scratching
Ultima atualização: 26 de março de 2020

Como escolhemos

12Produtos analisados

15Horas investidas

3Estudos avaliados

66Comentários coletados

Quando chega a hora de pensar no cardápio do dia, deixar todos os alimentos prontos para cada receita pode ser a parte mais difícil e trabalhosa. Ralar a cenoura, preparar o pão para a farinha, deixar o queijo pronto para gratinar… Cada uma dessas tarefas leva tempo e dá muito trabalho. A menos que você tenha por perto um ajudante para ralar os alimentos. Se for um ralador elétrico, melhor ainda!

Os raladores manuais são usados há décadas em todas as cozinhas, mas nem sempre são práticos e seguros. Quem nunca se cortou ao tentar ralar um pedaço de queijo, por exemplo? por esse motivo, o utensílio elétrico só traz benefícios a sua rotina culinária. A partir de agora, vamos falar um pouco mais sobre essa maravilha que, em breve, pode se tornar o seu grande aliado na cozinha.




O mais importante

  • O ralador elétrico não serve para triturar ou picar alimentos. Nestes casos, você precisa de um processador. O ralador é projetado, como indica seu próprio nome, para ralar os alimentos.
  • Se você se interessa por uma alimentação saudável, o ralador elétrico pode ser útil para tornar o preparo dos alimentos mais fácil, prático e cômodo.
  • Se você não sabe o que deve levar em conta na hora de escolher um ralador elétrico, siga na leitura deste guia. Esse é um dos pontos que vamos detalhar na seção “Critérios de compra”, para ajudar a tomar a melhor decisão.

Os melhores raladores elétricos do mercado: nossos favoritos

Os utensílios domésticos evoluíram ao longo dos anos para acompanhar o ritmo acelerado das famílias e ajudar a simplificar a rotina na cozinha. Se por um lado isso representa uma grande facilidade, por outro pode tornar a decisão de compra mais difícil, diante de tanta variedade. Para ajudar a sua busca, separamos alguns dos modelos mais indicados. Confira as características de cada um e as funcionalidades básicas de cada aparelho.

O ralador elétrico sem fio e muito versátil

Versatilidade e praticidade são as palavras que definem esse ralador elétrico sem fio da Britânia. Ele conta com bateria recarregável com autonomia de 30 minutos, para que você tenha tempo de sobra para preparar todos os alimentos.

Possui três lâminas de corte: ralador fino, ralador grosso e fatiador, proporcionando diversas texturas e acabamentos. As lâminas são removíveis, o que facilita a manutenção e a limpeza do ralador após o uso.

O ralador elétrico para grandes quantidades

Apesar de compacto, esse ralador elétrico da Tao está entre os mais robustos da categoria. Fácil de utilizar, ele é ideal para ralar e desfiar alimentos em geral, desde queijos até vegetais e legumes.

Fabricado 100% em aço carbono de alta qualidade, ele acompanha três discos de corte (fino, médio e grosso) e se enquadra como um ralador industrial, capaz de ralar até 25kg de alimento em apenas uma hora.

O ralador elétrico para cortes extrafinos

O ralador elétrico da Mondial é compacto e funcional. Com design moderno, ele foi projetado com bocal extra grande, que garante facilidade na hora de inserir os alimentos para ralar.

Ele vem acompanhado pela exclusiva lâmina de corte extrafino, além das tradicionais para corte fino e grosso. Com acabamento em inox e reservatório, em plástico de alta resistência, com 1,5 litro de capacidade, ele vai inovar seu jeito de preparar os alimentos.

Guia de compras: O que você precisa saber sobre o ralador elétrico

O ralador elétrico podem ajudar muito a economizar tempo e esforços enquanto você prepara as refeições. Para tanto, é preciso conhecer bem esse aparelho e entender de que forma ele funciona, as vantagens que traz e como deve ser utilizados. É sobre isso — e muito mais! — que vamos falar a partir de agora. Para esclarecer todas as suas dúvidas, basta nos acompanhar neste guia. Tudo pronto? Então, vamos lá!

friends cooking

Apesar de não ser visto como um produto de primeira necessidade, o ralador elétrico facilita muito o preparo das refeições para quem o utiliza. (Fonte: Langstrup: 71972980/ 123rf.com)

Como funciona um ralador elétrico?

A maioria dos modelos de ralador elétrico, incluindo os que mostramos na nossa seleção de produtos, funcionam basicamente da mesma forma. Em resumo, ele rala os alimentos que são comprimidos contra uma lâmina giratória.

Para isso, você escolhe o tipo de corte (fino ou grosso) e instala a lâmina na máquina. Depois, basta introduzir o alimento pelo bocal e acionar o botão. O movimento rápido e giratório da lâmina garante o efeito de ralar o alimento.

Simples, não é? Para que o uso seja ainda mais fácil, basta ler atentamente as orientações do fabricante. Esse é um passo importante tanto na montagem quanto na utilização do seu ralador elétrico.

Quais cuidados adotar antes do uso do ralador elétrico?

Como mostramos, a utilização do ralador elétrico, a princípio, não deve gerar muitas dúvidas. Trata-se de um processo simples e intuitivo, muito semelhante á forma de operar um ralador convencional.

No entanto, ainda é preciso estar atento a algumas recomendações importantes antes de cada uso. Vale lembrar que estamos falando de um instrumento cortante que, portanto, merece cuidado redobrado no manuseio. Por isso, preparamos algumas dicas:

  • Coloque sempre o aparelho sobre uma superfície seca, segura, plana e longe de outros eletrodomésticos. O ideal é mantê-lo, também, longe da parede;
  • Preste atenção especialmente às peças cortantes para evitar qualquer incidente enquanto estiver utilizando o ralador elétrico;
  • Fique atento se uma pessoa idosa ou uma criança forem utilizar o aparelho, evitando o risco de que sofram algum incidente. Nossa recomendação é para que apenas adultos façam uso do utensílio;
  • Não coloque as mãos dentro do aparelho sob qualquer hipótese. Seja para empurrar os alimentos ou para desenroscá-los, por exemplo, procure um utensílio adequado para essa tarefa. Normalmente, essa peça já acompanha o ralador elétrico;
  • Não force o aparelho, nem sobrecarregue sua capacidade. Por vezes, a tentativa de acelerar ainda mais o trabalho pode levar ao superaquecimento do ralador e até mesmo à danos permanentes no motor.

Quais os tipos de ralador elétrico?

O mercado está recheado de possibilidades. No entanto, de modo geral, é possível diferenciar um ralador elétrico de outro de acordo com sua forma e modo de funcionamento. Basicamente, podemos separá-los em dois tipos de aparelhos.

Existem os modelos básicos, que costumam ser pequenos e fáceis de manusear. Além deles, há os grandes raladores, de desempenho industrial. De modo geral, a diferença entre cada um fica na velocidade e na capacidade de processamento dos alimentos.

Por outro lado, existe ainda o cortador em espiral. Apesar de não ser propriamente um ralador elétrico, ele também desempenha essa função. Dessa forma, você pode contar com um produto multifuncional, que vai ajudar também no preparo de saladas, cozidos e outras refeições.

fish, rice and other kind of food

Alguns alimentos mais duros, como o queijo meia-cura, pão seco, chocolate e frutos secos também podem ser processados pelo ralador elétrico. (Fonte: Jonathan Borba: P5GprXU-X3Y/ unsplash.com)

Quais as vantagens de um ralador elétrico?

Mesmo não sendo considerado um produto de primeira necessidade, o ralador elétrico certamente facilita — e muito — a preparação de alimentos no dia a dia. Por esse motivo, ele é cada vez mais adotado em muitas cozinhas no mundo todo.

Entre as principais vantagens estão a agilidade na hora de ralar os alimentos. Mas nem só de benefícios vive um ralador elétrico… Na lista que segue vamos mostrar os prós e contras de utilizar esse utensílio nas suas tarefas culinárias:

  • Economia de tempo na hora de cozinhar, já que rala os alimentos com muita rapidez;
  • Redução do esforço manual, pois executa os movimentos automaticamente, com alimentação elétrica;
  • Proporciona cortes precisos e pequenos, o que resulta em um prato mais harmonioso;
  • Garante segurança física a quem o opera, reduzindo o risco de acidentes durante o processamento dos alimentos;
  • Ajuda a manter a alimentação saudável, tendo em vista a praticidade no preparo da comida caseira com alimentos naturais.

Qual a diferença entre o ralador elétrico e o manual?

Ainda que, ao longo deste material, você escolha definitivamente o ralador elétrico, há muitas pessoas que continuam preferindo utilizar o ralador convencional. Isso é comum, já que se trata de um instrumento tradicional e de manuseio muito simples.

Sendo assim, o que então pode fazer com que o ralador elétrico tenha vantagens sobre o manual? De forma simples, o que coloca o aparelho elétrico à frente é a comodidade em não precisar fazer força para ralar os alimentos e ganhar tempo para preparar outros alimentos.

No entanto, se você utiliza pouco o ralador, vale a pena considerar se esse é um investimento necessário. Talvez, o utensílio manual pode ser o mais indicado para você. Continue conosco para descobrir!

vegetables chopped

Se o ralador convencional já facilita o trabalho na cozinha, dispor de um ralador elétrico torna tudo ainda mais fácil. (Fonte: Svetlana Kolpakova: 104930505/ 123rf.com)

Quais alimentos podem ser processados no ralador elétrico?

De forma geral, o ralador elétrico costuma ser utilizado para alimentos frescos como cenouras, batatas e beterrabas. Normalmente, elas são adicionadas in natura a saladas e sanduíches.

Muitas pessoas usam o ralador para processar o pão seco e fazer farinha de rosca. Esse aproveitamento dos pães pode servir como base para o preparo de almôndegas, farofas e para empanar carnes e salgados.

Além dessas, outra utilização comum é para ralar queijos — normalmente os mais duros, como o meia-cura — que serão utilizados como complementos a massas e molhos, ou ainda gratinando uma torta no forno, por exemplo.

Há quem também utilize o ralador elétrico para processar grãos, chocolates e frutas secas. Assim, é possível produzir deliciosas farinhas de amêndoas e castanhas ou, ainda, acelerar o preparo de coberturas e ganaches.

Critérios de compra

Viu como ele pode facilitar sua vida e ampliar a quantidade de receitas no seu cardápio? Mas há algo que precisamos dizer: antes de comprar o seu ralador elétrico é preciso ficar atenta a alguns fatores essenciais, que podem ser determinantes para o bom aproveitamento desse utensílio. São só mais alguns minutos antes do clique final. Vai valer a pena, podemos garantir!

Potência

Dependendo do uso que você pretende dar ao seu ralador elétrico, pode ser necessário que ele seja mais forte. Os produtos mais comuns no mercado costumam ter entre 100 e 200 watts de potência.

Tenha em mente a seguinte equação: quanto mais funções, quantidade e velocidade você espera do equipamento, maior deverá ser esse valor. Da mesma forma, o consumo de energia também será mais elevado.

Se você pretende utilizar o ralador elétrico para tarefas básicas, em quantidades moderadas, na rotina residencial, basta um aparelho de média potência para suprir suas expectativas. Assim, você vai economizar em tempo e energia elétrica.

foco

O ralador elétrico pode ser um excelente aliado para quem está começando a reeducação alimentar. Os mais potentes facilitam ainda mais o preparo dos alimentos e não deixam espaço para “escapadas” na nova dieta.

Segurança

O ralador elétrico, assim como os mais modernos equipamentos de cozinha, é projetado para garantir a segurança de quem o utiliza. Isso, como se sabe, não invalida a responsabilidade do usuário sobre a própria forma de manusear o utensílio.

No entanto, é possível contar com os sistemas de proteção presentes em cada modelo. Nesse sentido, vale avaliar o ralador e comparar os itens de segurança antes de escolher o mais adequado.

Uma dica é procurar aparelhos em que as lâminas sejam cobertas. Também é importante que o ralador tenha uma base de borracha ou outro material antiderrapante para reduzir as chances de se prejudicar em algum movimento inesperado.

Higiene

Na cozinha, é comum que utensílios como o ralador elétrico permaneçam com restos de alimentos, mesmo após a lavagem. Higienizar da forma correta as partes laváveis do produto evita a proliferação bactérias que podem contaminar outros alimentos.

Para facilitar esse processo, é recomendável que o ralador elétrico escolhido tenha uma estrutura simples de limpar. Se tiver várias peças removíveis, elas devem ser facilmente laváveis ​​e de material resistente à oxidação.

DicasOnline.com

“Antes de ralar o queijo, deixe-o alguns minutos no congelador para ficar mais firme. Assim, você evita que ele fique grudado na lâmina do ralador”.

Tamanho

Assim como falamos a respeito da potência, o tamanho do ralador elétrico também exige atenção. Normalmente, os modelos maiores costumam ser os mais potentes, mas nem sempre é assim.

O ralador maior garante processar mais alimentos em menos tempo.

Se a sua intenção é preparar uma grande quantidade de pratos, vale investir em modelos com grande capacidade. Para quem dispõe de pouco espaço e costuma usar o ralador com pouca frequência, um modelo portátil ou com pequena capacidade pode ser o mais adequado.

Antes de decidir, reflita sobre o uso que vai dar ao ralador elétrico. Pode ser que um modelo básico já seja de muita utilidade na sua cozinha. Não se deixe levar pelo impulso e pelo design chamativo dos grandes equipamentos.

Preço

Como você pode ver na lista de produtos que selecionamos, há uma grande variedade de preços para o ralador elétrico, sempre de acordo com o modelo, a potência e as principais funcionalidades.

Utilize esse critério como base para decidir e, se possível, opte pelo orçamento médio. Desconfie de preços muito abaixo do valor normalmente praticado no mercado. Normalmente, a qualidade dos produtos incrivelmente baratos é duvidosa.

Assim como destacamos nos outros pontos, avalie esse critério também de acordo com a sua realidade e com atenção à qualidade e à procedência dos materiais que compõem o produto. Lembre-se que, nem sempre, o aparelho mais caro será o mais adequado para a sua rotina.

Resumo

O ralador elétrico pode até não ser considerado um produto essencial na cozinha. No entanto, podemos garantir que quem experimenta dificilmente consegue abrir mão desse aliado no dia a dia da cozinha. Diante de tantas tarefas, contar com um aparelho que agilize o preparo dos alimentos e, ainda, com mais segurança do que os modelos convencionais, faz toda a diferença na sua alimentação e na qualidade de vida.

Ao longo deste guia, buscamos esclarecer as dúvidas mais recorrentes a respeito do ralador elétrico, sua utilização e de que maneira ele se diferencia dos modelos tradicionais. Destacamos pontos importantes como os cuidados na higienização do aparelho e os principais tipos de ralador disponíveis no mercado. Mostramos também os critérios técnicos que podem influenciar na sua decisão de compra. Assim, você já sabe tudo o que precisa para fazer a melhor escolha.

Gostou do nosso guia? Se sim, aproveite para compartilhar com mais pessoas as vantagens de contar com um ralador elétrico para o preparo das refeições. Muito obrigado e até a próxima!

(Fonte da imagem destacada: Volodymyr Nikirov: 121450695/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Nayara de Azevedo Chef de Cozinha
A cozinha é, de longe, o local preferido de Nayara em sua casa. Em sua casa e em qualquer outro lugar, na verdade. Louca por combinar novos sabores e criar novas receitas, a chef também se dedica a pesquisar e compartilhar informações sobre os acessórios que tornam a vida dos cozinheiros mais prática. Apaixonada por presentear, também usa suas horas vagas para dar dicas de presentes, não necessariamente relacionados à cozinha.
Vera Pereira Redatora/Editora
Jornalista, especialista em produção de conteúdo digital, tem na escrita a sua maior paixão. Adora investigar, apurar fatos e reconstruir histórias. Por isso, atua na pesquisa e adaptação dos conteúdos internacionais à realidade e legislação brasileiras.