Ultima atualização: 19 de outubro de 2021

Como escolhemos

16Produtos analisados

28Horas investidas

8Estudos avaliados

75Comentários coletados

Bem-vindo à ReviewBox! Nesta oportunidade, nós estaremos lhe informando quais são os melhores óleos de lavanda, para que você possa aprender como melhorar seus cuidados com o corpo e a saúde.

Lavender é um produto cosmético que tem uma variedade de usos, tanto de pele quanto medicinais. A lavanda, a flor da qual ela se origina, é amplamente utilizada em vários setores de bens domésticos. Sua composição química tem sido estudada por seus efeitos benéficos no organismo.

Nós conhecemos suas necessidades como cliente e, sobretudo, como consumidor. Com isso em mente, a ReviewBox compila dados que são relevantes o suficiente para afetar ou motivar sua compra. Nós os classificamos e fornecemos de tal forma que podemos garantir a eficácia de sua compra como consumidor no futuro.




O mais importante

  • O óleo de lavanda é uma substância extraída das flores esmagadas com o mesmo nome. Graças ao seu aroma característico, eles são freqüentemente usados para lavar roupas ou para cosméticos.
  • Há duas versões comuns: a com pantenol e a sem pantenol. Este é um composto químico também chamado provitamina B-5, que tem propriedades curativas, curativas e anti-irritantes,
  • Alguns dos componentes que você deve observar para ver se o produto é adequado para você são seus aditivos, embalagem, tampa, quantidade e pureza. Cada um pode reduzir ou aumentar a eficácia, dependendo das suas expectativas.

Óleo de lavanda: nossa recomendação dos melhores produtos

Quando o produto a ser analisado são óleos, é importante entender que existem várias maneiras de consumi-lo. É freqüentemente usado para fins medicinais, como suporte para terapias corporais, mas também pode ser usado em atividades culinárias ou para ingestão. Para conhecer estes contrastes fizemos o seguinte top.

Guia de compra

O óleo de lavanda é um produto muito único. Tem muitos atributos e os benefícios podem ser muito diversos. Geralmente, é um item conhecido apenas por um público especializado. Portanto, é imperativo que você esteja bem informado. É por isso que compilamos a seção seguinte com o propósito de dar a você a orientação apropriada

Este óleo pode ser usado no corpo ou como bebida (Foto: kzenon / 123rf.com)

O que é óleo de lavanda?

É um líquido que é extraído através do esmagamento de flores de lavanda. A lavanda é uma vegetação conhecida que tem sido usada há muito tempo para a elaboração de vários artigos, cosméticos ou para o lar, graças principalmente ao seu bom cheiro.

No entanto, ultimamente também tem sido conhecida por outros usos possíveis de grande novidade. Um deles é como um curandeiro, pois como um bom lubrificante, ele tem propriedades curativas para hematomas ou hematomas. Também pode ser ingerido e é reconhecido como tendo vários poderes, tais como tratar insônia ou enxaquecas curativas.

Quais são suas vantagens?

Entre suas principais vantagens está o fato de ser um produto 100% natural. Quase não utiliza aditivos e as empresas que adicionam algum, geralmente o fazem com outro ingrediente natural, como a camomila ou o chá. É altamente eficaz e não causa danos a longo prazo que tenham sido estudados.

Versões que incluem elementos químicos como o pantenol aumentam suas propriedades curativas. Esta é uma substância conhecida por ser eficaz no tratamento de queimaduras e como um agente de cura. Saber se ele tem algum desses melhoradores também ajuda a saber se ele pode ser tomado.

Vantagens
  • Tem uma longa vida útil em comparação com outros óleos
  • Se ele tem um dispensador é mais eficaz e rende mais
  • Não é um item caro como outros óleos
  • É tudo natural e não tem efeitos negativos
  • Não é difícil de usar na culinária.
Desvantagens
  • Difícil de encontrar nas lojas
  • Os recipientes são frequentemente de baixa quantidade
  • Sem um dispensador pode ser difícil de usar
  • Conhecimento é necessário para usar
  • Alguns fabricantes adicionam aditivos químicos

Óleo de lavanda com ou sem pantenol - o que procurar?

Nenhuma versão deste produto é superior à outra. Depende sempre de quais são suas exigências como consumidor, qual delas é mais efetivamente adequada às suas necessidades e exigências. É por isso que é essencial que você verifique quais características o produto em questão oferece antes de fazer sua compra oficial.

Óleo de lavanda com panthenol. A chamada "provitamina B-5" é um elemento químico que tem uma série de propriedades de cura comprovadamente altamente eficazes. É conhecido por ser usado em produtos para bebês, como pós ou cremes, pois ajuda a prevenir danos como erupção da fralda ou irritação das partes íntimas das crianças.

Óleo de lavanda sem pantenol. Aqueles sem o aditivo também têm algumas vantagens. Entre elas, a menos que tenham outro componente de natureza cosmética, elas podem ser usadas em quase todos os casos de uma forma culinária.

With panthenol Without panthenol
Prazo de validade aproximado 3 anos ou mais 1-2 anos
Uso medicinal Various Limited
Cosmetic applications Abundante Abundante
propriedades homeopáticas Limitado Vários
Quantidade em embalagens De 30 mililitros a 250 mililitros De 30 mililitros a 400 mililitros

Quais são os diversos usos do óleo de lavanda?

Por esta razão, é prioritário que você tenha um bom conhecimento do mais importante deles.

Uso medicinal. Neste campo, há dois aspectos principais. O primeiro é o uso para a cura de cicatrizes, melhoria de queimaduras ou regeneração de tecidos. Aqueles com panthenol são especializados nesta área. Outro aspecto é ingeri-la para adormecer, onde a que carece desta vitamina é melhor.

Uso cosmético. Aqui ambos podem ser usados igualmente, embora seja digno de nota que aquele com a provitamina é muito mais útil. Este efeito é devido ao fato de possuir propriedades que ajudam a hidratar mais profundamente.

Uso homeopático. Em geral, a lavanda é procurada em ambientes alternativos. Graças à sua naturalidade, ele é usado para uma série de terapias nestes campos. Neste sentido, ele é sempre usado sem nenhum componente extra, como o panthenol. Eles são usados tanto no corpo quanto para ingestão.

Possui uma fragrância particular que o distingue de outros óleos (Foto: annete 123rf.com)

Critérios de compra: fatores que permitem comparar e classificar os diferentes modelos de óleos de lavanda

É essencial que você não cometa um erro ao comprar algo que pode melhorar sua saúde, assim como deteriorá-la. Isto pode acontecer se você escolher algo que é bom para uma coisa e decidir usá-lo para outra. Para evitar estes problemas é melhor explorar os fatores que afetam o desempenho do produto.

Aqui está uma lista de alguns pontos-chave a serem considerados a fim de obter o óleo de lavanda que melhor atende às suas exigências. Nós recomendamos que você os escreva e os tenha em mente no momento da compra

  • Aditivos
  • Embalagem
  • Boné
  • Quantidade
  • Pureza

Aditivos

Alguns componentes que podem ser adicionados são químicos, outros não. Note que quando se fala de um bem nesta categoria, é comum que os criadores adicionem pontos extras ao líquido base.

Com aditivos. Estas podem ser coisas naturais, como aloe vera ou camomila, ou componentes mais complexos. Verifique se há perfumes ou outros elementos que possam afetar a naturalidade do item, tais como conservantes. Estes últimos também podem ser vistos naqueles que são ingeridos.

Sem aditivos. Sem aditivos. Enquanto as terapias homeopáticas geralmente exigem um produto que é menos interveniente com coisas extras, isto é relativo. Se o que você tem não são detalhes químicos, não deve ser um problema.

Lavanda é a flor natural da qual o óleo é extraído (Foto: Janine Joles / Unsplash.com)

Embalagem

A garrafa pode ser feita basicamente de dois materiais e, à primeira vista, a embalagem não parece ser um elemento a ser destacado. Entretanto, é importante saber que, em muitos casos, dependendo do que é feito, o conteúdo é conhecido.

Plástico. Aqueles feitos desta maneira são frequentemente destinados a usos cosméticos, cutâneos ou musculares. Em outras palavras, aqueles que estão enclausurados desta forma provavelmente terão algum tipo de adição química.

Vidro. Esses recipientes são normalmente utilizados por aqueles que são destinados ao consumo, para ingestão. Este nem sempre é o caso, então mesmo que você veja que seu óleo está dentro de uma dessas garrafas, é importante que você verifique seu conteúdo.

Tampa

É essencial que você verifique como é a tampa do seu produto. Ele pode ter um componente que é extremamente importante se estivermos falando em fazer seu lubrificante ter um melhor desempenho. Isto porque há alguns que têm um conta-gotas ou um pulverizador.

Os dois últimos têm uma grande vantagem sobre aqueles que têm uma tampa de rosca tradicional. As duas formas de entrega mencionadas acima permitem que você controle melhor a quantidade de óleo que usa e, portanto, obtenha mais dele por mais tempo.

Quantidade

Não é comum que recipientes contenham mais de 70 ou 100 mililitros. Entretanto, todos podem concordar que, dependendo do conteúdo que oferecem, a eficácia do que você está comprando é diretamente afetada. É por isso que é um elemento que você deve levar em consideração singularmente.

Em geral, os copos são geralmente divididos em pequenas unidades. Assim, os menores têm apenas 15 ml, indo para 30 ml, para 40 ml e com um máximo de 70 ml de refil. Entretanto, existem fabricantes excepcionais que somam uma quantidade maior.

Pureza

Pureza refere-se à quantidade de lavanda original que o item possui. Isto é diminuído pelas coisas extras que podem ser adicionadas ao lubrificante de base. É preciso dizer, por responsabilidade, que obter um 100% puro é muito raro. A maioria tem sido tratada com conservantes ou aromatizantes.

Para conhecer o grau de pureza, é importante conhecer o aroma característico da lavanda. O óleo, quando puro, tem este cheiro acompanhado por um leve travo leitoso. Você também pode perguntar ao vendedor sobre isso.

(Foto em destaque: Lukas Gojda / 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Resenhas