Ultima atualização: 7 de outubro de 2021

Como escolhemos

7Produtos analisados

21Horas investidas

6Estudos avaliados

30Comentários coletados

DIY está muito na moda hoje em dia! Isto envolve, entre outras coisas, fazer tarefas em casa que você teria contratado uma pessoa anteriormente para fazer, ou fazer coisas que você teria comprado anteriormente. Muitas vezes, estes projetos envolvem uma variedade de novas ferramentas que você pode não estar familiarizado, e uma das mais comuns é a serra de mão.

Escolher a serra de mão direita pode parecer esmagador se você é novo no mundo das ferramentas. É por isso que reunimos o seguinte guia detalhando tudo o que você precisa saber quando se trata de escolher uma serra, para garantir que você compre a ferramenta mais adequada para todos os seus projetos.




O mais importante

  • Há uma grande variedade de serras no mercado, que diferem na forma, no corte do tecido, no corte do material e outras variáveis. A serra ideal depende do projeto para o qual ela é usada.
  • As serras são geralmente classificadas em 3 categorias: universal, com nervuras, ou pontiagudas. Este agrupamento é baseado nas características e funcionalidades de cada um.
  • Não esqueça que ao utilizar a serra, é necessário levar em conta todas as precauções mencionadas nas regras de segurança.

Serra: nossa recomendação dos melhores produtos

Guia de compras: o que você precisa saber sobre uma serra manual

Se você quiser comprar uma serra manual, você pode se sentir sobrecarregado pelo número de opções no mercado, especialmente se você não souber muito sobre a ferramenta. Aqui está tudo o que você precisa saber quando se trata de escolher a serra certa para você.

Há uma grande variedade de serras no mercado, que diferem na forma, nos dentes, no material que cortam e em outras variáveis. A serra ideal depende do projeto para o qual ela é usada. (Fonte: koldunov: 85055462/ 123rf)

Quais são as partes de uma serra manual?

Uma serra manual tradicional tem 6 partes básicas, que são frequentemente replicadas em quase todos os tipos de serras. Estes são

  • Cabo: a parte da serra projetada para o usuário segurar.
  • Lâmina: a parte principal da ferramenta. Ela varia em forma, material, tamanho e serrilha, dependendo da finalidade de cada serra.
  • Frente: a parte onde os dentes da serra estão localizados, na parte inferior da lâmina.
  • Lombada: a parte oposta à frente, geralmente lisa.
  • Ponta: a ponta da serra, localizada na parte da frente da serra.
  • Calcanhar: a parte oposta ao dedo do pé. É a parte da frente mais próxima do cabo. Esta é a primeira parte da serra a entrar em contato com o material.

O que o dente e o comprimento da lâmina influenciam?

As serras são medidas por uma medida chamada "teeth per inch" (DDP), que indica quantos dentes cabem em uma polegada. Esta medida é muito importante porque define o tipo de corte que a serra poderá fazer, já que quanto maior for este valor (ou seja, quanto mais dentes por polegada), mais fino e mais preciso será o corte.

O comprimento da lâmina define o controle que você terá sobre a serra. Aqueles com uma lâmina curta geralmente são mais manobráveis e permitem mais controle sobre o corte. Por outro lado, aqueles com uma lâmina longa são menos manobráveis, mas permitem que você faça cortes mais longos em menos tempo.

Que tipos de serras existem?

Você pode encontrar diferentes classificações de serras dependendo do critério que você leva em conta. O mais comum é classificá-los em 3 categorias, que são determinadas de acordo com seu uso. Os tipos de serras de acordo com esta classificação são: universais, com nervuras e pontiagudas.

[/tablex] A tabela abaixo detalha cada uma das categorias.

[/tr] ; Serra universal; Serra de costela; Serra pontiaguda [/th]

Outros nomes; Serra ordinária ou carpinteira; -; Serra de agulha

Você pode ter uma serra de corte de empurrar (como uma serra universal) ou uma serra de corte de puxar (como uma serra japonesa). Um corte de impulso significa que o corte é feito quando a serra penetra no material, enquanto que com um corte de impulso, o corte é feito quando a serra é puxada para trás. Abaixo estão listados os passos para o uso de uma serra de corte de impulso

  1. Trace com um lápis e uma régua o corte que você quer fazer na superfície, assim você tem um guia a seguir
  2. Coloque o material sobre uma superfície lisa, e certifique-se de que ele não se mova. Você pode usar uma prensa para garantir a estabilidade.
  3. Antes de começar a cortar, faça uma pequena ranhura na linha marcada para ter certeza de que você cortou nesta linha.
  4. Coloque a serra em um ângulo de aproximadamente 45° e mova a lâmina para trás ao longo da linha guia. Idealmente, você quer fazer cortes muito longos, onde a maioria das serrilhas penetram na madeira. Se estiver sendo feito corretamente, você não deve usar muita força, pois o peso da própria lâmina ajuda a gerar o corte

Dica: não faça serras curtas e rápidas, pois isso torna o corte mais lento e trabalhoso, pois você não usa a ferramenta inteira.

Como afiar uma serra de mão?

A serra pode ser afiada por um especialista, mas se você preferir fazê-lo você mesmo, você só precisa de 3 materiais: uma lima triangular, do mesmo tamanho dos dentes da serra, duas hastes de madeira e uma prensa.

Coloque a serra na prensa, com uma haste de madeira em cada lado, e certifique-se de que ela esteja bem fixada. Uma vez que a serra esteja fixada, coloque a lima perpendicular à serra e deslize-a para dentro da fenda entre os dentes. Uma vez que você tenha coberto todos os dentes, sua serra é afiada!

Quais são as regras de segurança a ter em mente quando se usa uma serra?

A serra é uma ferramenta bastante simples de se usar, no entanto sempre há certas precauções a serem tomadas para garantir a segurança. Estes são

  • Use óculos de proteção, luvas e proteção respiratória
  • Certifique-se de que o material a ser cortado esteja completamente fixado, para o qual é recomendado o uso de uma prensa.
  • Nunca segure a peça a ser cortada com a mão ou com os pés
  • Não use jóias ou roupas soltas
  • Inspecione o material a ser cortado em busca de pregos ou outros objetos embutidos

Lembre-se sempre de usar o equipamento de segurança recomendado ao usar a serra. (Fonte: MIH83: 1226043/ pixabay)

Qual é a diferença entre uma serra manual e uma serra?

De acordo com sua definição, uma serra manual é tecnicamente um tipo de serra. A diferença entre as duas reside principalmente no fato de que a lâmina da serra está presa a algum tipo de cabo ou estrutura, enquanto a serra manual não tem essa estrutura, é simplesmente a lâmina com o cabo. Funcionalmente, a serra é recomendada para o corte de toras ou madeira verde, pois permite que mais força seja aplicada, enquanto a serra manual é normalmente usada para madeira processada, como tábuas ou painéis de madeira.

Critérios de compra

Com a grande variedade de serras disponíveis no mercado atualmente, escolher uma pode parecer uma tarefa confusa. Entretanto, se você sabe o que está procurando, a tarefa se torna muito mais simples. Aqui estão os diferentes critérios a considerar ao escolher a serra perfeita para o seu projeto.

Uso da serra

Ao comprar uma serra, pense se você vai precisar dela para um trabalho ocasional, ou se você realmente planeja usá-la muito. Se for um trabalho longo, você provavelmente está procurando uma serra mais confortável, e isto é definido pelo cabo. Para trabalhos longos, uma serra com cabo ergonômico é o melhor, o que oferece o mais alto nível de conforto.

Embora eles tendam a ter um preço mais alto, eles são ideais para aqueles que planejam passar muitas horas com sua serra. Por outro lado, os cabos básicos de madeira ou plástico são recomendados para tarefas curtas, pois não são os mais confortáveis, mas são os mais econômicos.

