Máquina de cartão em cima de um suporte de metal
Ultima atualização: 26 de abril de 2021

Como escolhemos

12Produtos analisados

35Horas investidas

6Estudos avaliados

81Comentários coletados

Seja muito bem-vindo! Está em busca da melhor máquina de cartão para o seu negócio? Saiba que elas podem te ajudar a alavancar as suas vendas, além de te livrarem de possíveis clientes inadimplentes.

O mercado está recheado de opções, é verdade. Dentre tantos modelos, como escolher o melhor? Fique tranquilo!
Nós preparamos um artigo completo com as principais informações sobre o produto, além de dicas importantes na hora da compra. Veja!




Primeiro, o mais importante

  • As taxas cobradas pela máquina de cartão devem ser levadas em conta na hora da compra.
  • Saber o seu faturamento pode ser essencial na hora de negociar as melhores condições.
  • Máquinas de cartão são essenciais para alavancar as vendas em qualquer tipo de negócio.

Melhores máquinas de cartão: nossas recomendações

Guia de compra: tudo o que você precisa saber para encontrar a melhor máquina de cartão para o seu negócio

A verdade é uma só: se você não possui máquina de cartão, provavelmente você perderá a sua venda. Entretanto, no meio de tantas opções disponíveis, como saber qual é a melhor?

Prepare-se para receber a partir de agora um Guia de Compra completo sobre as máquinas de cartão. Aqui vamos tirar todas as suas dúvidas e te ajudar a decidir qual se encaixa melhor com o seu perfil. Veja:

Mulher pagando a compra que acabou de realizar

As taxas cobradas pela máquina de cartão devem ser levadas em conta na hora da compra. (Fonte: Blake Wisz/ Unsplash.com)

Por que devo ter uma máquina de cartão em meu negócio?

Porque sim. Existem motivos para não ter uma máquina de cartão hoje em dia? É muito difícil afirmar qual comerciante não precisará de uma máquina de cartão para fechar negócio. Os benefícios são imensos. Vamos ver alguns deles:

  • Sem inadimplência. Antes dos cartões de crédito existirem, era muito comum parcelar as compras no crediário, boleto e cheque. Entretanto, a inadimplência nessa época era enorme. Inadimplência que não acontece com o cartão de crédito. O risco para o vendedor é zero.
  • Mais negócios. Além de tornar o seu negócio mais profissional, uma máquina de cartão dá opções variadas de pagamento ao cliente. Quantas vezes você já deixou de comprar algum item por que o vendedor não possuía máquina de cartão?
  • Troco. Evite de perder a compra porque você não possui troco. Pode parecer um problema simples, entretanto, dependendo do seu tipo de negócio, a falta de troco atrapalha muitas vendas.
Você sabia? Os primeiros pagamentos com cartão de crédito no Brasil aconteceram em 1995, após a chegada das extintas Visanet e Redecard. 

Quais são os tipos de máquina de cartão?

Você encontrará no mercado opções de máquina de cartão com e sem chip e com bobina e sem bobina.

Sabe quando você realiza um pagamento com cartão e a pessoa pergunta se você deseja o comprovante por e-mail ou SMS? Isso acontece porque a máquina que você acabou de pagar não possui bobina.

Também existem as máquinas com e sem chip. As sem chip necessitam de um celular para se conectar à internet. Já as que possuem chip se conectam sozinhas.

Os modelos que funcionam ligados a um celular são mais baratos. Ideais para pessoas físicas ou quem precisa de agilidade, como feirantes e vendedores de rua.

Veja as diferenças nas tabelas:

Máquinas de cartão Com chip Sem chip
Precisa de outro aparelho? Não, o chip se conecta a internet e realiza as transações Sim, precisa de um celular para se conectar à internet
Máquinas de cartão Com bobina Sem bobina
Como são os comprovantes? As máquinas com bobina imprimem o comprovante na hora Enviam o comprovante por SMS ou e-mail

MEI e pessoa física podem ter máquina de cartão?

Essa é a dúvida da maioria das empresas de pequeno porte. A resposta é que sim. É permitido que os microempreendedores tenham máquina de cartão.

Pequenos empreendedores podem ter máquina de cartão.

Inclusive, de acordo com o modelo escolhido, ele pode nem precisar apresentar o CNPJ. O CPF bastará. Ele provavelmente terá que abrir uma conta digital apenas.

Uma dica que deixamos aqui é que você microempreendedor procure os modelos de máquinas de cartão que se conectam em smartphones e tablets. A burocracia nessas empresas é menor e você poderá começar a vender o quanto antes.

Já os modelos mais tradicionais podem acabar demorando por conta da burocracia.

Mulher pagando o café que acabou de comprar com o cartão de crédito

Conhecer o seu faturamento pode ser essencial na hora de negociar as melhores condições. (Fonte: Clay Banks/unsplash.com)

Como são cobradas as taxas da máquina de cartão?

