menino jogando videogame
Ultima atualização: 16 de setembro de 2020

Como escolhemos

11Produtos analisados

16Horas investidas

3Estudos avaliados

42Comentários coletados

Seja para o seu lazer ou para uso profissional, se você está em busca da melhor qualidade de som no seu computador vai precisar instalar uma placa de som dedicada. Ela vai garantir muito mais fidelidade ao som original, trazendo uma experiência única para seus jogos e filmes.

Por sorte, existem muitas boas opções no mercado, cada uma com suas particularidades. Você poderá escolher entre a placa de som interna, a externa ou as chamadas interface de áudio. Mas não se preocupe, pois vamos acompanhá-lo nesta jornada e esclarecer tudo para que você encontre a melhor placa de som, de acordo com as suas expectativas.




O mais importante

  • A placa de com é o dispositivo encarregado de reproduzir e processar o áudio. Ela pode ser interna, conectada à placa mãe, ou externa, que usa a porta USB para se ligar ao computador.
  • Instalar uma placa de som no seu computador vai permitir que você desfrute de um som mais preciso e de alta qualidade. Além disso, ela também permite a conexão com outras fontes externas de áudio.
  • Na hora de escolher a melhor placa de som, é importante ter em mente o uso que você fará dela. Também é essencial avaliar aspectos como o número de canais, a profundidade de bits e outros pontos que vamos tratar ao final deste artigo.

As melhores placas de som do mercado: nossas favoritas

Antes de começar a falar sobre a placa de som e suas características, gostaríamos que você conhecesse alguns dos modelos mais vendidos atualmente. Veja os produtos que têm as melhores avaliações on-line:

A placa de som ideal para gamers

A Sound Blaster Z é uma solução perfeita para jogos e entretenimento, pois incorpora as funcionalidades de hardware e software para uma experiência de áudio real, com o processador Sound Core3D

As tecnologias SBX Pro Studio e CrystalVoice aprimoram a jogabilidade com velocidade mais alta de fotogramas e qualidade de áudio e voz drasticamente superior.

A placa conta ainda com microfone de formação de feixe integrado em uma zona acústica que suprime todo o ruído fora dela, para que você seja ouvido com nitidez durante as partidas.

A placa de som mais acessível

Esta placa de som da Multilaser é compatível com PCI Express 1.1 e tem barramento PCI de 16 bits. Ela conta com saída para sistemas de som 5.1 surround e suporta 6 canais de som.

A placa de som suporta ainda mixer analógico, A3D e C3DX, som Direct 3D e EAX. Com amplificador dedicado para fone de ouvido, ela é a melhor relação custo-benefício do mercado.

A interface de áudio para transmissões ao vivo

Esta placa de som externa é considerada uma interface de áudio compacta. Com revestimento de metal, ela tem chips duplos de redução de ruído, que fornecem uma excelente qualidade de som, que pode ser reproduzido em até 6 modos.

Com botões de controle para volume do microfone, eco, agudos, graves, além de ajustes do volume de gravação, da música e ajuste de volume do monitor, ela  é compatível com smartphone e suporta grandes softwares de transmissão ao vivo, como YY e Tik Tok.

Guia de compras: O que você precisa saber sobre uma placa de som

na hora de comprar uma placa de som, é fundamental saber como ela funciona, quais suas características e vantagens que o componente oferece. Por isso, preparamos um material que responde às dúvidas mais comuns sobre este equipamento. Siga conosco!

jogador brincando com fones de ouvido

A placa de som é um dispositivo encarregado de reproduzir e processar o áudio. Ela pode ser interna, conectada à placa mãe do computador, ou externa, ligada à máquina via USB. (Fonte: Drobot: 107576433/ 123rf.com)

O que é uma placa de som?

A placa de som é um dispositivo eletrônico — que pode ser interno ou externo — responsável pelo processamento do áudio no computador. Todos os computadores saem de fábrica com um placa de som integrada. No entanto, elas costumam ser muito limitadas.

Já os modelos chamados de "dedicados" garantem mais profundidade e fidelidade de som. Por serem desenvolvidos para reprodução de sons em aplicações mais exigentes, costumam ter potência e qualidade superior.

foco

Você sabia que o amplificador é um dos aspectos que mais diferencia a placa de som dedicada da integrada?

Quais as funções de uma placa de som?

A função principal de uma placa de som é gerenciar o áudio dentro do computador. Ela se encarrega de receber, digitalizar, processar e enviar o som ao dispositivo de saída de áudio. De modo geral, podemos dizer que suas funções mais importantes são:

  1. Coletar o som no sistema por meio de suas diferentes entradas e, em seguida, processá-lo;
  2. Mixar os diferentes sons de uma aplicação;
  3. Distribuir o áudio entre os diferentes dispositivos de reprodução;
  4. Converter som analógico em digital e vice-versa;
  5. Aumentar o número de opções de conexão;
  6. Amplificar o sinal de saída de áudio.

Quais os componentes de uma placa de som?

Além de conhecer as funções de uma placa de som, é sempre interessante saber quais são os diferentes componentes do dispositivo e como eles interagem e são importantes na qualidade final do som.

Para tanto, preparamos uma lista com os itens imprescindíveis para que sua placa de som funcione com qualidade, independentemente do modelo escolhido. Vamos a eles:

  • Processador / DSP: É o componente responsável por gerar a cadeia de bits que compõe o som;
  • Conversor DAC / Digital para Analógico: é responsável por converter um sinal digital em analógico (que é aquele que se ouve nos alto-falantes ou fones de ouvido);
  • ADC / Conversor Analógico para Digital: Como o próprio nome indica, ele faz a função contrária à do DAC. Assim, converte os sinais analógicos em digitais;
  • Amplificador: tem importância fundamental no desempenho da placa de som, principalmente para o uso de fones de ouvido. É o componente responsável por amplificar o som que sai do DAC antes que ele alcance qualquer uma das saídas da placa.
amigos emocionados

Instalar uma placa de som em seu computador vai permitir desfrutar de um áudio mais preciso e com mais qualidade. Além disso, ele aumenta as possibilidades de conexão com fontes externas de áudio. (Fonte: Iakovenko: 115460993/ 123rf.com)

Quais as vantagens e desvantagens de uma placa de som?

Como já comentamos, instalar uma placa de som pode trazer uma série de benefícios, sobretudo para quem usa o computador em aplicativos de jogos e filmes. Para detalhar essas vantagens (e alguns inconvenientes da placa de som) preparamos um quadro comparativo. Observe:

Vantagens
  • Permite desfrutar de maior qualidade de som
  • Possibilita ter à disposição mais de uma entrada de áudio
  • Oferece suporte para mais canais de áudio, que garantem a conexão de equipamentos 5.1 e 7.1, entre outros
  • Ajuda a reduzir o consumo da CPU
  • Conta com sistemas mais aprimorados em comparação às placas integradas
  • Permite ouvir graves mais precisos e de áudios direcionais
Desvantagens
  • Significa um investimento adicional considerável, além do valor do próprio computador

Para quem a placa de som é recomendada?

Nem todas as pessoas precisam de um computador com placa de som dedicada. Quem usa o computador principalmente para tarefas de trabalho ou para estudar e, eventualmente, assistir à vídeos, filmes e séries, a placa de som integrada será mais que suficiente.

Porém, se você deseja um equipamento poderoso para jogos ou um computador para edição de áudio, por exemplo, a placa de som dedicada é indispensável. A maioria dos PCs gamers são aprimorados com este dispositivo após a compra.

O mesmo ocorre quando são necessários mais canais de áudio. A placa dedicada também pode ser conveniente se você usa fones de ouvido gamers, e para computadores mais antigos, com mais de cinco anos. Neste caso, provavelmente ela não tem uma boa proteção contra interferências.

PC gamer

3 de março de 2020

Notebook gamer

18 de setembro de 2020

auriculares-gamer

22 de agosto de 2020

Quais os tipos de placa de som no mercado?

Há pouco falamos rapidamente sobre os três principais tipos de placa de som disponíveis no mercado. De maneira geral, podemos distinguir este dispositivo em: interna, externa e interface de áudio.

Logo abaixo, apresentamos uma lista com as características de cada um dos tipos de placa de som. Assim, você poderá ter certeza de qual é a mais indicada para suas necessidades:

  • Placa de som interna: Instalada dentro do computador, ela se conecta à placa-mãe por meio de conexões PCI ou PCIe. Este tipo de placa exige seu próprio driver;
  • Interface de áudio: é mais voltada para aplicações e produção profissionais. Por esta razão, geralmente oferece recursos superiores do que as placas de som internas ou externas de uso doméstico. Eles se conectam ao computador por meio de conexões USB;
  • Placa de som externa: também chamada de placa de som USB, ela normalmente oferece os mesmos recursos das placas de som internas, embora seja conectada por meio da porta USB do computador. Assim, este tipo de placa tambémnecessita de driver próprio para funcionar.

Critérios de compra

A melhor forma de fazer uma boa escolha é observar alguns critérios técnicos e prático na hora de comprar a sua placa de som. Para facilitar essa avaliação, destacamos alguns dos pontos cruciais, que podem ser determinantes para que a sua compra seja bem sucedida. Tome nota!

Uso

Este deve ser seu primeiro filtro. Dependendo das suas necessidades e expectativas com relação à placa de som, será mais fácil definir qual o modelo mais indicado para você. Na tabela a seguir, mostramos algumas situações e qual o tipo de placa mais adequado a cada uma delas:

Se precisa de uma placa de som: O ideal é:
Porque a atual deixou de funcionar Uma placa de som USB mais acessível
Para aproveitar o som de filmes e séries Uma placa com som surround 5.1 ou 7.1
Para jogos de videogame Para o PC, uma placa de som gamer, que pode ser interna ou externa. Para console, uma placa de som externa com conexão USB
Para uso profissional Uma interface de áudio profissional
Para um estúdio caseiro Uma interface de áudio mais acessível (linhas de entrada ou médias)

Canais de áudio

A quantidade de canais de áudio na placa de som determina o número de alto-falantes que podem ser conectados a ela. Para quem usa fones de ouvido, um número maior de canais permite que mais direções de som sejam emuladas ou posicionadas. Desta forma, é possível desfrutar de um som muito mais preciso.

O mínimo necessário para um som estéreo são dois canais de áudio. No entanto, você provavelmente deseja desfrutar de som surround 5.1 ou 7.1. Esses sistemas de áudio contam com seis ou oito canais de áudio, de alta fidelidade.

assistir filmes em streaming

O número de canais da placa de som determina a quantidade de caixas de som ou fones que podem ser conectados ao dispositivo. (Fonte: Altamura: 95525985/ 123rf.com)

Profundidade de bits

O número de bits tem relação direta com a qualidade e o espectro de sons que a placa é capaz de emitir. O mais comum é que este valor fique entre 8 e 24 bits. Uma placa de 16 bits (valor mínimo considerado atualmente), é capaz de distinguir 32.000 intervalos ou nuances diferentes de som.

O ideal é que a sua placa de som tenha profundidade de 24 bits. De qualquer forma, é bom saber que a percepção dos bits é limitada pela capacidade do ouvido humano. Portanto, a partir de um determinado valor, não faz mais sentido expandi-los porque, infelizmente, não será possível perceber este aumento na resolução do som.

Sample rate e SNR

A sample rate (taxa de amostragem) é o processo utilizado para converter informações analógicas em digitais. Essa frequência é medida em quilohertz (kHz). Os valores mais comuns variam de 44,1 kHz, que fornecem uma qualidade de som equivalente à dos CDs.

Já o SNR, sigla em inglês para "relação sinal-ruído", diz respeito ao zumbido ou ruído de fundo que é ouvido quando um alto-falante ou um fone de ouvido é conectado. Portanto, quanto mais alto, em decibéis, for o valor SNR, menor o zumbido que é ouvido quando nenhum som está sendo reproduzido.

foco

Um alto valor SNR é capaz de cancelar todos os ruídos de fundo. Sendo assim, pode-se afirmar que, quanto mais SNR, melhor a qualidade do som.

Conexões de entrada e saída

Dependendo do uso que você pretende dar ao seu equipamento, vai ser necessário que a placa de som tenha maior ou menos capacidade de se conectar a outros dispositivos.

Desta forma, na hora de comprar este componente, vale a pena observar se a placa de som inclui:

  • Saídas de linha: fundamental para conectar alto-falantes ou amplificadores, já que geralmente é uma saída que vem com amplificação mínima. Geralmente, essas saídas são de três tipos: minijack de 3,5 mm, conectores RCA ou conectores XLR de 3 pinos balanceados;
  • Saída de fone de ouvido: permite a conexão de fones de ouvido por meio de um cabo jack. É uma saída com sinal amplificado;
  • Saída de alto-falante: são saídas de áudio específicas para caixas de som. Normalmente, são marcadas com códigos de cores para indicar a qual caixa cada saída corresponde;
  • Saída de conexão ótica: conexão digital de alta qualidade à qual um cabo de fibra óptica deve ser conectado. A principal vantagem que oferece é a grande resistência à perda de sinal ao longo do cabo;
  • Saída S / PDIF (Sony-Philips Digital Interface, em inglês): esta é uma conexão de áudio digital que, entre outras coisas, permite a conexão a um amplificador usando um cabo RCA;
  • Saída MIDI: usada para conectar instrumentos digitais que usam um sistema MIDI. Desta forma, é possível reproduzir uma melodia do computador no instrumento;
  • Entrada Line-in: normalmente, é uma minijack de 3,5 mm. Este é um padrão que oferece qualidade de som média, pois os dois canais estéreo vão juntos. Permite conectar qualquer dispositivo com saída de linha;
  • Entrada MIDI: usada para conectar instrumentos digitais que usam o sistema MIDI. Especificamente, para passar o som do instrumento para o computador e reproduzi-lo por meio da placa de som;
  • Entrada de microfone: esta é uma conexão de áudio analógico para conectar um microfone. Geralmente é uma entrada jack de 3,5 mm ou 6,3 mm (XLR). Se você planeja conectar um microfone condensador, certifique-se de que seja compatível, pois eles requerem um potencial de 48 V (volts).

Resumo

A maioria dos usuários médios de computador não precisam de uma placa de som dedicada. Os computadores saem de fábrica com as qualificações básicas de áudio para tarefas rotineiras. No entanto, quem busca por sons com mais profundidade e fidelidade ao original, precisa contar com uma placa de som dedicada, com configurações personalizadas de acordo com a necessidade de cada atividade.

Neste artigo, falamos sobre os tipos de placa de som e para quem ela é recomendada. Mostramos suas funções, componentes e vantagens e abordamos alguns critérios essenciais que devem ser observados na hora da compra para uma escolha consciente e bem sucedida.

Chegamos ao fim deste guia desejando ter ajudado na sua busca pela placa de som ideal. Se gostou, aproveite para compartilhar com seus amigos gamers. Obrigado e até mais!

(Fonte da imagem destacada: Drobot: 108963751/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Jaime Caballero Licenciado em Engenharia
Licenciado em Filologia e Engenharia de Minas, Jaime vê no Guia55 a combinação perfeita para trabalhar com as palavras e a tecnologia. Muito atento aos detalhes, busca criar conteúdo que desperte interesse no leitor.
Vera Pereira Redatora/Editora
Jornalista, especialista em produção de conteúdo digital, tem na escrita a sua maior paixão. Adora investigar, apurar fatos e reconstruir histórias. Por isso, atua na pesquisa e adaptação dos conteúdos internacionais à realidade e legislação brasileiras.