Serra fita.

Se você é uma daquelas pessoas que ama trabalhar com as próprias mãos e precisa de uma nova ferramenta para os seus trabalhos, você chegou no lugar certo. A serra fita é uma ferramenta que não pode faltar em nenhuma marcenaria ou carpintaria. A seguir, trazemos para você um guia completo para te ajudar a escolher a melhor serra fita para você.

A serra fita é um instrumento ideal para cortar tanto madeira quanto metal. Você também pode usá-la com outros tipos de materiais, é claro. A especialidade desse tipo de ferramenta é o corte curvo com formas irregulares. Se trata de uma ferramenta pesada, imprescindível para qualquer trabalho profissional com metal ou madeira.

O mais importante

  • Existem dois designs básicos de serra fita: as de bancada e as de mesa. As serras de bancada são mais potentes, mas também são mais caras e não é possível movê-las de um lugar ao outro. Leve em conta o uso que você vai dar a essa ferramenta na hora de escolher entre os dois tipos.
  • A serra fita é especialmente boa para realizar cortes curvos e em formatos irregulares. Se você não anda pensando em fazer esse tipo de corte, talvez seja melhor escolher um outro tipo de serra, como a circular ou a tico-tico.
  • As serras são ferramentas perigosas, por isso é importante que você considere todas as advertências de segurança. Não saia ignorando os protocolos de segurança e sempre faça uso dos elementos de proteção necessários.

Os melhores modelos de serra fita: Nossas sugestões

A seguir, mostramos para você uma seleção com ótimas opção de serra fita que você pode encontrar no mercado. Aqui vamos falar brevemente de cada um dos modelos para te dar um bom ponto de partida para a sua busca, quem sabe a serra certa para você não está aqui, não é mesmo?

Uma opção para uso profissional

Essa Serra De Fita Profissional Ferrari Sfpf-8 127/220v é a opção ideal para quem quer fazer um uso profissional dessa ferramenta! Ela conta com botão de liga e desliga com trava de segurança, para ajudar a evitar acidentes, e tem a típica inclinação de 0° a 45°, e nem precisa de muita manutenção!

Uma serra fita profissional, mas com mobilidade

Essa Serra Fita de Bancada sfv050 127v da Vonder, famosa marca de ferramentas nacional, é uma ótima opção para quem quer fazer um uso profissional, mas ainda manter um pouco da versatilidade de uso da ferramenta, já que ela é um pouco menor e mais leve que o convencional, permitindo a você movê-la de um local para o outro quando for necessário.

Serra fita profissional da Vonder

Esse último modelo, a Serra Fita de Bancada 9″ 127v Sfv090, também da Vonder, é uma versão mais robusta do item acima. Com ela você não vai ter toda a mobilidade, mas vai estar pronto para fazer um uso profissional no seu trabalho. Esse item ainda vem acompanhado pro diversos acessórios: um limitador de largura, uma mesa, um esquadro combinado, um instrumento auxiliar de corte, uma lâmina e uma bolsa para acessórios.

Guia de Compras: O que você precisa saber sobre uma serra fita

Existem muitos modelos diferentes de serra fita no mercado, por isso é importante que você conheça suas características antes de escolher a sua. É importante que você entenda como a serra fita funciona e exatamente o que ela é antes de você comprar uma. A seguir vamos te mostrar um apanhado de perguntas frequentes dos usuários para que você possa fazer uma compra de maneira informada.

Homem trabalhando com serra fita.

A serra fita é usada para trabalhar madeira, metal e outros materiais. (Fonte: Guerriero: 81498220 / 123rf.com)

O que é uma serra fita?

A serra fita é uma serra de pedal. Ela tem uma tira metálica com dentes, larga, fina e flexível. Essa tira se move sobre duas rodas que se encontram no mesmo plano vertical com um espaço entre elas. Essa fita dentada é a parte da serra que realiza os cortes. O pedal serve para regular a velocidade do corte.

As serras fita costumam ser usadas para cortar metal ou madeira, onde elas são especialmente úteis para se realizar cortes irregulares, já que elas foram especialmente desenvolvidas para dar formas curvas aos materiais. Para o metal são usadas um tipo de serra especial, já que elas precisam incorporar sistemas de refrigeração para evitar que se sobreaqueçam.

Como funciona uma serra fita?

Uma serra fita corta através de uma lâmina de metal dentada e afiada. As mais modernas usam ligas de metal de alta duração e resistência. A serra fica montada sobre dois ou três volantes, que giram em alta velocidade graças a um motor.

São usadas para realizar cortes de precisão em produções industriais ou carpintaria e marcenaria.

Por que uma serra fita é melhor que uma serra circular?

Existem outros tipos de serras elétricas com funções similares à serra fita, como, por exemplo, as serras circulares. No entanto, a maioria dos profissionais prefere usar uma serra fita para cortar madeira ou para metais “flexíveis” como o alumínio.

  • Potência de corte: As serras fita cortam pedaços mais grossos do que as serras circulares normais.
  • Versatilidade: Com uma serra fita você pode serrar peças curvas e com padrões com facilidade.
  • Baixo nível sonoro: Ao contrário das serras circulares, as serras fita são relativamente silenciosas. Esse é um fator importante quando você trabalha em uma oficina ou num outro local com muito ruído.
  • Ecologia: As serras fita reduzem o desperdício de madeira. As lâminas são estreitas, o que faz com que o corte seja mais fino e gere menos serragem.
  • Economia: As serras fita são mais baratas do que as circulares.
  • Espaço: Elas são mais compactas. Ocupam uma superfície menor e alguns modelos você até pode mover de local.
  • Segurança: O empurrar descendente da folha diminui o risco da peça ser lançada contra o usuário.
Serra fita.

O cuidado com a sua serra fita é essencial para que ela mantenha um bom funcionamento. (Fonte: 61351380 / 123rf.com)

Como cuidar da sua serra fita?

Como qualquer ferramenta elétrica, uma serra fita requer certos cuidados. Com o uso, tanto o motor como as lâminas da serra vão se desgastando. Se você quer que a sua ferramenta tenha uma vida útil tão longa quanto for possível, então você vai ter que tomar certos cuidados básicos.

A seguir falamos para você sobre alguns deles:

  • Se você for cortar metal, é preciso que você se assegure de que a lâmina da serra esteja bem lubrificada. O líquido refrigerador impedirá que a lâmina se sobreaqueça e quebre. É importante lubrificar continuamente a lâmina para que ela não esquente.
  • Quando você acabou de trabalhar com a sua serra fita é bom checar que a desconectou.
  • Antes de trocar a lâmina da serra, limpe bem essa parte da ferramenta. Retire toda a serragem e limpe a área com cuidado. Se a lâmina não ficar bem encaixada por causa da sujeira, pode acabar quebrando quando você for usá-la novamente.
  • Logo depois de terminar de usar a sua serra fita, espere pelo menos três minutos antes de cortar de novo. Deixe que a lâmina esfrie antes de usá-la novamente.
foco

Você sabia que as serras fita são usadas para realizar cortes de precisão em produtos industriais e na carpintaria e marcenaria?

  • Sempre utilize lâminas de serra adequadas para a sua ferramenta. Usar lâminas estranhas pode fazer com que ela fique meio solta, o que pode causar graves acidentes.
  • Na hora de trocar a lâmina da sua serra fita, lembre-se de posicionar os dentes da serra corretamente. Se você colocar a lâmina na direção contrária pode acabar causando acidentes.
  • Mantenha a superfície de corte limpa. Depois de cada corte, retire a serragem e outros detritos do local. Isso costuma ser usado com sopradores ou pistolas de ar comprimido.
  • Mantenha lubrificadas as peças móveis da sua serra. Tanto a mesa quanto o cabeçote têm peças que permitem mudar a inclinação da serra. É importante que elas estejam limpas e bem lubrificadas para garantir uma maior precisão na hora do corte.

Que tipos de serra fita existem?

Você pode encontrar dois tipos de serra fita diferenciados por seu sistema de apoio. Assim, por um lado você vai ver as serras fita chamadas de bancada, que são maiores e diretamente apoiadas no solo. Esse tipo de serra fica fixa em seu lugar, pois seu transporte é complicado devido ao seu enorme peso. Essas costumam ser ferramentas de uso profissional.

O outro tipo de serra fita são as chamadas de mesa. Essas serras precisam ser apoiadas sobre uma superfície plana, são muito menores e mais leves e, ainda por cima, portáteis. Elas têm uma fixação menor, mas são mais versáteis, já que você pode movê-las pela oficina ou até para outros lugares. Esse tipo de serra fita é menos potente do que as de bancada.

Serra fita de bancada Serra fita demesa
Tamanho Grandes e apoiadas no chão Menores, precisam ser apoiadas em superfície plana
Mobilidade São fixas e de difícil transporte Você pode movê-las com mais facilidade
Uso Profissional Amador e profissional

Que medidas de segurança devem ser seguidas para evitar acidentes na hora de usar uma serra fita?

Como sempre, é importante respeitar as regras de proteção básicas aplicáveis a qualquer trabalho e a qualquer ferramenta elétrica. Uma serra é uma ferramenta perigosa, por isso aqui vão algumas normas de segurança específicas para o uso de uma serra fita:

  • Nunca acompanhe com a mão a peça alinhada com a fita. Para empurrar ou guiar as peças pequenas, use um pedaço de madeira.
  • Fixe as guias superiores e as guardas o mais próximo possível da peça a ser cortada. Não faça as peças grossas de madeira retrocederem enquanto você as está cortando. A fita pode se deslocar ou sair dos volantes.
  • Se a fita sair dos volantes ou quebrar, afaste-se imediatamente da máquina e desconecte-a. A serra, ao se romper, vai estourar e lançar lascas de metal afiado.
  • Nunca abra as portas dos volantes do motor com a máquina em funcionamento.
  • Não tente estender ao máximo o tempo de vida das lâminas da serra. Substitua-as assim que começarem a perder o fio.
  • Utilize luvas sempre que for trabalhar com a serra. Use-os também para manipular, enrolar ou desenrolar a lâmina da serra da cinta.
  • Use óculos de proteção. Não só para evitar que serragem caia nos seus olhos, mas também para se proteger de qualquer possível acidente.

Critérios de Compra

Para escolher a melhor serra fita é importante se atentar a alguns critérios que vão ajudar a guiar a sua compra. Nessa seção do artigo te mostramos quais aspectos você deve considerar antes de escolher um modelo para você.

Assim, você vai poder contar com um pequeno e prático guia para te ajudar a chegar no melhor custo-benefício para as suas necessidades. Os elementos em que você deve prestar atenção e sobre os quais vamos falar a seguir são os seguintes:

  • Profundidade da peça e largura do corte
  • Velocidade de corte
  • Volantes
  • Mesa e guias da lâmina
  • Interruptores e freio
  • Capacidade de corte e marco

Profundidade da peça e largura do corte

Os modelos de serra fita mais básicos podem cortar peças de madeira de até 15 cm de grossura. Os modelos industriais e as serras fita de mesa podem chegar a cortar peças de até 30 cm. Nas serras de corte para metal acontece a mesma coisa. Essa é uma característica importante, pois definirá os materiais com os quais você pode trabalhar.

A largura do corte é a distância que existe entre a fita e o elemento vertical mais próximo. Esse elemento costuma ser os protetores. Essa distância determinará a largura máxima de corte. Normalmente uma serra de qualidade média-baixa pode cortar peças com largura de até 35 cm. Os modelos profissionais chegam a muito mais.

Velocidade de corte

A velocidade se refere aos metros (ou pés) que a fita percorre em um minuto. Ela é representada pela sigla “m/min”. Essa velocidade varia muito de um modelo para o outro. Como estimativa, pode-se dizer que a velocidade de corte de modelos mais básicos varia entre 200 e 1500 m/min.

As serras fita de maior qualidade têm opções para variar a velocidade. Essas opções são ideais para adaptar o corte ao material. Aumentando ou reduzindo a velocidade segundo a resistência do material vai gerar cortes mais precisos. É recomendável trabalhar com as velocidades mais altas sempre que isso não for forçar a serra.

Imagem de peça de serra.

Existem tanto serras fita manuais quanto elétricas. (Fonte: Aunmuang: 107453078 / 123rf.com)

Volantes

As serras fita têm dois ou três volantes que são os encarregados de girar a fita. Nos modelos com dois volantes, um sempre fica na vertical do outro.

O volante inferior é o que está unido ao motor e que faz ele funcionar. Nessas serras, a largura do corte não pode ser maior do que o diâmetro dos volantes.

Para poder realizar cortes em peças mais largas seria necessário uma serra de três volantes. Embora nessas serras a fita seja mais forçada e costume quebrar com mais facilidade. É interessante que os volantes contam com um sistema de auto limpeza. Uma escova, por exemplo, que evita a acumulação de serragem no sistema.

Mesa e guias da lâmina

As mesas costumam ser de chapa, ferro, aço ou alumínio. As de alumínio costumam ser as mais calibradas e equilibradas, embora sejam mais frágeis. As mesas de corte devem incorporar ranhuras para melhorar a retirada da serragem. Também devem inclinar-se de forma controlada até 45º para poder fazer chanfros.

Na hora que o corte começa, a fita tem a tendência de sair dos volantes, o que pode ser evitado através dos rolamentos ou das guias que se situam em ambos os lados da fita de corte. Os volantes que giram sobre rolamentos herméticos são menos propensos a bloqueios e falhas. Também são usados guias sobre a mesa para ajustar a largura de corte da peça.

Interruptores e freio

Por segurança, o arranque e a interrupção do giro da fita deve ser um processo seguro e automático. Convém que a fita pare automaticamente ao abrir as portas de acesso aos volantes. Em certos locais de trabalhos, como oficinas, pode ser bom que a serra precise de uma chave para que possa ser ligada.

Capacidade de corte e marco

A capacidade de corte têm a ver com a quantidade de material que você pode cortar em uma só passada. A capacidade costuma ficar entre 6 e 36 polegadas. O tamanho da serra dependerá desse fator. Você precisa ter em mente os materiais com os quais vai trabalhar antes de escolher um modelo de serra fita.

O marco é a largura máxima que você tem para cortar. Essa “garganta” pode medir de 12 a 14 polegadas no caso de uma serra fita de mesa. As serras com base própria são maiores e portanto oferecem medidas profissionais. Se você for fazer uso doméstico da serra, o recomendável é que compre uma de mesa.

Resumo

Comprar uma serra fita é sempre uma boa escolha para a sua oficina ou até para casa. Com essa ferramenta você pode tocar quase qualquer projeto em menos tempo e com menos esforço. Você só precisa ter em mente as suas necessidades e os materiais com os quais pretende trabalhar antes de escolher um modelo.

Se você tem a intenção de comprar uma serra fita, leve em conta alguns critérios, como você pode observar na última parte do nosso artigo. Materiais, peças de troca e segurança são todos cruciais, mas a bateria e a relação custo-benefício também são. Leve em conta todos esses fatores!

Agora, se você gostou do artigo, deixe aqui pra gente um comentário ou compartilhe o texto nas suas redes sociais. Muito obrigado!

(Fonte da imagem destacada: Ujjin: 94289943 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

GUIA55 Redação
GUIA55
Os redatores do GUIA55 realizam pesquisas aprofundadas e escrevem artigos altamente informativos e de qualidade sobre os mais variados temas do seu interesse.