Casal assinando o contrato para a compra de um carro
Ultima atualização: 31 de maio de 2021

Seja muito bem-vindo ao nosso Portal! Neste artigo nós vamos te explicar o que é o Seguro Prestamista. Já ouviu falar desse tipo de seguro?

Diferente do Seguro Residencial ou do Seguro de Carro, o Seguro Prestamista chegou para assegurar a credor o pagamento de uma dívida. Mas como assim? Calma, que a gente já te explica.

Continue a leitura e entenda melhor!




Primeiro, o mais importante

O Seguro Prestamista garante o pagamento de uma dívida em seu nome em caso de morte, invalidez ou até mesmo desemprego involuntário.

Diferente do Seguro de Vida tradicional, o Seguro Prestamista não é direcionado aos familiares quando o seguro morre e sim ao pagamento das dívidas do mesmo.

O Seguro Prestamista é obrigatório em dívidas de longo prazo, como na compra de imóveis.

Seguro Prestamista: tudo o que você precisa saber

Você já realizou um empréstimo? Se a resposta for positiva, é provável que você já tenha utilizado o Seguro Prestamista alguma vez na vida. Apesar de não ser um nome tão comum, ele serve basicamente como um seguro de crédito.

Tem dúvidas sobre o assunto? Não tem problema. Nós vamos tirá-las a partir de agora. Veja a seguir o material que preparamos para você:

Foto em que aparece as mãos de um homem assinando um contrato

O Seguro Prestamista é obrigatório em dívidas de longo prazo, como na compra de imóveis. (Fonte: Scott Graham /unsplash.com)

Primeiro de tudo, o que significa Prestamista?

Por não ser uma palavra muito comum utilizada no dia a dia, ela pode confundir muitas pessoas. Segundo o dicionário, Prestamista significa “o indivíduo que empresta dinheiro a juros”.

Também podendo ser utilizado para se referir aquela pessoa que vende à prestação.

O que é o Seguro Prestamista?

O Seguro Prestamista nada mais é do que uma garantia de que a sua dívida será paga. É isso mesmo! Essa garantia protege tanto você e sua família, quanto a pessoa que te vendeu determinado produto.

O Seguro Prestamista nada mais é do que uma garantia de que a sua dívida será paga.

Exemplo: quem irá pagar pelas prestações do seu apartamento caso você venha a falecer? Já imaginou que ruim seria deixar a sua família com dívidas?

Caso você tenha um Seguro Prestamista, essa dívida será quitada.

É por isso que diversas empresas possuem parcerias com seguradoras que oferecem o Seguro Prestamista. Além disso, hoje em dia ele é obrigatório em situações de longo prazo como a compra de automóveis ou imóveis, por exemplo.

Como funciona o Seguro Prestamista?

É importante ressaltar que diferente de outros tipos de Seguro, o Prestamista beneficia o credor. Ou seja, quem concedeu o crédito.

Exemplo: o Banco que financiou o seu apartamento é quem vai receber o dinheiro do seguro caso alguma coisa aconteça com você. Dessa forma, a dívida estará paga.

O Seguro Prestamista pode ser acionado em casos específicos. Todos eles estarão muito bem descritos na apólice do seguro. Portanto, trate de analisar muito bem cada item do contrato.

Geralmente o Seguro Prestamista é acionado nos seguintes casos:

  • Morte;
  • Invalidez temporária ou permanente;
  • Desemprego involuntário;
  • Perda de renda.
Você sabia?

Em alguns casos, o Seguro Prestamista possui o valor maior do que o devido à instituição.

Portanto, caso o seguro seja acionado, você ou um beneficiário escolhido é quem receberão o valor que sobrar.

Quando é necessário possuir o Seguro Prestamista?

Como já citamos durante o texto, o Seguro Prestamista geralmente é obrigatório em casos como o financiamento de imóveis ou automóveis. Ou seja, itens que possuam alto valor e que acabam se tornando dívidas de longo prazo.

O Seguro Prestamista é obrigatório para dívidas de longo prazo.

itens que possuam alto valor e que acabam se tornando dívidas de longo prazo.

Você encontrará opções do Seguro Prestamista em outros tipos de produto. No entanto, nem sempre eles serão obrigatórios. Nesse caso, vai de você optar pela contratação ou não.

Confira outras opções que geralmente possuem a possibilidade da contratação do Seguro Prestamista:

  • Consórcio;
  • Empréstimo consignado;
  • Cartão de Crédito;
  • Cheque especial;

Como contratar o Seguro Prestamista?

Você sabia que não é você quem vai atrás do Seguro Prestamista? O lugar que você comprou determinado produto é quem vai lhe oferecer a opção do seguro.

Provavelmente você encontrará essa opção na maioria das lojas que vendem a crédito. É comum o produto ser oferecido na hora da compra financiada.

Outro lugar que você encontrará o Seguro Prestamista será junto as instituições financeiras e as modalidades de crédito que você solicitará.

Foto de um homem olhando para um contrato com uma caneta na mão para assiná-lo

O Seguro Prestamista garante o pagamento de uma dívida em seu nome em caso de morte, invalidez ou até mesmo desemprego involuntário. (Fonte: RODNAE Productions / pexels.com)

Como realizar o pagamento do Seguro Prestamista?

No momento em que você aceita a cobertura de um Seguro Prestamista, você automaticamente concorda com a diluição do valor dele nas parcelas.

Desse jeito, você não sentirá um grande impacto financeiro. Afinal, ele é dividido pelo tempo da dívida que você acabou de contrair.

Existem situações em que o Seguro Prestamista não cobrirá o pagamento das dívidas?

Sim, infelizmente existem situações nas quais o Seguro Prestamista não cobrirá o pagamento das dívidas. É por isso que é importante você estar atento ao contrato feito ao aderir o seguro.

Vamos dar alguns exemplos: o Seguro Prestamista garante o pagamento das dívidas caso você perca o emprego involuntariamente. Percebeu o involuntariamente no final da última frase?

Isso mesmo! Programas de demissão incentivadas não terão direito à cobertura do seguro.

O mesmo acontecerá caso você fique afastado do trabalho por alguma doença preexistente, ou se você passar por uma situação de parto ou aborto. Nesses casos citados, o Seguro Prestamista não realizará a quitação das dívidas.

Resumo

O Seguro Prestamista é uma excelente opção para resguardar você e sua família. Ele garante o pagamento de uma dívida em seu nome em caso de morte, invalidez ou até mesmo desemprego involuntário.

Como falamos durante o artigo, ele é direcionado aos credores que lhe emprestaram determinado produto. Ou seja, o dinheiro do seguro não vai para você ou sua família e sim para o pagamento das dívidas previstas no seguro.

É por isso que ele é obrigatório em dívidas de longo prazo, como na compra de imóveis ou automóveis.

(Fonte da imagem destacada: dolgachov / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas