66454840

Falar de óleos essenciais é pedir para despertar nosso olfato. Estamos falando de um mundo conhecido especialmente por seu caráter aromático, mas não devemos nos esquecer de que esses produtos também trazem consigo suas próprias propriedades terapêuticas. Por isso, eles são ingredientes fundamentais em massagens ou tratamentos inspirados na aromaterapia.

A princípio, os óleos essenciais chamam atenção por suas fragrâncias, mas isso não é tudo. Dependendo da procedência, eles podem ter outros benefícios a oferecer. Se você ainda não sabe muito sobre o assunto, não se preocupe, pois nós criamos um Guia de Compras completo para ajudar você a escolher os melhores óleos essenciais.

O mais importante

  • Não se deve confundir os óleos essenciais com os óleos vegetais (de jojoba, argan, coco, amêndoas etc.). Estes muitas vezes atuam como base (óleo carreador) para os óleos essenciais.
  • Extraído de diferentes partes das plantas, os óleos essenciais podem ter variadas propriedades: hidratante, antisséptico, calmante, anti-inflamatório e mais.
  • Na hora de escolher seus óleos essenciais, você deve levar em conta alguns critérios de compra, tais como aroma, embalagem ou finalidade de uso.

Ranking: Os melhores óleos essenciais do mercado

Quando se pensa nos óleos essenciais, muita gente logo se lembra daquelas gotinhas que são colocadas num difusor à vela para aromatizar um ambiente.

Mas a verdade é que esse produto tem muitas outras utilidades e pode ser usado em: umidificadores, massagens, perfumes, relaxamento ou aromaterapia. Vejamos alguns dos melhores óleos essenciais disponíveis no mercado.

1º – Óleo essencial de lavanda, Bioessência

O óleo essencial de lavanda é um coringa da aromaterapia, sendo o mais versátil de todos os óleos. Tem ação antisséptica, analgésica, anti-inflamatória, mucolítica, bactericida, sedativa, repelente, fungicida, tonificante e relaxante. É um dos poucos óleos essenciais de uso seguro para crianças, desde que em baixa dosagem.

É extraído da planta Lavandula angustifolia, nativa da altas montanhas da Pérsia e Mediterrâneo, por meio da destilação a vapor. Vem em embalagem de vidro na cor âmbar contendo 10 ml. Todos os óleos essenciais da Bioessência são 100% puros e possuem selo IBD de ingredientes naturais e orgânicos.

2º – Óleo essencial de alecrim, By Samia

O óleo essencial de alecrim tem ação estimulante, bactericida, analgésica e expectorante, sendo muito usado para estimular a memória e a concentração. Fisicamente, atua no sistema respiratório como expectorante e normaliza a pressão em caso de pressão baixa, além de reduzir dores reumáticas e o cansaço muscular.

Psicoemocionalmente, atua como antidepressivo, diminuindo a tristeza prolongada. É extraído das folhas e ramos da planta Rosmarinus officinalis, nativa do Mediterrâneo. Vem em embalagem de vidro na cor âmbar contendo 10 ml. Esse é um produto vegano que não é testado em animais.

3º – Óleo essencial de laranja, By Samia

O óleo essencial de laranja tem propriedades antidepressivas, antiespasmódicas, digestivas e antissépticas. É muito usado para criar uma atmosfera criativa e alegre, para ativar a circulação sanguínea e no tratamento de insônia, depressão, enjoos, indigestão, gastrite e falta de apetite.

É extraído por prensagem a frio da casca de Citrus aurantium, que tem origem na Califórnia, Israel, Mediterrâneo e América do Sul. Vem em embalagem de vidro na cor âmbar contendo 10 ml.

4º – Óleo essencial Lime Limão, Now Foods

Esse óleo essencial de Limão da Now Foods tem uma essência fresca e cítrica. Ele é perfeito para aromaterapia e é 100% puro. Foi prensado à frio da casca das frutas frescas. Antes do uso ele deve ser diluído com óleo transportador (óleo de jojoba, azeite ou amêndoa).

O aroma é ótimo para relaxar e também possui benefícios para a saúde.

5º – Óleo essencial de hortelã-pimenta, Bioessência

O óleo essencial de hortelã-pimenta tem propriedades analgésicas, estimulantes, expectorantes e antissépticas, sendo indicado para problemas digestivos, náuseas, vômito, cólicas menstruais, diarreia, alívio de dores musculares e de cabeça, congestão nasal e sinusite. Também é indicado para estimular a transpiração em quadros de febre.

É extraído por destilação a vapor da Mentha piperita, um híbrido obtido no cruzamento entre a mentha aquática e mentha spicata. Vem em embalagem de vidro na cor âmbar contendo 10 ml. Todos os óleos essenciais da Bioessência são 100% puros e possuem selo IBD de ingredientes naturais e orgânicos.

Guia de Compras: O que você precisa saber sobre os óleos essenciais

Devido a suas diversas possibilidades de uso, é preciso conhecer os óleos essenciais em detalhes para poder tirar melhor proveito deles. Neste momento, você deve estar cheio de dúvidas sobre esse produto, mas nós vamos ajudar a tirá-las.

Veja, a seguir, respostas às perguntas mais comuns sobre os óleos essenciais.

Mulher aplicando óleo no cabelo.

Os óleos essenciais têm benefícios tanto para as pessoas quanto para os animais. (Fonte: Maryna Pleshkun: 56876988 / 123rf.com)

O que exatamente são óleos essenciais?

Para conhecer os óleos essenciais a fundo, a primeira coisa que você precisa saber é a diferença entre eles e os óleos vegetais, pois é muito comum confundir os dois. Os óleos essenciais não têm nada a ver com esses óleos que todo mundo conhece: de coco, jojoba, amêndoas etc.

Porém, nada impede que estes sejam usados como óleos carreadores, isto é, uma espécie de base para diluir os óleos essenciais.

Os óleos essenciais são extraídos de plantas e seus frutos. Não são óleos propriamente ditos, mas substâncias oleosas obtidas por um processo de destilação por arraste de vapor de água.

Quando extraídos da natureza, possuem diversas propriedades terapêuticas e chamam a atenção com seu delicioso aroma intenso.

Quais são os benefícios dos óleos essenciais?

Dependendo da planta da qual foram extraídos, os óleos essenciais trazem inúmeros benefícios. Naturalmente, deve-se ter em mente que, para aproveitar essas propriedades terapêuticas, é preciso adquirir óleos puros, 100% naturais. Portanto, fuja dos produtos que contêm aditivos ou substâncias artificiais.

De um modo geral, os óleos essenciais são famosos por suas propriedades calmantes, antissépticas, antifúngicas, estimulantes, regeneradoras ou relaxantes. Costumam ser usados em pomadas para uso tópico ou respiratório, embora também sejam encontrados em desinfetantes naturais, representando uma boa solução para combater a sujeira doméstica.

foco

Você sabia que existem documentos antigos indicando que os óleos essenciais eram usados para fins medicinais? Existem evidências de que, há aproximadamente 4.500 anos, a cultura egípcia usava óleos essenciais para fins medicinais e sagrados.

Quais são as utilidades dos óleos essenciais?

Os óleos essenciais podem ter diferentes tipos de uso. Sua aplicação mais comum é através de difusores. Basta colocar algumas gotas para aromatizar seu ambiente por várias horas. Essa prática, além de deixar um perfume agradável, também pode ser muito relaxante, aliviando o estresse a ajudando a dormir. Essa alternativa é fantástica para combater resfriados.

Os óleos essenciais também podem ser aplicados na pele e no cabelo, desde que diluídos. Você pode usar em massagens, para deixá-las mais relaxantes, ou até em feridas, graças às propriedades curativas.

Se você tem banheira em casa, adicione algumas gotas de óleo essencial no banho para deixar sua pele perfumada e mais macia.

Devido à sua natureza antisséptica, os óleos essenciais são perfeitos para desinfetar a casa e fazer uma limpeza profunda.

Os óleos essenciais podem ser usados por qualquer pessoa?

Os óleos essenciais são conhecidos por seus benefícios para todo tipo de pessoa (incluindo crianças) e até animais. Quando usados em difusores, promovem a saúde física e mental.

Quando usados topicamente, são populares por seu efeito calmante e curativo, e também por diminuírem as dores musculares.

Como dissemos, os óleos essenciais também são indicados para os animais, pois podem ser excelentes no tratamento de lesões, coceira ou estresse do pet.

Quanto aos bebês e crianças de pequenas, é preciso conferir as informações do fabricante. Se quiser usar um difusor, é melhor aplicar o óleo numa quantidade suficiente de água.

Mulher recebendo massagem na cabeça.

Os óleos essenciais são conhecidos por suas propriedades terapêuticas. (Fonte: Worawit Chunlasin: 100129432 / 123rf.com)

Os óleos essenciais têm alguma contraindicação?

Normalmente, os óleos essenciais são contraindicados para grávidas. Como regra geral, eles não devem ser usados no primeiro trimestre de gravidez. Nos trimestres seguintes, é essencial conhecer as contraindicações específicas de cada óleo essencial. Eles também não são indicados para bebês e durante a amamentação.

O uso de óleos essenciais também pode ser contraindicado para pessoas que sofrem de asma. Embora não apresentem nenhum risco misturados com água na proporção correta, é importante averiguar detalhadamente as indicações e contraindicações de cada óleo a fim de evitar efeitos indesejáveis.

Como saber se estou comprando um óleo essencial de qualidade?

A qualidade dos óleos essenciais é definida por vários fatores. Em primeiro lugar, o rótulo da embalagem deve informar de qual planta o produto foi extraído, seu país de origem e o método de extração. Em segundo lugar, deve haver a indicação de que esse óleo essencial é 100% natural.

Também é importante saber de qual parte da planta foi extraído. Existe diferença entre um óleo essencial que foi obtido a partir de raízes, folhas ou caule.

Por fim, observe o quimiotipo da planta, um conceito que se refere ao grupo químico predominante na espécie em questão. O alecrim, por exemplo, produz três quimiotipos principais: cânfora (normalmente da Espanha, é estimulante mental), cineol (produzido na França, Inglaterra e Índia, é um poderoso expectorante) e verbenona (exclusivo da França, atua em problemas hepáticos).

Kazue GillEspecialista em aromaterapia

“Eles são usados topicamente, na forma de produtos como cremes, géis, óleos, ceras, loções e água para fins terapêuticos ou estéticos (ou ambos!). Os óleos essenciais atuam diretamente no local da aplicação ou por absorção dérmica. Eles também podem ser inalados através do uso de difusores ou umidificadores. Essa forma de uso dos óleos essenciais gera mudanças emocionais e mentais através do sistema olfativo (olfato).”

Quais são os óleos essenciais mais comuns e para que servem?

Por serem extraídos de diversas plantas, os óleos essenciais são caracterizados por uma enorme variedade de funções. Portanto, listaremos alguns dos tipos mais comuns no mercado. Um deles é o de lavanda, que se destaca pelo seu aroma inconfundível, mas também por suas propriedades relaxantes, e o alecrim, com poderoso efeito estimulante.

O óleo de bergamota é muito usado contra maus odores, embora também seja indicado para promover o sono. O óleo essencial de melaleuca é um excelente repelente, assim como o eucalipto. Este último também é ótimo para refrescar o hálito. O óleo de limão, por sua vez, energiza qualquer ambiente.

Óleo essencial Propriedades
Lavanda Calmante e relaxante
Melaleuca Anti-inflamatório e antisséptico
Zimbro Calmante, anti-inflamatório e relaxante
Hortelã Eficaz contra enfermidades
Bergamota Calmante e eficaz contra a insônia
Limão Energizante
Flor de laranjeira Relaxante e regenerador
Alecrim Estimulante e antisséptico

Como usar os óleos essenciais?

Por serem muito concentrados, é comum usar os óleos essenciais misturados com água. Se, por exemplo, quiser usá-los num difusor ou umidificador, o ideal é adicionar algumas gotas de óleo essencial ao reservatório com água. Desta forma, o aroma não será tão forte, deixando o ambiente mais agradável para todos.

Se quiser tomar um banho aromático, encha uma banheira com água e adicione de 6 a 10 gotas de seu óleo essencial favorito.

Se preferir usar os óleos essenciais em massagens, confira as instruções da embalagem. Na maioria das vezes, não é aconselhável aplicar o óleo essencial diretamente sobre a pele, ele deve ser misturado com algum outro óleo vegetal.

Como armazenar os óleos essenciais para que permaneçam em ótimas condições?

As propriedades dos óleos essenciais não duram para sempre, o que significa que você deve saber armazenar esse produto de forma adequada para preservá-las o máximo possível. Você deve já deve ter observado que a maioria dos óleos essenciais vem em frascos de vidro na cor âmbar. Isso é para proteger o produto da luz e da variação de temperatura.

O ideal é que a embalagem mantenha o produto frio. Por esse motivo, é recomendável armazenar os óleos essenciais ao abrigo da luz e distante das fontes de calor. Da mesma forma, eles devem ser mantidos em um ambiente sem umidade e sem contato com o ar.

Quanto a esse último aspecto, a qualidade da tampa desempenha um papel fundamental, pois deve ser bem vedada.

Mulher tomando banho em banheira.

Os óleos essenciais podem ser usados num banho relaxante. (Fonte: Alena Ozerova: 53055876 / 123rf.com)

Qual é a relação entre a aromaterapia e os óleos essenciais?

Você já deve ter notado que o mundo da aromaterapia parece estar ligado aos óleos essenciais, mas sabe por quê? A aromaterapia é uma técnica terapêutica que utiliza substâncias aromáticas no intuito de colher benefícios físicos e psicológicos. Para isso, utiliza os óleos essenciais.

A aromaterapia se destaca por sua capacidade de promover relaxamento, ao mesmo tempo em que estimula sentidos como o olfato e o tato. É uma arte e ciência que também age sobre as emoções, por isso é indicada para aliviar patologias como ansiedade, estresse ou insônia. Os óleos essenciais são uma parte integrante dessa terapia.

Critérios de Compra

Ao escolher um óleo essencial, vários fatores devem ser considerados. É preciso levar em conta aspectos como o aroma, mas também os benefícios que queremos alcançar. Para ajudar na sua decisão, descrevemos os critérios de compra mais importantes na hora de comprar seus óleos essenciais.

  • Propriedades terapêuticas
  • Fragrância
  • Qualidade
  • Embalagem
  • Uso

Propriedades terapêuticas

O primeiro ponto a se considerar na escolha dos óleos essenciais é justamente suas propriedades terapêuticas. Pode ser que você esteja em busca de um produto voltado para uma situação específica e, nesse caso, é importante verificar se o óleo essencial que você está comprando atende mesmo à sua necessidade.

Os óleos essenciais apresentam diversas propriedades terapêuticas. Eles podem ter um efeito calmante, mas também antisséptico, antifúngico, anti-inflamatório ou reconfortante. Seus benefícios dependem da planta da qual foram extraídos. Alguns servem para a pele, outros para o cabelo; alguns para o ambiente, outros para o humor.

Aroma

É inevitável não se deixar guiar pelo aroma na hora de escolher os óleos essenciais. Não é surpresa que cada pessoa tenha suas próprias preferências. O aroma é um dos critérios de compra por excelência, especialmente se você estiver em busca de óleos essenciais para aromatizar sua casa. Nesse caso, é óbvio que esse fator merece destaque.

Há aromas intensos que talvez precisem ser misturados com mais água, mas há também aqueles que são suaves. Ó óleo essencial de lavanda é um verdadeiro curinga, muito utilizado em massagens.

O óleo essencial de flor de laranjeira é outra alternativa bastante popular por seu suave aroma frutado. Se preferir um aroma intenso, opte pelo óleo essencial de hortelã ou zimbro.

Imagem de óleos e cremes sobre mesa.

Os óleos essenciais têm diversos benefícios. (Fonte: Kolpakova: 11963030 / 123rf.com)

Qualidade

Como vimos anteriormente, os óleos essenciais são elementos indispensáveis da aromaterapia. Para que eles tenham as propriedades mencionadas, é essencial que sejam de qualidade. Em primeiro lugar, é preciso saber se o produto é 100% natural, além de verificar a composição no rótulo.

Para evitar irritações ou alergias, o produto deve ser livre de aditivos químicos. Lembre-se de que os óleos essenciais de qualidade vêm de culturas orgânicas ou silvestres. Todo o óleo orgânico deve ter um selo bem visível no rótulo. No Brasil, existe a certificação IBD de ingredientes naturais ou de produto orgânico.

Embalagem

Um aspecto que você não pode ignorar é a embalagem dos óleos essenciais. Como regra geral, o produto dever vir numa embalagem escura, já que a luz pode comprometer suas propriedades. De preferência, o frasco deve ser de vidro, pois este material consegue preservar o óleo em condições ideais.

Vale a pena mencionar o tipo da tampa. Ela tem a função de manter o frasco bem fechado. Não esqueça que fatores como oxigênio, luz e umidade podem danificar os óleos essenciais, fazendo-os perder suas propriedades. Quando não estiverem  em uso, guarde-os em local fresco e seco, ao abrigo da luz.

Uso

Por fim, decida o uso que você vai dar ao óleo essencial. O melhor dos óleos essenciais é que eles têm inúmeras aplicações. Assim, servem para cuidar da pele ou do cabelo, mas também são fantásticos em massagens. Se o objetivo for a aromaterapia, confirme se está comprando um produto 100% puro e natural.

Se você estiver em busca de óleos essenciais para tratar um problema de saúde, é essencial ter a supervisão de um médico ou terapeuta especializado. O uso de óleos essenciais com pouco conhecimento pode trazer danos desnecessários. Para uso em difusores e umidificadores, basta seguir as instruções do rótulo.

Resumo

O mundo dos óleos essenciais é tão desconhecido quanto interessante. A verdade é que são produtos com os quais todo mundo já teve algum contato ao longo da vida. Você já conhecia todos os benefícios e usos dos óleos essenciais? Por trás de seu aroma intenso, se esconde uma série de propriedades para a saúde e o bem-estar.

São produtos que, você deve ter percebido, não podem ser escolhidos ao acaso. É necessário avaliar primeiro quais são as suas necessidades para, depois, tomar uma decisão com base nelas. Aposto que você nunca imaginou que o segredo do relaxamento cabia num frasco tão pequeno!

Gostou do nosso Guia de compras sobre óleos essenciais? Se a resposta for sim, deixe um comentário e compartilhe nas redes sociais.

(Fonte da imagem destacada: Victoria Agureeva : 66454840 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

GUIA55
GUIA55
Redação
Os redatores do GUIA55 realizam pesquisas aprofundadas e escrevem artigos altamente informativos e de qualidade sobre os mais variados temas do seu interesse.

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
31 Voto(s), Média: 4,52 de 5
Loading...
4.52 31