quitapelusas
Ultima atualização: 20 de agosto de 2020

Como escolhemos

12Produtos analisados

16Horas investidas

3Estudos avaliados

64Comentários coletados

Até mesmo as pessoas com um guarda-roupas mais despojado ficam incomodadas com aquelas indesejadas bolinhas que aparecem nas peças, especialmente nas de malha. Pode ser pelo uso ou até na hora de lavar, o fato é que estes pequenos pontos deixam as roupas com ar de descuido. Por isso, nada melhor do que ter sempre à mão um bom papa-bolinhas.

Se você ainda não conhece ou desconfia da eficiência deste utensílio, vai se surpreender com a capacidade de deixar as suas roupas como novas, de novo! Para que não fique nenhuma dúvida, preparamos este artigo com informações sobre o funcionamento, os cuidados, os principais tipos disponíveis no mercado e a melhor forma de escolher o papa-bolinhas ideal para a sua casa. Siga com a gente!




O mais importante

  • Normalmente chamadas de "bolinhas", as pequenas penugens ou nódulos que se acumulam nos tecidos podem ocorrer por várias razões. Entre as mais frequentes estão o passar do tempo, o atrito durante o uso ou dentro da máquina de lavar roupas.
  • Um papa-bolinhas é uma solução rápida e eficaz para acabar com este problema e devolver o aspecto de novo às peças. Para isso, é importante conhecer as funcionalidades de cada aparelho para usá-lo da melhor forma possível.
  • Na hora de escolher um papa-bolinas, é importante verificar alguns critérios de compra como a frequência de uso do aparelho, os tipos de tecido que pretende renovar e os cuidados na manutenção do aparelho.

Os melhores papa-bolinhas do mercado: nossas recomendações

Com o uso frequente de algumas peças, é comum que surjam pequenas bolinhas presas ao tecido. Removê-las é uma tarefa simples. Escolher o papa-bolinhas ideal, no entanto, pode ser mais difícil do que parece! Por isso, separamos alguns dos modelos com as melhores avaliações do mercado para você conhecer um pouco mais sobre as opções disponíveis.

O papa-bolinhas que dispensa reposição do adesivo

Com cabo fácil de manusear, este papa-bolinhas manual é composto por rolinho com superfície adesiva. Produzido em material de alta qualidade, ele inova por dispensar a reposição do papel adesivo.

A nova tecnologia permite que, com uma simples lavagem, com água e detergente, ele já esteja pronto para usar novamente, deixando mais prática e econômica a remoção de bolinhas e a limpeza de almofadas, sofás e cortinas.

O papa-bolinhas com lâminas ajustáveis

O papa-bolinhas portátil da Flash Limp, remove as bolinhas das peças sem danificar os tecidos. Com estrutura compacta e ergonômica, ele conta com regulagem automática da altura das lâminas, que se adaptam perfeitamente a textura das roupas.

Com funcionamento a pilhas AA, ele possui reservatório removível e é ideal para carregar na bolsa, na mochila ou mala de viagem, para conservar suas roupas sempre com aparência de novas.

O papa-bolinhas ideal para tecidos grossos

Se você tem peças com tecidos encorpados e sofre para remover as bolinhas, vai descobrir, com este papa-bolinhas, que essa tarefa pode ser mais fácil.

Rápido e seguro, ele tem sistema de lâminas rotatórias que eliminam os nódulos fibrosos até mesmo de tapetes e cobertores. Além disso, conta com tampa de proteção e reservatório removível, que aumenta a segurança e a praticidade na hora da limpeza.

Guia de compras: O que você precisa saber sobre um papa-bolinhas

Se você até aqui é porque, provavelmente, está em busca de uma solução para aquelas roupas com aspecto de velhas e descuidadas. Encontrar a melhor forma de restaurar essas peças, porém, passa por conhecer um pouco mais sobre os recursos à disposição. Por esta razão, criamos esta seção que responde às principais dúvidas sobre o papa-bolinhas e suas aplicações. Confira!

Mulher elegante e sorridente limpando casaco em cabide com rolo de fiapos

O papa-bolinhas manual pode ser utilizado sempre que você precisar, sem a necessidade de bateria ou corrente elétrica. (Fonte: Citalliance: 141515390/ 123rf.com)

É melhor um papa-bolinhas manual ou automático?

Seguramente, esta é uma das perguntas mais frequentes a respeito do papa-bolinhas. Isso é normal, pois quem procura por este produto deseja o máximo de eficiência, sem danificar as roupas. Ainda que o aparelho automático seja o mais vendido atualmente, os modelos manuais também trazem muitas vantagens.

Cada um dos tipos de papa-bolinhas tem suas particularidades. Para ilustrar, a tabela a seguir mostras as principais diferenças entre os dois modelos. Assim, fica mais fácil avaliar aquele que mais atende às suas expectativas.

Papa-bolinhas automático Papa-bolinhas manual
Funciona com pequenas lâminas, o que proporciona um resultado melhor Funciona de forma manual
Alguns modelos contam com diferentes cabeçotes que podem ser alternados de acordo com o tipo de tecido Pode contar com uma superfície adesiva ou com escovas que prendem as bolinhas e as removem da roupa
Tem funcionamento elétrico. Ou seja necessita de pilhas ou de conexão à tomada Dispensa a corrente elétrica, já que o trabalho é executado manualmente
Para usar, é preciso contar com a carga de bateria, pilhas ou proximidade à conexão elétrica, de acordo com o modelo do aparelho Por ter funcionamento manual, pode ser utilizado em qualquer lugar, sem depender de fatores externos de alimentação

Quais os tipos de papa-bolinhas manual no mercado?

Se você não quer se preocupar com a carga da bateria ou não pretende depender de uma tomada por perto para utilizar o seu papa-bolinhas, o melhor a fazer é optar por um modelo manual. Basicamente, existem dois tipos do utensílio manual, com algumas diferenças na forma de "capturar" as bolinhas da peça:

  • Papa-bolinhas manual adesivo: este possivelmente é modelo mais conhecido de papa-bolinhas. Conta com um rolinho revestido com papel adesivo que, ao passar sobre a peça, adere penugens e bolinhas da superfície. A vantagem destes modelos é que, quando o adesivo perde a aderência, basta remover e, logo abaixo, haverá outra camada adesiva;
  • Papa-bolinhas manual de cerdas: basicamente, trata-se de uma escova com cerdas pequenas e bem firmes. A forma de usar é muito parecida com a anterior, bastando arrastar a escova por toda a superfície da roupa. A principal diferença é que, ao fim de cada uso, é preciso remover as penugens que ficaram presas às cerdas.

O papa-bolinhas automático sempre funciona a bateria?

Sem querer, antecipamos essa informação quando falamos sobre as diferenças entre os aparelhos! Mas é sempre bom falar sobre este assunto para que você faça a melhor escolhe. Então, vamos lá: a resposta é não. Em geral, há três formas de alimentação para o papa-bolinhas automático:

  • Papa-bolinhas a pilhas;
  • Papa-bolinhas com bateria recarregável;
  • Papa-bolinhas ligados a corrente elétrica.

Todos os tipos podem ser igualmente eficazes na remoção das bolinhas. O que varia entre eles é, certamente, a praticidade e a portabilidade. Os que funcionam com pilhas e bateria dispensam a proximidade de corrente elétrica e podem ser usados com mais facilidade em qualquer lugar, desde que estejam com a carga completa.

Fabric shaver fuzz remover woman removing lint on fabric sofa furniture at home with handheld electric defuzzer. Upholstered chair care.

Alguns modelos contam com diferentes cabeçotes que se adaptam ao tipo de tecido.
(Fonte: Maridav: 122979290/ 123rf.com)

O papa-bolinhas pode estragar as roupas?

Um dos mitos mais recorrentes a respeito do uso de um papa-bolinhas é que ele pode danificar as roupas. Pois bem, vamos refletir: se o aparelho remove uma pequena estrutura que já se desprendeu do tecido, não vai ter ação sobre a trama, em si.

Isso não significa que não seja necessário tomar algumas medidas de cuidado na hora de utilizar o aparelho, especialmente quando se trata de uma peça com tecido delicado. De forma geral, vale seguir algumas indicações básicas de uso do papa-bolinhas:

  • Os tecidos mais propensos a formar bolinhas são os sintéticos. As fibras que se desprendem com o tempo começam a formar estes pequenos nódulos sobressalentes nas peças;
  • Por outro lado, quanto mais fibras naturais tiver o tecido, menor a probabilidade de desenvolver penugens ou bolinhas;
  • O papa-bolinhas é desenvolvido para ser usado sobre qualquer superfície. No entanto, é sempre importante ter mais atenção aos tecidos sensíveis, passando o aparelho com mais delicadeza na extensão da peça;
  • Para evitar a agressão às fibras, é importante esticar bem a roupa enquanto passa o aparelho sobre a área com acúmulo de bolinhas;
  • Além do uso do aparelho, você também pode diminuir a formação de novas bolinhas na peça. Para isso, procure lavar as roupas separando pelo tipo de tecido. O uso de amaciante também ajuda a manter as fibras mais hidratadas e menos suscetíveis ao desgaste das estruturas.

Quais outros usos pode ter um papa-bolinhas?

Encontrar um utensílio que possa ajudar em mais de uma tarefa no dia a dia é sempre muito bom. E, se você está se perguntando sobre outras possíveis aplicações para o seu novo papa-bolinhas, pode se animar! Há, sim, algumas diferentes utilidades para o aparelho manual, sobretudo para o rolinho adesivo.

Ainda que você possa utilizar o modelo de escova para algumas funções, é mesmo o fato de aderir as impurezas que torna o aparelho adesivo mais versátil:

  1. Pode ser usado para remover excesso de pó de telas, lustres e luminárias, sem deixar marcas de pano, por exemplo;
  2. Útil para eliminar os pelos deixados pelos animais de estimação em sofás, poltronas e colchões;
  3. Ajuda a limpar a mesa e cadeiras cheias de vestígios de borracha ou purpurina após os trabalhos escolares das crianças;
  4. Limpar cortinas, tapetes e almofadas, removendo impurezas, cabelos e outras penugens.
  5. Retirar o acúmulo de pó do fundo de caixas, baús e gavetas;
  6. Remover pequenos resíduos que se juntam no fundo de bolsas e mochilas.

Rolo de fiapos sujo em carpete preto e branco

Os tecidos mais propensos a desenvolver bolinhas são os sintéticos. Com o tempo, algumas fibras se desprendem do tecido e se acumulam na superfície. (Fonte: Miyuki3: 108065325/ 123rf.com)r on a black and white carpet

Critérios de compra

Agora que você já conhece mais sobre as principais características e aplicações do papa-bolinhas, chegou a hora de avaliar alguns aspectos que podem fazer a diferença na eficácia deste produto na sua rotina. Para tanto, separamos os principais critérios de compra e vamos tratar cada um deles em detalhes a partir de agora. Pode anotar!

Frequência de uso

Como ocorre sempre que se pretende comprar um novo item para a casa, é preciso pensar no uso a que ele será destinado. Este ponto é crucial para determinar o modelo ideal. Em outras palavras, ter clareza sobre a frequência de utilização do seu papa-bolinhas ajudará a investir no aparelho mais adequado.

Se a maioria das suas peças é de tecidos sintéticos e você sempre se depara com as indesejáveis bolinhas, provavelmente fará uso recorrente do aparelho. Neste caso, os modelos automáticos são a melhor opção, seja pela praticidade ou pelo fato de dispensar a substituição da superfície, como nos adesivos.

Já para quem usa menos esse recurso, o papa-bolinhas manual pode ser mais adequado. Os rolinhos adesivos, por exemplo, além de práticos são uma excelente alternativa para quem tem animais em casa, já que ajuda na limpeza rápida de almofadas e sofás.

Mulher tira fiapos de meias de lã com a ajuda de uma máquina elétrica.

O papa-bolinhas pode ser usado sobre qualquer peça em que apareçam bolinhas ou penugens. Mesmo assim, é importante ter mais cuidado ao tratar tecidos delicados. (Fonte: Romanchenko: 135936073/ 123rf.com)

Tipo de tecido

Outro ponto fundamental na hora da escolha está relacionado com o tipo de tecido que será tratado pelo seu papa-bolinhas. Como comentamos há pouco, ainda que esteja indicado para todos, é sempre bom ter um cuidado extra com os tecidos mais delicados.

Para facilitar, apresentamos uma tabela com a forma mais apropriada de utilizar o seu papa-bolinhas em cada tipo de peça, de acordo com a porcentagem de fibras naturais no tecido:

Fibras naturais Uso do papa-bolinhas
90% de fibras naturais - 10% de outras fibras sintéticas Este tipo de peça não costuma geram muitas bolinhas. Assim, o uso do aparelho será menos frequente
50% de fibras naturais - 50% de outras fibras sintéticas Aqui o cenário muda: podem ocorrem mais bolinhas. O papa-bolinhas pode ser usado sempre que necessário, evitando excessos
10% de fibras naturais - 90% de outras fibras sintéticas Estas são as peças com mais incidência de bolinhas. Por isso, além do uso frequente do papa-bolinhas, procure observar a forma de lavagem e armazenamento das roupas

Levando em conta essas orientações, fica mais fácil determinar em que medida o papa-bolinhas precisará ser utilizado. Além disso, o cuidado com cada peça será mais efetivo. Para saber a composição do tecido, basta consultar a etiqueta da roupa.

Praticidade

A praticidade que o aparelho proporciona é um aspecto que deve ser levado em consideração na hora da compra do seu novo papa-bolinhas. Em outras palavras, a ideia é contar com um utensílio que ajude na manutenças das peças sem atrapalhar sua rotina, certo?

Por esta razão, antes da sua escolha final, nossa recomendação é para que você leve sempre em conta esses fatores:

  • Qual o modelo mais adequado? Você pode escolher entre o manual ou um aparelho automático;
  • No caso do papa-bolinhas automático, qual a melhor forma de alimentação? Se você prefere liberdade, pode é melhor optar por modelos a pilha. Se quer autonomia, priorize os que são conectados à tomada;
  • Qual o design ideal para o papa-bolinhas. A dica é sempre dar preferência aos modelos mais compactos e ergonômicos, que serão mais fáceis de manejar e transportar;
  • O aparelho é muito pesado? Este ponto pode ser crucial para facilitar o uso do papa-bolinhas enquanto estiver passando as roupas ou organizando os armários, por exemplo;
  • Qual o nível de manutenção exigido? Nos modelos de rolinho adesivo, basta retirar a folha e o papa-bolinhas estará pronto para o próximo uso. Os automáticos costumam ter reservatório para o excesso de penugem que deve ser esvaziado — assim como devem ser limpas as lâminas — a cada utilização.
Dispositivo e coleta fiapos. Removendo fiapos (pilling) do mar

Para proteger os tecidos, estique bem a peça durante o uso do papa-bolinhas. (Fonte: Vladdon: 123620751/ 123rf.com)

Manutenção

Como você já sabe, o papa-bolinhas é um aparelho que será usado diversas vezes. No entanto, para mantê-lo sempre com a melhor eficiência, é preciso estar atento à conservação do equipamento. Por isso, é importante conhecer como será a tarefa de manutenção do aparelho antes da decisão final. Observe na tabela:

Papa-bolinhas manual Papa-bolinhas automático
Para os rolinhos adesivos, tirar a folha utilizada e jogar fora. A superfície ficará como nova Remover as pilhas (ou retirar da tomada) antes da manutenção, por segurança
Para o modelo de escova, remover os restos de fibras e sujidades presas às cerdas. Pode utilizar um pente para ajudar na remoção É importante manter longe do contato com a água
Alguns modelos de rolinho adesivo, contam com uma capa protetora, que permite o contato com a água. Neste caso, você pode lavá-lo após o uso O aparelho conta com um reservatório, onde ficam depositadas as fibras removidas das roupas. Basta esvaziá-lo periodicamente para completar a manutenção do papa-bolinhas automático

Acessórios e substituições

Alguns modelos contam com itens extras que podem ser úteis para aumentar a eficácia e a praticidade, como as lâminas intercambiáveis, que devem ser trocadas de acordo com o tipo de tecido a ser tratado. Outros, acompanham acessórios de limpeza, como escovinhas para a limpeza interna do aparelho.

Nos modelos manuais, especificamente no rolinho adesivo, é importante verificar a disponibilidade de refis para a reposição dos papéis adesivos quando estes chegarem ao fim. Esse cuidado antes da compra vai garantir que você não precise comprar um novo rolinho cada vez que findarem os adesivos.

Resumo

Usar roupas cheias de bolinhas, além de desconfortável ao tato, pode passar a impressão de que você não tem cuidado com o próprio guarda-roupas. Quem costuma utilizar mais tecidos sintéticos no dia a dia acaba sofrendo ainda mais com essas indesejadas companhias! No entanto, bastam alguns minutos para renovar o aspecto das peças com o uso de um bom papa-bolinhas.

Ao longo deste artigo, procuramos esclarecer as dúvidas mais comuns sobre este aparelhos. Falamos sobre os tipos mais comuns, os cuidados necessários e a frequência de uso para cada tipo de tecido. Destacamos, ainda, as diferenças entre os aparelhos manuais e os automáticos e deixamos algumas dicas para que você avalie critérios fundamentais para um escolha bem sucedida.

Esperamos que tenha gostado do nosso guia. Se sim, aproveite para compartilhar com outras pessoas que possas estar em busca da melhor forma para manter as roupas com uma visual de novas por mais tempo. Um grande abraço e muito obrigado!

(Fonte da imagem destacada: Zozulya: 139936736/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Beatriz Cámara Redatora freelancer
Tem a tradução como vocação e a escrita como filosofia de vida. Acredita que os ingredientes fundamentais para um bom artigo são o rigor na informação com um toque de estilo. Escreve sobre cosméticos, beleza, paternidade e produtos para casa.
Vera Pereira Redatora/Editora
Jornalista, especialista em produção de conteúdo digital, tem na escrita a sua maior paixão. Adora investigar, apurar fatos e reconstruir histórias. Por isso, atua na pesquisa e adaptação dos conteúdos internacionais à realidade e legislação brasileiras.