Um monitor é o dispositivo periférico de saída mais importante de um computador, também conhecido como tela. Sua função é a de exibir a informação com a qual o usuário está trabalhando. Ele é conectado ao computador através de uma placa de vídeo. Hoje vamos falar sobre o monitor com HDMI.

Seu uso é muito variado, já que pode ter diversas funcionalidades. No entanto, para aproveitá-lo ao máximo, será necessária uma conexão superior. Melhorar a transmissão de dados significa obter uma maior qualidade de imagem. É por isso que o monitor com HDMI é, sem dúvida, uma opção que merece destaque. Explicaremos tudo que você precisa saber sobre ele no guia a seguir.

O mais importante

  • Se você está em busca de um monitor com HDMI, está buscando qualidade. Pense que um monitor, em muitos casos, será um equipamento presente em boa parte da sua rotina e ficará com você durante muito tempo. Leve em conta que a tecnologia evolui rapidamente, e opte pelas funções com uma maior probabilidade de persistir.
  • Definir a forma como você pretende usar o monitor vai ajudá-lo a tomar uma decisão de acordo com seus gostos e preferências pessoais. Primeiro, pense no que você precisa. Se você é fanático por filmes, um monitor UltraWide pode ser a melhor escolha. Por outro lado, se você gosta de jogar, o monitor ideal pode ser aquele com tecnologia FreeSync ou GSync, que permite melhorar a qualidade visual.
  • Não se esqueça do conforto. Durante o uso, o monitor mais bonito pode se transformar em um problema se não se ajustar à altura do seu móvel, por exemplo. Avalie cada aspecto do monitor com HDMI que você vai escolher. Não foque apenas as características visuais e as atualizações; analisar a base e o design geral é igualmente importante.

Os melhores monitores com HDMI: Nossas recomendações

Para ajudá-lo a tomar a melhor decisão de acordo com os seus interesses e necessidades, fizemos uma seleção que inclui os melhores modelos de monitor com HDMI do mercado. Ela também inclui detalhes de cada um destes aparelhos eletrônicos. Siga nossas recomendações para garantir uma boa compra.

O melhor monitor com HDMI para gamers

Se você está em busca de um monitor para jogar games online, esta opção da AOC é a escolha perfeita. Com tela de 24″ e resolução Full HD, oferece um tempo de resposta de apenas 1ms e 75Hz de taxa de atualização. Além do HDMI, conta com conexão DisplayPort e tecnologia AMD FreeSync. É bivolt e possui furação VESA, padrão para diversos tipos de suporte.

O melhor custo-benefício

Este monitor com HDMI da Dell é uma ótima escolha se você busca uma alternativa acessível para usar em atividades gerais do seu dia a dia. Entre suas especificações estão a tela de 21.5″, com resolução de alta definição 1920 x 1080, uma entrada HDMI e uma entrada VGA. Com um design elegante, oferece um ângulo de visão ultra-amplo de 178°.

Opção ultrawide melhor avaliada pelos usuários

Este monitor UltraWide da LG permite uma maior produtividade nas tarefas do dia a dia, já que oferece 30% mais espaço de uso. Possui OnScreen Control, Screen Split 2.0, qualidade de imagem com HDR10 e ajuste de ângulo. Oferece uma experiência imersiva de cinema com o MAXXAUDIO® e função Game Mode, que permite personalizar as configurações para o tipo de jogo que você escolher.

Guia de Compras: O que você precisa saber sobre o monitor com HDMI

Se você vai comprar um monitor com HDMI, é importante conhecer os aspectos fundamentais sobre ele. A seguir, listamos toda a informação de que você precisa, além de respostas para as dúvidas que podem surgir durante o processo de compra.

Imagem de pessoa em mesa com diversos monitores.

O monitor com conexão HDMI é o que funciona com uma interface multimídia de alta definição.
(Fonte: Arian Darvishi: wh-RPfR / Unsplash.com)

O que é um monitor com HDMI?

Ao comprar um monitor, você pode encontrar um primeiro obstáculo: a conexão. A maioria dos monitores LCD possuem entradas VGA e HDMI. É importante entender como elas funcionam, já que a definição da imagem vai depender deste elemento.

O monitor com conexão HDMI é o que funciona com uma interface multimídia de alta definição. Estas entradas dominaram o mercado atual, pois este sistema permite a transmissão sem compressão e de maneira cifrada.

Monitores em mesa.

O HDMI também conta com um sistema de proteção chamado HDCP, que permite proteger a transmissão de dados para evitar cópias não autorizadas.
(Fonte: Josh Sorenson: QsavFBtOPhE / Unsplash.com)

Isso permite que a conexão ocorra diretamente, o que melhora a qualidade em dois aspectos. Um deles é a possibilidade de ter vídeos de alta definição, e o outro é o som digital multicanal. Os vídeos mantêm sua qualidade original por não precisarem ser comprimidos.

foco

Para limpar a tela do seu monitor, basta passar um pano macio suavemente. Nunca force ou esfregue a tela. Isso pode danificar o aparelho. Caso a sujeira persista, faça uma solução água e vinagre e passe um pano levemente umedecido.

Quais outras funções o monitor com HDMI possui?

Existem muitas diferenças entre o HDMI e os sistemas anteriores. A primeira é que a conexão DVI (Interface Visual Digital) não admite sinais de áudio. Ou seja, é preciso ter um cabo auxiliar para o som.

O HDMI foi desenvolvido para se conectar com qualquer dispositivo audiovisual.

Além disso, o HDMI suporta resoluções superiores. O DVI foi idealizado para ser conectado com o computador, enquanto o HDMI foi desenvolvido para se conectar com qualquer dispositivo audiovisual.

O HDMI também conta com um sistema de proteção chamado HDCP (High-Bandwidth Digital Content Protection), que permite proteger a transmissão de dados para evitar cópias não autorizadas. Basicamente, evita a possibilidade de plágio na saída de uma fonte. Para fazer isso, um transmissor verifica a autorização do receptor e encripta o material.

Quais tipos de conexões o monitor com HDMI pode possuir?

Se você está pensando em comprar um monitor com HDMI, é importante saber que existem vários tipos de cabos HDMI. Na verdade, existem duas variações deste tipo de conexão, e outras consideradas adaptações. Para que não restem dúvidas, explicamos detalhadamente cada tipo a seguir.

  • HDMI Tipo A: Este é o mais comum de todos os cabos HDMI. É composto por 19 pinos. Seu tamanho é de apenas 13,9 x 4,45 milímetros. Ele costuma ser usado para conectar o monitor ao videogame ou ao home theater. Em muitos casos, costuma vir incluído nas caixas dos aparelhos eletrônicos para melhorar a experiência do usuário.
  • HDMI Tipo B: Provavelmente, este é o tipo de cabo que será encontrado no futuro. Foi desenhado para suportar resoluções superiores. É composto por 29 pinos, e embora seu uso ainda não tenha se popularizado, promete muita qualidade na transmissão de dados. Até o momento, é destinado a computadores de ponta, dispositivos portáteis e câmeras de vídeo.
  • HDMI Tipo C: É um cabo HDMI com a mesma quantidade de pinos (19) do tipo A, mas menor (10,42 x 2,42 milímetros). É comum encontrá-lo em aparelhos como câmeras fotográficas e alguns reprodutores digitais. Ele é diferente do cabo micro-USB, mas é comum confundi-los devido às suas dimensões. Seu uso é indicado especialmente para dispositivos portáteis.
  • HDMI tipo D: Ainda menor do que o anterior, esta é a menor versão dos cabos HDMI de 19 pinos. Geralmente, é encontrado em dispositivos que requerem tamanhos mínimos, como os smartphones. Uma característica de destaque deste cabo é que ele é capaz de transmitir a Internet a outros dispositivos, não apenas áudio e vídeo.
Imagem de pessoa trabalhando com monitor hdmi.

O HDMI tipo A é o que costuma ser utilizado para conectar o monitor ao videogame ou ao home theater.
(Fonte: Ali Zolghadr: xT3DQ40lus4 / Unsplash.com)

Quais versões de monitor com HDMI existem?

O monitor com HDMI foi evoluindo com o passar dos anos e o lançamento de diferentes versões. Ao mesmo tempo, os cabos foram se desenvolvendo para se adaptar às mudanças e apresentar novas funcionalidades.

Embora atualmente a versão mais comum seja a HDMI 2.0, montamos uma tabela diferenciando as alternativas existentes.

Versão Detalhes
HDMI 1.0 Lançado em 2002. Velocidade máxima 4,9 Gbps (Gigabytes por segundo) 60 GHz (Gigahertz)
HDMI 1.1 Acrescenta suporte para DVD-Audio
HDMI 1.2 Suporte para One Bit Radio (2005). Conexão de Tipo A para computadores
HDMI 1.3 Suporte Dolby TrueHD e DTS-HD, formatos para DVD em alta definição e Blu-Ray. 10,2 Gbps
HDMI 1.4 O primeiro a enviar e receber dados por meio de conexão Ethernet. Resoluções 4K e vídeos em 3D (2009)
HDMI 2.0 18 Gbps. Melhora no áudio: 32 canais e 1536 kHz (kilohertz)
HDMI 2.1 Versão mais recente. Duplica a velocidade de transferência para 48 Gbps. Resolução até 8K e 120 Hz

Quais são as vantagens do monitor com HDMI?

O surgimento dos cabos HDMI trouxe consigo uma série de melhorias para os usuários. A primeira mudança notável ocorreu na qualidade do áudio e do vídeo. A sua largura da banda os torna capazes de suportar mais formatos sem perdas. Além disso, o HDMI combina vídeo e áudio multicanal em um só cabo, reduzindo custos e complexidade.

O HDMI não apenas evita a confusão com os cabos do sistema A/V (Áudio/Vídeo), mas também suporta a comunicação entre a fonte de áudio e o dispositivo que o processa. Isso se traduz em configurações automáticas, eliminando a necessidade de selecionar o tipo de formato. Basta conectá-lo e apreciar a melhor qualidade.

Como o monitor com HDMI CEC funciona?

Os avanços tecnológicos não pararam, especialmente quando se trata da indústria do entretenimento. Em meio às mudanças, surgiu uma tecnologia chamada HDMI CEC (Consumers Electronics Control) para complementar a capacidade do HDMI.

Trata-se de uma característica que permite ao usuário conectar até 15 dispositivos em um único controle remoto. A única condição é que o aparelho seja compatível e que esteja usando uma conexão HDMI CEC.

Dois monitores sobre mesa.

Uma característica de destaque dos cabos HDMI tipo D é que eles são capazes de transmitir a Internet a outros dispositivos, e não apenas áudio ou vídeo.
(Fonte: Farzad Nazifi: xSl33Wxyc / Unsplash.com)

Quais outros tipos de conexões um monitor com HDMI pode ter?

A conexão HDMI não é exclusiva. Ainda existem versões e modelos com outros tipos de conectores. Por isso, foram desenvolvidos diferentes adaptadores que podem ser de grande ajuda. Não é preciso descartar o seu aparelho eletrônico, já que estes são alguns dos adaptadores que você poderá encontrar.

  • HDMI a VGA: Atualmente, muitos dispositivos possuem entradas HDMI. No entanto, pode ser que você tenha um monitor ou projetor que tenha apenas entrada VGA. Neste caso, você terá limitações para conectá-lo com outros dispositivos. Com o adaptador de HDMI a VGA, você pode converter o sinal e apreciar áudios e vídeos de alta qualidade.
  • Mini USB a HDMI: Este adaptador é especialmente útil para vincular o monitor com HDMI a outros dispositivos portáteis. Com este cabo, você pode conectar seu smartphone ou tablet sem a necessidade de configuração prévia. Outro aspecto importante é que ele costuma ter ciclos de vida superiores, embora este ponto já tenha sido melhorado com a versão micro USB a HDMI.
  • HDMI wireless: Estamos falando de monitores com HDMI, de cabos e adaptadores. No entanto, e se fosse possível esquecer os cabos? Na verdade, esta já é uma realidade. Existem sistemas sem fio que se conectam à entrada do monitor e ao dispositivo com o qual você quer vinculá-lo. A transmissão do conteúdo ocorre sem compressão, mantendo a qualidade.

Critérios de Compra

Um monitor com HDMI é a opção perfeita para quem quer aproveitar o seu dispositivo ao máximo. Se você deseja uma experiência ótima, a melhora da imagem é um aspecto fundamental.

Antes de comprar um monitor com HDMI, é preciso considerar uma série de elementos para tomar a melhor decisão. Avalie os seguintes critérios:

  • Freesync – G-Sync
  • Conectividade
  • Padrão de montagem VESA e ergonomia
  • Tecnologias HDR e Low Blue Light
  • UltraWide

FreeSync – G-Sync

Se você está em busca de um monitor com HDMI especializado que ofereça uma qualidade inigualável, é preciso levar em conta as tecnologias de sincronização. Elas permitem melhorar a comunicação entre o processador gráfico e o monitor. Garantem um rendimento fluido, eliminam cortes e minimizam as interrupções entre as sequências.

Para melhorar a velocidade de resposta, há diferentes versões e atualizações disponíveis. É o caso do Freesync da AMD e do G-Sync da NVIDIA. O primeiro se baseia em padrões abertos e é gratuito para os fabricantes, o que se traduz em custos mais baixos que a opção do módulo da NVIDIA.

Dois amigos em frente a um monitor.

Uma das vantagens do monitor com HDMI é que a sua largura da banda (bandwidth) permite suportar mais formatos sem perda.
(Fonte: Ron Hamlin: ABkOm23bJtk / Unsplash.com)

Conectividade

Atualmente, existem inúmeros métodos diferentes para conectar o monitor. Embora os monitores com HDMI costumem ser muito populares, também é possível encontrar outras alternativas. Elas variam desde a antiga conexão VGA até os modernos sistemas USB tipo C, que permitem transmitir até 40 Gbps.

Também existe uma interface chamada DisplayPort, com a qual basta conectar ambas as entradas e começar a se divertir.

Muitos monitores têm um nó com vários conectores USB. É possível que alguns possuam alto-falantes, entradas e saídas de áudio em seu design, mas os monitores para multimídia se destacam por oferecer soluções de qualidade.

Padrão de montagem VESA e ergonomia

Dependendo do uso que você pretende dar ao monitor, é importante levar em conta o padrão de montagem VESA. Trata-se de uma medida pré-determinada dos dispositivos que permite instalar bases para fixá-los na parede.

Outro fator importante é a capacidade ergonômica do monitor. Busque uma base que possa ser inclinada em diferentes ângulos para melhorar a sua experiência.

Imagem de homem trabalhando em escritório.

Os monitores com HDMI UltraWide têm formato 21:9, que é comum nos filmes cinematográficos.
(Fonte: StartupStockPhotos: 593299_1920 / Pixabay.com)

Tecnologias HDR e Low Blue Light

O suporte para a tecnologia HDR é uma característica muito valorizada. Esta sigla significa High Dynamic Range, ou Alto Alcance Dinâmico, e a sua função é aumentar a quantidade de tons que podem ser exibidos na tela. Isso resulta em imagens com cores mais vivas e precisas, que apresentam níveis de realismo surpreendentes.

Também é importante considerar a presença da tecnologia Low Blue Light, que protege a visão da exposição contínua à luz azul. Sua função se centra em reduzir o brilho dos tons azuis, convertendo imagens e tornando-as mais quentes. Você pode até encontrar monitores com sistemas de iluminação personalizáveis.

UltraWide

Um monitor com HDMI que, além disso, seja UltraWide têm um formato 21:9, que é comum nos filmes cinematográficos. Embora este formato já esteja no mercado há algum tempo, ainda enfrenta uma certa resistência, principalmente porque nem todos os videogames e programas são compatíveis com ele.

Resumo

Encontrar um monitor com HDMI que se adapte as suas necessidades é um trabalho árduo. Como você pôde ver, há muitos fatores que devem ser levados em conta.

Além de ser um investimento a longo prazo, a compra de um monitor é algo muito pessoal. Agora que você já conhece as propriedades e as versões dos monitores, não há dúvida de que vai conseguir tomar uma decisão acertada.

O que você está esperando para comprar seu monitor com HDMI? Você já tem todas as informações necessárias para escolher a melhor qualidade visual e mudar a forma como o entretenimento chega à sua casa.

Se você gostou do nosso guia, por favor deixe um comentário, curta esse artigo e compartilhe com os seus amigos.

(Fonte da imagem destacada: Tarn Nguyen: R6Rsg5vJzUI / Unsplash.com)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
41 Voto(s), Média: 4,50 de 5
Loading...