Homem de terno e gravata olhando para o lado em tom reflexivo. Ao lado uma seta em sinal crescente
Ultima atualização: 11 de maio de 2021

Está começando no mundo dos investimentos e ficou dúvidas sobre o que é Renda Variável? Com certeza você já ouviu esse termo, não é mesmo? Sabe qual é a diferença entre Renda Variável e Renda Fixa? Está em dúvidas para onde direcionar os seus investimentos?

Fique tranquilo, é bastante comum ter esse tipo de dúvida no início. E foi exatamente por isso que nós preparamos este artigo para você. Ele vai te explicar o que é Renda Variável, porque elas são consideradas um investimento de maior risco e muito mais.

Ficou interessado? Então continue a leitura para saber mais!




Primeiro, o mais importante

  • Como o próprio nome já diz, a renda é variável. Portanto, não é possível afirmar quanto determinado investimento vai render no mês.
  • O retorno de uma aplicação em Renda Variável pode ser bem maior do que a Renda Fixa. No entanto, o risco também é maior.
  • Fuja de pessoas e empresas que prometem investimentos em Renda Variável com retorno fixo garantido.

Renda Variável: tudo o que você precisa saber

Investir no Tesouro Direto é uma oportunidade de investimento em Renda Fixa. No entanto, os seus ganhos serão bastante inferiores, se comparados com investimentos corretos em Renda Variável.

É importante frisar que Renda Variável não é cassino ou loteria! O risco é maior? Sim! Entretanto, com estudo e dedicação é possível obter retornos acima da média. Mas, quais são os tipos, os riscos e as vantagens da Renda Variável?

Prepare-se para tirar todas as suas dúvidas a partir de agora!

Foto de um telão gigante com números de ações de empresas da Bolsa de Valores

O retorno de uma aplicação em Renda Variável pode ser muito superior ao de uma Renda Fixa. (Fonte: Pixabay/ Pexels.com)

O que é Renda Variável?

É impossível você saber quanto receberá em um investimento de Renda Variável. Isso porque, são vários os aspectos que afetam o valor investido.

Ele pode tanto valorizar muito e te dar ganhos absurdos, quanto pode fazer você perder dinheiro.

Exemplo: vamos supor que você comprou ações de uma empresa a 10 reais. Na outra semana foi descoberto um escândalo sobre ela e suas ações despencaram. Agora elas valem 5 reais. O que aconteceu com o seu dinheiro? Ele perdeu valor.

Caso você se desfaça das ações que comprou com medo de que elas caiam ainda mais, você receberá um valor menor do que quando investiu.

O mesmo acontece para quando as ações valorizam. Só que ao invés de prejuízo, você sai no lucro. É por isso que é chamada de Renda Variável, pois você não saberá exatamente quanto terá de retorno na hora que realiza o investimento.

Desconfie de qualquer produto em Renda Variável oferecido por alguém que prometa retornos garantidos. Provavelmente se trata de uma pirâmide financeira.

Os golpistas afirmam que investem em Bitcoins, por exemplo, quando na verdade realizam o fraudulento esquema conhecido como Ponzi.

Qual a diferença entre Renda Variável e Renda Fixa?

Diferente dos investimentos em Renda Variável, a Renda Fixa possui suas regras de rendimentos previamente definidas. O que isso quer dizer? Que você consegue saber o prazo e a taxa de rendimento da aplicação. Ou seja, sua rentabilidade é previsível.

Enquanto isso, os investimentos em Renda Variável são imprevisíveis, como acabamos de falar no tópico anterior.

Vamos comparar um pouco mais sobre as possibilidades de investimento na tabela a seguir:

Renda Variável Renda Fixa
Como funcionam? Você geralmente compra a parte de um negócio Você “empresta” seu dinheiro ao governo, bancos ou empresas para receber juros por isso
Segurança Investimentos mais arriscados Investimentos bem mais seguros
Garantia do investimento Custódia, caso o emissor declare falência, você pode perder o que investiu Caso o emissor quebre, o FGC garante valores investidos de até R$250 mil

Quais são os tipos de Renda Variável?

Após decidir investir em Renda Variável e criar a sua conta em alguma corretora de valores, você encontrará diversos produtos disponíveis. Vamos conhecer alguns deles:

Ações

Provavelmente o tipo de Renda Variável mais famoso. Ao comprar ações de determinada empresa você se torna sócio dela. Como consequência compartilha dos lucros que ela obtém.

Você consegue lucrar com ações de duas formas: os papéis da empresa podem valorizar e você pode vender as ações que comprou mais caro, gerando lucro.

Ou você pode lucrar recebendo dividendos. O que são dividendos? São uma parte do lucro que é distribuída aos acionistas.

Fundos de Investimento

Além dos Fundos Cambiais citados anteriormente, também existem outros tipos de fundos, como: Fundos de Ações, Fundos Multimercado, Fundos Imobiliários (falaremos especificamente a seguir) e Fundos de Índice.

Muitos iniciantes iniciam investindo em Fundos de Ações ou Multimercados, pois quem se responsabiliza em escolher os papéis é um gestor profissional. Você paga apenas uma taxa de administração e, as vezes, taxa de performance.

Fundos Imobiliários

Os FIIs são uma categoria que faz com que o investidor receba proventos com aluguéis e empreendimentos imobiliários adquiridos pelo fundo. Com isso, você investe em imóveis sem precisar de muito dinheiro para isso.

Eles ficaram bastante famosos pela distribuição de rendimento de aluguéis, que podem gerar uma renda mensal ou semestral.

Criptomoedas

Não poderíamos deixar de falar de um dos modelos mais recentes de investimento em Renda Variável, as criptomoedas. Isso mesmo, estamos falando em Bitcoins e as milhares disponíveis no mercado. É possível adquirir criptomoedas através de corretoras especializadas.

É importante ressaltar que é um tipo de investimento de alto risco.

Câmbio

Muitas pessoas investem neste segmento para diversificar a carteira. É possível fazer isso através de Fundos Cambiais (falaremos sobre Fundos de Investimento a seguir) ou também adquirindo contratos ou minicontratos de dólar negociados na Bolsa.

Você também encontrará os Certificados de Operações Estruturadas (COEs), que se baseiam em moedas de fora.

Derivativos

O mercado de derivativos consiste em contratos negociados na Bolsa. Aqui entram diversas classificações, como: contratos a termo, futuros, opções de compra e venda, operação de swaps, entre outros. Cada um com suas características específicas.

Ou seja, você pode negociar desde contratos de café e ouro, até o índice da Bolsa de Valores ou uma taxa de juros.

Computador mostrando um gráfico de candlestick

Existem vários tipos de Renda Variável. Fonte: Yiorgos Ntrahas/ unsplash.com

Amplie seu conhecimento em Renda Variável

Trouxemos algumas das melhores opções de livros sobre Renda Variável. Lembre-se que quanto mais você estudar, mais chances de retorno você vai obter. Veja as nossas recomendações:

Resumo

A intenção de nosso portal com este artigo foi a de te introduzir no mundo da Renda Variável. Como você pôde ver, ele é muito amplo. A recomendação, portanto, é que você estude bastante a modalidade de investimento que mais gostou, antes de alocar algum dinheiro.

A Renda Variável é maravilhosa para quem sabe o que faz. No entanto, pode trazer pesadelos e prejuízos para quem não possui conhecimento.

Desejamos portanto, bons estudos e bons investimentos!

(Fonte da imagem destacada: ra2studio/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas