gato comendo

Ele traz mais alegria para a sua casa e já faz parte da família… Por isso, nada mais justo que garantir que seu gato tenha uma alimentação que o permita ser mais saudável e ativo. Com a nutrição ideal, seu pet certamente vai deixar sua vida ainda mais divertida. É aí que entra em cena a ração para gato.

Preparada de acordo com as necessidades nutricionais de cada fase do seu gatinho, a ração é o alimento ideal para mantê-lo sempre forte. Neste artigo, vamos mostrar detalhes sobre a composição e as indicações da ração para gato e te ajudar a definir os melhores hábitos alimentares para o seu animal de estimação. Agarre-se a essa leitura!

O mais importante

  • O que seu gato come influencia o peso, a saúde e até mesmo a felicidade do animalzinho. Comer é uma das necessidades básicas de todos os seres vivos. Por esse motivo, é fundamental escolher alimentos de qualidade.
  • Os gatos não podem ser alimentados com comida humana. Essa dieta pode deixá-lo subnutrido e até mesmo doente. O corpo humano e o dos animais tem necessidades e restrições específicas e, por isso, requerem alimentos diferentes.
  • Todos os gatos gostam de ter rotina bem definida. Como não gostam de surpresas, também não se agradam com mudanças de hábitos alimentares e o organismo costuma estranhar. Por isso, é importante avaliar bem todas as características de cada tipo de ração para gato. Assim, você não corre o risco de precisar trocar a ração e deixá-lo desconfortável.

As melhores rações para gato do mercado: nossas recomendações

A ração para gato com fórmula natural

O nome não é à toa! Destinada a filhotes, essa ração para gato realmente tem formulação totalmente natural, sem corantes ou conservantes artificiais e é composta com carnes frescas, que garantem quase 400 gramas de proteína a cada quilo de ração. Com farinhas naturais de frutas e vegetais, ela promove suplementação de vitaminas e antioxidantes, para que seu pet tenha os pelos lindos e seja a cada dia mais saudável

A melhor alternativa para controlar o ganho de peso

Se seu gato é castrado, você sabe que eles exigem alguns cuidados especiais, principalmente na alimentação. Essa ração para gato da Golden tem sabor especial de salmão e auxilia no controle do ganho de peso sem deixar o seu pet desnutrido. Isso porque ela é formulada com ingredientes que proporcionam vitaminas, minerais e proteínas. Ela ainda contribui para reduzir o odor das fezes e manter o pelo brilhante e sedoso.

A ração para gato mais suculenta e saborosa

Todo mundo gosta de fazer um agrado especial para quem se ama, não é? Então, se a sua intenção é deixar o seu gato ainda mais feliz, com essa ração úmida você vai conseguir! Sem conservantes, corantes ou aromatizantes artificiais, ela é uma refeição completa e balanceada. Com ingredientes naturais cozidos a vapor, ela garante alta absorção das vitaminas e minerais e ajuda a manter a saúde do trato urinário

Guia de compras: O que você precisa saber sobre a ração para gato

Como já comentamos, os gatos não gostam de mudanças. Por isso, antes de escolher a ração para gato que vai oferecer ao seu bichano, vale a pena conhecer mais detalhes sobre esse alimento e qual o papel ele desempenha na nutrição dos gatos. O primeiro passo é seguir este guia, que busca esclarecer todas as suas dúvidas. Vamos lá?

veterinário

A qualidade da ração para gato está diretamente ligada aos ingredientes que fazem parte da composição do alimento. (Fonte: Goodluz: 28379624/ 123rf.com)

Porque o gato precisa comer ração e não comida feita em casa?

Para começarmos a falar da importância da ração para gato, é fundamental esclarecer que as necessidades nutricionais de um felino são completamente diferente das apresentadas pelos humanos. Portanto, se você oferecer ao gato a mesma comida que prepara em casa, ele certamente passará a sofrer com alguma deficiência ou saturação nutricional.

Além disso, muitos dos alimentos consumidos no dia a dia são extremamente tóxicos para os gatos, como a cebola, o alho, o abacate, as uvas e o chocolate entre outros que podem conter elementos que não podem ser processados pelo sistema digestivo dos felinos. A ingestão desses alimentos podem levar seu animalzinho à morte.

foco

Você sabia que 60% do organismo dos gatos é composto por água? Por tanto, além de estar atento à qualidade da alimentação, também é preciso garantir que os animais de estimação tenham sempre água fresca à disposição, principalmente durante as refeições.

Quais as diferenças entre a ração seca para gato e a ração úmida?

Esses dois tipos de ração para gato não competem em si. As duas têm suas vantagens específicas para a saúde e a nutrição completa do seu animalzinho. A maioria dos veterinários orienta a combinar a oferta desses dois tipos de ração. Por ser mais atraente, seja pelo sabor ou pela textura, é muito comum que os donos ofereçam a ração úmida como uma forma de “agrado extra” ao pet.

Uma informação muito relevante é que a ração seca costuma conter apenas de 5 a 10% de água em sua composição. Já a ração úmida chega a um valor de até 80% do líquido em sua formulação. Esse é um dos motivos pelos quais a segunda ajuda a manter a saúde do sistema urinário dos gatos.

Menina com gato

Os gatos não gostam de comer ração úmida ou amolecida, como também rejeitam a água que não esteja limpa e fresca. (Fonte: Alena Ozerova: 46423368/ 123rf.com)

Que alimentos nunca podem ser oferecidos a um gato?

Conforme abordamos anteriormente, alguns alimentos contém substâncias as quais o sistema digestivo dos gatos é incapaz de processar. Sendo assim, caso consuma esses alimentos, o animalzinho pode sofrer desde um simples mal-estar até um sério problema, que pode até mesmo ser fatal.

Alimentos como pão, cereais e outros carboidratos similares são pesados para o estômago do gato. Assim como também o leite integral, o chocolate, a cebola e o alho, como já mencionamos, podem causar graves consequências em seu organismo.

As necessidades nutricionais do seu gato devem ser atendidas independentemente do seu estilo de vida. Mesmo que você tenha uma alimentação vegana ou vegetariana, tenha em mente que o gato é um animal carnívoro e precisa de proteína animal para se manter em equilíbrio. Procure oferecer um tipo de ração para gato que priorize o equilíbrio proteico, ou seja, que contenha carne.

É recomendável trocar a ração para gato com frequência?

Os gatos são animais que adotam costumes e fazem questão de mantê-los. Eles amam a rotina e não gostam que nada fuja do seu controle. Daí pode-se presumir que eles também não são abertos a novas experiências alimentares! É muito comum relatos de pessoas que mudaram bruscamente a ração do pet e ele simplesmente parou de comer.

Por esse motivo, se houver a necessidade de alterar a ração para gato com a qual ele já está acostumado, o recomendável é que essa mudança seja feita de forma gradual, respeitando o tempo de adaptação do seu animalzinho à nova dieta.

WhiskasFabricante de ração para gato

“Para fazer mudanças na alimentação do seu gato, o ideal é mesclar a ração antiga com a nova ao longo de 10 dias. Nesse período, aumente aos poucos o novo alimento, para evitar desconforto digestivo”

É preciso mudar a alimentação dos gatos castrados?

Depois de castrados, os gatos costumam a ter uma maior expectativa de vida. Isso se dá pelo fato de se tornarem mais caseiros e menos ativos, ficando longe de comportamentos comuns aos gatinhos mais jovens, que normalmente os colocam em risco. A diminuição das atividades, somada ao ganho de apetite comum aos castrados, acaba levando ao ganho de peso.

Por esse motivo, a maioria dos fabricantes de ração para gato oferecem atualmente linhas de produtos exclusivos para gatos castrados. Esse tipo de ração é formulada com ingredientes de baixa caloria e, em alguns casos, suplementação nutricional, inclusive com compostos antioxidantes.

dois gatos comendo

É preciso tomar cuidado com rações que possam conter elementos artificiais. Além de causar dependência ao animal, eles podem levar à deficiência nutricional. (Fonte: Axel Bueckert: 33599709/ 123rf.com)

Qual a ração para gato ajuda a eliminar as bolas de pelo?

A língua é a grande responsável pela manutenção do asseio do seu gato. Por conta da textura áspera, ela consegue escovar todo a pelagem do felino e, assim, remove todos os pelos mortos e mantém o corpo sempre limpo.

Esse processo de limpeza, porém, carrega todos o excesso de pelo para o estômago do seu animalzinho e, posteriormente, ao intestino. Para livrar o seu bichano dessas bolas de pelo, procure por uma ração para gato que contenha malte.

Esse componente natural, além de deixar a comida mais saborosa, é muito eficiente na limpeza do trato intestinal, pois estimula o funcionamento do intestino e ajuda a expelir os pelos que, em excesso, podem ser prejudicial ao seu gatinho.

Quantas vezes por dia o gato deve comer?

Normalmente, um gato faz duas ou três refeições diárias. Assim como nos humanos, essa quantidade varia de acordo com seus hábitos e impulsos.

As embalagens trazem informações sobre a quantidade adequada ao porte do gato.

Biologicamente, o sistema digestivo dos gatos é preparado para processar pequenas quantidades de alimentos, várias vezes ao dia.

Uma forma eficaz de calcular a quantidade ideal de ração para gato oferecida ao seu animal de estimação é por meio do índice calórico. O recomendável é que um gato saudável consuma cerca de 60 calorias para cada quilo do seu peso. Ou seja, se ele pesa quatro quilos, o consumo diário deverá ser em torno de 240 calorias para ração seca.

Alimentadores de gato

A hidratação dos gatos através da alimentação costuma ser mais efetiva do que propriamente ao beber água. (Fonte: Weera Prongsiri: 91015708/ 123rf.com)

Critérios de compra

Na hora de decidir qual a melhor ração para gato, é importante avaliar muitos aspectos. A alimentação é a base da saúde de todos os seres vivos e, não seria diferente com os pequenos felinos.

Por isso, selecionamos alguns critérios que precisam ser considerados antes de adotar uma nova dieta para o seu animal de estimação. Considerando cada um deles, você certamente fará a melhor escolha.

Textura

As duas texturas mais conhecidas de ração para gato são a ração seca e a úmida. Os veterinários recomendam que as duas sejam oferecidas, de forma alternada, já que cada uma delas oferece benefícios e nutrientes específicos.

A ração úmida se mostra muito útil no que diz respeito à hidratação e saúde do trato urinário. Em contrapartida, por sua característica de fabricação, é uma opção muito mais calórica e deve ser evitada em excesso como prevenção ao ganho de peso.

Outro fator positivo para a conta da ração úmida diz respeito à alimentação tanto de filhotes como de gatos idosos, que têm dificuldade na mastigação. A textura macia facilita esse processo e torna a refeição mais agradável. Apesar de mais cara, a ração úmida se apresenta como uma alternativa que complementa a ração seca e confere muito mais saúde ao seu animal de estimação.

Hill DanaAtriz americana

“Sempre ouvi dizer que a educação dos gatos é muito difícil, mas descobri que não é. O meu, me educou em dois dias!”

Ingredientes

Estar atento à formulação da ração para gato é essencial na hora de fazer uma boa escolha. Por isso, preparamos uma tabela que traz os principais nutrientes contidos nas rações e de que forma eles atuam na saúde do seu animalzinho. Dessa forma, você terá total conhecimento sobre o que está descrito nas embalagens.