É essencial que você entenda este ponto. Você pagará diversas taxas com a sua máquina de cartão. Vamos explicar as principais para você:

  • Taxa de adesão: como o próprio nome já diz, a taxa é cobrada quando você decide aderir a modalidade de aluguel da máquina de cartão. Essa taxa é cobrada uma única vez, logo no início do relacionamento com a operadora de cartão.
  • Taxa por transação: toda vez que você realizar uma venda, uma taxa por transação será cobrada. Ela varia por volta de 2% para vendas no débito e 4% para o crédito.
  • Taxa de parcelamento: toda vez que você oferece parcelamento de compras, uma taxa pode ser cobrada de você.
    Ela geralmente fica por volta dos 4%. Você encontrará opções que aumentam de acordo com a quantidade de parcelas e outras que mantém a taxa fixa.
  • Taxa de antecipação: caso você não queira esperar o repasse da operadora de cartão, é possível solicitar antecipação do pagamento. Entretanto, você pagará uma boa porcentagem por isso, que piora ainda mais se for de uma compra parcelada. Das outras taxas você não tem muito como fugir. Entretanto, desta taxa sim. Evite pagar a mais por isso, não antecipe seu dinheiro.

Critérios de compra: O que levar em conta as máquinas de cartão

Importante: não olhe somente para o preço de aquisição da sua máquina de cartão. O valor das taxas que você paga por cada transação e o tempo que você vai levar para receber o dinheiro devem ser levados em conta na hora da escolha.

Muitas vezes você paga pouco pela máquina de cartão, mas depois pode ser acabar pagando taxas das quais não se atentou.

Você deve fazer um levantamento do que é melhor para você: comprar a máquina de cartão ou alugar? Fique atento aos seguintes critérios: Custo da máquina; Taxa de adesão; Mensalidade; Taxas por transação; Tempo para receber; Conta em banco; Bandeiras que aceita.

Comprar ou alugar?

Não existe resposta certa. Cada caso é um caso. Por isso, preparamos as vantagens e desvantagens de comprar e alugar uma máquina de cartão. Veja:

Vantagens e desvantagens de comprar

Vantagens
  • Possibilidade de pagamento único, sem taxas mensais fixas (paga somente as taxas de transação)
  • Possibilidade de revenda, caso não queira mais
  • Processo para começar a utilizar é menos burocrático
  • Em muitos casos não é necessário possuir conta bancária, uma digital resolve
Desvantagens
  • Menor possibilidade de negociação de taxas
  • Diferente das alugadas, quem compra não tem manutenção garantida, apenas o período de garantia do produto

Vantagens e desvantagens de alugar

Vantagens
  • Taxas menores em todos os tipos de venda
  • Possibilidade de negociação das taxas ao fechar o contrato
  • Troca e manutenção garantidas
Desvantagens
  • Muitas vezes o processo para adquirir é mais burocrático
  • Muitas vezes existe a necessidade de conta bancária com CNPJ

Bandeiras de cartão que a máquina aceita

Esse é um detalhe muito importante que você deve levar em consideração na hora da compra. Quais bandeiras a máquina de cartão aceita? Mais uma vez, depende da sua situação.

Se você sabe que a sua clientela paga apenas com os cartões mais famosos, qualquer máquina de cartão pode lhe atender. Entretanto, podem existir bandeiras específicas da sua região ou algo do tipo. Nesses casos, pague um pouco a mais e opte pelas que oferecem um número maior de cartões.

Obter uma máquina de cartão de crédito é uma excelente estratégia para aumentar as vendas, como já falamos acima.

Máquina de cartão preta e pequena com um cartão encaixado

Não esqueça de verificar quais bandeiras a máquina de cartão escolhida aceita. (Fonte: CardMapr.nl/ Unsplash.com)

Exigência de conta bancária

Como já citamos aqui no texto, você vai encontrar opções no mercado que não exijam o seu CNPJ ou conta bancária da empresa.

Essas opções são para pessoa física – desde que você tenha uma MEI e seu faturamento não ultrapasse o limite de microempresa.

Você é microempresário e quer o menos burocracia possível? Opte por esses modelos.

Taxas

Das taxas você não conseguirá escapar. Afinal, é assim que as operadoras de cartão ganham dinheiro.

Entretanto, como já mencionamos aqui no texto, você acaba conseguindo optar pelo pagamento de algumas taxas, de acordo com a sua escolha de compra ou aluguel mensal.

A decisão e negociação das taxas do seu cartão pode fazer toda a diferença para o seu negócio. Por isso, pesquise e compare bastante qual é a melhor opção para você.

Dica: Conheça seus números e veja qual a modalidade de pagamento que o seu negócio mais aceita. É no débito, crédito ou parcelado? Baseado nisso, escolha a que possua a menor taxa, de acordo com a modalidade mais utilizada.

Resumo

Das mais simples, as mais modernas. O mercado é recheado de opções quando o assunto é máquinas de cartão de crédito. É a sua necessidade quem vai dizer qual é a melhor para você.

Como falamos durante o artigo, antes de escolher o modelo ideal fique atento às taxas cobradas, à necessidade de conta em banco, à mensalidade e as bandeiras que a máquina aceita.

Boa sorte na escolha!

(Fonte da imagem destacada: Parilovv/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas