Quando se fala sobre o trabalho de carpintaria, logo se pensa na fabricação de móveis artesanais e todo tipo de objetos úteis para a moradia de um ser humano. Os móveis em madeira proporcionam aconchego a casa e sempre são muito lindos. Se alguma vez você já se perguntou qual é a base desse trabalho, a resposta é única e clara: a plaina elétrica.

A plaina elétrica é uma das ferramentas manuais mais importantes da carpintaria e é utilizada para diminuir a densidade das superfícies, desbastar a madeira e remover lascas. Por ser uma ferramenta básica, é essencial que escolha o melhor modelo para suas necessidades. Portanto, esse artigo foi feito exatamente para lhe ajudar nessa tarefa. Continue lendo!

O mais importante

  • A plaina de madeira é uma das ferramentas mais antigas que existem. É uma ferramenta básica para trabalhos em carpintaria e, portanto, é preciso escolher um modelo de boa qualidade que te possibilita realizar trabalhos em pouco tempo e com menor esforço.
  • Você pode encontrar vários modelos dessa ferramenta no mercado. Em primeiro lugar estão as tradicionais plainas manuais, as elétricas (que são as que serão analisadas nesse artigo) e as de bancada.
  • Um dos principais critérios de compra de uma plaina elétrica são suas lâminas. Você pode encontrar no comércio vários tipos de lâminas, feitas em diferentes materiais e tamanhos. Então, é preciso ter muito claro que tipo de lâmina se adapta melhor ao trabalho que pretende realizar e fazer sua escolha em função disso.

As melhores plainas elétricas: Nossas sugestões

A plaina elétrica é uma ferramenta muito eficiente, robusta e barata. Ela é a base de todo o trabalho de carpintaria, portanto, deve ser escolhida com muito cuidado. Como sempre, as grandes marcas como Makita, Bosch e Einhell oferecem grandes máquinas. A fim de lhe ajudar nessa escolha foi preparada a seguinte lista:

A queridinha do mercado

Esse modelo da Makita é um dos mais vendidos do mercado. Afinal, quem não gosta de ter 580 W de potência, 16 000 RPM de velocidade, largura de corte de 82 mm e profundidade de corte entre 0 – 16 mm, pagando um dos menores preços do comércio? Certamente essa máquina é o melhor custo-benefício para trabalhos domésticos.

A melhor plaina elétrica para profissionais

Esse modelo da Bosch é extremamente robusto, ergonômico e prático. Contando com 16 500 de velocidade, capacidade de rebaixo de 9 mm e contando com 2 lâminas reafiáveis, essa máquina é ótima para os trabalhos mais pesados. Além disso, sua bolsa para reter o pó é uma das maiores do mercado.

A grande trunfo

Esse modelo da Einhell é ideal para quem realiza tanto trabalhos mais simples quanto trabalhos pesados. Essa plaina elétrica possui uma incrível capacidade de rebaixo de até 18 mm e 850 W de potência. Além disso, apresenta guia paralela, lâmina reserva e limitador de rebaixo, tudo a um preço muito competitivo.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre uma plaina elétrica

Rebaixar uma superfície de madeira, lixar um compensado, aplainar uma porta para que se ajuste ao batente ou, simplesmente, desbastar uma prancha de madeira para eliminar suas lascas. Tudo isso e muito mais pode ser feita com uma plaina elétrica.

Hombre cepillando madera

No mercado você pode encontrar plainas elétricas com os mais diferentes níveis de potência e velocidade. 
(Fonte: Anan Sudsaithong: 74119054/ 123rf.com)

Quais são as partes de uma plaina elétrica?

A maioria das plainas elétricas são equipadas com uma guia paralela com a qual você pode realizar ranhuras e uma guia lateral, inclinada, que permite fazer trabalhos chanfrados.

Alguns modelos são fabricados com sistemas automáticos de proteção para a lâmina e ainda contam com compartimentos para armazenar as lascas de madeira que se soltam ao longo do trabalho.

A lâmina é uma parte muito importante da máquina. Muitas possuem um sistema de regulação que serve para melhorar o manuseio da ferramenta.

Geralmente elas também possuem um sistema de regulagem de altura da ferramenta, responsável por ajustar a quantidade de material eliminado a cada passada da plaina elétrica.

A seguir, você poderá entender ainda mais sobre as partes mais importantes de uma plaina elétrica:

  • Empunhadura: Deve ser ergonômica e antideslizante.
  • Botão de bloqueio: Deve estar situado em um lugar de fácil acesso, dentro da empunhadura.
  • Ajuste de profundidade: Permite ajustar o nível de profundidade e a quantidade de material eliminado em cada passada.
  • Guia paralela: Permite que o usuário ajuste a direção das passadas.
  • Tampa da correia da plana elétrica: Protege o motor contra o pó e as lascas de madeira.
  • Base: Possibilita a ferramenta deslizar sem problemas sobre a superfície.
  • Gatilho: Deve ser ergonômico e com função de ajuste de velocidade mediante pressão.
  • Saída de lascas: Os melhores modelos dispõem de opção para ajustar a direção da saída do pó produzido no trabalho.
carpintero

A plaina elétrica corta o material a partir de uma lâmina. 
(Fonte: Dmytro Pancheko: 43390249/ 123rf.com)

Qual a melhor opção: uma plaina elétrica ou uma manual?

A resposta mais adequada para essa pergunta é: uma mistura de ambas. Até mesmo entre os profissionais a plaina manual continua sendo bastante valorizada. Essa ferramenta proporciona uma maior delicadeza no acabamento, é menos barulhenta e gera menos pó. Então, é uma ferramenta que possibilita trabalhos muito satisfatórios a um nível mais artesanal.

Já para trabalhos industriais ou em cadeia de produção, a plaina elétrica é a ferramenta ideal. Ela possibilita que você desbaste uma grande quantidade de madeira em pouco tempo e sem muito esforço.

foco

Muitos apaixonados por carpintaria preferem as ferramentas manuais, pois, adoram a sensação de realizar o trabalho através do próprio esforço.

Qual é a função de uma plaina elétrica?

Como já foi dito ao longo desse artigo, a plaina elétrica é uma ferramenta básica para qualquer oficina de carpintaria. A plaina elétrica é muito utilizada no desbaste da madeira, ou seja, para “limpar” sua superfície e deixá-la livre de pó, farpas e lascas. Além disso, também são muito utilizadas para chanfrar e rebaixar cantos.

Um exemplo básico do uso de uma plaina elétrica são nas portas. Em trabalhos de reforma, quando se realiza a troca do piso da casa, pode ser que isso altere a altura do chão e a porta passe a ficar “prendendo”. Para solucionar esse problema, basta plainar a porta e adequar seu tamanho a nova altura. Além disso, você também pode fazer mais alguns trabalhos com uma plaina elétrica:

  • A plaina elétrica é ideal para emparelhar, desbastar e lixar superfícies retas (vigas, batentes e portas). 
  • Também são muito úteis para realizar ranhuras, chanfrar ou rebaixar cantos. Para fazer esses trabalhos possuem um acessório em forma de “V”. Eles estão postos em três medidas: de 1 a 4,5 mm, de 2 a 5 mm e de 2,5 a 6 mm.
Carpintero cepillando

A plaina elétrica é ideal para emparelhar, desbastar e lixar superfícies retas.
(Fonte: Guzel Andrianova: 89695176/ 123rf.com)

Quais os tipos de plaina elétrica que existem no mercado?

Basicamente, existem dois tipos de plaina elétrica no mercado. As de bancada, também conhecidas por desengrossadeiras e as manuais. A plaina elétrica de bancada é uma máquina fixa, fabricada para realizar trabalhos básicos (desbaste, plainar) de forma simples e rápida. É uma máquina ideal para oficinas e trabalhos em linha de produção.

Cada modelo de plaina elétrica é indicado para um tipo concreto de trabalho. Cada uma delas conta com características próprias e é seu dever conhecê-las em detalhes antes de realizar a compra.

Tipo Potência Peso Mobilidade Precisão
Desengrossadeira 2000 W 20 kg Fixa Alta
Manual 600-800 W 5 kg ou menos Portátil De acordo com o tipo de trabalho e usuário

Como usar uma plaina elétrica?

Certamente você já entendeu que a plaina elétrica é uma ferramenta essencial para qualquer oficina. Mas, como se usa? A plaina elétrica é uma ferramenta muito eficiente e também muito simples de se utilizar. Então, a seguir será explicado como você deve fazer:

  • Fixe a madeira a uma altura adequada e que te possibilite trabalhar com comodidade. 
  • Sempre use a plaina no sentido da fibra da madeira. Para descobrir se você está correto, posicione a máquina e, sem ligá-la, a empurre suavemente. Se deslizar suavemente é porque está no caminho certo, se vibrar é porque está ao contrário. 
  • Regule a altura. Sempre será melhor realizar várias passadas finas do que uma só forte, isso evita que você passe do ponto que deseja desbastar. Com isso, também se evita um maior desgaste da lâmina.
  • Ajuste a lâmina dependendo do material e do trabalho a ser realizado. 
  • Você pode aplicar um pouco de parafina sobre a madeira para facilitar o deslizar. 
  • Marque com um lápis na lateral da madeira a espessura que deseja chegar.
  • Para segurar corretamente a plaina elétrica, você deve posicionar uma mão na empunhadura e a outra na parte dianteira (que será a que guiará a máquina).
  • Posicione a ponta da máquina sobre a madeira e aplique uma suave pressão para baixo para manter um contato uniforme na peça. Empurre a plaina para a frente e transfira o peso do corpo do pé de trás para o da frente conforme for avançando. 
  • Quando chegar ao final da peça, diminua a pressão para baixo feita pela mão esquerda e aumente a pressão na mão direita até que a plaina saia da madeira. Isso é muito importante, pois, se não for feito pode gerar uma superfície arredondada no final.
  • Evite que a ferramenta oscile sobre o material. Esse é um problema comum nas plainas manuais. Para evitar que isso ocorra, realize uma maior pressão sobre a parte dianteira no início do trabalho e depois, no fim, na parte traseira.
  • Verifique periodicamente a borda da lâmina. Se ela perder sua afiação e ainda for nova, tente afiá-la com um ângulo de 25º a 35º.

Quais conselhos para o manuseio de uma plaina elétrica?

A lista a seguir foi feita para que você seja capaz de plainar a madeira como um profissional. Essas dicas te possibilitarão realizar um trabalho mais eficiente, poupando tempo e melhorando o resultado final:

  • Se o modelo escolhido da plaina elétrica não tiver bolsa para armazenamento do pó, considere a compra em separado ou coloque um pequeno aspirador na máquina.
  • Depois de usar a plaina e antes de deixá-la de lado, espere a parada total da lâmina. 
  • Usando prensas, firme a peça de trabalho a uma base estável. 
  • Não plaine sobre objetos metálicos, pregos ou parafusos, ou, isso pode acabar danificando a máquina.
  • Desconecte a plaina elétrica da tomada, antes de realizar qualquer tipo de instalação, ajuste, reparação ou manutenção das lâminas. 
  • Utilize a plaina elétrica e seus acessórios de acordo com as instruções do fabricante. Considere as condições de operação e o trabalho a ser realizado. Se você usar essa ferramenta para realizar trabalhos diferentes do previsto, pode aumentar o risco de sofrer algum acidente. 
Cepilladora en madera

A plaina elétrica é uma evolução natural da plaina de carpinteiro. 
(Fonte: Anan Sudsaithong: 75136677/ 123rf.com)

Critérios de Compra

Contar com uma plaina elétrica te possibilitará desbastar a madeira e se livrar daquelas incômodas farpas que geralmente estão na superfície e que muitas vezes acabam entrando na mão. Essa é uma ferramenta muito básica, mas que precisa de certos conhecimentos na hora da escolha do modelo que melhor se adapta às suas necessidades:

  • Tipos
  • Tamanho
  • Materiais
  • Potência
  • Lâmina

Tipos

Ao fazer uma comparação entre plainas elétricas, a primeira coisa que se deve ter em mente é o tipo de plaina que deseja. No mercado você consegue encontrar dois tipos básicos de plaina elétrica: as de bancada e as manuais.

Assim, o tipo de plaina elétrica influenciará grandemente no tipo de trabalho a ser realizado. Por exemplo, a plaina de bancada é fabricada para trabalhar com pranchas de madeira e é ideal para trabalhos industriais. Por outro lado, a manual é a ideal para trabalhos autônomos.

zoom a cepilladora

A plaina elétrica trabalha a partir do uso de uma lâmina afiada. 
(Fonte: Anan Sudsaithong: 75136675/ 123rf.com)

Tamanho

Uma das características principais de uma plaina elétrica é o seu tamanho. Dessa forma, para conseguir obter os melhores resultados, você precisa contar com uma ferramenta que possua um tamanho adequado, garantindo que ela se adaptará ao uso que deseja dela.

O primeiro a ser definido é o tipo de trabalho que deseja realizar, já que para fazer sulcos e detalhes na madeira, o ideal é usar plainas pequenas que proporcionam entalhes de até 10 cm. Da mesma forma, se irá fazer trabalhos profissionais disponha de modelos que fazem até 30 cm.

Materiais

No mercado você pode encontrar modelos de plaina elétrica com os mais variados preços. Para saber o quanto deve gastar, basta ficar atento aos materiais utilizados na fabricação da peça. Obviamente, as grandes marcas geralmente fabricam modelos de maior qualidade e, portanto, mais caros.

Uma plaina elétrica é uma ferramenta complexa, pois, possui peças móveis, além de conexões e cabos de corrente elétrica. Geralmente são fabricadas em plásticos de alta qualidade e peças de metal, e os motores idealmente devem ser de cobre. Já a empunhadura é melhor quando emborrachada, sendo antideslizante e ergonômica.

Cepillando madera

A plaina elétrica é usada em trabalhos de desbaste de madeira, ou seja, para “limpar” sua superfície e deixá-la livre de pó e farpas. (Fonte: Pittaya Phetphu: 68918691/ 123rf.com)

Potência

No mercado você encontrará plainas elétricas com diferentes níveis de potência e velocidade, sendo esses fatores determinantes para a efetividade de sua plaina.

Por um lado, você possui a potência que se expressa em Watts e que determina a capacidade de trabalho do motor. Por outro lado, a velocidade que está indicada em rotações por minuto (RPM) e que fornece as voltas do disco.

A plaina elétrica deve ter motores com potência entre 600 e 800 W.

A plaina elétrica deve ter motores de cobre e com uma potência que varia entre 600 e 800 W. Alguns modelos possuem uma potência ainda maior e por isso são perfeitos para trabalhos pesados e industriais. Já para a velocidade, o ideal é que possua entre 17.000 e 19.000 RPM.

Lâminas

As lâminas são essenciais para realizar a parte mais dura do trabalho, portanto, é preciso que ela seja de extrema qualidade. Geralmente são fabricadas em materiais resistentes, como o aço HSS (de alta velocidade) ou em tungstênio, e são removíveis.

Adquira uma plaina elétrica que possua um sistema de troca simples e que te permita trocar as lâminas com facilidade. É importante também que você seja capaz de encontrar facilmente reposições no mercado, pois, elas se desgastam com o passar do uso e você precisará trocá-las.

seguridad

Uma plaina elétrica é uma ferramenta complexa, pois, possui peças móveis, além de conexões e cabos de corrente elétrica. (Fonte: Anan Sudsaithong: 75136672/ 123rf.com)

Resumo

Uma plaina elétrica está entre os equipamentos básicos que qualquer profissional ou amante da carpintaria deve ter em seu conjunto de ferramentas, pois, é um elemento imprescindível e que oferece os melhores acabamentos para madeira.

Esse artigo tratou de explicar todos os detalhes que precisa saber para fazer uma boa compra de plaina elétrica. Se você leu tudo com atenção, certamente não irá errar!

Se você gostou desse artigo, comente conosco em nossa caixa de mensagens ou o compartilhe em suas redes sociais.

(Fonte da imagem destacada: Anan Sudsaithong: 75136675/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

GUIA55
GUIA55
Redação
Os redatores do GUIA55 realizam pesquisas aprofundadas e escrevem artigos altamente informativos e de qualidade sobre os mais variados temas do seu interesse.

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
46 Voto(s), Média: 4,00 de 5
Loading...
4 46