telescope in space

A história do telescópio está ligada a Galileu Galilei e ao desejo do ser humano em entender melhor o universo e de alcançar as estrelas. No entanto, o cientista italiano não foi o verdadeiro inventor deste instrumento fantástico, pois ele foi criado pelo holandês Hans Lippershey.

Desde então, existem muitos nomes de grandes cientistas ligados ao desenvolvimento do telescópio. Alguns deles foram Isaac Newton, Johannes Kepler e Christiaan Huygens. Caso você esteja querendo adquirir um telescópio, confira o guia de compras abaixo.

O mais importante

  • Normalmente, a diferenciação que se faz é entre telescópios terrestres e telescópios astronômicos. Dentre os últimos, existem três tipos: telescópio astronômico refractor, refletor e catadióptricos.
  • A abertura é provavelmente a característica mais importante de um telescópio, pois determina a quantidade de luz que pode entrar no instrumento. Um nível mais alto de abertura gera uma imagem mais nítida.
  • Se você vai comprar um telescópio, a primeira coisa que deve avaliar é o uso que fará dele. Em seguida, você deverá considerar alguns outros aspectos, como a abertura e a sua distância focal.

Os melhores telescópios do mercado

Preparamos esta lista para que você encontre o telescópio ideal. Nela, você encontrará alguns dos melhores modelos disponíveis no mercado atualmente, e com um ótimo custo-benefício. Confira quais foram os nossos escolhidos abaixo.

O melhor telescópio refrator

Esse telescópio refrator computadorizado é ideal para quem está em busca de um instrumento mais avançado e com uma estrutura leve. Ele possui uma base de coordenadas com mais de 4000 objetos, celestiais, além do sistema SkyAlign, que ajuda no processo de alinhamento.

O melhor telescópio infantil

Esse telescópio infantil é ideal para que as crianças de divirtam observando os planetas e estrelas, e para que assim possam começar a observar o céu de outra forma. Ele acompanha um tripé removível e uma haste retrátil para ajustar o foco.

O melhor telescópio portátil

Esse telescópio poderá te acompanhar para todos os lugares, e pode tanto ser usado com um apoio, como diretamente nas suas mãos. Ele possui uma estrutura em alumínio, e, por esse motivo é muito leve e portátil. Ele acompanha um tripé ajustável de fácil encaixe.

Guia de compras: O que você deve saber sobre um telescópio

Ao buscar por um telescópio, é essencial que você considere uma série de questões importantes, pois existe uma grande variedade de modelos no mercado e nem todos oferecem os mesmos recursos. Por esse motivo, nesta seção, vamos responder às principais dúvidas que possam surgir sobre esse instrumento.

man writing observations

Os telescópios são utilizados para a observação celestial há muito tempo. (Fonte: Victor Kuznetsov: 83652201/ 123rf.com)

O que é um telescópio?

O telescópio é um instrumento óptico projetado para observar objetos distantes, especialmente corpos celestes, como planetas e estrelas. Ele é, portanto, uma ferramenta fundamental em astronomia, e o seu desenvolvimento está intimamente ligado a essa disciplina científica, além de ser também muito utilizado para fazer observações terrestres.

Quais elementos compõem um telescópio?

Um telescópio é composto por uma série de elementos, cada um com uma função específica dentro dele. A seguir, vamos explicar quais são os mais importantes.

  • Objetiva: Ela pode ser uma lente ou um espelho. É o elemento através do qual a luz entra no telescópio,e, portanto, quanto maior for a sua abertura ou diâmetro, maior a quantidade de luz que ela será capaz de capturar.
  • Buscadora: Ela possui o formato de um pequeno telescópio e permite que o usuário localize e permaneça observando o objeto.
  • Tubo ótico: É a parte principal do telescópio e na qual a maioria de seus elementos está localizada.
  • Ocular: Localizada no foco, ela possui a função de ampliar e de reduzir a imagem ampliada.
  • Montagem: É a parte em que o tripé está conectado ao tubo e, portanto, que suporta o telescópio.
  • Tripé: Serve para dar suporte ao telescópio, proporcionando estabilidade.

Quais são as vantagens e desvantagens de um telescópio?

O telescópio oferece muitas vantagens, mas também apresenta algumas desvantagens. Confira quais são os prós e contras deste instrumento na tabela abaixo:

Vantagens
  • São ideais para começar a estudar astronomia
  • Atualmente existem muitos modelos no mercado
  • Existem modelos baratos
  • Com eles é possível aprender e ensinar de forma divertida
  • Podem ser utilizados tanto para observações astronômicas, quanto terrestres
  • Os modelos para iniciantes são mais baratos
Desvantagens
  • Em geral, é necessário montá-los, embora não seja uma tarefa muito complicada
  • É necessário ter pelo menos algum conhecimento básico no assunto para usá-los

Para quem o telescópio é recomendável?

Os telescópios são especialmente recomendáveis para os amantes da natureza, pois assim é possível observar a vida selvagem à distância. No entanto, o seu uso principal é para a observação de corpos celestes.

Os telescópios astronômicos são o instrumento perfeito para ingressar no mundo da astronomia. Eles também são um presente fantástico para crianças e adolescentes. Neste caso, os binóculos também são itens interessantes, pois são uma alternativa mais barata.

Quais tipos de telescópio existem?

Eles podem ser diferenciados entre terrestres e astronômicos. Estes últimos, por sua vez, podem ser divididos entre refractores, refletores e catadióptricos. Na tabela a seguir, você poderá conferir as principais características de cada um deles.

Telescópio astronômico refractorTelescópio astronômico refletorTelescópio astronômico catadióptrico
Elementos que o compõem Somente possuem lentes Possuem espelhos curvos Possuem lentes e espelhos
O que é possível observar com eles? São ideais para observar a lua e os planetas, embora não sejam adequados para observar nebulosas e outros objetos do céu profundo São ideais para observar nebulosas e galáxias distantes São a melhor opção para observação do céu profundo e astrofotografia. Eles são uma excelente opção para observações terrestres, para ver os planetas, a lua e as estrelas
Características principais Eles requerem menos manutenção São muito fáceis de usar e construir, mas a sua qualidade óptica é menor que a dos refractores Eles têm maior capacidade de enfocar objetos
Transporte As lentes não ficam desalinhadas ao transportá-las Eles são maiores e mais pesados Seu design compacto facilita o transporte
Preço Mais caro do que um telescópio reflector Eles são os mais econômicos O mais caro dos três

Qual é a função da buscadora?

Como o próprio nome indica, a principal função da buscadora de um telescópio é ajudá-lo a apontá-lo para o objeto celeste que você deseja observar. É, portanto, um acessório fundamental para o funcionamento dele. O processo de alinhar a buscadora com o tubo ótico é importante para que você consiga reconhecer os objetos com o seu telescópio.

Quais corpos celestes um iniciante pode ver com um telescópio?

Com um telescópio para iniciantes, você poderá observar luas, planetas, galáxias e nebulosas. Logicamente, a nitidez com a qual você fará isso dependerá da qualidade do instrumento que você possui. Comece observando a lua, que é o mais fácil de ver, graças ao seu tamanho e brilho.

O melhor momento para fazer isso é quando ela estiver na fase crescente ou minguante. Na lua, você poderá ver suas diferentes características geográficas, como vales e crateras, dentre outros. Quanto aos planetas, normalmente os mais fáceis de ver são Vênus, Marte, Júpiter e Saturno. Também é possível observar estrelas, cometas, galáxias e nebulosas.

 telescope on earth

Um telescópio é recomendado para os amantes da natureza. (Fonte: Claudio Ventrella: 47673450/ 123rf.com

Critérios de compra

Se você está considerando a possibilidade de adquirir um telescópio, é importante que você leve em conta alguns critérios de compra. Por isso, selecionamos os aspectos que consideramos serem os mais importantes. Confira abaixo quais são eles.

Uso

Você precisará de um tipo de instrumento diferente para fazer observações terrestres e astronômicas. Além disso, dependendo do tipo de objeto que você deseje observar, poderá precisar de um telescópio específico. Por esse motivo, esse é o primeiro e principal critério de compra que você deve considerar.

Da mesma forma, um telescópio para uso mais profissional não é a mesma coisa do que um para iniciar seus filhos no mundo da astronomia. Se o que você quer é um telescópio para iniciantes, escolha um econômico e fácil de usar.

woman watching in the telescope

Com um telescópio você poderá observar planetas, estrelas, galáxias e nebulosas. (Fonte: Allexxandar: 47066493/ 123rf.com)

Abertura do telescópio

Essa talvez seja a característica mais importante de um telescópio, pois a abertura da lente determina a quantidade de luz que pode entrar no instrumento. Dessa maneira, quanto maior for a abertura, maior será a nitidez da imagem que ela oferecerá. Normalmente, seu valor é expresso em milímetros (mm).

Uma opção interessante para começar pode ser um telescópio refractor com uma abertura entre 60 e 90 mm ou um refletor com uma abertura entre 100 e 200 mm. Para orçamentos um pouco mais altos, você pode escolher um refractor que tenha entre 80 e 90 mm, ou um refletor com cerca de 150 mm.

Distância focal

A distância focal é outra característica dos telescópios que você não pode ignorar, pois ela indica a distância entre o foco do telescópio e a lente ou o espelho. Ela está relacionada tanto com o comprimento do tubo ótico quanto com a razão focal. Esta última indica a relação entre a distância focal e a abertura.

Se a razão focal for curta (menor que 6), o telescópio é melhor para observar nebulosas e galáxias. Pelo contrário, se for longa (maior que 8), é bom para observar as estrelas do sistema solar. Para iniciantes, a razão focal ideal é entre 5 e 10.

Michio KakuFísico norte-americano

“Aprendeu-se mais sobre o universo nos 15 anos depois da invenção do telescópio do que em toda a história da humanidade anterior a isso”.

Montagem

A montagem é fundamental para dar firmeza ao telescópio. Uma montagem instável ou que não permita movimentos precisos dificulta muito a observação. Os três tipos mais comuns são: sistema azimutal, equatorial e computadorizado. Você pode saber mais sobre eles na tabela abaixo.

AzimutalEquatorialSistema computarizado
Características Com ela é possível realizar movimentos horizontais e verticais É usada ajustando seu eixo em paralelo ao eixo de rotação da Terra Graças aos seus componentes eletrônicos, o processo de busca de corpos celestes é simples
VantagensSimples, ocupa pouco espaço e seu preço é baixo Você pode rastrear uma estrela de forma fácil Busca e segue os diferentes objetos celestes
Desvantagem Astros devem ser seguidos de forma manual Seu preço é mais alto e ocupam mais espaço

Você precisa aprender a  manuseá-la

Preço mais alto

Resumo

O telescópio é um instrumento útil para observar o céu e os diferentes corpos celestes. A história desse objeto é fascinante por si só, e está ligada à de grandes cientistas, como Galileu e Newton. No entanto, a visualização do céu não é o seu único uso.

Eles também são freqüentemente usados para observações terrestres. De qualquer forma, seja qual for o uso que você fará no telescópio, é essencial conhecer suas características fundamentais e levar em consideração os critérios de compra que mencionamos, como abertura, montagem, etc.

Caso este guia tenha sido útil para a sua escolha, deixe um comentário ou compartilhe-o através das suas redes sociais.

(Fonte da imagem destacada: Claudio Ventrella: 47673436/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Daniele Padrão Gamer e Técnica de Celulares
Dificilmente você ficará sem respostas ao conversar com Daniele sobre celulares, games ou os gadgets mais tecnológicos. Ela prefere jogar no computador, mas não abre mão de seu PS4 (enquanto o 5 não é lançado). Além disso, todos smartphone que passa por sua mão sai com cara de novo, seja ele Xiaomi, Samsung ou Apple.
Nômade digital, já morou em 4 países diferentes e está sempre de olho no próximo destino. Como redatora, tem experiência escrevendo sobre diversas áreas, especialmente utensílios domésticos, tecnologia, esportes e boa forma. No Guia55, escreve e adapta artigos para auxiliar suas decisões de compra.
Jaime Caballero Licenciado em Engenharia
Licenciado em Filologia e Engenharia de Minas, Jaime vê no Guia55 a combinação perfeita para trabalhar com as palavras e a tecnologia. Muito atento aos detalhes, busca criar conteúdo que desperte interesse no leitor.