planning
Ultima atualização: 11 de dezembro de 2020

Como escolhemos

11Produtos analisados

16Horas investidas

4Estudos avaliados

67Comentários coletados

Os trabalhos feitos em madeira sempre encantam pela riqueza de detalhes e pelas possibilidades e versatilidade do material. Quando o talento de um marceneiro se une à qualidade de suas ferramentas, o resultado é sempre surpreendente. Por isso, a plaina de madeira não pode faltar para um bom artesão.

Ela é uma das grandes aliadas no trabalho de carpintarias e marcenarias. Nos trabalhos artesanais ou nas grandes peças, a plaina garante acabamento perfeito e facilita o trabalho do marceneiro. Se você chegou até aqui procurando pela ferramenta ideal para seus trabalhos, siga na leitura e vai descobrir uma companheira para todas as obras.




O mais importante

  • Antes de escolher uma plaina de madeira, é fundamental ter em mente qual uso pretende dar a ela. De acordo com as suas necessidades, você poderá escolher entre um dos dois modelos de plaina: a elétrica, a manual ou a de calço.
  • A plaina elétrica é a mais utilizada por trazer mais comodidade e opções de ajustes, o que a torna mais prática no dia a dia.
  • Quando for comprar uma plaina de madeira, é importante levar em conta alguns critérios. Entre eles está a reputação do fabricante. Falaremos sobre esses aspectos em detalhes na seção "Critérios de compra".

Plaina de madeira: nossa recomendação dos melhores produtos

São muitos os modelos, marcas e tamanhos de plainas de madeira disponíveis no mercado. Cada uma com suas funcionalidades e características. Por isso, fizemos uma seleção entre os diversos tipos da ferramenta e escolhemos as mais bem avaliadas na atualidade. Assim, você já pode começar a escolher o modelo ideal.

Outras Recomendações

A plaina com rápido rebaixamento da madeira

Veloz e com excelente capacidade de rebaixamento da madeira, essa plaina retira até 1 mm em cada passada. Com 580W de potência e uma rotação de até 16 mil RPM, possibilita maior precisão e velocidade de corte.

Com ângulo e formato do punho de fácil pegada, manuseio, transporte, ela é prática e ideal para todos os tipos de trabalho em madeira, com destaque para os acabamentos em baixo relevo e quebras de canto vivo.

A plaina de madeira manual em ferro fundido

Nesse momento, o produto selecionado não está disponível no fornecedor. Por isso, o substituímos por outro com características similares. Para relatar um problema.

Das Problem mit diesem Produkt wurde gemeldet. Danke!

Tradicional nas marcenarias e serrarias, essa plaina de madeira tem operação manual e garante total controle por parte do marceneiro. Com cabo de madeira e base em ferro fundido, usinado com precisão, ela tem lâmina em aço carbono, que promove um corte rápido e seguro.

Conta com tampa em aço para acoplamento e dispositivo especial para a geometria do parafuso. É ideal para acabamentos delicados e desbastes em madeira.

A plaina de madeira com 20 níveis de profundidade

Essa plaina de madeira da Mondial conta com funções inovadoras de segurança e utilização. Com motor de 700W de potência, ela é totalmente rolamentada para garantir mais estabilidade no deslize da ferramenta sobre a madeira.

A largura do corte é de 82,5 mm, com 20 ajustes de profundidade. Vem com duas lâminas de aço inoxidável e conta com sistema de trava de segurança, além do adaptador para saco coletor de pó de serra.

Guia de compras: O que você precisa saber sobre a plaina de madeira

Pode ser que você ainda não saiba muito sobre as plainas de madeira. Ou, então, que esteja em dúvida sobre a real necessidade de contar com essa ferramenta para os seus trabalhos. Pensando nisso, vamos usar esta seção para responder às perguntas mais recorrentes sobre a plaina de madeira e suas características. Preparado? Então vamos lá!

planning wood

É fundamental saber que uso pretende dar à plaina de madeira para escolher o modelo adequado.
(Fonte: Ryzhov: 41374835/ 123rf.com)

O que é uma plaina de madeira e quais suas vantagens?

