radio antigua
Ultima atualização: 2 de setembro de 2020

Como escolhemos

15Produtos analisados

17Horas investidas

4Estudos avaliados

59Comentários coletados

Goooool do Brasil!! Mesmo em tempos de alta tecnologia, ouvir essas palavras pelas ondas do rádio traz uma emocionante e distinta sensação de nostalgia. A verdade é que, seja para esportes, músicas ou notícias, o bom e velho rádio portátil ainda se mantém no coração — e no dia a dia — de muita gente!

Se você chegou até aqui em busca de respostas para suas dúvidas sobre o melhor rádio portátil, este é o lugar certo. A partir de agora, vamos mostrar como este equipamento se renovou e continua resistindo ao tempo e às inovações da tecnologia. Além disso, queremos que você conheça os modelos mais vendidos e encontra o mais indicado para as suas expectativas. Vamos começar?




O mais importante

  • A qualidade de som encontrada no melhor rádio portátil é superior à dos incorporados aos dispositivos móveis.
  • Alguns modelos de rádio portátil modernos contam com funcionalidades extras, como entrada USB ou microSD e, até mesmo, conexão por Bluetooth.
  • Um dos critérios mais importantes na hora da escolha do modelo ideal é a fonte de alimentação; É em função dela que você conseguirá definir entre uma ou outra opção. Teremos uma seção especial para falar sobre os fatores determinantes para a compra.

Os melhores rádios portáteis do mercado: nossos favoritos

São tantas as opções disponíveis, desde os mais convencionais até os sofisticados e potentes modelos, que fica difícil escolher qual o melhor rádio portátil para cada pessoa. Por isso, fizemos uma seleção entre os mais vendidos na Amazon. Assim, você pode conhecer os aparelhos que têm as melhores avaliações entre os compradores e começar a escolher o seu!

O melhor rádio portátil estéreo

Com receptor de 3 bandas FM / AM / SW, esse rádio portátil surpreende pela qualidade do som, com seu alto-falante de alta qualidade e diafragma de graves que promove som mais limpo e alto.

A antena de haste com tração ajustável se estende em até sete seções, para obter a melhor recepção. Conta com saída para  fone de ouvido para que você curta músicas ou seu jogo de futebol, em qualquer lugar, sem incomodar outras pessoas.

O rádio portátil com design retrô

O desenho clássico tradicional da "época de ouro" do rádio esconde um aparelho que evolui e trouxe para sua estrutura outras tecnologias, que permitem integração com outros dispositivos, como a conexão Bluetooth. Além disso, tem entrada para cartão de memória e pendrive.

O aparelho conta ainda com relógio, despertador, saída P2 e, claro, sistema de Rádio estéreo de 3 Bandas – FM, AM e SW. Com bateria recarregável, ele é compacto e prático de transportar.

O rádio portátil de alta tecnologia

Quem está ligado em tecnologia, som e qualidade de reprodução, conhece bem essa marca. Esse rádio portátil da JBL traz toda a inovação da marca para um reprodutor de áudio com design diferenciado e com conectividade total.

O modelo conta com a possibilidade de sincronização de dispositivos via Bluetooth para reproduzir todas as suas playlists ou executar o aplicativo de rádio FM. E o melhor é que você pode fazer tudo isso com um simples comando de voz, pois ele se integra a Siri, Alexa ou Google Assistant.

Guia de compras: O que você precisa saber sobre o rádio portátil

Se você está em dúvidas entre comprar um rádio portátil ou continuar sintonizando algumas estações pelo seu celular, vamos mostrar agora as vantagens deste aparelho e as diferenças na qualidade do som.

Além disso, trazemos respostas para as principais perguntas de compradores à procura do melhor rádio portátil de 2020. Você é um deles? Então, este guia também é seu!

menina com rádio na praia

Um rádio portátil depende apenas da carga de bateria para funcionar. (Fonte: Lypa: 102666480/ 123rf.com)

Por que comprar um rádio portátil?

Principalmente por causa do som. Além disso, com um rádio portátil, a portabilidade é absoluta. Embora existam alternativas maiores, os modelos compactos permitem que você carregue o aparelho no bolso.

De maneira geral, ele funciona como mero sintonizador AM / FM com alto-falante e entrada para fone de ouvido. A maioria traz uma alça para prender ao pulso.

O rádio portátil, seja pelas suas dimensões e características, é perfeito para uso externo, mas pode ser usado em qualquer lugar que você deseja. A boa notícia é que os fabricantes seguiram as  novas tecnologias.

Atualmente, já existem rádios portáteis com cartão microSD e até Bluetooth — uma ótima opção para quem gosta de usar fones de ouvido sem fio.

O rádio portátil é melhor do que o incorporado ao smartphone?

Normalmente sim. Isso porque toda a sua estrutura é dedicada a um uso específico. Por esse motivo, o rádio portátil tem um desempenho melhor. O mesmo não ocorre nos celulares por que são aparelhos que têm outros objetivos: a função de rádio não é a prioridade destes dispositivos. Além disso, existem outras diferenças importantes:

Rádio portátil Rádio do smartphone
Qualidade da recepção De média a alta Média
Atraso na recepção do sinal Mínimo Superior, já que reproduz o sinal usando dados de Internet
Consumo de dados Zero Médio. Aliás, alguns aplicativos de rádio sequer funcionam sem cobertura de internet
Qualidade do som De média a alta Média
Reprodução de som Por meio de alto-falantes ou fone de ouvido Em alguns aparelhos, apenas com fone de ouvido
Componentes Exclusivamente destinados à recepção e reprodução das ondas de rádio A prioridade do smartphone não é a função de rádio
Autonomia Alta, pois se destina a execução de apenas uma função Média, pois continua executando outros aplicativos em segundo plano

Quais as vantagens e desvantagens de um rádio portátil?

Contar com o melhor rádio portátil pode trazer muitas vantagens. A principal delas é seguir ouvindo sua programação preferida onde quer que você esteja. Embora pareça que o rádio foi deixado de lado pelas playlists personalizadas, há pesquisas que mostram o contrário. Atualmente, 76 % da população ainda ouve rádio FM offline (1).

Mas você pode estar pensando que essa não pode ser a única vantagem de um rádio portátil... E não é mesmo! Por isso, preparamos o quadro abaixo:

Vantagens
  • Grande portabilidade
  • Alta autonomia
  • Qualidade de som excepcional
  • Grande capacidade de sintonia
  • Possibilidade de utilizar com fones de ouvido
  • Interação com a tecnologia moderna, como a conexão Bluetooth
  • Alguns modelos podem reproduzir músicas salvas em cartões de memória e pendrives
  • Não consome dados de internet
  • Geralmente, é robusto e durável
Desvantagens
  • A relação custo-benefício nem sempre é a melhor
  • As possibilidade e funcionalidades podem ser limitadas

Quais os diferentes tipos de rádio portátil?

Certamente você está empenhado em escolher o melhor rádio portátil e é por isso que encontrou nosso guia. Portanto, nos sentimos na obrigação de falar sobre cada tipo de rádio da maneira mais detalhada possível. No entanto, para não deixar nossa conversa muito cansativa, preparamos uma breve descrição sobre cada um deles. Veja na lista a seguir:

  • Analógico: O rádio portátil analógico é a opção mais básica. Geralmente, ele conta com as opções AM / FM e, talvez, um fone de ouvido. É a alternativa ideal para quem deseja um aparelho mais simples;
  • Digital: O rádio digital já é um pouco mais sofisticado do que o analógico. De maneira geral, incorpora outras funções além das frequências. Um exemplo é a possibilidade de tocar sua própria música por meio de cartões de memória;
  • Pocket: Trata-se de um rádio portátil muito compacto, que pode ser analógico ou digital. Como o nome indica, a maioria dos modelos cabe no bolso. Basicamente, é um rádio portátil muito pequeno e altamente gerenciável:
  • Com entrada USB ou microSD: Os modelos com entrada USB ou cartão microSD são rádios digitais que incorporam a função de reprodutor de mídia. Com eles, você pode salvar programas de rádio para ouvir mais tarde ou apenas reproduzir músicas ou podcasts através do rádio portátil.
rádio clássico em um carro

A autonomia de um rádio portátil com bateria recarregável pode chegar a ito horas.
(Fonte: Kuhar: 7NJE_JbVReo/ unsplash.com)

Como configurar um rádio portátil?

Tudo depende do tipo do rádio portátil que você vai escolher. Isso porque um modelo analógico terá características bem distintas de um digital, por exemplo. Nossa recomendação é para seu primeiro passo seja sempre consultar o manual de instruções do aparelho, Mesmo assim, de maneira geral, há algumas orientações básicas para começar a usar seu aparelho:

  • Verifique as condições do produto. Feito isso, leve em consideração o tipo de energia: pilhas ou bateria recarregável;
  • Certifique-se sobre as formas de ajuste. Os modelos analógicos são ajustados com uma roda. Já os digitais geralmente podem ser ajustados por meio de botões. Neste caso, pode haver uma função para que o dispositivo faça uma varredura automática das estações e salve todas elas na memória. Assim, você terá acesso mais rápido e sempre com a melhor qualidade de recepção;
  • Caso o aparelho tenha recursos adicionais, como entrada USB ou de cartão microSD, basta pressionar o botão correspondente para alterar o modo de reprodução. Lembre-se que, no rádio portátil analógico, a antena pode ajudar muito a melhorar a recepção do sinal.
menino com rádio ouvindo música

Alguns modelos de rádio portátil incorporam entradas para cartões de memória. Assim, é possível reproduzir suas músicas favoritas a qualquer momento. (Fonte: Key: TSd1zcSpeYw/ Unsplash.com)

Critérios de compra

Como você viu na seção anterior, o rádio portátil é um equipamento simples e tão consagrado que resiste no mercado mesmo com tantas inovações tecnológicas. Na hora de comprar o seu, no entanto, é sempre bom ter em mente alguns critérios que podem ter impacto direto na qualidade do som e no bom proveito do aparelho. Veja o que destacamos:

Fabricante

Este é um critério importante, pois nem todas as marcas trabalham com o mesmo conceito de qualidade. O ideal é escolher um fabricante que ofereça uma certa confiança, com boa reputação no mercado. Provavelmente, você conhece algumas marcas mais famosas e, na dúvida, vale a pena optar por elas.

Isso não significa que os fabricantes menos conhecidos não possam trazer produtos de qualidade. Por isso, se optar por uma marca assim, verifique qual a especialidade dela. Aquelas que se dedicam a um único segmento costumam ter produtos de melhor qualidade.

rádio no parque

Alguns modelos de rádio portátil de bolso podem ser tão pequenos que você nem se dará conta de que está carregando o aparelho. (Fonte: Shahul: GpyLtafx7F0/ Unsplash.com)

Tamanho

Certamente, ao procurar pelo melhor rádio portátil você já pensou em modelos com design compacto. Porém, mesmo este tipo de rádio pode apresentar muitas diferenças que podem ter influência na portabilidade e no uso. Em outras palavras, um dispositivo de bolso, por exemplo, não é o mesmo que um rádio com um maior número de funções:

  • Rádio portátil de bolso: Ideal para quem deseja ouvir rádio em qualquer lugar, com fones de ouvido e sem incômodos para transportar o aparelho;
  • Rádio portátil com alça: Uma ótima opção se você não se importa com as dimensões do rádio. Com a alça, fica mais fácil levar o rádio portátil a qualquer lugar, com mais conforto e sem o risco de deixá-lo cair.

Fonte de alimentação

Para muitas pessoas, é importante que o rádio portátil ofereça uma boa autonomia de uso. Neste sentido, também há diferenças: alguns funcionam exclusivamente com pilhas, enquanto outros contam com a alternativa da bateria recarregável ou até mesmo da alternância com a corrente elétrica, por meio de um cabo que acompanha o produto.

No entanto, para quem pretende utilizar o rádio fora de casa e longe de fontes de energia, o ideal é ter certeza de que a bateria vai ser suficiente para o período em que ele será utilizado. Há modelos com autonomia de até oito horas. Se você vai usar o aparelho por mais tempo, vale a pena investir em um carregado portátil, como os powerbanks.

rádio amarelo em fundo amarelo

O radio portátil oferece mais qualidade de som do que os rádios incorporados aos smartphones. (Fonte: 80schild: 87890272/ 123rf.com)

Características adicionais

Se você quer aproveitar para comprar um rádio portátil que tenha mais funcionalidades, o mercado tem diversas opções interessantes. Tudo vai depender da sua expectativa e o tipo de função que considera como relevante em um aparelho de rádio.

Muitos fabricantes têm investido em modelos que incorporam slots para cartões de memória e porta USB. Assim, você pode reproduzir sua própria música independentemente da programação das emissoras de rádio. Ou seja, além de desempenhar funções de rádio, ele também atua como player de mídias digitais.

Além disso, é bastante comum encontrar aparelhos capazes de oferecer conexão via Bluetooth e até via Wi-Fi. Fora essas funcionalidades, vale a pena observar outros pontos que podem fazer a diferença no uso do seu rádio portátil:

  • Dynamic Bass Boost: Em alguns modelos digitais de rádio portátil, existe a possibilidade de acentuar os graves ao pressionar este botão. Para aproveitar o melhor deste efeito, é melhor contar com bons fones de ouvido. Se o aparelho tiver conexão Bluetooth, você poderá usar fones sem fio, para ter mais liberdade;
  • Tela LCD: Este é um recurso bastante comum nos aparelhos digitais. Na tela, é possível visualizar a estação em que o rádio está sintonizado e informações extras como volume, horário e, em alguns casos, até o nome da música ou programa que está no ar naquele momento;
  • Gravador de voz: Alguns rádios portáteis trazem a função de gravador. Apesar de um pouco mais caros, pode ser conveniente em algumas situações. De forma geral, é necessário um pendrive ou cartão de memória para salvar a gravação.

Qualidade do som

O avanço da tecnologia permitiu que os aparelhos de rádio portátil conquistassem muito mas qualidade na recepção e reprodução do som. Apesar de ainda não estar no mesmo nível dos rádios Hi-Fi (abreviação da expressão, em inglês, para "alta fidelidade"), o rádio portátil tem qualidade muito superior ao dos incorporados aos smartphones.

Os modelos pocket costumam ter menos de 1 watt de potência. Já os compactos atingem normalmente 3 watts. Se você quiser que o som seja mais nítido, pode optar por sempre usar bons fones de ouvido. Eles ajudam a concentrar o som e proporcionam uma experiência de áudio mais agradável.

foco

Você sabia que o primeiro rádio portátil da história já tem mais de 100 anos?

Ele foi criado em 1910 pelos americanos Henry Dunwoody e Greenleaf Whittier Pickard. O aparelho foi produzido com sulfeto de chumbo e pesava dez quilos. Para os padrões atuais, ele não parece tão portátil assim, não é mesmo?

Resumo

Como você percebeu ao longo deste artigo, o bom "radinho de pilha" continua vivo e atual, mesmo diante de tantos gadgets inovadores que descobrimos todos os dias. Ao contrário, esse vovô da comunicação tem acompanhado a tecnologia e se mantém firme na preferência do ouvintes de rádio. Muitos modelos contam com o design clássico e incorporam novas funcionalidades digitais, o que deixa o aparelho ainda mais interessante.

Neste guia, falamos sobre as mudanças no rádio portátil ao longo do tempo, para que você não tenha receio em adquirir um equipamento que possa estar obsoleto. Mostramos as vantagens na qualidade do som e a praticidade de quem carrega consigo um modelo pocket, por exemplo. Destacamos, também, alguns aspectos a se considerar na hora da escolha. Com base nessas dicas, você está pronto para escolher o melhor rádio portátil para preencher seus dias com música e informação.

Se você gostou deste material, compartilhe com outros conhecidos para que possam reviver as emoções de uma boa partida de futebol ao lado de um rádio portátil. Muito obrigado e até a próxima!

(Fonte da imagem destacada: Jakkapan: 96074477/ 123rf.com)

Referências (2)

1. José Juan Videla Rodríguez y Teresa Piñeiro-Otero, Estudios sobre el mensaje periodístico (Ediciones Complutense, 2017): «La radio online y offline desde la perspectiva de sus oyentes-usuarios. Hacia un consumo híbrido».
Fonte

2. Iago Peleteiro, El Confidencial (2019): «La radio FM ha muerto en toda Europa salvo en España. ¿Por qué no saltamos a digital? » em El Confidencial.
Fonte

Por que você pode confiar em nós?

Na hora de escrever, dá seu melhor para analisar produtos tecnológicos. Afinal, o que seria da vida sem eles? Na vida pessoal, não vive sem discos de vinil, sem seus gatos e sem os jogos decisivos da NBA.
Vera Pereira Redatora/Editora
Jornalista, especialista em produção de conteúdo digital, tem na escrita a sua maior paixão. Adora investigar, apurar fatos e reconstruir histórias. Por isso, atua na pesquisa e adaptação dos conteúdos internacionais à realidade e legislação brasileiras.
Artigo informativo
José Juan Videla Rodríguez y Teresa Piñeiro-Otero, Estudios sobre el mensaje periodístico (Ediciones Complutense, 2017): «La radio online y offline desde la perspectiva de sus oyentes-usuarios. Hacia un consumo híbrido».
Ir para a fonte
Artigo informativo
Iago Peleteiro, El Confidencial (2019): «La radio FM ha muerto en toda Europa salvo en España. ¿Por qué no saltamos a digital? » em El Confidencial.
Ir para a fonte