preparamos uma lista dos modelos com melhor avaliação:

Guia de compra: Tudo o que você precisa saber sobre chave inglesa

Você quer entender exatamente quais as funções de uma chave inglesa e ter a capacidade de diferenciar modelos? O guia de compra é o setor do artigo que traz as principais respostas sobre a ferramenta!

Imagem mostra uma criança segurando uma chave inglesa.

O uso de uma chave inglesa é bastante fácil. (Fonte: Victoria_Borodinova/ Pixabay.com)

O que é e para que serve uma chave inglesa?

A chave inglesa também pode ser chamada de chave de regulagem e chave ajustável. Ela serve para o aperto e para a soltura de parafusos e de porcas e tem como diferencial o fato de sua boca poder assumir vários tamanhos diferentes.

Você deve usar a abertura da boca, que é regulável, para encontrar o aperto correto do parafuso ou porca em questão. Devido a essa possibilidade de variação de tamanho, ela é extremamente útil e pode substituir jogos inteiros de outras ferramentas que não possibilitam ajustes.

Com uma boa chave inglesa, o aperto de parafusos se torna muito mais fácil.

Você sabia que a chave inglesa também deve um pouco de sua fama à cultura popular? Ela é uma das armas do clássico jogo de tabuleiro “Detetive”.

Quais as vantagens de uma chave inglesa?

A versatilidade da boca da chave inglesa, que permite a ela assumir variados tamanhos, é a sua principal vantagem. Com uma única ferramenta, é possível lidar com parafusos grandes, pequenos ou médios.

Normalmente composta por materiais resistentes, a longevidade da chave inglesa significa que ela só será comprada uma vez. Por muitos e muitos anos, será sua companheira de apertos de parafusos.

Também há o destaque de que a chave inglesa é uma ferramenta manual, ou seja, não depende de eletricidade, pilhas, baterias ou qualquer outro acessório.

Para algumas pessoas, o aspecto da ferramenta ser manual pode ser um problema, já que implica na exigência do emprego de força física. Outra desvantagem é a larga cabeça da chave que impede que ela possa ser usada em lugares apertados.

Montamos uma tabela com vantagens e desvantagens de uma chave inglesa:

Vantagens
  • Ferramenta muito durável
  • Versátil: Pode apertar parafusos de tamanhos diferentes
  • Não depende de eletricidade, bateria ou pilhas
  • É sempre eficiente na sua função
Desvantagens
  • Seu uso pede por um pouco de força física
  • A cabeça muito larga impede o uso em lugares apertados

Para quem vale a pena ter uma chave inglesa?

Ter uma chave inglesa pode ser útil para você? Existem muitos usos para a ferramenta. Confira:

  • Uso doméstico: A chave inglesa é uma ferramenta para se ter em casa. Assim como chave de fenda, martelo e afins, ela pode ser a solução para variados reparos domésticos corriqueiros.
  • Profissionais de reparos: Os especialistas em serviços domésticos, como faz-tudo ou marido de aluguel, têm na chave inglesa uma de suas melhores amigas. Ela deve estar sempre na maleta de ferramentas.
  • Mecânicos: Muitos dos parafusos usados em automóveis são removíveis com a chave inglesa. Por isso, ela também é uma ferramenta indicada para quem lida com o conserto de carros.
  • Especialistas em consertos: Outros equipamentos e objetos também têm parafusos para os quais a chave inglesa é indicada. Alguém que lida com consertos variados precisa contar com a ferramenta.

Não é à toa que a chave inglesa é tão famosa: Ela realmente tem muitas utilidades!

Quais os tamanhos de chave inglesa?

A maior parte das fabricantes de ferramentas trabalha com cinco ou seis tamanhos de chave inglesa. Entender o que as numerações significam e quais as indicações de cada uma é importante para acertar na compra.

Chaves inglesas com aberturas e tamanhos menores já são boas para reparos domésticos.

O primeiro número a se atentar é o da abertura máxima da boca. Costuma existir variação entre 20 e 45 mm, em média. Para serviços domésticos, mandíbulas menores são suficientes. Apenas profissionais precisam das que conseguem chegar perto do máximo.

Não confunda, porém, a abertura da boca com o tamanho, indicado em polegadas.

Com a indicação em polegadas, que varia em média entre 8'' e 18'', você descobre o comprimento da ferramenta. Quanto maior, mais torque ela apresenta. Há uma relação direta com a abertura da boca.

Chaves inglesas de tamanho superior também são indicadas principalmente para serviços profissionais. Os menores modelos são capazes de realizar reparos domésticos.

Como usar uma chave inglesa?

O uso de uma chave inglesa é bastante simples. Primeiro, você deve observar o tamanho do parafuso que precisa ser apertado ou retirado. Em seguida, basta pegar a ferramenta e posicioná-la na direção correta. Mova seu dedo na espiral abaixo da boca para conseguir a abertura ideal.

Em seguida, posicione a ferramenta em torno do parafuso e faça o processo contrário, movendo o dedo na espiral até perceber que a boca está conseguindo prender o suficiente o objeto que será apertado ou solto.

A partir daí, tudo o que você precisa fazer é girar o seu punho no sentido horário, para aperto, ou anti-horário, para soltura, e reajustar a abertura da boca através da espiral após cada rotação. Em pouco tempo, conseguirá terminar seu serviço.

Critérios de compra: Fatores para escolher uma chave inglesa

Existem outras questões importantes para a escolha de uma chave inglesa além do tamanho. Nós vamos discuti-las a seguir:

Material

Chaves inglesas mais simples e baratas, indicadas para uso eventual, são fabricadas ou em ferro fundido, ou em aço carbono. São opções satisfatórias para quem não lida com a ferramenta com frequência.

Profissionais, porém, precisam de algo acima. O aço cromo vanádio e o cobre-berílio não são corrosíveis e não sofrem com oxidação, o que faz deles muito mais duráveis.

Para aumentar ainda mais a durabilidade de uma ferramenta profissional, o tratamento fosfatizado é um diferencial. Ele te fará pagar mais, mas garantirá uma vida útil longa para a sua chave inglesa.

Imagem mostra uma chave inglesa junto a outras ferramentas essenciais.

A chave inglesa é uma das ferramentas mais essenciais para reparos. (Fonte: Sergey Jarochkin / 123rf.com)

Ergonomia

Como acontece com toda ferramenta manual, a ergonomia é uma característica indispensável para o bom aproveitamento da chave inglesa. Caso contrário, o uso será complicado e ainda acompanhado de dores nas mãos e braços.

Uma chave inglesa com cabo emborrachado é excelente opção.

O cabo emborrachado é uma ótima solução para fazer o uso da chave inglesa ser mais confortável. Macio, evita dores ou incômodos. E ainda tem um fator especial: Sua segurança é acima da média, já que protege contra eventuais choques elétricos.

Portabilidade e armazenamento

A facilidade de portabilidade e armazenamento também se relaciona com a durabilidade de uma ferramenta. Jogar a sua chave inglesa no fundo de uma gaveta ou maleta e apenas esquecê-la por lá não é uma prática consciente.

Uma característica de muitas chaves inglesas é o furo na ponta inversa à boca. Ele serve para que a ferramenta possa ser facilmente pendurada, uma forma de armazenamento eficiente e que permite manutenção constante.

Contar com um pequeno estojo ou caixinha para armazenamento é também um ótimo diferencial para a chave inglesa.

Imagem mostra uma chave inglesa suja de graxa.

É importante fazer manutenção adequada na sua chave inglesa. (Fonte: moritz320/ Pixabay.com)

Escala métrica

Para quem quer ter precisão no serviço, a escala métrica é um excelente recurso de algumas chaves inglesas. Perto da boca fica a demarcação em centímetros da abertura, ajudando você a saber o número exato com o qual está trabalhando.

É um recurso indicado principalmente para profissionais, mas que torna a chave inglesa mais completa e seu uso mais preciso.

Resumo

Ferramenta famosa e versátil, a chave inglesa (ou chave ajustável) é peça necessária tanto para profissionais, quanto para uso doméstico. Ela vem em variados tamanhos e materiais e sempre é uma boa ideia para lidar com porcas e parafusos.

Uma chave inglesa doméstica não precisa ser muito grande, nem ter uma abertura de boca impressionante. No momento da compra, foque na ergonomia e na durabilidade da ferramenta.

(Fonte da imagem destacada: MarandaP/ Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas