toca-discos antigos

Um dia, por acaso, você encontra a velha coleção de discos dos seus pais. Discos de vinil dos mais variados: desde Chitãozinho e Xororó até um clássico do Queen ou Abba. Essa foi uma época bem diferente. Mas mesmo assim, você quer voltar ao passado e viver essa nostalgia com uma vitrola retrô.

Mas você não sabe por onde começar, nem como. Além disso, não quer esquecer dos seus velhos CDs. Por isso, você está aqui. Procurando dicas e informações para escolher a melhor vitrola retrô e poder apreciar a beleza dos discos de vinil. Siga conosco!

O mais importante

  • Nem todas as vitrolas retrô são iguais. Existem opções com mais de uma função (que reproduzem discos de vinil, CD, fita cassete e arquivos digitais), as que tocam apenas os discos de vinil ou portáteis. Estude bem o que você procura antes de decidir.
  • As vitrolas retrô são uma grande compra caso você esteja iniciando no mundo analógico ou quer dar de presente para seus pais ou avós um produto simples e econômico para que eles possam recordar os velhos tempos.
  • Entre os critérios de compras, que você verá detalhadamente mais abaixo, são destacadas a conectividade RCA e a entrada USB. O primeiro permite melhorar o som com uma caixa de som adicional e o segundo oferece a possibilidade de ouvir músicas também através de pen drive ou outros dispositivos.

As melhores vitrolas retrô: Nossas recomendações

Antes de poder aproveitar de álbuns míticos em sua versão mais pura, ou seja, em discos de vinil, você deve escolher a melhor vitrola retrô disponível no mercado. Não apenas por serem bonitas visualmente, mas também por terem uma boa qualidade. Estas são as nossas favoritas:

A melhor vitrola retrô com múltiplas funções

Esta vitrola retrô com múltiplas funções toca discos, reproduz também CDs, fita cassete, rádio FM e outros dispositivos através da entrada USB. Reproduz discos com 33, 45 e 78 RPM. Você pode transformar seus discos de vinil, CDs e fitas cassete em MP3 com este aparelho, salvando num pen drive ou cartão SD.

Uma opção com design diferenciado

Este vitrola possui 3 velocidades de rotação do disco e também possui conexão bluetooth, onde você pode ouvir as músicas que tiver no seu smartphone. Também é possível converter seus discos em MP3.

Vitrola retrô versátil

Esta vitrola retrô reproduz discos em 3 velocidades diferentes. Possui conexão bluetooth, entrada USB e rádio FM. Tem quatro pernas palito, tornando um item de decoração belíssimo, mas as pernas podem ser removidas para que você possa colocar sua vitrola em algum outro lugar.

Ótima opção em custo benefício

A vitrola retrô da Vicini toca discos, possui entrada USB para reprodução de som e gravação, rádio FM, entrada para cartão SD e também para fones de ouvido. Com um design diferenciado e bonito, combina com qualquer tipo de ambiente.

Guia de compras: Tudo que você precisa saber sobre a vitrola retrô

Ainda que a vitrola retrô seja um item recomendado para entusiastas, todo mundo pode ter uma, seja por curiosidade ou real interesse. De fato, você deve prestar bastante atenção em diferentes pontos para escolher um produto de qualidade. Abaixo, esclarecemos algumas das principais dúvidas.

homem colocando um vinil

A vitrola retrô é uma excelente opção para quem gosta de discos de vinil. (Fonte: Rawpixel: 103994759 / 123rf.com)

Que tipos de vitrola retrô existem?

Tirando as vitrolas antigas que foram restauradas, as vitrolas retrô de primeira mão são alternativas que imitam as antigas, mas no seu interior elas são muito modernas, com alta tecnologia. Atualmente, as vitrolas retrô são dividas em três grupos básicos:

Vitrola retrô

Alguns modelos de vitrola retrô são feitos exclusivamente para a reprodução dos discos de vinil de 33, 45 e, às vezes, 78 rpm. Geralmente possuem design simples: base de madeira e metal, ou plástico, com suporte antiderrapante. Os modelos mais simples possuem alto-falantes padrão de fábrica, ainda que também permitem adicionar uma caixa de som de maior qualidade através da entrada RCA.

Esta opção de vitrola retrô aceita opções de gama média-alta, como o Rega Planar 3: é uma vitrola com um contrapeso de aço temperado, chapa de vidro e base laminada acrílica, entre outras características. Tudo isso aumenta o valor, fazendo esta opção ser bem cara.

Vitrola retrô com múltiplas funções

Se você quer dar de presente uma vitrola retrô para alguém, a opção com múltiplas funções é uma ótima escolha. São ideais para pessoas de meia idade, que gostariam de escutar seus velhos discos de vinil, fita cassete e CD, mas que não tem necessidade de um aparelho super potente, nem é obcecado com a qualidade do som e escuta música só de vez em quando.

Por outro lado, a vitrola retrô com múltiplas funções é uma ótima opção para quem está começando a apreciar os discos de vinil, como outras opções podem ser bem mais caras. Comprar uma vitrola com a única função de tocar discos pode ser um erro, pois além de ser bem cara, você pode acabar não aproveitando ela ao máximo.

toca-discos e vinil

A possibilidade de trocar a cápsula e agulha permite melhorar muito o som até em vitrolas mais antigas e precárias. (Fonte: Rawpixel: 82939682 / 123rf.com)

Vitrola retrô portátil

As vitrolas retrô portáteis são controversas. Alguns modelos vendidos são uma espécie de atentado ao som e o cuidado com os discos de vinil. Mas também existem opção que são boas e mais aceitáveis, com uma maior qualidade.

Por isso, as vitrolas retrô portáteis são ideais para pessoas que viajam com frequência e querem levar junto uma forma analógica de música (por exemplo, passar um final de semana com amigos em um sítio). Além disso, as vitrolas retrô são para os amantes da música e não do som, a qualidade do som do vinil está longe de ser boa, porém é diferente e, com certeza, especial.

Quais as vantagens de escutar música em uma vitrola retrô?

Se você é um apaixonado pelo som analógico, com certeza acabará comprando uma vitrola de qualidade média-alta. No entanto, para evitar investir em algo errado e sem saber a real utilidade do produto, o melhor é começar sempre com as melhores opções disponíveis no mercado. Suas vantagens são muitas e variadas:

Vantagens
  • São econômicas
  • Possibilidade de reproduzir também CD, fita cassete e arquivos digitais no mesmo produto
  • Algumas marcas oferecem um ótimo custo benefício
  • É possível converter os discos de vinil em arquivo MP3 ou WAV
  • Algumas opções tem a possibilidade de trocar a agulha e a cápsula por uma melhor
  • A maioria possui entrada RCA para utilizar caixas de som adicionais
  • Muitas possuem conexão bluetooth, ideal para ouvir as músicas do seu smartphone
  • Possui grande valor estético
  • As opções portáteis podem ser levadas para qualquer lugar
Desvantagens
  • Não são a melhor opção em relação ao som
  • As vitrolas de má qualidade podem danificar os discos de vinil a longo prazo
  • Algumas não permitem conectar outra caixa de som

Que outras recomendações devo seguir para aproveitar ao máximo minha vitrola retrô?

As vitrolas retrô mais baratas são uma boa opção para quem quer iniciar nos prazeres da música analógica: uma viagem por meio dos álbuns que fizeram história no mundo da música com bandas clássicas. Mas, se mesmo assim você tem algumas dúvidas, vejamos abaixo mais alguns detalhes sobre a vitrola retrô:

  • A cápsula e a agulha determinam amplamente a qualidade do som. Você pode ter o melhor alto-falante, mas sem uma cápsula e uma agulha de qualidade, não irá adiantar nada. Embora as vitrolas antigas tenham uma menor compatibilidade do que as mais novas, você não terá problemas em encontrar uma cápsula e uma agulha novas e de qualidade para substituir as suas.
  • Se a sua vitrola retrô possuir entrada RCA, você poderá conectar o alto-falante ou caixa de som que quiser. Os alto-falantes de fábrica em geral são bem ruins. Com uma opção adicional você terá um som bem melhor.
  • Além de um bom móvel para a sua vitrola retrô que reduza ao máximo as vibrações e movimentos graças a sua estabilidade, você precisará de um limpador para os discos de vinil e um lugar adequado para armazenar sua coleção. Existem diversas formas de restaurar discos antigos, assim como conservar suas novas aquisições em boas condições.

Lembre-se que se a vitrola retrô que você comprar não possuir amplificação interna, você não conseguirá utilizar nenhum tipo de alto-falante. Nestes casos, você deverá comprar um alto-falante amplificado ou, um amplificador simples e depois um alto-falante compatível. A primeira opção é mais fácil e prática, além de ser muito boa.

toca-discos e vinil

As vitrolas retrô portáteis podem ser levadas para qualquer lugar e você poderá escutar seus discos de vinil onde estiver. (Fonte: Chitsanupong: 37664995 / 123rf.com)

Critérios de compra

Você viu por muito tempo na casa dos seus pais e avós aqueles discos empilhados, sem entender direito o porque de guardarem aquela “velharia”. Para entender o amor pelo som do disco de vinil, o melhor a fazer é comprar uma vitrola retrô e viver esta experiência. Com os critérios abaixo, você conseguirá escolher o mais adequado.

Materiais e mecânica

Ao comprar uma vitrola retrô, barata ou não, o material é o principal item a ser considerado. Se ele for principalmente de plástico, deve ser de boa qualidade. Procure materiais robustos e com uma parte interna sólida, já que desta forma a vitrola terá uma maior vida útil. Acabamentos em madeira geralmente são uma boa opção, já que, além de serem bem sólidos, ficam bonitos estéticamente.

Em relação a parte mecânica, é importante verificar se a vitrola retrô que você está comprando pode reproduzir duas ou três velocidades, mesmo que hoje em dia seja muito difícil encontrar discos de 78 rpm. Mas você é quem decide. Além disso, verifique se você prefere um modelo com acionamento direto ou por correia. Considere que a correia pode desgastar e precisará ser trocada.

violão e vinil

As agulhas para vitrolas são responsáveis em ler a superfície sinuosa das ranhuras de um disco de vinil.(Fonte: Kazazis: fY9-YU-Ghg / Unsplash.com)

Tipo e conectividade

Podemos destacar três tipos de vitrola retrô: as que tocam apenas discos, as com múltiplas funções e as portáteis. Estas últimas apresentar o pior tipo de som, mas oferecem a possibilidade de levar para qualquer lugar. As com múltiplas funções possuem um som mediano, mas reproduzem CD, fita cassete e músicas digitais. Os toca discos são mais técnicos, mas com menos benefícios.

Além disso, se você gosta muito de música, escolha uma opção com entrada RCA. Esta opção lhe permitirá usar um alto-falante adicional, com maior qualidade. Leve em consideração que a opção que vem de fábrica com este tipo de vitrola geralmente não é muito potente, nem oferece uma boa qualidade de som.

Cápsula e agulha

As agulhas e cápsulas das vitrolas retrô geralmente não são de boa qualidade. Por isso, se o som for primordial para você, é importante que você troque por outras mais técnicas. Se for o seu caso, verifique se o objeto escolhido atende as opções Audio-Technica ou Ortofon. É que nem todos os modelos apresentam as mesmas compatibilidades.

Taylor SwiftCantora e atriz americana

“As pessoas nem sempre estão lá para mim. A música sim.”

Conversão de arquivos

Gostar de discos de vinil não significa que você rejeita a nova era digital e de streaming. Por isso, pode ser uma boa ideia comprar uma vitrola retrô para você poder converter sua coleção de discos, ou CDs ou fitas cassete em MP3. Nesse sentido, a vitrola retrô com múltiplas funções é a mais indicada, e são bem mais baratas que você imagina!

Estética

Deixamos o critério superficial em último lugar, embora você não deva deixar de lado. As vitrolas retrô possuem um belo design, com cores vintage e modelos que parecem ter sido feitos no século passado. Dependendo do restante da decoração do ambiente que você deseja colocá-lo, um modelo pode ficar melhor que o outro.

foco

Você sabia que os discos de vinil de 78 rpm surgiram junto com o próprio gramofone em 1888 e foram comercializados até 1965?

Resumo

Na era da internet, algumas pessoas resistem a abandonar o som analógico, outras, inclusive, adotaram pela primeira vez para consagrar a nostalgia. Seja qual for sua posição, deve saber que os discos de vinil, e inclusive os CDs, tendem a oferecer uma melhor qualidade de som, já que são formatos que não compactam a música.

Se você está começando agora a ouvir discos, nada melhor que uma vitrola retrô. Isso irá lhe permitir a tirar o pó daqueles discos de vinil antigos da sua família e resgatar edições de álbuns raros. Porém, para comprar a opção adequada, deve seguir alguns critérios como o tipo, os materiais usados ou se é possível adicionar um alto-falante extra.

Se este artigo lhe ajudou, não esqueça de deixar um comentário logo abaixo e compartilhar em suas redes sociais!

(Fonte da imagem destacada: Jaceknowak: 111007010 / 123rf.com)

Why you can trust us?

Ricardo Amorim Músico e Viajante
A música e as viagens sempre foram as paixões de Ricardo. Seu violão o acompanha pelo mundo, desde que saiu de casa aos 17 anos. Desde então, já conheceu mais de 50 países e segue sua jornada rumo aos 100. Além de suas duas paixões, Ricardo também escreve sobre outras formas de lazer, especialmente sobre livros, aproveitando os dois anos investidos no curso de Jornalismo.
Curiosa por natureza e apaixonada por viagens, ama estar por dentro das novidades que podem facilitar e tornar mais alegre o dia a dia das pessoas. No Guia55, escreve e adapta artigos para auxiliar suas decisões de compra.
Como redactor de contenidos y traductor, para mí, escribir es un trabajo de orfebrería que debe servir para adornar y completar la vida del lector. En cuanto a mi vida personal, no concibo el mundo sin los discos de vinilo, la poesía de Jaime Gil de Biedma, mis dos gatos (Molly y Cohen) y el clutch time de la NBA.