Enquanto os roteadores são os responsáveis por interconectar as redes, um switch de rede é o dispositivo que faz conectar entre si os diferentes equipamentos que constituem uma rede local. Assim, eles podem conectar computadores, impressoras, consoles e smart TVs, entre outros itens.

Por isso, eles são usados tanto em grandes redes empresariais como em redes domésticas. Afinal de contas, já ficaram para trás os tempos em que nas casas havia apenas um computador. Atualmente, cada vez mais dispositivos eletrônicos se conectam à internet. Nessas circunstâncias, a configuração de uma adequada rede local se torna indispensável.

O mais importante

  • Os switches são dispositivos essenciais no desenho das redes, em especial nas redes locais. São usadas tanto em redes domésticas como em redes corporativas, que podem ser compostas por milhares de equipamentos.
  • Qualquer equipamento com interface Ethernet pode ser conectado a um switch. Assim, é possível conectar computadores, impressores, roteadores, câmeras IP, videogames, smart TVs e, inclusive, telefones IP. Além disso, com a evolução da internet das coisas à vista a lista não vai deixar de ser ampliada.
  • O primeiro Critério de Compra que deve ser considerado antes de buscar um switch é o uso que você vai fazer dele. Depois, é preciso levar em conta o número de portas que ele dispõe, a velocidade máxima que suporta e as opções para gerenciar e monitorar o tráfego de dados.

Os melhores modelos de switch de rede: Nossas indicações

A seguir, você verá uma seleção com as melhores opções que o mercado oferece de switch de rede atualmente. São produtos bem variados, que levam em conta as necessidades de cada tipo de usuário. Todos eles são equipamentos com uma boa relação custo-benefício.

Switch de mesa com alta avaliação dos consumidores

Esse modelo da TP Link de design moderno e compacto para mesa possui 8 portas e recursos que permitem uma economia de energia em até 80%. Seu controle de fluxo IEEE 802.3x fornece transferência de dados de forma confiável. Seu acabamento é em plástico. O produto não possui cooler.

O modelo com melhor custo-benefício

Além de barato, esse switch proporciona um excelente desempenho para sua rede cabeada, conectando todos os dispositivos de sua rede, pois possui 8 portas com velocidades de até 100 MBps com controle de fluxo e detecção automática de velocidade. Com a tecnologia D-Link Green, o DES-1008C ainda proporciona uma economia eficaz de energia.

Opção para quem quer pagar pouco

Um modelo funcional e econômico. Este switch de rede mini de 8 portas da Multilaser tem um preço capaz de atender a qualquer bolso. Sua compatibilidade permite a conexão de computadores com sistemas mais antigos, como o Windows XP e versões anteriores de Linux e Mac OS.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre o switch de rede

Na hora de comprar um switch de rede, é fundamental que leve em conta uma série de questões importantes. Hoje em dia, existem diferentes modelos de switch de rede. Além disso, há os pensados para redes domésticos ou para ambientes profissionais. Por esta razão, nesta seção você verá respostas às dúvidas mais frequentes sobre esses dispositivos.

connecting RJ45

Graça aos switches é impossível enviar informação e acessar recursos compartilhados com muita eficiência.  (Fonte: Kolbjornsrud: 19198970/ 123rf.com)

O que é exatamente um switch de rede?

Os switches de rede ou computadores são dispositivos de interconexão que são usados para conectar diferentes equipamentos à rede para formar uma rede LAN de área local. Os switches são usados para estabelecer redes através de cabos. No caso de uma interconexão wireless, são usados os denominados pontos de acesso sem fio.

Para que serve um switch de rede?

Sua principal função é unir ou conectar equipamentos em rede. Ainda assim, o switch, por si só, não fornece conectividade com outras redes. Claro, eles também não podem ser usados para conectar à internet – para isso, é usado um roteador. Assim, entre outras coisas, o que um switch permite é que dentro de uma rede todos os equipamentos possam compartilhar a mesma impressora, por exemplo.

Do mesmo modo, ele também possibilita que todos os dispositivos conectados à rede usem a mesma conexão à internet. Além disso, ele permite que um computador compartilhe seus arquivos, que desta forma fiquem acessíveis ao resto dos equipamentos na rede. Os mais avançados contam com diferentes funções para monitorar e gerenciar o tráfego de dados.

Switch azul

Os switches de rede ou computadores são dispositivos de interconexão usados para conectar diferentes equipamentos em rede para formar uma rede LAN de área local. (Fonte: Moisseyev: 35965234/ 123rf.com)

Qual é a diferença entre um switch de rede e um roteador?

Para começar, os roteadores são dispositivos mais inteligentes que os switches de rede. De fato, podem executar as mesmas tarefas que os switches e também interconectar várias redes. Deste modo, permitem a conexão de uma rede local à internet. Além disso, normalmente contam com recursos como firewalls.

Que equipamentos podem ser conectados a uma rede através de um switch de rede?

Em geral, qualquer equipamento ou dispositivo que conta com uma interface de rede Ethernet. Assim, podem conectar desde PCs e notebooks até impressoras, passando por videogames ou smart TVs. E, claro, roteadores para assim conectar a rede local à internet.

Realmente a lista é muito ampla. Nela também pode-se incluir câmeras IP, receptores de TV, portas de vídeo IP e inclusive, telefones IP. No entanto, estes não são os únicos equipamentos, nem os últimos. É que, com o contínuo desenvolvimento da Internet das Coisas (IoT), cada vez mais objetos se conectam entre si e à internet.

Connecting switch

Os switches oferecem uma série de importantes vantagens que não podem passar por alto e por as quais seu uso é tão popular. (Fonte: Kolbjornsrud: 63796637/ 123rf.com)

Quais são as vantagens e desvantagens de um switch de rede?

Os switches oferecem uma série de importantes vantagens que não podem ser ignoradas e que tornam seu uso tão popular. Para começar, oferecem uns dos níveis de estabilidade mais altos. Além disso, permitem aproveitar muito melhor a largura de banda, já que a informação é enviada unicamente ao equipamento a que vai dirigido e não a todos os compõem a rede.

Graças aos switches, é possível enviar informação e acessar recursos compartilhados com muito mais eficiência. Existem diferentes tipos, desde os que permitem cobrir as funções mais básicas até os que contam com características mais avançadas. Assim, você vai poder encontrar o que melhor se adapta à sua demanda. E o melhor de tudo é sua facilidade de uso.

Para quem é recomendável comprar um switch de rede?

Para qualquer usuário ou empresa que precise montar uma rede local com vários equipamentos.

Para qualquer usuário ou empresa que precise montar uma rede local com vários equipamentos e quer estabelecer a conexão à rede através de cabos Ethernet. No caso das redes domésticas, pode acontecer que o roteador não aguente todos os equipamentos da casa ou que bloqueie ao ter que gerenciar muito tráfego e seja necessário recorrer a um switch para ele.

Nas redes empresariais, seu uso é indispensável. Ainda assim, costumam switches com muito mais entradas. Também será importante se você precisa gerenciar uma rede que conta com um hub no lugar de um switch de rede. Os hubs são considerados obsoletos, portanto é aconselhável substituí-los por switches de rede, já que oferecem melhores recursos.

Que tipos de switch de rede existem?

Existem muitas formas de classificados os switches de rede. Talvez a mais adequada é a que os classifica em função de até que ponto são gerenciáveis ou não. Com base nisso, pode-se distinguir entre switches gerenciáveis, inteligentes ou não-gerenciáveis. Veja suas principais características na tabela a seguir.

Gerenciáveis Inteligentes Não-gerenciáveis
Características que permitem gerenciar Contam com características e funções como VLAN, rota IP, QoS, Link Aggregation, IGMP Snooping e limitador de largura de banda, entre outras Permitem gerenciar algumas características, mas não todas Vêm com uma configuração por defeito de fábrica que não podem modificar
Facilidade de uso Demandam conhecimentos mais avançados para sua correta configuração Uma vez que permitem configurar certos parâmetros é bom contar alguns conhecimentos mínimos para tirar o melhor proveito São muito fáceis de usar, basta conectar e pronto
Preço Seu preço fica de acordo com seus recursos e pode ser mais elevado Seu preço é um pouco mais moderado, portanto podem servir para um uso não-profissional Seu preço é bem barato

Critérios de Compra

Se você está pensando em adquirir um switch de rede, é fundamental que você leve em conta uma série de Critérios de Compra. Confira esta seleção feita de modo especial para você com os critérios mais importantes para encontrar o melhor produto: um guia completo em seu processo de escolha!

  • Uso que vai fazer dele
  • Portas
  • Velocidade
  • Funções para gerenciar o tráfego de dados

Uso que vai fazer dele

Você normalmente não vai contar com o mesmo switch em casa que em uma rede empresarial. Se o que você precisa é um switch que te libere ou que complemente o roteador, certamente será suficiente um que tenha um número reduzido de portas. Provavelmente, também não precisará de muitas opções de configuração.

Será um caso diferente se você quiser tirar o melhor proveito de sua conexão de fibra ótica e contar com um maior controle do tráfego de dados de seu dispositivo. Claro, se o que você precisa é um switch para gerenciar uma rede na empresa composta por muitos equipamentos, vai precisar de um com um número elevado de portas e mais opções configuração.

gray switch

Sua principal função é unir ou conectar equipamentos em rede. Assim, o switch, por si mesmo, não oferece conectividade com outras redes. (Fonte: Moisseyev: 36968508/ 123rf.com)

Portas

Em relação as portas, você deve considerar tanto o número de portas como o tipo delas. Hoje em dia, existem switches de rede que podem ter desde quatro até centenas de portas. Por outro lado, o padrão Ethernet atual admite dois tipos de cabos: de par trançado e o de fibra ótica. O conector para cada um é diferente.

Os switches mais simples apenas contam com portas de par trançado, que possuem conector RJ-45. Os mais avançados possuem portas de fibra ótica, que têm diferentes tipos de conectores, embora o mais usado seja o de tipo SC. Além disso, incluem portas modulares que recebem conexão por um módulo que contem a porta.

foco

Dica: Verifique bem suas necessidades antes de determinar a quantidade de portas essenciais para você. Sempre vale a pena ter portas extras e de diferentes tipos.

Velocidade

O Ethernet permite diferentes velocidades de transferência de dados. Por isso que, na hora de escolher um switch, é importante que leve em conta a que velocidade pode-se trabalhar. A seguir, confira os principais tipos de portas que você vai encontrar e os padrões e velocidades que podem operar.

  • Portas 10/100: Operam abaixo dos padrões 10BASE-T com velocidades teóricas de até 10 Mbps e 100BASE-TX com velocidades até 100 Mbps.
  • Portas 10/100/1000: Além dos itens anteriores, operam abaixo do padrão 1000BASE-T com uma velocidade teórica máxima de 1.000 Mbps. São os mais usados atualmente para redes domésticas convencionais.
  • Portas de fibra ótica: Entre os que se encontram os 100BASE-FX e 1000BASE-X.

Funções para gerenciar o tráfego de dados

Tantos os switches gerenciáveis como os inteligentes oferecem uma série de funções com as quais pode-se gerenciar e monitorar o tráfego de dados. A VLAN permite estabelecer redes lógicas independentes dentro de uma rede física. A IGMP Snooping impede que o tráfego de uma TV IP colapse toda a rede.

Outra função interesse é a que permite limitar a largura de banda das portas de conexão. Também é conveniente ter um suporte para Link Aggregation para combinar várias conexões Ethernet em uma só, que tenha maior velocidade de transferência ou que conte com tecnologia PoE (Power Over Ethernet, em inglês) para alimentar equipamentos através do cabo Ethernet.

Resumo

O uso do switch de rede é muito comum atualmente, não só em redes empresariais, mas também cada vez mais em ambientes domésticos que o número de dispositivos conectados à internet não para de crescer. Obviamente, você não precisa do mesmo tipo de switch para a rede de um escritório com dezenas de equipamentos conectados para usar em sua residência.

Por isso, é importante que, antes de escolher um, tenha claramente suas necessidades e o uso que vai fazer dele. Saiba que existem modelos específicos para diferentes atividades como jogar online ou para streaming. De todo modo, também é fundamental que considere o número de portas que conta e a velocidade máxima de transmissão de dados.

Por último, se você gostou deste guia, colabore com seu comentários ou compartilhe em suas diferentes redes sociais.

(Fonte da imagem destacada: Wklzzz: 42502782/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

GUIA55 Redação
GUIA55
Os redatores do GUIA55 realizam pesquisas aprofundadas e escrevem artigos altamente informativos e de qualidade sobre os mais variados temas do seu interesse.