Tamanho do objeto a ser cortado

Escolher o tamanho da serra de acordo com o material a ser cortado é muito útil, pois tornará o processo de corte muito mais fácil.

É aconselhável usar um tamanho de serra de acordo com o tamanho do que você vai cortar

Isso significa que se você quiser cortar uma peça grande, você deve usar uma serra universal, enquanto que se você quiser cortar uma peça pequena, você deve usar uma serra pontiaguda. Isso não significa que não seja possível cortar uma peça grande com uma serra pontiaguda, mas o trabalho será mais árduo e extenso. Também é possível cortar uma pequena peça com uma serra universal, mas muito provavelmente não será cortada com precisão.

A serra universal é melhor para cortar madeira e galhos. (Fonte: JerzyGorecki: 1318871/ pixabay)

Tipo e direção de corte desejado

Você geralmente pode adaptar sua serra ao tipo de corte que você vai fazer, mas usar a serra recomendada para este tipo de corte vai facilitar muito. Se você está procurando um tipo de corte reto, uma serra do tipo universal é o melhor. Se você estiver procurando por um corte no centro do material, seja reto ou curvo, você deve usar uma serra pontiaguda, pois ela permitirá que você tenha acesso aos lugares mais difíceis. Para conseguir um corte angular, é melhor usar uma serra de nervuras.

Material a ser cortado

Quando você for comprar sua serra, pense no material que você planeja cortar com ela, pois isso determinará o tipo mais adequado de serra. Se você estiver procurando cortar madeira, é melhor usar uma serra universal ou de nervuras, que são usadas para fazer cortes retos, mas com pouca precisão.

Para cortar materiais mais delicados, como compensados ou drywall, a serra ideal é a serra de agulha, pois permite fazer um corte mais preciso sem danificar o material. Se o material a ser cortado for de espessura média, como compensados, laminados ou plásticos, uma serra de compensados é recomendada, pois eles oferecem mais versatilidade para este tipo de material.

Energia requerida

Existem serras manuais, que são as mais comuns e das quais estamos falando principalmente neste artigo. Estes requerem maior força por parte do usuário, já que devem realizar todo o movimento e toda a força para gerar o corte. Entretanto, se você vai realizar uma tarefa que requer muita força, ou simplesmente não quer aprender a usar a serra manual, você pode optar por serras elétricas, que tendem a ser um pouco mais sofisticadas e poderosas. Eles podem ser operados a pilhas ou alimentados por uma fonte de energia, dependendo do potencial de cada um.

Você sabia que existe uma ferramenta chamada "miter box" que ajuda você a fazer cortes mais limpos em ângulos diferentes com a serra?

Viu a vida

Ao escolher uma serra, você deve pensar se está comprando uma ferramenta que você vai usar muitas vezes, na qual você realmente vai investir, ou se você está procurando uma ferramenta para a caixa de ferramentas que vai obter uso ocasional. Se você tem vários projetos em mente para os quais a serra é necessária, é melhor comprar uma cujos dentes possam ser re-afiados, ao contrário de uma serra com dentes endurecidos que não podem ser re-afiados. Embora as serras endurecidas sejam mais baratas, porque não podem ser re-afiadas, elas perdem sua funcionalidade uma vez que ultrapassaram sua vida útil.

Resumo

Em resumo, a serra manual é uma ferramenta muito útil para ter em casa, seja para cortar galhos no jardim ou para cortar tábuas ou outros materiais. É importante entender como usar a serra para obter os cortes mais precisos e sempre seguir as diretrizes de segurança para evitar acidentes.

Ao escolher qual serra comprar, você se deparará com muitos tipos diferentes que desempenham funções diferentes, e é essencial que você escolha a certa para suas necessidades. Se você entender as partes de uma serra manual e qual função cada uma tem, esta tarefa se torna mais fácil. Qual serra você escolherá?

(Fonte de imagem em destaque: nataljusja: 88441515/ 123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas