Vivemos rodeados por telas. Algumas maiores, como as das televisões, que aliás estão cada dia ficando ainda maiores, e outras menores como as dos telefones celulares ou dos relógios inteligentes. Nesse contexto, o projetor oferece uma excelente alternativa para quem precisa ou quer uma tela gigante.

Nos últimos anos, seu uso se tornou muito popular. Paralelo a isso, também está crescendo o número de fabricantes lançando cada vez mais novos modelos de projetores, alguns a preços realmente baixos. Se por um lado, tudo isso contribui para que o número de opções seja maior, por outro, cresce também a dificuldade que é a tarefa de escolher o equipamento certo.

O mais importante

  • Os projetores de vídeo atuais contam com muitas aplicações e funcionalidades. As principais estão relacionadas ao seu uso em ambientes profissionais e educacionais. No entanto, nos últimos anos, seu uso em residências também aumentou consideravelmente, já que com eles é possível ter uma verdadeira experiência de cinema em casa.
  • Atualmente, podemos distinguir três tipos de tecnologias de projetores de vídeo: LCD, DLP ou LCOS. Cada um deles oferece diferentes benefícios e, portanto, tem diferentes vantagens e desvantagens.
  • Na hora de escolher um projetor, é necessário prestar atenção a uma série de questões fundamentais, como a forma ou para que será usado, o contraste, o brilho e a resolução máxima que o projetor reproduz.

Ranking: Os melhores projetores do mercado

A seguir, apresentamos o Ranking que elaboramos com os cinco melhores modelos de projetor que estão disponíveis no mercado atualmente. Nós desenvolvemos esta lista tentando incluir modelos mais variados, mas sempre escolhendo produtos que apresentem uma ótima relação custo-benefício.

1º – Projetor BenQ TH683

Imagem de altíssima qualidade tem seu preço. E esta é a aposta deste projetor BenQ TH683. O objetivo é ampliar ao máximo principalmente as experiências de cinema em casa e as transmissões de jogos e eventos esportivos.

Para isso, conta com a resolução Full HD 1.920 x 1.080 com 3.200 ANSI lúmens de brilho e 10.000: 1 de contraste. Possui função Cinema Master Áudio Enhancer com desempenho de áudio nítido e potência de alto-falante embutida de 10W.

Para os amantes do esporte, o projetor conta com o Modo Futebol. E no quesito conectividade, é compatível com MHL para projetar diretamente de smartphones e dispositivos móveis.

2º – Projetor Epson PowerLite S41

A Epson é uma gigante no mundo dos eletrônicos, principalmente no mercado de projetores, e decidimos apresentar um modelo de entrada, mais econômico, mas nem por isso com menos recursos e qualidades.

O PowerLite S41 tem tecnologia 3LCD, que oferece cores até três vezes mais brilhantes, com 3.300 lúmens de brilho em cores e 3.300 lúmens de brilho em branco, além da resolução SVGA. O contraste chega a 15.000:1, o que proporciona mais nitidez da imagem, inclusive quando a iluminação não é tão alta. Tem conexão Wi-Fi e também através de HDMI, USB, VGA e RCA.

3º – Projetor Benq MS531

O foco deste projetor é a relação custo-benefício, com qualidade de imagem acima da média, investimento consideravelmente baixo a longo prazo e uma série de economias. A tecnologia SmartEco reduz o consumo de energia da lâmpada e os custos de manutenção.

O projetor tem sido adotado cada vez mais em salas de reuniões e conferências. A taxa de brilho é de 3300 lúmens e o contraste chega a 15.000:1, representando qualidade de imagem mesmo com luz ambiente. Possui ajustes de enquadramento, alto falante e controle remoto, e as conexões são HDMI, VGA, RCA e USB.

4º – Projetor Acer H6521BD

Uma série de recursos e tecnologias garantem a este projetor da Acer um desempenho fora da curva e excelentes reproduções de imagens até mesmo onde a qualidade da luz não é ideal. O modelo conta com resolução Full HD 1.080p somada ao brilho de 3.500 lúmens e contraste 10.000:1.

As tecnologias Acer Bluelight Shield e Acer LumiSense possibilitam ajustar a quantidade de luz e garantir uma melhor experiência de imagem. O recurso exclusivo ColorBoost 3D faz com que as cores fiquem mais vivas e nítidas, sem perder qualidade em imagens 2D e 3D. Isso significa imagens mais reais e naturais. A lâmpada tem vida útil de 3.500 horas.

5º – Mini Projetor Led UC46

Um modelo mais acessível pelo custo, este projetor é indicado para pequenos ambientes, de preferência com pouca ou nenhuma iluminação. Também é mais indicado para reuniões e apresentações devido a sua resolução mais razoável.

Tem brilho de 1.200 lúmens e relação de contraste apenas de 800:1. É compacto e bastante leve, pesando menos de 1 kg. Tem conexão Wi-Fi e também entradas USB, SD, HDMI, IR e VGA.

Guia de compras: O que você deve saber sobre um projetor

Para comprar um projetor, é essencial que você leve em consideração vários pontos muito importantes. É fundamental saber que existem diferentes modelos de projetores, que oferecem mais ou menos benefícios. Por essa razão, nesta seção, iremos responder às perguntas que normalmente surgem na cabeça dos compradores.

Um homem apresenta gráficos em uma grande tela branca enquanto pessoas assistem a apresentação

Os projetores vão levar suas apresentações em Power Point para outro nível. (Fonte: Drobot: 52193187 / 123rf.com)

O que exatamente é um projetor?

Um projetor é um dispositivo óptico projetado para receber um sinal de vídeo e projetá-lo em uma tela ou outro tipo de superfície através de um sistema de lentes. Em geral, eles usam uma luz muito brilhante para projetar a imagem. Os equipamentos mais modernos podem corrigir curvas e borrões por meio de uma série de ajustes.

Uma sala vazia, cadeiras e um projetor sobre uma mesa

Atualmente, podemos distinguir três tipos de tecnologias de projetores de vídeo: LCD, DLP ou LCOS. (Fonte: Sverdielov: 87159443 / 123rf.com)

Quais são as vantagens e desvantagens de um projetor?

Os projetores de vídeo atuais oferecem uma série de vantagens que vão além da possibilidade de desfrutar de uma tela grande.

Oferecem uma imagem muito maior do que uma televisão ou monitor comum. Desta forma, você pode vivenciar uma sensação de imersão muito maior. Nesse sentido, proporcionam uma experiência de cinema em casa.

Seu tamanho é menor do que uma televisão, o que facilita a organização dos espaços onde ele for instalado. E a instalação e uso são realmente simples. Eles têm muitas funcionalidades, tanto educativas como profissionais ou de lazer. Sem contar que podem ser facilmente transportados de um local para outro.

Por outro lado, eles também têm algumas desvantagens que não devem ser ignoradas.

Demoram muito mais do que uma televisão para ligar. E a maioria dos modelos requer um sistema de som independente. Em relação a manutenção, é necessário repor a lâmpada interna com certa frequência, e o seu preço não é barato.

Resumimos para você na tabela a seguir tanto os pontos positivos quanto os negativos. Confira:

Vantagens
  • Imagem maior do que televisão comum
  • Sensação de imersão e cinema em casa
  • É compacto, cabendo em qualquer lugar
  • É de fácil uso e instalação
  • Têm muitas funcionalidades educativas, profissionais ou lazer
  • Podem ser facilmente transportados
Desvantagens
  • Demoram para ligar
  • A maioria dos modelos requer um sistema de som independente
  • É necessário repor a lâmpada interna

Vale a pena comprar um projetor?

A resposta a esta pergunta depende muito do uso que você vai fazer do seu aparelho. Se você precisar dele para uso profissional ou educacional, a resposta é claramente positiva.

Se você deseja reproduzir filmes, séries de TV ou jogar o videogames, a resposta depende de quais são suas prioridades e com que frequência você vai usar.

Para a retransmissão de eventos esportivos em locais de entretenimento, é uma opção realmente interessante, já que o investimento com a compra do aparelho pode retornar em poucos meses.

foco

Você sabia que nos últimos anos o preço de um projetor foi reduzido consideravelmente, e o aparelho se tornou mais acessível ao público em geral?

Quais são os principais usos de um projetor?

Os projetores possuem uma ampla variedade de aplicações. Eles são frequentemente usados ​​em apresentações, palestras ou conferências, no ensino em salas de aula, seja nas escolas ou nas universidades e, claro, para simular um cinema em casa.

Além disso, nos últimos anos eles também começaram a ser usados ​​em bares e restaurantes para retransmissão de jogos e eventos esportivos.

Que tipos de projetor existem?

Os projetores podem ser classificados entre modelos com tecnologia LCD, DLP ou LCOS. Logicamente, cada um deles oferece uma série de benefícios diferentes. Dependendo de suas necessidades, você pode acabar se interessando mais por um tipo de tecnologia ou outro. Nós resumimos alguns detalhes na tabela a seguir.

Projetor LCD Projetor DLP
Imagem A imagem é criada através de milhões de pequenos espelhos que direcionam e projetam a luz na direção da tela Funciona de maneira semelhante ao projetor LCD, embora os painéis reflitam a luz em vez de deixá-la passar
Cores Cores não tão vivas, um pouco mais suaves. Níveis de brilho mais baixos e boa definição de imagem. Além disso, apresenta uma boa escala de tons de cinza Mostra cores mais vivas e imagens mais suaves e naturais. Tem uma excelente resposta às imagens em movimento. Além disso, apresenta uma boa escala de tons de cinza
Vantagens Ocupa menos espaço e é mais leves Não é excessivamente barulhento
Preço Exige um investimento econômico maior Preços altos, embora alguns equipamentos portáteis não sejam tão caros

É necessário ter uma tela para o projetor?

Se você for usar o projetor em um ambiente profissional, a resposta é claramente sim. Caso contrário, e dependendo do seu orçamento, você pode dispensar este item. Neste último caso, você pode usar uma parede branca, cinza e de preferência fosca. Naturalmente, a qualidade da imagem será razoável.

Por este motivo, nosso conselho é que, junto com o projetor, você invista em uma boa tela. Afinal de contas, o uso de uma tela permitirá que você otimize o seu projetor ao máximo. Por outro lado, com relação à localização da tela, é importante ter em mente que a luz ambiente é o maior inimigo de um projetor.

Onde e como posicionar o projetor?

Como dizem por aí, é melhor prevenir do que remediar. Antes de comprar o projetor, você deve se perguntar onde vai localizá-lo. Como já mencionamos, é importante evitar os focos de luz. Também recomenda-se que o projetor esteja longe de áreas de passagem. Além disso, você deve colocá-lo perpendicular ao centro da tela.

Com relação à distância entre o projetor e a tela ou a parede, você pode usar um cálculo aproximado multiplicando a largura da tela por 1,5 ou 2. Em qualquer caso, se você tiver problemas de espaço, você pode comprar um projetor de curta distância. Eles conseguem boas diagonais a distâncias de mais ou menos um metro.

Critérios de compra

Na hora de comprar um projetor, é essencial que você leve em consideração uma série de critérios de compra. Para facilitar sua tarefa, selecionamos os pontos que consideramos mais relevantes. Esperamos que eles sirvam como um Guia em seu processo de escolha e que lhe ajudem a avaliar e ponderar bastante a relação custo-benefício.

  • Uso
  • Formato
  • Resolução
  • Brilhar
  • Contraste
  • Conectividade
  • Extras

Uso

Não há dúvidas de que a primeira pergunta que você deve fazer a si mesmo antes de comprar um projetor é o que você vai fazer com ele. O modelo a ser usado em uma pequena sala de conferência isolada da luz ambiente não será o mesmo para um bar com grandes janelas. Também não será o mesmo equipamento para reproduzir filmes em casa ou eventos esportivos.

O espaço onde será usado e o conteúdo que será reproduzido são dois aspectos fundamentais para a escolha do projetor. E é isso, querendo ou não, que irá determinar, entre outras questões, o formato, a resolução e o brilho do equipamento que você precisa comprar. Da mesma forma, eles também podem influenciar as necessidades de conexão necessárias.

Formato

O formato indica a relação entre a largura e a altura da imagem. Nesse sentido, existem várias opções dependendo do conteúdo a ser reproduzido. O formato 4: 3 é ideal para apresentações, slides ou filmes clássicos. Os formatos 16:9/16:10 são mais indicados para filmes ou canais de televisão em alta definição.

E, finalmente, há os formatos de cinema como 21:9, 1.85:1, 2.35:1, 2.40:1. No entanto, estes são geralmente adaptados para formatos anamórficos 16:9 – técnica cinematográfica de gravação -, para reprodução de canais de televisão, DVD ou leitores de Blu-ray. Em qualquer caso, você pode sempre jogar com o zoom e outras configurações para adaptar a imagem ao formato que desejar.

Imagem destaca a lente de um projetor

Os projetores geralmente são leves e pequenos. (Fonte: Meeprajum: 23806003 / 123rf.com)

Resolução

A resolução de um projetor indica o número de pixels que ele pode exibir em uma imagem. Quanto mais pixels, maior será a definição e a qualidade da imagem. Atualmente, existem muitas possibilidades e variações. A resolução Full HD ou 1.080p é mais adequada para reprodutores Blu-ray ou PS4.

As resoluções XGA (1.024 × 768) e WXGA (1.280 × 800) são usadas principalmente para trabalhar com laptops para projeções em salas de reunião. Nos últimos anos, a resolução 4K – UHD (3.840 × 2.160) vem ganhando cada vez mais popularidade, já que permite reproduzir conteúdo em qualidade de Ultra Alta Definição.

Gerd KaiserDiretor de linha de produtos de Large Venue Projectors

“O laser é a futura fonte de luz para os projetores. É um progresso muito interessante para esta indústria.”

Brilho

Sem dúvidas, um dos aspectos-chave na escolha de um projetor é o brilho que, por sua vez, influenciará o contraste das imagens. Nesse sentido, é importante considerar o tipo de fonte de luz do projetor, lâmpada, LED ou laser. Dependendo do tipo, o consumo e a eficácia serão diferentes.

O brilho, ou poder de luz, de uma fonte de luz é medido em lúmens. Se você deseja montar um cinema em casa em uma sala com pouca luz ambiente, você precisa de um equipamento com 1.000 lúmens ou mais. Se houvesse mais luz, você poderia usar um com 2.000 lúmens. Para um escritório, você precisa de entre 2.500 e 5.000 lúmens; e para um bar, até 6.000 lúmens.

Lugar onde está o projetor Brilho necessário
Cinema em casa em qualidade Full HD com pouca luz ambiente Entre 1.000 e 1.500 lúmens
Cinema em casa com um pouco mais de luz ambiente Mínimo 2.000 lúmens
Escritório ou sala de aula Entre 2.500 e 5.000, dependendo do tamanho da sala
Apresentações em salas pequenas com projetores portáteis Projetores portáteis com LED e cerca de 1.000 lúmens
Bar Entre 4.000 e 6.000 lúmens
Espaço aberto com luz natural Mínimo 4.000 lúmens

Contraste

Outro aspecto fundamental na escolha do seu projetor é o contraste, que é a relação entre claros e escuros que o equipamento pode oferecer. Para isto, precisamos diferenciar os diferentes tipos de contraste.

  • O contraste nativo é a diferença de brilho entre uma tela completamente branca e uma preta.
  • O contraste dinâmico é aquele que integra o projetor para modificar o brilho dependendo da claridade do quadro.
  • O contraste ANSI dá a diferença entre o brilho dos brancos e o brilho residual dos negros.

O ideal é que o contraste nativo seja maior que 2.000:1. Em geral, quanto maior o contraste, melhor será a qualidade da imagem.

Imagem destaca um projetor sobre a mesa e luzes saindo através da lente

Os projetores são ideais para uso em trabalhos de consultoria. (Fonte: Mau123: 19541382 / 123rf.com)

Conectividade

É importante que o projetor escolhido possa ser conectado ao equipamento a partir do qual você vai reproduzir o conteúdo. Neste aspecto, as opções mais comuns de serem encontradas são através de um cabo HDMI, entrada USB, a possibilidade de conectar cartões SD ou micro SD, conexão VGA e conexões Bluetooth e Wi-Fi.

A entrada HDMI permite reproduzir conteúdo em alta definição. Com ele, você poderá conectar videogames e aparelhos players de Blu-ray. Você precisará da conexão VGA para conectar computadores ou laptops. Da mesma forma, também é interessante que o projetor possa abrir arquivos através de entradas USB ou cartões SD.

Samuel GoldwynProdutor de cinema norte-americano

“Uma tela grande só irá dobrar o tamanho quando o filme é ruim.”

Extras

Entre os extras mais importantes que você deve considerar ao comprar o projetor, inclua o zoom óptico, o deslocamento da lente e a correção Keyston. Esta última é usada para evitar deformações do ângulo de imagem. O zoom, por outro lado, é muito prático quando você não tem a distância mínima para a tela.

O deslocamento da lente permite mover a imagem vertical e horizontalmente sem a necessidade de inclinar o projetor e sem distorção da imagem. Você também pode encontrar uma série de extras mais mecânicos, como os suportes para fixar o projetor na parede ou no teto.

Resumo

Vivenciar uma experiência de cinema em casa é algo cada vez mais ao alcance de todos. Atualmente, existem projetores que oferecem benefícios magníficos e cujos preços são realmente baratos. Desta forma, muitas pessoas estão optando pelos projetores como substitutos ou complementos das televisões.

No entanto, escolher o modelo certo nem sempre é uma tarefa fácil. Especialmente, se você quiser comprar um projetor para um uso mais profissional. Para isso, é importante levar em consideração critérios como resolução, contraste, brilho ou opções de conectividade. E, claro, nem o preço nem a marca podem ser ignorados.

Se você achou que este Guia foi útil durante sua pesquisa e na escolha do seu projetor, gostaríamos muito que você nos deixasse um comentário ou compartilhasse em suas redes sociais.

(Fonte da imagem destacada: Meeprajum: 47606945/ 123rf.com)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
48 Voto(s), Média: 4,52 de 5
Loading...