NutrientesIngredientesQuantidade Propriedades
Proteína Carnes, pescados Depende da ração, mas costuma ficar entre 26% e 40%As proteínas são fundamentais na alimentação do gato, pois ele é um animal carnívoro

São essenciais para manter a qualidade da massa muscular

Gordura Gordura animal Deve ser 15 e 20% do total da raçãoAgem formando uma barreira de proteção aos órgãos internos

Os melhores são os ácidos graxos como Ômega 3 e Ômega 6

Realçam o sabor da ração

Oferece suplemento das vitaminas A, D, E e B

MineraisSão o cálcio, o fósforo e o magnésio e outros mineraisA porcentagem de cálcio precisa ser superior a 1%, um pouco menos que essa quantidade de fósforo e a quantidade de magnésio deve ter entre 0,1% a no máximo 0,3%. Os outros minerais costumam compor cerca de 10% do total Necessários para manter saudáveis os ossos do gato
Aminoácidos Estão na proteína animal. Entre as mais importantes estão a taurina e a argininaÉ um aminoácido essencial para o bom funcionamento da visão e do coração, que só é encontrado na proteína animal

Sabores

Normalmente a ração para gato é escolhida a partir do sabor do ingrediente principal, que costuma ser o salmão ou alguma carne como o frango ou cordeiro e até vegetais. Mas o que é necessário observar são os aromatizantes utilizados para tornar a ração, sobretudo a seca, mais atrativa aos gatos.

Considerando essa adição extra, é importante estar atento sobre a qualidade e a origem dos aromatizantes. Vale lembrar que os aditivos artificiais podem ser prejudiciais à saúde do seu gato e, em alguns casos, chegam a causar dependência.

Portanto, procure por produtos que contenham aromatizantes naturais e, com a certeza da qualidade da ração para gato que você escolheu, vale a variar nos sabores e observar o que mais agrada o seu pet.

gato comendo

O sistema digestivo do gato é programado para digerir pequenas quantidades de alimento, várias vezes por dia. (Fonte: Vladimir Cosic: 75266579/ 123rf.com)

Qualidade

A maioria dos especialistas considera a qualidade da ração para gato como o principal fator a ser considerado na hora de escolher a ração ideal. Como em todos os segmentos de produtos, no mercado há opções de baixa, média e alta qualidade.

As rações de qualidade inferior são fabricadas com subprodutos animais, como cartilagens, vísceras e até penas. Costumam ter muito aditivo químico para equilibrar o sabor, a consistência e a conservação do produto. Já a ração para gato de alta qualidade é processada a partir da carne. Em sua maioria, é utilizada a carne fresca, assim como os vegetais e legumes, que são processados no momento da fabricação.

Um bom critério para identificar a qualidade da ração é, inequivocamente, o preço. E não poderia ser diferente, já que o custo de produção de um alimento com ingredientes nobres é substancialmente maior do que aquele produzido com subproduto de frigoríficos e outras indústrias.

Resumo

Quando se pretende escolher a melhor ração para gato do mercado é preciso avaliar, antes de mais nada, a qualidade desse alimento. Se por um lado, adotar uma alimentação saudável para o seu pet pode representar mais custos, também representará mais qualidade de vida e menos visitas ao veterinário.

Esteja atento à embalagem e garanta que o produto vai oferecer os nutrientes que o seu gato necessita, sempre buscando por ingredientes naturais e de boa procedência. Se ainda tiver dúvida, opte por uma marca reconhecida no mercado. Agindo assim, você certamente fará a melhor escolha.

Se gostou do que acabou de ler, deixe-nos um cometário e compartilhe esse guia com seu amigos. Até mais!

(Fonte da imagem destacada: Kirill Kedrinski: 27003809/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Bianca de Moura Formada em Veterinária
Bianca herdou a paixão pelos animais de seu pai, que também é veterinário. O amor pelos bichinhos é tanto que, hoje, ela divide seu tempo entre atender em clínicas particulares e ajudar ONGs que resgatam cães abandonados. Além disso, ainda encontra tempo para conversar, na internet, com pessoas que dividem com ela esse amor pelos pets.