Imagem de serra circular de mesa.

A serra circular de mesa é uma ferramenta elétrica imprescindível em qualquer oficina. É apta para cortar e polir madeira e qualquer material macio como plástico ou lâminas metálicas de alumínio ou lata. Esse tipo de serra oferece uma seleção de modelos com especificações que cobre todas as necessidades de profissionais e interessados.

As serras circulares de mesa são modelos de aplicação tipicamente profissional, já que devem ser estáveis, instaladas em um espaço plano. Para trabalhos manuais existem serras circulares, de sabre ou de vai-vem. Este artigo vai explicar tudo o que você precisa saber sobre as serras circulares de mesa para que você faça a escolha ideal.

O mais importante

  • A serra circular de mesa pode ser o primeiro instrumento presente em qualquer oficina de carpintaria. Pode-se dizer que é a ferramenta básica para qualquer carpinteiro.
  • Ao contrário de serras manuais, nas quais o usuário move a serra sobre o material, aqui o disco de corte permanece fixo e é o material que se desliza sobre a serra, facilitando a tarefa do operário.
  • A serra circular de mesa é uma ferramenta especializada e ideal para trabalhos profissionais. Ela te permite fazer cortes muitos precisos, de mitra e até em ângulo, algo impossível para outros equipamentos.

Ranking: Os melhores modelos de serra circular de mesa do mercado

A serra circular de mesa é o item fundamental de qualquer oficina de carpintaria. Trata-se de equipamentos de muita precisão, perfeitos para realizar uma ampla variedade de trabalhos de corte.

Para te ajudar a escolher a melhor serra circular de mesa do mercado, o Ranking a seguir mostra os cinco melhores modelos para você:

1º – Serra circular de mesa 1.500w Menegotti

Esta serra circular de mesa foi projetada para fazer cortes transversais, longitudinais e ângulo em diversos tipos de madeira. O equipamento oferece segurança, durabilidade, facilidade na sua manutenção e com excelente performance, desempenho e baixo consumo de energia.

Seu peso é de 24 kg. O disco conta com 24 dentes. O ajuste de altura vai de 0 a 75 mm e o ângulo da serra de 0º a 45º. A potência de seu motor é de 1500w.

2º – Serra de bancada multifunção Pelegrin Pel-sb07

A serra de bancada multifunção Pelegrin PEL-SB07″ é compacta e completa, podendo ser utilizada tanto para fabricação de pequenos móveis, como para fazer reparos em casa, barcos, moveis, decks e etc. Conta com diversos recursos para realizar diferentes funções como: esmerilhar, furar, fresar, lixar com cinta, lixar com disco, serrar e tornear.

A mesa de trabalho é ampla, proporcionando mais espaço e agilidade durante a operação. A serra conta com protetor de cavaco transparente, permitindo visibilidade e segurança durante toda a operação. É possível fazer cortes retos e angulares na horizontal devido ao transferidor acoplado de 0º a 45º.

3º – Serra circular de mesa 10” Vonder Vdo1215

Esta serra circular de mesa é ideal para cortar madeiras e derivados. Seu conjunto conta com uma serra circular com mesa, uma lâmina de serra de 10”, uma chave Allen, uma chave de boca e uma chave-estrela.

Este modelo tem serra com ângulo de inclinação da serra de até 45º. Sua rotação (rpm) é de 4.80. Fique atento a possíveis promoções feitas pela Vonder para aproveitar um melhor preço.

4º – Serra circular de bancada portátil Maksiwa

A serra circular SC.600.I.M da Maksiwa certamente pode atender a todas as suas expectativas. Ela é projetada para trabalhar com lâmina de 25,4 cm, podendo cortar madeira e acrílico.

Ela tem alta potência (1.500W) para todas as aplicações. Possui guia de alumínio de aperto rápido, garantindo agilidade e precisão. Sua altura é de 104 cm, largura de 67 cm e comprimento de 63 cm.

5º – Serra circular de mesa Skil 10”

Quando é necessário cortar grandes chapas de metal, madeira ou MDF, a serra circular de bancada Skil 10″ se mostra como uma grande aliada.

Ela é uma ferramenta profissional, perfeita para fãs de bricolagem e pequenas oficinas de marcenaria. Boa para construir armários, cortar portas, chapas para móveis e assoalho. A máquina oferece cortes rápidos devido a alta potência de 1.600W.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre a serra circular de mesa

A serra circular de mesa é uma das ferramentas que não podem faltar em nenhuma oficina. Essa máquina é considerada como a melhor de corte que existe. No Guia de Compra a seguir você verá suas principais características e tirará dúvidas que são frequentes entre seus consumidores.

Imagem de mulher trabalhando com serra circular de mesa.

A serra circular é uma ferramenta básica em oficinas. (Fonte: Diaz: 73042950 / 123rf.com)

O que é uma serra circular de mesa?

A serra circular de mesa é uma ferramenta elétrica de corte. Trata-se de uma serra de disco ou circular colocada sobre uma mesa, com guia de corte. A serra é ligada e gira em grande velocidade enquanto o usuário empurra a peça para cortar sobre as guias. É um equipamento muito potente e bastante preciso, ideal para trabalhos profissionais.

Ainda que estejam presentes sobretudo em oficinas de carpintaria e mecânica, hoje em dia existem serras circulares de mesa a preços muito acessíveis, sendo fáceis de encontrá-las em casas de fãs de bricolagem, já que são o instrumento perfeito para projetos deste tipo.

No que consiste uma serra circular de mesa?

A serra circular de mesa consiste principalmente de um disco de corte que fica no centro de uma mesa horizontal. Nesta mesa, se encontra maior parte da ferramenta (motor ou eixos, entre outros). A serra fica em posição fixa e o operador empurra as peças a serem trabalhadas no disco para efetuar o corte de forma rápida e precisa.

Como já mencionado, a serra circular de mesa pode ser a primeira ferramenta presente em uma oficina de carpintaria e são o centro desta atividade, já que as peças retornam várias vezes à mesa de corte, devido às diferentes opções disponíveis que ela têm. As serras circulares de mesa permitem fazer cortes em:

  • Linha reta na direção do grão da madeira.
  • Transversais por meio do grão da madeira.
  • De mitra e bisel, ou seja, em um ângulo.
foco

Você sabia? A serra circular foi inventada no ano de 1923. O criador desta ferramenta tão usada ao redor do mundo foi Edmond Michel.

Que tipos de serra circular de mesa existem?

É importante conhecer os diferentes tipos de serra circular de mesa que existem, sobretudo porque há certa discrepância quanto a seus nomes, o que pode causar confusão em um consumidor de pouca experiência. Muitas pessoas se referem às serras circulares e às de mesa com a mesma expressão mesmo elas sendo ferramentas bem diferentes.

Também é comum associar a serra circular de mesa a certos modelos semiportáteis. Na realidade, as serras de mesa se dividem em vários tipos e, como foi indicado, existem modelos estáticos e semiportáteis. Essa confusão é bem comum, inclusive entre os fabricantes. Isso acontece porque a maioria incorpora uma mesa que pode ser instalada em vários lugares.

Imagem de serra de mesa.

Há uma variedade de serras circulares de mesa. É recomendável escolher a que mais se ajuste às suas necessidades. (Fonte: Citalliance : 30437366 / 123rf.com)

A seguir, confira uma explicação sobre quais são os diferentes tipos de serra circular de mesa.

Serras semiportáteis

Serra de bancada: 
  • É a serra de mesa mais leve e acessível.
  • Não tem rodas nem suporte.
  • É montada sobre uma bancada de trabalho.
  • Fabricada em alumínio, plástico e outros materiais leves.
  • Para uso em bricolagem e em casa.
  • Corte de madeira macia e compensada.
Serra compacta:
  • Mais potente e com melhor precisão que a serra de bancada.
  • Possui suporte para se apoiar.
  • Com conexão para remoção do pó.
  • A mesa pode ser de ferro fundido.
  • Acionada por um motor universal.
  • Cortes retos e em ângulo em madeira maciça e em tábuas de fibra.
  • Trabalhos leves e de bricolagem.
Serra com rodas:
  • É a serra semiportátil mais robusta e pesada.
  • Com superfícies de alumínio anodizado.
  • Tem um suporte que pode dobrar para economizar espaço.
  • Conta com rodas para facilitar o transporte.
  • Corte de madeira, madeira maciça, parquet, placas de chapeamento e plástico.
  • Ideal para profissionais da construção.

Serras estacionárias

Serra de empreiteira, híbrida ou de armário:
  • Máquina de alto padrão, custosa, pesada, volumosa e muito duradoura.
  • Usada em grandes oficinas, indústrias e escolas especializadas.
  • Podem fazer todo tipo de trabalho em madeira dura, pinho, madeira compensada, madeira tratada com pressão ou chapas grossas de metal.

Quais componentes presentes em uma serra circular de mesa?

Agora que você já sabe o que é, em que consiste e quantos tipos de serra circular de mesa existe no mercado, esse é o momento de se aprofundar um pouco em seus principais componentes.

Conhecê-los é indispensável, já que deles dependerá em grande medida o funcionamento da ferramenta. A seguir, confira mais detalhes sobre esses equipamentos.

  • Mesa para a serra: Fabricada em alumínio anodizado ou ferro forjado. Alguns modelos incluem guias de corte para facilitar o trabalho.
  • Protetor da lâmina da serra: Indispensável para a segurança, este elemento cobre o disco de corte quando a máquina está parada.
  • Mangueira de extração de pó: Este componente não está presente em todas as serras, já que é um complemento. Serve para absorver o pó à medida que o corte é feito.
  • Guia para cortes paralelos: Outro acessório adicional. Serve para marcar o corte.
  • Extensão de mesa dobrável: Uma extensão, equipada com dobradiças e segura para aumentar o espaço de corte, ideal para peças largas.
  • Calibrador de mitra: Sistema para inclinar a lâmina da serra ou o material para cortes de mitra.
  • Alavanca excêntrica: Usada para ajustar as configurações de corte.
  • Ajustar e segurar a pega: Outro elemento de segurança para segurar os materiais de corte.
  • Manivela para regular a altura de corte: Permite regular o corte.
  • Interruptor para ligar e desligar: É o que dá energia ao motor e o que põe a serra em funcionamento.
  • Haste para empurrar: Serve para empurrar o material a ser cortado. É imprescindível, já que nunca se deve empurrar o material com os dedos.
  • Pernas da base: Servem para segurar a ferramenta. A maioria tem algum sistema de ajuste para calibrar a altura e o nível.
  • Lâmina de corte: Discos circulares serrilhados. Presos a um eixo que gira em alta velocidade

Quais os acessórios para uma serra circular de mesa?

Alguns dos componentes descritos na seção anterior são, na realidade, acessórios. Eles são muito importantes na hora de se trabalhar com uma serra circular de mesa, já que tornam as tarefas mais seguras ou facilitam o trabalho. Conhecer esses extras e suas funções te garante cortes de qualidade e melhores condições de trabalho.

A seguir, confira uma apresentação dos melhores acessórios para uma serra circular de mesa.

Acessórios básicos

Lâmina ou disco de serra:
  • É a peça mais importante da máquina.
  • Existem diversos tipos de discos de acordo com suas serras.
  • O tipo de disco escolhido dependerá do material que você vá cortar.
Base para cortes paralelos:
  • Guia para realizar cortes básicos.
Calibrador de mitra:
  • Acessório fundamental para cortes angulares e transversais.
  • Contam com bases resistentes.
  • Os ângulos deve ser fáceis de ler.
  • Encaixa facilmente na mitra.
Imagem pessoa serrando madeira.

As serras circulares de mesa contam com uma variedade de discos dependendo do trabalho a ser realizado. (Fonte: Nenad Aksic: 67098443 / 123rf.com)

Acessórios de segurança

Haste para empurrar:
  • Peça usada para empurrar o material na lâmina de corte.
  • É um acessório essencial, sobretudo quando se trabalha com ripas de 120 mm ou menos.
  • É importante contar com mais de uma haste de empurrar.
Empurrador de segurança:
  • Para materiais de corte com menos de 30 mm de largura.
  • É mais plana que as hastes e tem uma superfície sólida com agarre em formato de alça.
Pente de serra:
  • Segura firmemente a peça a ser trabalhada com as guias paralelas ou transversais.
  • Impede que a peça salte ao deslizar junto à serra.
  • Tem dentes inclinados que acompanham a passagem da peça.
  • Pode ser usada em qualquer tipo de serra de mesa.
Pastilha para a lâmina de corte:
  • Peça pequena de metal ou madeira.
  • Semelhante a uma boca que rodeia a lâmina de corte.
  • Forma um buraco que protege o operador e evita que lascas sejam disparadas pelas partes internas da serra.
Protetor da lâmina de corte:
  • Acessório de segurança essencial.
  • Fabricantes substituíram protetores opacos clássicos por modelos transparentes.

Que tipo de serra circular de mesa é mais conveniente para mim e que nível de precisão posso esperar?

Esta é uma pergunta básica na hora de comprar uma serra circular de mesa. Tanto se você for um carpinteiro profissional como se você for um fã de bricolagem. No caso de ser um profissional e procurar uma máquina para uso intensivo, terá que optar por um modelo estacionário e de alto desempenho, capaz de cortar todo tipo de madeiras, inclusive as mais grossas.

Por outro lado, se for fã de bricolagem ou vai usá-la para trabalhos leves, o melhor é comprar um modelo semiportátil, particularmente um modelo de serra de bancada. A precisão dessas serras é muito boa e também são muito compactas, já que você pode colocá-las sobre uma bancada de trabalho e guardá-las depois de seu uso.

Que tipo de disco de corte devo escolher?

Esta é a próxima pergunta que você deve se fazer. Nesse caso, os discos de corte devem ser adquiridos separadamente, embora seja importante que você entenda como eles funcionam.

Para decidir, você deve saber antecipadamente o tipo de material que você vai cortar, o tipo de máquina na qual você irá instalá-los e também que tipo de corte você vai fazer, assim como o grau de acabamento.

A seguir, confira a tabela apresentada com os tipos de discos de corte que existem no mercado e suas características.

Material do disco Características Usos
Aço para ferramentas Lâminas integralmente de aço de carbono temperado

São econômicas e funcionam bem para cortar madeira macia, mas perdem seus benefícios diante de madeiras duras

Madeira macia

Tubos de aço de fina espessura

Materiais não-ferrosos

Aço rápido (HSS) Lâminas de aço de carbono temperado com pontas de ligas de cobalto, cromo, molibdênio e vanádio

Bons acabamentos superficiais, mas não são recomendadas para madeiras abrasivas nem aglomeradas

Madeira macia e semidura

Aço e aço inoxidável

Materiais ferrosos e de fundição

Tubos

Plásticos

Alumínio

Carbeto Lâminas de aço carbono temperado, geralmente contam com uma ranhura de expansão para reduzir o aquecimento e evitar deformações

Dentes de carboneto de metal sinterizado (carboneto de tungstênio em pó e carboneto de cobalto)

Dentes com inserções de metal duro HM, que permitem excelentes acabamentos e melhoram a durabilidade

Madeira macia, semidura e dura

Aglomerados

Melamina

Plásticos

Alumínio

Acero

Cobre e metais não-ferrosos

Diamante Lâminas de aço carbono temperado com borda contínua ou segmentada de diamante policristalino (PCD)

Geralmente não possuem dentes

Excepcional dureza

Desempenho muito superior aos insertos de metal duro

Ideais para materiais altamente abrasivos

Excelente desempenho em madeira maciça sem nós

Madeiras abrasivas e duras

Aglomeradas e compensadas

Plásticos

Alumínio

Materiais não-ferrosos

Cerâmica

Vidro

Betão

Asfalto

Como usar uma serra circular de mesa?

Agora você já sabe o necessário sobre as serras circulares de mesa. Contudo, a menos que você seja um carpinteiro expert, ainda podem te restar dúvidas sobre como usar essas ferramentas. Isso é normal, afinal são equipamentos potentes e se você vai trabalhar com elas pela primeira vez pode ser se assuste um pouco. Para te ajudar, confira uma explicação passo a passo de como usá-las.

  1. Antes de usá-la. A primeira coisa que você deve fazer é se familiarizar com o uso, suas funções e todos os controles da máquina. Você precisa saber corretamente como ligar e desligar a serra. Esses equipamentos têm dispositivos de segurança, por isso é uma boa ideia aprender como usá-los.
  2. Segurança e proteção. Não retire os elementos de proteção da serra circular de mesa. Utilize roupa adequada e siga as instruções de segurança do fabricante.
  3. Espaço de trabalho. Coloque a serra em um espaço dedicado ao trabalho. Deve ser um lugar adequado para que possa trabalhar confortavelmente sem riscos para você e para todos no ambiente.
  4. Superfície firme. Caso não tenha pernas, a serra deverá ser colocada sobre uma bancada de trabalho ou uma superfície firme. Antes de trabalhar, use um nivelador para garantir que a máquina esteja nivelada.
  5. Fixe a madeira. Para trabalhar com ela, você deve primeiro fixar a madeira que vai cortar contra a mesa e as réguas de guia.
  6. Posição. Fique sempre em frente à máquina, de forma que o botão de ligar e desligar fique acessível.
  7. Empurre o material de corte. Jamais utilize as mãos para empurrar o material de corte no disco. Use as hastes ou os guias. Empurre o material pouco a pouco, sem exercer pressão.
  8. Desligue a máquina. Cada vez que parar de cortar, desligue a serra para evitar acidentes.
  9. Manutenção. Assim que tiver terminado de trabalhar com ela, limpe as caixas inferiores e superiores. Verifique também o estado dos dentes da serra depois de cada uso e se está bem fixada. Troque os discos quando for necessário.

Critérios de Compra

Se você seguiu este Guia de Compra, já deve saber todo o necessário sobre as serras circulares de mesa. No entanto, antes de ir às compras, é aconselhável que leia as seção seguinte, na qual serão explicados os critérios e fatores mais importantes que você deve saber na hora de comprar uma serra circular de mesa:

  • Potência
  • Mesa
  • Material a ser cortado
  • Frequência de uso
  • Acessórios
  • Tipo de corte a ser feito

Potência

Uma vez que cada material tem uma dureza e resistência próprios, a potência será um elemento fundamental na compra de uma serra circular de mesa. Essa potência é a que estabelece a velocidade de giro do disco disponível com a que será trabalhado, assim como o tamanho e o tipo de materiais que podem ser cortados com segurança.

A potência deve ser ao menos de 1.000 watts (W) e sempre será melhor se incluir algum tipo de regulador de velocidade que te permita ajustar a potência ao tipo de material que está cortando. Lembre-se que materiais como plásticos e acrílicos demandam menos velocidade para evitar rachaduras. Por outro lado, a profundidade de corte também será determinada pela potência.

Imagem de homem trabalhando com serra.

Antes de usar a serra, é recomendável que se familiarize com a ferramenta. (Fonte: Mavoimage: 54601239 / 123rf.com)

Mesa

Você deve garantir que a mesa proporcione a resistência e contenção correta para cada trabalho. A mesa deverá ter sido fabricada em aço inoxidável o outro material de alta resistência, que garanta o suporte correto. Também é necessário que a mesa seja estável e conte com apoios de borrachas resistentes, que façam com que a mesa não se mova.

Por outro lado, é importante verificar que a mesa da serra é fácil de montar e de segurar. Esse fator vai ter permitir começar a trabalhar o mais rápido possível, com a total garantir de que suas operações de corte não sejam afetadas pela montagem da serra. Esses aspectos são fundamentais e você deve levar eles em consideração, inclusive por causa de seu preço.

Material a ser cortado

O material a ser cortado determinará a potência e também o tipo de máquina que você vai precisar. É muito importante que determine a capacidade da espessura que precisará para sua serra circular de mesa.

Para isso, você deve saber que as espessuras mais comum na madeira são de 25,4 mm, 31,7 mm, 38,1 mm, 63,5 mm e 76,2 mm.

Se você tem pensado em cortar tábuas ou chapas de compensados, precisará de uma máquina com base para cortes paralelos e se contam com extensões melhores, já que essas chapas podem ser muito largas e longas. As extensões vão te permitir trabalhar mais confortavelmente.

foco

É aconselhável usar óculos de proteção, proteção auditiva e máscaras para partículas ao manusear esses tipos de ferramentas.

Frequência de uso

A frequência de uso da máquina determinará a potência, em cavalos de potência ou watts, da serra circular de mesa que mais te convém. Por exemplo, se você for utilizar a máquina para trabalhos de bricolagem ocasionais como passatempo, o mais recomendável é que compre uma máquina de pouca potência, talvez uma serra de bancada.

Em geral, as serras mais potentes são ideais para trabalhos profissionais. Essas máquinas são muito mais caras, mas estão preparadas para trabalhar sem descanso durante toda uma jornada de trabalho. Se é isso que você procura, escolha uma serra forte, com muita potência, bom ajuste de altura e profundidade e com boas avaliações.

Acessórios

As serras circulares de mesa são ferramentas que contam com uma grande variedade de acessórios, muitos deles essenciais para um uso eficiente e seguro. Um desses sistemas vai te permitir inclinar ou girar o disco da serra para fazer cortes de mitra ou em ângulo. Outros, como os protetores, impedirão que lascas saltem.

Entre os acessórios que não podem faltar, você deve buscar elementos como hastes de empurrar ou bases, que te ajudem a deslizar os materiais de corte sobre a mesa. Se a mesa contar com ampliações ou suportes adicionais, que te permitam poder colocar sobre ela materiais mais largos, será muito melhor.

Tipo de corte a ser feito

Caso queira trabalhar com peças de corte muito grossas ou pretende fazer cortes em bisel, você deverá escolher uma serra circular de mesa com ajuste de disco de corte, tanto em altura como em inclinação. Geralmente, esta função se encontra em frente à máquina, em forma de manivela que se desliza ao longo de uma escala de graus.

Esta alavanca excêntrica vai te permitir ajustar a altura do disco de corte para trabalhar sobre peças muito mais grossas que as convencionais. Outra função deste tipo de acessório pode facilitar o corte em bisel ou em ângulo. Normalmente, essas manivelas te permitem configurar o corte em ângulos que vão de 0 a 45 graus.

Resumo

As serras circulares de mesa são como a estrela em qualquer oficina de carpintaria mundo afora. Graças aos novos modelos, mais compactos e acessíveis, também são beneficiados os fãs de bricolagem. Elas são ferramentas muito versáteis, que permitem cortar materiais com uma só passada, de forma rápida, efetiva e sem esforço.

No mercado, existe uma grande diversidade de serras circulares, portanto, pode ser um pouco complicado escolher a melhor para você. No entanto, se você seguiu as recomendações até aqui, certamente já saberá como escolher a serra que melhor atende às suas demandas e em que deve se concentrar para fazer isso.

Se você gostou do artigo, deixe um comentário ou compartilhe com seus amigos e familiares para encontrar a melhor serra de mesa circular do mercado.

(Fonte da imagem destacada: Belchonock: 97741272 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

GUIA55 Redação
GUIA55
Os redatores do GUIA55 realizam pesquisas aprofundadas e escrevem artigos altamente informativos e de qualidade sobre os mais variados temas do seu interesse.