Ter um bom processador é essencial para qualquer computador, pois ele é a base das operações. No entanto, nem todos oferecem o mesmo desempenho, pois são destinados a diferentes usos. Por isso, analise bem antes de comprar um item como esse.

No caso de você ser um jogador ou usar seu computador para fins profissionais, precisará de um processador poderoso. No entanto, não vale a pena procurar apenas entre as melhores processadores do mercado, pois tudo depende do uso que irá fazer dele. Neste guia de compras você encontrará todas as informações que precisa para fazer a melhor escolha.

O mais importante

  • Para comprar um processador, você deve ter bem claro o que está procurando. Um processador para jogos não é a mesma coisa que um para design gráfico ou multimídia.
  • Aprender a avaliar aspectos como memória cache e número de núcleos do processador ajudará você a entender exatamente o que você precisa buscar.
  • Verificar a compatibilidade do processador que você deseja comprar é fundamental. Não apenas para evitar investir dinheiro em um produto que não será adequado para o seu caso, mas para garantir um ótimo desempenho.

Os melhores processadores: Nossas sugestões

Os melhores processadores de 2019 foram listados abaixo, para que você possa fazer a melhor escolha possível. Leia com atenção a descrição de cada um, pois assim você poderá saber se as características deles são as mais adequadas para o seu caso.

O melhor do mercado

Assim que foi lançado, ele foi anunciado como o melhor processador para games do mundo, e sua performance realmente não deixa nada a desejar. Ele possui 8 núcleos e 16 threads para que você possa rodar com tranquilidade diversos programas ao mesmo tempo. Por ter toda essa performance, ele é recomendado para quem deseja executar tarefas que exigem bastante do computador.

O melhor custo-benefício

O Ryzen 7 é um dos processadores AMD mais poderosos atualmente. Sua relação potência / preço é excelente, e ele é uma ótima opção caso você se dedique ao design gráfico. Esse processador foi projetado para oferecer a melhor experiência em computação de alto desempenho. Ele possui uma memória cache de 20MB.

O melhor avaliado pelos usuários

O processador Intel Core I7 é uma das melhores opções para quem deseja utilizar o computador para jogos. Ele possui 6 núcleos que oferecem uma solidez que poucos processadores conseguem igualar. Além disso, devido à sua alta qualidade e compatibilidade, apresenta poucos problemas quando combinado com outros componentes.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre o processador

Um processador é formado por diversos elementos que determinam a sua qualidade, e, saber quais são eles é fundamental para fazer uma boa compra. Por isso, a seguir, você encontrará respostas para as principais perguntas sobre o tema.

Imagem de pessoa mexendo em peças de CPU.

Se você está buscando um bom processador, deve levar em conta a compatibilidade. (Fonte: Golubovy: 54302124 / 123rf.com)

Processador Intel Core ou AMD?

Atualmente os processadores Intel e AMD dominam o mercado. Obviamente, a variedade de opções é muito ampla para determinar qual marca é a melhor. Dependendo do que você esteja procurando, bem como do seu orçamento, você terá que optar por uma ou outra.

No entanto, embora não seja possível analisar todas as possibilidades que os processadores Intel Core e AMD podem oferecer, selecionamos algumas vantagens e desvantagens de ambas as marcas na tabela abaixo.

Intel AMD
Vantagens Desvantagens Vantagens Desvantagens
Geralmente apresentam um consumo de energia reduzido Muitos modelos são caros Melhor relação custo/benefício Maior consumo de energia
Boa opção para computadores pequenos São uma boa opção para computadores desktop O processador AMD não é a melhor opção para computadores portáteis
Alto grau de compatibilidade Algumas opções apresentam uma potência invejável devido ao número de núcleos que possuem
Sua tecnologia QuickPath Interconnect oferece uma boa capacidade de memória Os modelos focados no mercado gaming tem melhorado muito
Opera em 15 fábricas distribuídas pelo mundo inteiro, algo que demonstra sua solidez dentro da indústria

O que é a frequência (clock) do processador?

Ela está presente em vários elementos do computador (a memória RAM também possui) e refere-se à velocidade em ciclos por segundo (hertz) que você precisa para executar suas funções. Em uma linguagem mais simples, é a velocidade de processamento.

Lembre-se que, se você quiser comparar esse valor, deverá fazê-lo entre processadores da mesma família, não importando que o processador seja do mesmo fabricante. Ocasionalmente, esses valores podem ser inferiores aos indicados na caixa. Isso pode acontecer devido, por exemplo, à baixa compatibilidade.

Imagem de peça de processador.

O cache é uma memória que ajuda a agilizar o trabalho do processador. (Fonte: Radub85: 36172609 / 123rf.com)

Esse é um elemento importante caso você queira obter uma velocidade mais rápida para jogos ou atividades profissionais (design gráfico). Se você quiser saber mais sobre a frequência, existem inúmeras publicações e vídeos a esse respeito que se aprofundam no assunto.

O que são os núcleos de um processador?

No início, os processadores tinham um único núcleo. Com o passar do tempo o número deles foi aumentando. Estes elementos nada mais são do que unidades de processamento que se dedicam a interpretar instruções e executar ações.

Um exemplo disso ocorre quando você executa uma ação no seu smartphone ou computador, pois nestes dois casos ela passa pelo processador. Cada núcleo do processador tem a capacidade de executar ciclos de processamento individuais.

Verificando peças com lupa.

Em função do que você esteja buscando você deverá escolher entre uma marca ou outra. (Fonte: Golubovy: 54302113 / 123rf.com)

O desempenho de um processador depende muito dos seus núcleos, no entanto, mais núcleos não significam necessariamente melhor desempenho. É verdade que, quanto mais deles você possua no seu processador, mais ciclos de processamento você poderá executar simultaneamente. No entanto, a velocidade é determinada pela frequência.

O que é a arquitetura de um processador?

A arquitetura de um processador não se trata de uma questão meramente estética ou enfocada em economizar espaço. Dependendo da arquitetura do seu processador, o nível de desempenho será diferente. Essa estrutura pode ser dividida em quatro pontos principais:

  • Unidade Lógica e Aritmética (ALU): Se encarrega de executar todas as operações solicitadas.
  • Registros onde se armazenam os dados temporários: A ALU as utiliza para entender as instruções recebidas e determinar como as executará em relação à memória RAM.
  • Blocos de controle utilizados para se comunicar com o exterior: Eles são essenciais, pois ajudam a gerenciar o fluxo de informações e a estabelecer a ordem de execução das diferentes tarefas.
  • O timer: responsável por sincronizar a execução de todos os elementos relacionados ao processador, ordens internas e processamento, para que não ocorram erros ou contratempos.
Jesus MaximoffDiretor geral da Intel Corporation Iberia

“O processador não funciona sozinho, é preciso que ele tenha sintonia com o restante do hardware”.

O que é a memória cache de um processador?

A memória cache de um processador armazena dados para facilitar o acesso a eles e aumentar a fluidez ao executar funções. Essas informações podem ser o resultado de cálculos anteriores ou uma simples duplicata de dados armazenados em algum outro elemento do sistema. Existem três níveis básicos:

  • Memória cache L1: Também conhecida como memória interna, ela está localizada no núcleo do processador. Ela armazena dados de acesso e instruções usadas frequentemente que possuem importância fundamental para o funcionamento do equipamento e de seus diferentes programas.
  • Memória cache L2: Assim como a memória cache L1, ela é responsável por armazenar dados usados com frequência. A diferença é que é mais lenta que a cache L1 (embora mais rápida que a RAM). Ela faz parte do processador, mas não está em seus núcleos.
  • Memória cache L3: Também é mais rápida que a memória RAM, embora mais lenta que a memória cache L2. Ela facilita o acesso a dados e instruções encontrados nos caches L1 e L2. Seu tamanho é maior que as anteriores e ela ajuda a potencializar a eficiência do processador.

Qual é a função do processador no momento de executar jogos?

Se você é um gamer, então esta seção vai te interessar. O processador é importante, pois se encarrega da inteligência artificial e de outros aspectos não gráficos (já que o peso dos gráficos recai sobre a placa de vídeo).

Embora um processador seja importante para rodar games, ele não é a peça principal para que isso ocorra, já que será necessário também ter uma boa placa de vídeo. Portanto, avalie com cuidado esse detalhe antes de adquirir o seu processador.

Critérios de Compra

Se você está pensando em comprar um processador, não basta saber apenas o básico sobre ele, pois é preciso analisar também alguns critérios antes da sua compra. Esperamos que, com essas pequenas dicas a seguir, você consiga tomar a sua decisão com mais segurança.

  • Objetivo
  • Número de núcleos e frequência
  • Tecnologias
  • Memória cache
  • Compatibilidade

Objetivo

Cada usuário tem suas necessidades com relação ao processador que deseja obter, não apenas pelo gosto pessoal, mas pelo tipo de tarefa que deseja executar com o sistema operacional. Portanto, a primeira coisa a se pensar antes de comprar um processador é o que você deseja obter dele. Na tabela você poderá conferir mais informações sobre isso.

Se desejo Devo comprar
Jogar games de última geração Um processador com uma frequência alta
Trabalhar com design gráfico Um processador com boa frequência mas, sobretudo, certa variedade de núcleos para evitar colapsos
Usar o computador no dia a dia para tarefas básicas Um processador econômico

Número de núcleos e frequência

A combinação desses dois elementos indica o desempenho geral do processador, e, por isso você deve levar esses dois critérios em consideração e saber como eles funcionam juntos. Com relação aos núcleos, o normal é encontrar processadores com 2 a 10 desses itens, embora existam alguns com muito mais.

A frequência, como você sabe, indica a velocidade do processador. Quanto maior ela for, maior será a facilidade dos núcleos de trabalhar com rapidez. Geralmente, a Intel oferece maior desempenho nesse sentido. Lembre-se disso se estiver procurando produtos de médio / alto padrão.

Imagem de CPU aberto.

Um bom processador precisará de uma placa de vídeo eficiente. (Fonte: Ruslankphoto: 83546618 / 123rf.com)

Outro critério interessante a ser observado é a frequência máxima. Essa é a velocidade total que o processador pode atingir em períodos de demanda máxima e em determinadas circunstâncias de consumo.

Tecnologias

Uma tecnologia desenvolvida pela Intel é chamada de Hyperthreading, conhecida em português como hiperprocessamento, e ela divide a ação de cada núcleo em dois. Se você está pensando em comprar um bom processador, busque por esta tecnologia.

Outra tecnologia é o overclocking, que é um aspecto que você deve considerar, principalmente se for gamer. Ela força um componente do computador a rodar numa determinada frequência, para aumentar o desempenho do hardware.

foco

Você sabia que o processador é considerado o cérebro do computador? Ele é a parte principal do hardware do computador.

Memória cache

Ao buscar por um processador, você não deve ignorar a memória cache. Como dissemos antes, é uma memória que ajuda a acelerar o trabalho do processador, pois garante que ele as recebe e pode trabalhar com as informações de que precisa.

Atualmente, alguns dos melhores processadores do mercado já possuem memória cache de 20MB. Por isso, não esqueça de verificar esse item antes da sua compra.

Compatibilidade

Não importa se você está procurando por um processador para substituir o que você possui ou para construir um PC a partir do zero, a compatibilidade é essencial. Os dois principais aspectos nesse sentido são a placa-mãe e a memória RAM. Se o processador não for compatível, ela não funcionará corretamente.

Em aspectos como memória RAM, os melhores processadores irão indicar o limite máximo de memória suportado. Isso não apenas permite evitar problemas de compatibilidade, mas também permite investir no processador que você realmente precisa.

Resumo

Um bom processador é caracterizado pela sua versatilidade, pois existem modelos para todos os usos, cabe a você adquirir o modelo mais adequado de acordo com as suas necessidades. Também existem opções para todos os orçamentos.

Você deverá ter em mente o uso que fará do computador, pois se for para jogos, por exemplo, precisará de um processador poderoso. Se, pelo contrário, você for usá-lo para tarefas diárias e para algumas edições, um modelo de nível médio será suficiente.

Se você gostou deste artigo, compartilhe nas suas redes sociais ou deixe o seu comentário.

(Fonte da imagem destacada: Kirill Makarov: 26728140 / 123rf.com)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
43 Voto(s), Média: 4,00 de 5
Loading...