A plaina de madeira é uma ferramenta — normalmente elétrica — que desliza sobre a madeira. Sua função, como o nome sugere, é tornar a superfície da peça totalmente plana. Para isso, ela conta com uma lâmina com ajuste milimétrico, que retira as irregularidades por onde passa.

O uso dessa ferramenta garante uma série de vantagens para o serviço de carpintaria. No entanto, pode trazer alguns pontos de atenção. Para esclarecer, preparamos o quadro a seguir:

Vantagens
  • Fundamental para fazer os acabamentos na madeira com perfeição
  • Ferramenta muito utilizada nos trabalhos em madeira
  • A maioria dos modelos é simples de manusear
Desvantagens
  • É preciso ter precauções de segurança para evitar acidentes
  • Muitos modelos com funções variadas dificultam a decisão de compra

Qual o diferencial da plaina elétrica de madeira?

Tanto para quem trabalha profissionalmente com carpintaria quanto para aqueles que têm como hobby o artesanato em madeira, a plaina elétrica é uma das ferramentas mais utilizadas. Seu uso permite um trabalho rápido, bem feito e, ao contrário da plaina manual, sem muito esforço.

Isso ocorre porque a plaina elétrica conta com diferenciais que vão desde a tecnologia de corte até os ajustes e a rotação da máquina. Entre as características de destaque, podemos citar:

  • Parte inferior plana com tambor giratório de onde sobressaem as lâminas de corte que eliminam as irregularidades da madeira;
  • Para usá-la, basta deslizar a base sobre a superfície da peça a ser aplainada;
  • As lâminas de aço são ajustáveis;
  • Existem vários tamanho de plaina de madeira. Desde os modelos grandes de 6,5 polegadas de largura até as de 3/4, que são os tamanhos mais populares.

Como utilizar uma plaina de madeira?

A plaina manual, apesar de exigir mais trabalho e esforço, não requer muita atenção aos detalhes de uso. Para ela, basta deslizar a ferramenta sobre a superfície da madeira para que ela remova o excesso de material e deixe a peça mais lisa e regular.

No caso da plaina elétrica, é preciso estar atento a alguns passos de utilização para garantir o bom resultado do trabalho. Ainda que cada modelo conte com especificações próprias, preparamos algumas dicas que podem orientar o uso da ferramenta elétrica. Veja a seguir:

  • Liga/desliga: antes de usar sua plaina, verifique a voltagem e a conexão com a rede elétrica. Mantenha as mãos em posição que alcance facilmente o botão de ligar e desligar, ou a chave de segurança, para o caso de necessidade;
  • Segurança: leia as orientações do fabricante e esteja ciente sobre como ativar a interrupção de segurança. Além disso, verifique os pontos de atenção, como o local das lâminas e por onde sairão as rebarbas de madeira;
  • Fio: tenha especial atenção ao fio elétrico da sua ferramenta. Em hipótese alguma, ele poderá ficar na parte inferior da plaina. Como o corte é sempre para frente, mantenha o cabo posicionado para trás de onde vai passar com o aparelho;
  • Velocidade: antes de começar a cortar, tenha certeza de que a plaina de madeira atingiu sua velocidade máxima. Esse cuidado evita que você se surpreenda com um avanço da ferramenta depois que iniciar o corte;
  • Estabilidade. Para que o acabamento fique uniforme, é importante manter a mesma pressão sobre a plaina durante todo o trabalho, e usá-la sempre no sentido horizontal. Ao contrário, você pode causar mais irregularidades na superfície da madeira.

Para que pode ser usada a plaina de madeira?

A plaina de madeira, assim como outras ferramentas de carpintaria, pode ter diversas aplicações. Ela pode ser usada para criar relevos ou atenuá-los, de acordo com os acessórios utilizados, sua regulagem e orientações de uso. Veja as principais finalidades desse equipamento:

  • Aplainar, alisar ou desbastar as superfícies em madeira, desde mesas e portas até vigas e cantoneiras;
  • Rebaixar a altura de peças em madeira;
  • Criar diversos níveis, alto e baixo relevo para decorar peças ou, ainda, atenuar os chamados cantos-vivos de um móvel, por exemplo.

carpenter

A plaina elétrica é o tipo mais utilizado. Ela confere mais comodidade e opções de uso ao artesão ou marceneiro. (Fonte: Polc: 101780134/ 123rf.com)

Quais os principais tipos de plaina de madeira?

Como mostramos há pouco, há basicamente três tipos de plainas de madeira no mercado. Os modelos mais tradicionais são os manuais. No entanto, as ferramentas elétricas já estão presentes em quase todas as marcenarias e nos ateliês de artesãos em madeira.

Além delas, há ainda a plaina de calço. Apesar de executarem, de forma geral, a mesma função, é possível diferenciar esses dois tipos de plaina. Veja as características de cada uma delas:

  • Elétrica: possui duas lâminas rotativas que levantam as aparas e as eliminam. Dessa forma, ela corrige a irregularidade da superfície da madeira. Alguns modelos possuem adaptadores para aspirador;
  • Manual: a maioria das plainas manuais têm o corpo todo de metal, com cabo em madeira ou plástico. O nível de rebaixamento é mantido sob pressão por meio de um suporte que se regula por um parafuso ou, em alguns modelos, uma alavanca de ajuste. A vantagem deste modelo de plainas é que as lâminas podem ser ajustadas com precisão;
  • Plaina de calço: é o tipo de plaina mais comum de plaina manual. Existem modelos retangulares ou arredondados, que serve especialmente para igualar a superfície de pequenas peças de madeira, como cantos de gaveta, por exemplo.

Como a plaina de madeira deve ser conservada?

Para manter sua plaina sempre com as melhores condições de conservação e funcionamento, é importante estar atento à manutenção do aparelho. Assim como toda ferramenta, sobretudo as elétricas, o cuidado durante e após o uso rotineiro faz toda diferença na conservação.

Portanto, procure sempre seguir as orientações de uso do fabricante e seguir um passo a passo de utilização e limpeza todas as vezes que trabalhar com a plaina. Preparamos uma sequência para facilitar esse trabalho:

  • A limpeza é o ponto fundamental. Mantenha limpos todos os componentes da sua plaina, desde os cabos até as lâminas, cuidando para remover o excesso de pó de serra após cada uso;
  • Conserve a máquina em local seco, livre de poeira e longe do alcance de crianças, especialmente quando for ficar um período mais longo sem utilizá-lo;
  • Verifique o alinhamento, a limpeza e os ajustes das peças móveis periodicamente. Componentes desajustados comprometem o funcionamento e reduzem a vida útil da ferramenta;
  • Faça uma breve revisão antes e depois de cada uso. Não hesite em acionar a assistência técnica, caso perceba algo fora do comum;
  • Mantenha a plaina fora da tomada durante o processo de limpeza, revisão ou regulagem das peças. Se tiver alguma falha elétrica, contacte o fabricante e não tente consertar o equipamento.

planning

A plaina de madeira é uma ferramenta elétrica que desliza sobre a madeira para nivelar a superfície. (Fonte: Davydov: 87342602/ 123rf.com)

Quais medidas de segurança adotar no uso da plaina de madeira?

Todos os tipos de plaina de madeira exigem cuidados na utilização, já que se tratam de ferramentas cortantes. No entanto, no caso da plaina elétrica, as medidas de segurança devem ser redobradas. Por isso, preparamos algumas dicas para usar o equipamento sem correr riscos.

  • Iluminação. Quanto mais iluminado for o ambiente, melhor domínio você terá sobre a ferramenta e seu percurso;
  • Contato com água. A plaina é uma ferramenta desenvolvida para o trabalho em superfícies secas. Não utilize em uma área molhada ou úmida;
  • Fiação elétrica. Em hipótese alguma faça alterações na parte elétrica da sua plaina. Não troque plugues nem faça emendas nos fios;
  • Voltagem. Sempre verifique a carga elétrica da tomada que pretende utilizar e tenha certeza de que ela é compatível com a voltagem suportada pelo equipamento;
  • Equipamentos de proteção. Itens de segurança individual sempre são indicados, procure utilizar óculos de proteção, luvas e máscaras. Lembre-se que o trabalho pode liberar farpas de madeira e muito pó de serra.

Critérios de compra

Você acabou de conhecer aspectos do funcionamento e as vantagens no uso de uma plaina de madeira para a finalização dos seus trabalhos. Agora, vamos mostrar alguns critérios de compra que merecem atenção antes da sua decisão final. Fique atento a cada um desses pontos:

Ergonomia

A forma de manusear uma ferramenta faz diferença no rendimento do trabalho e no bem estar de quem a utiliza. Por esse motivo, é importante verificar se o design da plaina escolhida garante um uso cômodo, com revestimento antiderrapante e, se possível, uma empunhadura auxiliar.

Algumas plainas contam com sistemas de engrenagens que promovem mais estabilidade da máquina durante o corte. Procure por modelos com essa característica. Dessa forma, você terá uma ferramenta mais confortável para trabalhar, sem trepidação excessiva.

planner

A maioria dos modelos de plaina de madeira são simples de manusear.
(Fonte: Simonemphotography: 97471228/ 123rf.com)

Lâminas

Na grande maioria dos modelos de plaina, as lâminas são produzidas em aço inoxidável. A qualidade desse componente é crucial para a eficácia da ferramenta, pois é justamente quem promove o corte e o acabamento na madeira.

Quanto mais rígida e resistente for a lâmina, mais fácil será o trabalho com a plaina, já que ela vai conseguir cortar a superfície da madeira com mais facilidade e precisão. Procure por modelos de plaina que venham, de fábrica, com pelo menos duas lâminas diferentes.

Antes de comprar, verifique se as lâminas para reposição e outros componentes são facilmente encontrados para reposição, caso seja necessário substituí-las. Assim, você garante a versatilidade na utilização da ferramenta e pode executar os mais variados trabalhos na madeira, sem restrição de acessórios.

Para que a plaina de madeira funcione corretamente e promova um bom acabamento, as lâminas devem estar sempre bem afiadas. Por isso, a revisão periódica da ferramenta é fundamental.

Potência

Normalmente, os modelos mais vendidos costumam ter entre 600 e 900 W de potência. Essa escolha depende do uso que você pretende fazer da sua plaina de madeira. Para trabalhos caseiros, em peças menores, um aparelho com baixa potência já será suficiente.

Se a sua intenção, no entanto, é utilizar a plaina profissionalmente, no uso diário em sua carpintaria, por exemplo, o ideal é buscar por um modelo mais robusto, com maior potência, velocidade e desempenho. Dessa forma, ela vai garantir agilidade ao seu dia a dia de trabalho.

planning

Os trabalhos de carpintaria e de artesanato utilizam com frequência a plaina de madeira.
(Fonte: Kongwehar: 125572683/ 123rf.com)

Reputação

Diante de tantos modelos e marcas no mercado, é preciso ter todo cuidado para comprar bons produtos. Desconfie dos equipamentos muito baratos, abaixo da média de valor do mercado. Em caso de dúvidas, opte por modelos de fabricantes já conhecidos, tradicionais no segmento.

Para ter certeza de que se trata de uma marca confiável, consulte a reputação do fabricante pesquisando a avaliação do produto e a opinião de outros compradores. Nas lojas on-line, todos os produtos podem ser verificados com base na experiência dos consumidores.

Resumo

Para quem gosta do trabalho em madeira, seja como uma forma de distração ou como ofício, a plaina de madeira é uma das ferramentas fundamentais para se conseguir peças com acabamento de qualidade, de uma forma mais rápida e eficiente. Usada há muito tempo em todas as carpintarias e marcenarias, ela evoluiu e ganhou ainda mais importância no segmento.

Neste artigo, mostramos as principais vantagens de contar com uma plaina, quais os tipos mais comuns e quais os cuidados essenciais para conservar sua ferramenta por mais tempo. Falamos, também, sobre aspectos particulares de cada modelo, que merecem atenção antes da decisão de compra. Assim, esperamos ter ajudado na sua escolha.

Se gostou desse guia, aproveite para compartilhar com seus amigos e fique à vontade para contar sua opinião nos comentários. Obrigado, até logo!

(Fonte da imagem destacada: Davydov: 87342604/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Resenhas