Mulher praticando exercícios com uma mini band na altura das canelas
Ultima atualização: 21 de abril de 2021

Como escolhemos

10Produtos analisados

38Horas investidas

6Estudos avaliados

89Comentários coletados

Você já ouviu falar dos mini bands? As faixas elásticas coloridas têm ganhado cada vez mais adeptos no país. Práticos para levar na mochila e bastante utilizado nas academias para fortalecer os músculos e articulações, eles são um sucesso seja para com atletas ou praticantes de atividade física.

Se você veio até aqui é porque está interessado em comprar um, não é mesmo? Pois saiba que eles não são todos iguais e que é importante você conhecer os detalhes do produto antes de adquirir o seu.

Portanto, continue a leitura e veja o artigo completo que preparamos com as principais informações sobre o equipamento, além de dicas importantes na hora da compra.




Primeiro, o mais importante

  • Encare a utilização de mini bands como um fortalecimento nas articulações, melhora na flexibilidade e aumento do tônus muscular.
  • Com as faixas elásticas você poderá atingir todos os músculos do corpo, através dos mais variados exercícios.
  • É um objeto bastante simples de utilizar. Entretanto, sem a devida orientação profissional pode lesionar.

Melhores mini bands: nossas recomendações

Vamos apresentar agora uma lista com os melhores mini bands disponíveis no mercado. Eles foram classificados de acordo com a avaliação de usuários e através de alguns aspectos técnicos como: resistência, qualidade do material e tamanho. Assim, você conseguirá escolher aquele que for mais adequado para os seus exercícios.

Guia de compra: tudo o que você precisa saber para encontrar o mini band ideal

Maior flexibilidade, aumento no tônus muscular, articulações fortalecidas e um alongamento do corpo cada vez melhor. Esses são alguns dos benefícios causados pelo uso constante dos mini bands.

As faixas elásticas têm feito bastante sucesso em espaços de yoga, treinamento funcional, crossfit e academias. Você sabia que com elas o risco de lesões fica cada vez menor?

Mas com tantas opções disponíveis no mercado, como escolher o mini band ideal?

É por isso que a partir agora vamos responder as principais dúvidas dos compradores sobre o produto. Prepare-se para um guia de compra completo!

Jovem loira praticando exercício com Mini Band ao ar livre

Os mini bands podem exercitar qualquer parte do corpo sem forçar as articulações. (Gustavo Fring/ Pexels.com)

O que são mini bands?

Mini bands são faixas elásticas circulares, curtas e finas. Se você frequenta academias, ou espaços de pilates ou atividade funcional, você já deve ter visto um pelo menos uma vez.

Eles servem para trabalhar pernas, glúteos, braços, ombros e abdominais.

Os famosos elásticos coloridos servem para trabalhar diversos grupos musculares: pernas, glúteos, braços, ombros e abdominais. Por serem extremamente fáceis de se carregar na bolsa, eles estão cada vez mais presentes na vida dos praticantes de atividade física.

O principal dever do mini band é oferecer resistência ao corpo, fazendo com que o mesmo se fortaleça através de exercícios específicos. É importante ressaltar que ele pode ser usado por praticantes de qualquer nível, sem limite de idade.

No mundo dos mini bands, geralmente as cores mais claras significam exercícios mais leves e as mais escuras mais pesados.

Para que serve um mini band?

Criado inicialmente para a recuperação muscular, articular e dos tendões dos atletas russos em 1950, o mini band se popularizou pelo mundo ao longo dos anos.

Hoje em dia faz sucesso como um elemento a mais nos treinos em academias e salas de treinamento funcional. Eles podem ser utilizados tanto na fase de aquecimento e mobilidade, como na parte técnica de força/estabilização do treino.

São inúmeros os benefícios de se exercitar com um mini band. Dentre eles podemos destacar:

  • Aumento do tônus muscular
  • Ganho de flexibilidade
  •  Fortalecimento das articulações
  • Corpo com poder maior de alongamento

Como conservar e transportar o mini band?

O ideal é guardar a faixa em uma caixa ou bolsa. A intenção é a de proteger diretamente dos raios do sol ou do calor excessivo. Esses fatos podem ressecar e danificar o látex. Armazená-los com talco pode ser uma boa ideia.

Para transportar prefira uma bolsa ou estojo, por exemplo. Você deve ter cuidado com objetos pontiagudos dentro desses objetos como canetas ou acessórios para cabelo.

Ao utilizá-lo, tomar cuidado também com relógios e anéis que podem acabar danificando o material.

Os mini bands possuem uma espessura mais fina. O mais fraco mede 0,45 mm. Já o mais forte, 0,90 mm.

Quais as vantagens e desvantagens de usar o mini band?

Prepare-se para fortalecer as suas articulações e se ver livre de lesões a longo prazo.

Vantagens
  • Exercícios para o corpo inteiro
  • Previne lesões
  • Preço bastante acessível
  • Podem ser utilizados em qualquer lugar
  • Fácil transporte
  • Pessoas de qualquer idade podem utilizar
  • Aumento na flexibilidade e alongamento
Desvantagens
  • Pessoas podem ser alérgicas ao seu material, o látex
  • Possível lesão por uso inadequado

Como fazer exercícios com mini band?

Como já citamos neste artigo, você pode utilizar a sua faixa elástica para o maior número de exercícios possíveis. Seja de membros superiores e inferiores.

É importante ter a supervisão de um profissional capacitado, que lhe passará todas as orientações a respeito do exercício ideal para você, baseado no seu condicionamento.

Mesmo que a probabilidade seja bem baixa, pode acontecer alguma lesão muscular, caso o movimento seja feito de maneira incorreta.

Veja a seguir alguns exercícios possíveis de se fazer em casa:

Critérios de compra: O que levar em conta ao comparar os modelos de mini band

Você vai conhecer agora uma lista com as principais características que você deve levar em consideração na hora de escolher o seu mini band ideal. São detalhes essenciais que vão lhe ajudar a escolher o melhor modelo para o seu exercício físico. Confira!

Níveis de Esforço

Os mini bands geralmente são separados por níveis de esforço através de suas cores. Portanto, isso será essencial na hora de você escolher o seu modelo. Saiba que existem diversos kits com bands de várias cores. Assim você conseguirá ampliar a variedade em seu treino.

Por exemplo: os mini bands usados nos membros superiores são geralmente mais fracos do que os usados nos membros inferiores. Por isso a compra de um kit com vários níveis pode fazer sentido.

Conheça agora as cores mais usadas para classificar a resistência das faixas e te ajudar na hora da escolha:

  • Amarela: Muito fácil
  • Vermelha: Fácil
  • Verde: Médio
  • Azul: Médio forte
  • Preta: Forte
  • Prata: Extraforte
  • Ouro: Ultra forte

mulher no centro da sala sentada em um tapete de yoga no chão com uma mini band nas pernas

Fique atento à dimensão da sua mini band na hora da compra. (Fonte: Gustavo Fring/ Pexels.com)

Dimensão

Ao entender as cores (lembrando que pode mudar de uma marca para a outra), passamos para mais um fato de extrema importância.

Comprimento e espessura do mini band determinam o grau de dificuldade do exercício.

A dimensão do mini band.

O comprimento e a espessura do mini band vão determinar o grau de dificuldade e resistência que você irá adquirir.

Os mini bands que possuem uma espessura mais fina e medem 0,45 mm são os mais leves. Já com o dobro disso, encontramos a mais forte, com 0,90 mm.

Material

Este é mais um ponto bastante importante. A maioria dos mini bands é feita de látex, que é de origem vegetal. Entretanto, existem pessoas que são alérgicas a esse material. Portanto, é bom verificar as características do produto antes da compra.

Também é importante ressaltar que você encontra opções de mini bands de borracha, de origem sintética.

Enquanto o de látex é mais duradouro e flexível, o de borracha é mais rígido e resistente.

Resistência

Leve e pesado. Esses são os níveis de resistência que as faixas podem variar. As menores e mais finas apresentam resistência de 1 a 10kg. As mais grossas vão de 5 a 90kg.

É importante você saber o nível de esforço que seu corpo aguenta. Caso contrário você poderá comprar uma faixa muito grossa e não conseguirá fazer os exercícios corretamente.

Resumo

As mini bands são o acessório esportivo ideal para você carregar em qualquer lugar. Como falamos durante o artigo, ele vai trazer força para as suas articulações e acionar os músculos pequenos do corpo, que muitas vezes não são ativados nos exercícios na academia.

Pesquise bem antes de escolher o seu, pois este é um item que você vai carregar para lá e para cá e utilizará com frequência. Você não quer um elástico arrebentando em você enquanto pratica atividade física, não é mesmo?
Boa sorte na escolha!

(Fonte da imagem destacada: Roman Samborskyi/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas